Quantcast
PplWare Mobile

O Brave é o browser que se está a preparar para mudar a Internet

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. sdfg says:

    o brave nao e baseado no chromium tambem? nao estou a perceber… continua a ser controlado por 2…

    • Urtencio says:

      A Mercedes também não usa motores Renault?
      Obvio que quem controla o motor é a Mercedes! 😉

      • Wiskas says:

        por acaso não é bem assim… A mercedes testou e aprovou os motores da renault, a partir desse momento limita-se a encaixar os motores no sitio.
        Se a renault decidir alterar o motor secretamente a mercedes provavelmente não se iria aperceber logo (caso a renault nao notificasse a mercedes), portanto o motor não é controlado pela mercedes não

        • José Fonseca Amadeu says:

          E quem quer pode continuar a comprar motores mercedes.

          • Andre Ferreira Andrade says:

            Pode, mas no fundo, esta historia dos motores renault na mercedes, so veio comprovar o que ha muito eu digo : Motores Renault, sao Top! Caso contrario, a mercedes nao se arriscava a usa los na sua marca !

        • Francisco Durães says:

          Não percebi. Queres tu dizer que os engenheiros da Mercedes recebem um motor aprovado e desenvolvido pela Renault, e que não sabem o que vão colocar num chassis e estrutura na fase de produção? Ou que não conhecem até ao último pistão tudo que ali está? Pareces-me confuso. Até porque em termos de eletrónica, deverá ser a própria Mercedes a trabalhar centralinas e por aí além.

          • Andre Ferreira Andrade says:

            Depende do motor. O bloco 1.5 DCi é na integra todo Renault… Ja o 1.6 DCI , 1.7 DCI e 1.3TCE, foram desenvolvidos em parceria Renault, Nissan, Daimler e Dacia. Salvo erro, o 1.3 TCE é mais Mercedes que renault ate!!!!

  2. Reis says:

    Melhor browser que a firefox e de longe.

  3. Pedro Gameiro says:

    Bom dia, instalei e já desinstalei…não funciona muito bem com site que mostram popup’s a evitar anúncios.

    Tentei abrir a abola.pt, por exemplo e o site fica parado sem dar sequer para refresh. Alguém tem o mesmo problema?

    • Rrrrrr says:

      sim, tem a ver com a quantidade de scripts que o site da bola tem, para fazer tracking do utilizador e para despejar publicidade.
      para contornar isso podes desactivar a funcionalidade de bloquear publicidades e scripts do Brave, no canto superior direito (no icon com o leao laranja)

    • João says:

      Bom dia Pedro
      A mim só no site de A Bola isso me acontece (no Jogo e Record funciona normalmente)
      É para aparecer o aviso
      Para ultrapassar essa situação pode ir ás configurações e na opção Rastreadores e bloqueio de anuncios desativar (a partir dai o site de A Bola funciona)
      Se algum dos parceiros do forum tiver uma solução mais pratica para não ter de andar a ativar e desativar partilhem SFF
      Há muito que uso o Brave (após uma analise aqui no pplware) e estou muito satisfeito, pouco ou nada uso outros browsers

    • F Gomes says:

      Instalei o Brave Versão 1.19.86 Chromium: 88.0.4324.96 (Compilação oficial) (64 bits), abri o site a Bola e não tive qualquer problema

  4. B@rão Vermelho says:

    Pois, isto é pensado para paginas de Internet bem feitas, as páginas Portugueses são uma autentica miséria, quando estou a viajar de mochila às costas, ando por lugares bem remotos e tentar abrir certas páginas Portuguesas é uma autentica dor de cabeça, com constantes refresh, torna-se quase impossível consultar as paginas fora das grandes cidades

    • k says:

      Nem tens que ir muito longe. A página das finanças/autoridade tributária por onde todos os negócios do país tem que enviar o ficheiro do saft com a faturação mensal ou levarem multa só funciona direito no Internet Explorer (sim, o velho) porque ainda é o único que ainda é inseguro que chegue para correr o java necessário que faz aquela merda funcionar. Aquilo é basicamente um componente no site para fazer upload do ficheiro com um interpretador xml para validar o ficheiro. Podia ser feito de inúmeras maneiras diferentes que não exigissem algo tão inseguro, mas aqui estamos.

      Pensa nisso. O estado português obriga todos os negócios a usarem, pelo menos uma vez por mês, desde 2013 (salvo erro quando se começou com o saft) um browser com mais buracos de segurança que um queijo suíço que já não deve ver uma actualização à anos porque nem sequer é suposto estar a ser usado.

      • Redin says:

        Não sei até que ponto um qualquer comprometimento de segurança devido a uma empresa se ver obrigada a utilizar o IE para usar o SAFT, poderá colocar o governo em tribunal por não lhe ter oferecido alternativas de browser.
        Toda a gente está careca de saber que a utilização do IE está repleta de insegurança e o site das finanças não poderá alegar desconhecimento.

