Quantcast
PplWare Mobile

iOS 15.4 beta 4 traz alertas anti-perseguição aos AirTags e outros acessórios Apple

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. FilipeC says:

    A questão é: Antes demorava imensas horas até alertar de um dispositivo desconhecido, e agora? Porque mesmo 1 ou 2 horas pode ser o suficiente para seguir alguem ate um local que permita ocorrer um crime sem dar nas vistas. E mais uma vez, vai alertar quem? os 20% de telemoveis do mundo que sao iPhone? e os outros 80% que ficam totalmente desprotegidos em que muitos nem sabem o que é uma AirTag quanto mais que precisam de ter uma App no Android que nem corre em background para serem alertados?

    A lista de crimes cometidos a custa disto é gigante e será cada vez maior. E nao é por ser AirTag porque o problema vai-se prender com outros dispositivos, mas aqui a autonomia é grande e o preço extremamente barato.

    E por ultimo, como é que a Apple chega ao autor (ladrao)? Comprar e usar um iPhone requer registar a morada pessoal ou dados pessoais em algum lado ou basta ter uma conta iCloud ate com dados falsos para usar um iPhone?

    Enquanto estes ”se se se” estão em debate, muita criança e adulto é seguido e rastreado com estes dispositivos, mesmo que se meta aqui 1 caso por semana de sucesso na deteção, sao centenas reportados so nos EUA a custa disso e é onde ha 50% de iphones no mercado. Imaginem por exemplo na europa onde so 2 em 10 telemoveis vendidos vao poder alertar as vitimas.

    • Vítor M. says:

      O sistema já existia, os localizadores GPS existem há décadas, e não precisam de smartphones. Os AirTags e a Rede Encontrar formam uma solução mais em conta e mais fácil de controlar, em caso de abuso. Os AirTags estão indexados à alguém, os localizadores GPS não.

      Logo, o crime não deverá ser um problema novo, nada que não exista em muito maior escala.

      A Apple preparou um produto fantástico, que é muito mais vantajoso que qualquer outro é que nenhuma outra plataforma consegue.

      Depois os benefícios são muito maiores que as ações negativas, e ganha o utilizador Apple.

      Mas, vamos então desmontar a tua opinião sempre enviesada:

      A questão é: Antes demorava imensas horas até alertar de um dispositivo desconhecido, e agora? Porque mesmo 1 ou 2 horas pode ser o suficiente para seguir alguem ate um local que permita ocorrer um crime sem dar nas vistas. E mais uma vez, vai alertar quem? os 20% de telemoveis do mundo que sao iPhone? e os outros 80% que ficam totalmente desprotegidos em que muitos nem sabem o que é uma AirTag quanto mais que precisam de ter uma App no Android que nem corre em background para serem alertados?

      A vantagem é que agora podes detetar e antes, com outros sistemas, não podias, como, por exemplo, os sistemas com GPS.

      Depois vais numa contradição, porque não conheces o que está em causa, quando falas na Rede Encontrar e iCloud.

      Ora se os 20% são iPhones, estão qual o motivo de preocupação? Sem um iPhone por perto, a localização não funciona. Qual é a preocupação? Nesse caso a etiqueta localizadora não tem serventia.

      Claro que tu não estás a ver o panorama, claro que existe uma enorme comunidade de iPhones no mundo, muito mais que 20%, principalmente nos EUA, Austrália, Japão, China e está a crescer muito ma Europa. Claro, a Rede Encontrar é gigante. Nesse caso, sim, poderá ser muito mais preponderante o uso destas etiquetas.

      A lista de crimes cometidos a custa disto é gigante e será cada vez maior. E nao é por ser AirTag porque o problema vai-se prender com outros dispositivos, mas aqui a autonomia é grande e o preço extremamente barato.

      E por ultimo, como é que a Apple chega ao autor (ladrao)? Comprar e usar um iPhone requer registar a morada pessoal ou dados pessoais em algum lado ou basta ter uma conta iCloud ate com dados falsos para usar um iPhone?

      A lista não é nada gigante. Tendo em conta que a Apple já vendeu milhões, estamos a falar nalguns casos de crimes com esta etiqueta, mas que é muito menor do que o uso de malware nos smartphones Android que permitem vigiar os utilizadores, roubar dados bancários e até espiar o comum mortal. Esses sim são crimes com uma gigante percentagem e a crescer.

      Depois, ter dados falsos ao registar uma conta iCloud. Nalgum momento vai ser necessário o SMS de confirma, vai ser necessário um email verdadeiro e tudo isto deixa rasto.

      Quando um iPhone é ligado e configurado, muita informação fica retida na rede (iCloud). Sim, é privada, a não ser que a justiça a solicite.

      Portanto, usar um AirTag para seguir alguém… só facilita o capturar do criminoso por parte das autoridades.

      Enquanto estes ”se se se” estão em debate, muita criança e adulto é seguido e rastreado com estes dispositivos, mesmo que se meta aqui 1 caso por semana de sucesso na deteção, sao centenas reportados so nos EUA a custa disso e é onde ha 50% de iphones no mercado. Imaginem por exemplo na europa onde so 2 em 10 telemoveis vendidos vao poder alertar as vitimas.

      O problema das crianças é gigante com os smartphones. E havendo a maioria com Android, o perigo é muito maior. Nunca te vi assim tão preocupado, com o perigo que é ter crianças a dar informações a terceiros com o seu Android.

      Além disso, como referi, usar um AirTag para o crime é estupido, pois levará com facilidade ao autor. O autor ao fazer tracking do AirTag está também ele a dizer quem é, por onde andou e onde mora, come, dorme… 😀

      A Apple criou uma ferramenta brutal para coisas (Rede Encontrar). Ter um AirTag no carro, nas chaves, na bicicleta, na mochila, na mala de viagem, na trela do cão ou do gato, na carteira, no material de som e luz das empresas que colocam este material para eventos, e até noutros objetos que nem estamos lembrados. Até numa encomenda que enviamos para outro ponto do país ou do planeta 😉

      É top este serviço.

      A juntar a isto, o servi-lo de localização dos AirPods e de vários dispositivos da Apple.

  2. Daniel says:

    Se um ladrão com iphone me roubar a mochila onde tenho a airtag, vai receber um alerta que está a ser seguido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.