iPhone X levou cinco anos para ser criado, segundo Jony Ive


Destaques PPLWARE

32 Respostas

  1. FeMeireles says:

    5 anos e ficaram satisfeitos com aquele mamaracho no topo so ecra?

  2. já foste says:

    tanto tempo 5 anos, pronto já sabemos que o proximo Iphone x2 da Apple a seguir ao Iphone X só daqui a mais 5 anos, até lá não vale apenas comprar mais nada…

  3. Fennel says:

    Quer dizer que ja estavam a ser criado o iphone X quando lançaram o Iphone 5?

    • Tiago Oliveira says:

      Pensando bem, acho que foi quando estavam a lançar o primeiro em 2017…

    • Daniel says:

      Quer dizer que o desespero de tentar tornar o iPhone X relevante é tanto que até já inventam coisas para aparecer. Não é a Apple que está em maus lençois, é o lugar destes VP’s (e CEO) que já começa a ser questionado…

    • poupoi says:

      não.. apenas estavam a desenvolver a tecnologia de reconhecimento facial desde essa altura!!
      a Nokia com o Pureview foi a mesma coisa… demorou algum tempo a desenvolver a tecnologia

    • André Moniz says:

      Ele refere que nesse espaço de tempo desenvolveram o face id, como alternativa a forma de desbloqueio à existente na época (5anos) era básica.
      Tudo o resto é recente por apenas responderam às necessidades do mercado como ecrã sem margem.

    • morais says:

      Claro. Há um documentário antigo com Steve jobs, onde existiam vários espaços de desenvolvimento, com diferentes objetivos temporais, mas que ja estavam em desenvolvimento. Os bons sao assim. Os militares fazem a mesma coisa… Quando a tecnologia deles fica comum, é disponibilizada para o publico

  4. Jorge Ferreira says:

    5 anos para meter o bezel dentro do próprio ecrã??? LOL
    Tretas …..

  5. José Carlos da Silva says:

    Não consigo acreditar nesses 5 anos. Em 5 anos não conseguiram nada melhor e realmente inovador (sem ser o FaceID, evidentemente)? É que há modelos bem mais apelativos e bem conseguidos na concorrência.

    • alkapone says:

      Lol, é melhor reler a noticia pois aquilo que quer excluir no seu comentário foi precisamente o que esteve em desenvolvimento durante 5 anos, o resto como diz no artigo são necessidades actuais do mercado.

      • José Carlos da Silva says:

        Reitero: 5 anos, para apenas aquilo? Há que perceber que estamos a falar em 5 anos, não meses… Em 5 anos não se espera muito mais? Uma empresa daquela magnitude? 5 anos?! A sério?

  6. Diogo Carneiro says:

    Nem vale a pena comentar, esta noticia parece-me um pouco de desespero por parte da Apple, na entrevista antiga disse que alguns dos utilizadores faziam uma utilização errada do iPhone, e agora demorou 5 anos a criar o iPhone X, parece que a Apple perdeu mesmo o rumo, e o insucesso que atravessa com o iPhone e o seu S.O, eu outrora fui um fanático pela Apple e sempre gostei dos seus produtos, embora o hardware ficava sempre aquém das expectativas. Sempre adorei e amei os seus produtos, mas acima de tudo amo a tecnologia, e para tal não pude continuar a seguir a Apple, pois neste momento encontra-se quase 2 anos atrás da concorrência nem o iPhone X muda a minha expectativa, estou feliz e muito contente com o meu Samsung Note 8, onde a Apple não conseguirá bate-lo nem com o iPhone X. Sem falar no iOS 11,eu n o Android sempre fui muito critico por ser um pouco desorganizado, a partir da versão 6.0 (Marshmallow) ficou muito melhor e compreendi que a Apple ficou perdida no tempo e sem ideias. Sem modificações visual no seu SO, muito por medo da aceitação dos utilizadores, e faz com que tenha perdido o lugar na inovação. O legado de Steve Jobs acabou. Tim Cook ainda não convence, pelo menos a mim. O brilho da Apple está fosco e fraco, Jonathan Ive deveria ser o CEO da Apple e nunca Tim Cook. Aproveitam-se dos clientes, os ditos fanáticos, fazem o mesmo iPhone com 1 GB de RAM diferente do antecessor e toda a gente vai comprar, é ridículo. Comprei um iMac 21,5 versão 2015, nem a Ram nem disco rigido nada se pode mudar a não ser recorrendo à marca. A Apple sempre foi um pouco fechada, mas acho um exagero agora, tanto se fecha que há-de acabar sozinha em lugar nenhum. Este foi um desabafo de um simples utilizador que em tempos amou os produtos desta empresa e sempre os comprou, mas no final a decisão é a seguinte : não vale a pena.