  5. Michelaw says:

    A integração dos .onion com o Brave é uma das vantagens, a integração de um torrent manager é outra, só mesmo o fim do referral program é que deixou muitos sem vencimento. O Brave ads não funciona ou acaba no final de cada mês se não tiveres uphold associado. Esta ipfs é mais do gênero de distributed CDN vamos ver se esse método funciona

    • Centurião Cornélio says:

      The integration of .cebola with Brave is one of the advantages, the integration of a gerenciador de torrents is another, only the end of the programa de referência has left many without expiration. Os anúncios do Brave don’t work or stop at the end of each month if you don’t have an associated suporte. This Sistema de Arquivos Interplanetário is more of the distributed rede de fornecimento de conteúdo genre let’s see if this method works

  6. Pipocas says:

    ou seja, mais um problema para a segurança e privacidade.
    Imaginem que alguém mal intencionado coloca conteúdo para adultos, que foi filmado ou adquirido sem o consentimento da pessoa, atualmente se isso vai parar àqueles sites que todos sabemos (disse um amigo meu), é possível solicitar a remoção (embora já fique pela internet e seja difícil a sua total remoção).
    Com este sistema que imita P2P, será pior, pois o conteúdo a eliminar já está na maquina de cada um.
    Isto para disseminar um virus será brutal…

    • Vítor M. says:

      Ou não, porque irá implicar individualmente cada pessoa. Por muito que se queira dar a entender o contrário, em certos cenários criminosos, não há como escapar. Pode demorar, mas eles são apanhados. Ainda há pouco tempo foi visto isso, com mais uma ação na dark web.

      • Redin says:

        Não sei até que ponto essas pessoas se estarão a identificarem de forma a poderem serem apanhadas. Se se deseja ser descentralizado, não me parece que venha alguém querer dizer “sou a pessoa x que cá publicou isto…”.
        Hoje em dia eu ligo-me a um qualquer acesso grátis de internet e publico coisas sem que o IP detetado ou registado venha a dar problemas. Quem quer realmente fazer mal, não se importa de obter um qualquer dispositivo descartável para o fazer.

  7. Dr says:

    Usei este browser durante 1 ano, não é nada mais do que uma plataforma de publicidade

  8. Douglas Charles Cunha says:

    Melhor navegador do mercado é o Vivaldi, imbatível em recursos e personalização.
    Assim como o Opera era o melhor e mais inovador do mercado antigamente, o Vivaldi é hoje. Mas estranhamente tanto o Opera antigo como o Vivaldi hoje são ignorados pela mídia especializada e por usuários leigos.

    • Pedro says:

      resumindo, é melhor continuar com o firefox

      • Filipe says:

        O firefox continua a ser o pior para aceder a sites em html5 que sejam um pouco pesados.
        Começas a abrir alguns separadores de youtube, mesmo que só estejas num, abres o JN (claro, com bloqueador de publicidade), e outros desse género e depois vai ao gestor de tarefas. O consumo de ram e cpu não pára de subir, até que atinge o limite que o browser reserva na memória (dá para mudar nas opções em modo de developer), e assim que atinge esse limite, crasha. Excelente browser.

    • blocoA says:

      Essa notícia já é bem antiga, além de que já foram feitas as mudanças e o pedido de desculpas por parte da Brave e do próprio Brendan Eich

  9. José Pedro says:

    Tenho este browser a um tempinho, desisti do google e firefox, é mais rapido a entrar nos sites,

  10. jorge says:

    As paginas portuguesas sao um problema para abrir em qualquer parte do mundo, seja com que browser for, eu opera e tenho montes de problemas, anda quase sempre a patinar, mas browser seguros existem muito pouco, certos bancos aconselham a usar Safari e google, existem plataformas de certos bancos que nao abrem com o opera.

  11. F Gomes says:

    O meu browser principal é o Mozilla Firefox 84.0.2 e não quero outro. Aliás, de vez em quando utilizo o Opera Developer 75.0 que também gosto.

  12. Miguel says:

    Quanto a mim, nunca me basiei na opião de ninguem para formar a minha opinião pessoal.
    Por isso, neste momento estou a testar o Vivaldi e ainda não encontrei “contras”, certamente vou encontrar porque não existem sistemas infaliveis.
    No entanto e até agora, coloco o vivaldi á frente do chrome, firefox, opera…e do Brave, que tanto se tem falado por aqui.
    Se querem um browser rápido, personalizável, e que vos dá a segurança de bloqueio de trackers e afins, experimentem Vivaldi.

  13. Diogo says:

    Se alguém quiser experimentar a tecnologia ipfs eu próprio criei um arquivo deste artigo do pplware.
    O que foi deveras fácil, clique direito, e importar pagina para ipfs.
    Deixo o anexo para quem quiser exprimentar.
    https://ipfs.io/ipfs/QmXBFppm6afP6mKRvQYhqLCDJVadMPRii6Rr4Dt8jPFv1Y?filename=o-brave-e-o-browser-que-se-esta-a-preparar-para-mudar-a-internet

    • Redin says:

      Ou seja, se o PPlware por algum motivo quiser modificar essa pagina ou mesmo a apagar, não lhe vai ser possível.
      A visualização da página poderá ser adulterada como que um técnica de phishing.
      Ou esta técnica de ipfs apenas funciona como um apontador?

      • Redin says:

        Tal como previa, fiz um teste a responder a qualquer comentário nessa cópia e dá erro por não chegar ao servidor correto.
        Não sei se o Pplware vai gostar disso.

  14. Samuel MG says:

    Não queria comentar mas quando aparece isto:”Num cenário cada vez mais controlado por 2 browsers…” Não consigo aguentar.
    2 Browsers francamente!! Alguém se esqueceu de 1 deles!! São 3 browsers, o Firefox, o da Mirasoft cujo nome não me lembro e o Chrome.

    • Rui Piloto says:

      Mirasoft?? Firefox?? Oh homem anda perdido? So existe Chrome, Safari e Edge no mercado que sao os dominantes, o resto sao uma minoria que n interessa.

  15. António Antunes says:

    Utilizador satisfeito aqui.

  16. Ruben F. says:

    DuckduckGo. Pelo menos diz que bloqueia acessos dos serviços Google ao que pesquisamos. A política de actualização nos que a recursos do utilizador diz respeito tem vindo a aumentar, daí se tornar mais um browser que no início pedia 0 permissoes para instalação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.