  7. Cada um.. says:

    Desenhado a 5 anos, mas so agora investem nos ecras OLED para nao ficarem dependentes da Samsung… Esta bem…
    Dizem que estao a pensar tirar o fingerprint desde o Iphone5, colocar o FaceID desde o iPhone 5…
    Ca para mim e a treta de “nao. Nao pusemos o FaceID porque nao conseguimos por o fingerprint com o design actual” e por isso mudaram de opniao… Mas ok.. So que algo muito grave se passou ai… 5 anos a desenvolver para depois acabar por ter problemas na produção…. e muito tempo para levar em conta esses erros, que se estao mesmo a 5 anos a desenvolver isso, sao erros de novato…

  8. Helder Vaz says:

    Que grande treta, por isso é que atrasaram as vendas!!!

    5 anos a desenvolver algo que nada de novo traz, estes pensam que trabalham na NASA….

  9. censo says:

    … o que eles dizem só para vender…e afinal vão vender um equipamento já desatualizado…

  10. miguel says:

    há 5 anos ja pensavam num smartphone sem margens? que tretas

  11. bilgaitas says:

    dizem que, o que custou mais a desenvolver foi o carregamento rapido

  12. Tiago Simões says:

    Ou seja, quando a Blackberry lançou o seus telemóveis com navegação através de gestos e sem botões – a Apple ficou logo imediatamente com cobiça. Que malandros!

  13. LG says:

    1 ano a ser desenvolvido, 4 anos a tomar decisão se a Samsung iria ser o fornecedor dos ecrás…

    • Belmiro says:

      Quando se está a pensar em desenvolver um produto tens que primeiro desenhar os objectivos, ver se sao tecnica- e económicamente viáveis. Durante o caminho há muitos tropeções, podem ter planeado fazer com ecrãs na traseira ou desdobráveis, baterias muito superiores, etc e aí aproximar-se 2017 ter que mudar a estratégia. Parece fácil mas não é e cada retrocesso obriga a mudar muita coisa. Óbvio que as equipas não estão só dedicadas ao X mas mesmo assim é algo que demora muito tempo.

      Quem se dedica a fazer o que já está feito fala muito, de contrário veriam que há projectos de 5-10 anos que muitas vezes vão para o lixo por não serem possíveis á última da hora.

    • LG says:

      nah fora de tretas agora, o FaceID demorou 5 anos a ser desenvolvido… mas para o marketing ideal é fazer entranhar no cérbero do consumidor que (e sublinhado pelo Ive) o iPhone X demorou 5 anos…

      • MarioM says:

        O tempo e dinheiro que gastaram no Face ID se calhar podia ter sido investido em algo mais proveitoso.
        Não estou a ver onde se pode chamar pratico a um sistema como o Face ID

  14. Louro says:

    Acho piada quando vejo pessoal que pensa que as empresas (seja ela qual for) desenvolve uma tecnologia de um dia para o outro…

    Ora acorda um gajo e lembra-se…Epah vamos adicionar reconhecimento facial no telefone, vai a loja do chines, compra meia duzia de componentes, toma um café no caminho para o escritório.

    Senta-se na sua secretária, bate umas linhas de código e está feito…mesmo a tempo do almoco pensa ele antes de ir comer uma sandes de presunto na badalhoca…

  15. Wander Albuquerque says:

    …dentro de um valor que o mercado “aceitasse”.

    Aqui no Brasil, o IPhone 8 está chegando por R$ 6.500 reais, eu euro é cerca de € 1,724, eu não imagino como o nosso mercado aqui no Brasil vai aceitar um valor mais alto que esta do iphone 8.

  16. MarioM says:

    Gastaram 5 anos para vender este produto ?
    Vamos ver o que a Hauwei tem a apresentar no Mate 10
    Se calhar lá se vão 5 anos pelo cano abaixo

  17. Valter says:

    Aquele “chifre” na tela na minha opinião vai limitar a quantidade de ícones que poderiam ser exibidos, como WiFi e outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.