Quantcast
PplWare Mobile

iOS 14.2 está a consumir a bateria do iPhone de forma anormal e não esperada

PUB

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Tiago I. says:

    Até estava a estranhar esta notícia tardar tanto a sair….

    • Daniel Santos says:

      +1 Por acaso, desde que o iOS 14 foi lançado reparei nisso e então em especial na versão 14.2, no IPhone 7, mesmo após um reset ao equipamento, além do consumo, também “encrava”a transição entre janelas de apps que possam estar abertas. Acontece especialmente quando o telemóvel não está a ser utilizado e acaba-se de desbloquear para sua utilização.

      Estou casa vez mais desiludido com a Apple. Cada vez mais a colocar imperfeições onde não existiam…

  2. PcRat says:

    Por acaso já tinha estranhado o comportamento do meu 8 Plus, a bateria esta a drenar bem mais rápido, com o mesmo uso, até já tinha pensado que seria algum problema da bateria… Afinal… Vou esperar, pode ser que se resolva entretanto!!

  3. Nuno Galhardo says:

    Desde o 1 iPhone, que a bateria é o principal ponto fraco do telemóvel, e irá continuar a ser assim nos proximos anos, pois tb é o principal motivo da sua troca, e os lucros que isso advém…tal com a propositada desaceleração do desempenho do seu sistema, para que 3 em 3 anos as pessoas comecem a pensar em comprar outro …

    • Miguel says:

      Alguém que tocou no ponto G.
      Não interessa a Apple investir em equipamentos com baterias de 5000 mAh, porque uma bateria destas com anos de uso ainda tem no mínimo 60% de vida o que é superior a um iPhone novo inclui.

      • Cobumelo says:

        Não é verdade, o 11 pro max e 12 pro max sao os smartphones com melhor autonomia do mercado e baterias de 4000mah. Andróide com 5000mah duram menos que iphone pro max, sao factos.

      • Cobumelo says:

        Não é verdade, o 11 pro max e 12 pro max sao os smartphones com melhor autonomia do mercado e baterias de 4000mah. Andróide com 5000mah duram menos que iphone pro max, sao factos.

      • Cobumelo says:

        Não é verdade, o 11 pro max e 12 pro max sao os smartphones com melhor autonomia do mercado e baterias de 4000mah. Andróide com 5000mah duram menos que iphone pro max, sao factos

        • Pedro says:

          Não tens problemas com o audio das stories no instagram? Umas vezes dá, outras vezses não dá e é preciso carregar na tecla lateral para activar o som…
          Isto so me aconteceu no 11 e no 11 Pro Max

      • Cobumelo says:

        Não é verdade, o 11 pro max e 12 pro max sao os smartphones com melhor autonomia do mercado e baterias de 4000mah. Andróide com 5000mah duram menos que iphone pro max, sao factos…

    • ITzanas says:

      Mate tenho aqui um iPhone 8 e um 11 Pro e olha que a diferença de desempenho entre os dois não é assim tão grande, portanto esse ideia da desalaração de desempenho esta uma bocado enganada não?

    • PTO says:

      A duração das baterias são o ponto fraco de todos os smartphones e quanto mais funções ativas tiverem pior.

  4. Abreu says:

    Se acontecer algo assim com marcas chinesas baratas e fácil de compreender, neste caso, aparelhos pagos a preço de ouro e caricato!

  5. Jorge Miguel Mendes Ribeiro says:

    estou a estranhar só ter saído esta noticia agora, mas também um update da apple para resolver este problema de muitos utilizados :/

    • Manuel da Costa says:

      O problema foi a Apple dar prioridade ao carregamento sem fios. Basta o telemóvel detectar uma fonte de energia (pode ser um cabo eléctrico que está dentro da parede ou um aparelho que esteja a 2 metros de distância), acciona o carregamento sem fios. Ora sem carga a ser disponibilizada, vai drenando a bateria à procura do carregador. É um problema semelhante que vai aparecendo de versão em versão do IOS com o Wifi e o Bluetooth, que mesmo desactivados, chegam a sacar 3% de bateria sem explicação.
      Lá aparece o patch que resolve… depois de a empresa dizer que é tudo mentira e que os utilizadores é que são burros estúpidos.

  6. André R. says:

    Eu já mudei a bateria no SE 1a geração a cerca de 1 mês e a capacidade máxima dela já está nos 82%. A bateria foi mudada em loja oficial, sendo original a bateria, e desde que o iOS 14.2 é que tenho notado estes desgastes estupidos da bateria

  7. rm says:

    IBrick……………para quem não percebeu, “brick” em inglês significa “tijolo”………

  8. Manuel da Costa says:

    O problema já é conhecido: o IOS activa o carregamento sem fios ao detectar um pico de energia próximo (comprovado até 2 metros de distância). Ao tentar carregar a bateria, sem estar no carregador, vai drenando a carga à procura do carregador… que pensa estar activo.
    Segundo fontes não Apple, o problema está já corrigido nos últimos updates disponíveis. Basta usar o Itunes para instalar a actualização mais recente.

  9. PTO says:

    Noticia altamente especulativa.
    Qual é a percentagem de utilizadores que têm esse problema no universo total de iPhones com o iOS14.2 instalado?
    Cá em casa são dois iPhones com essa versão do iOS e não mudou nada em termos de duração da bateria.

    • Marco says:

      Tenho um SE (primeira geração) e desde a actualização para a versão 14.2 que esse comportamento se verifica. Dentro da minha utilização durava sempre 1 dia e mais uns poses… depois da actualização dura pouco mais de meio dia. Veriquei que o estado de degradação passou de uns 86% para 82% portanto algo está mal. Tenho umas 40 apps instaladas e só 8 estão a correr em background. Já era hora de deixarem de andar a brincar com a gestão de bateria sempre que sai uma versão nova versão dá asneira…. Alem de andarem a danificar a bataria…assim é garantido que não lhes compro outro…

  10. Maurizio Vieira says:

    Eu tenho um iPhone 11 Pro Max com iOS 14.3 Beta 3 e não tenho nenhum problema com a duração da Bateria.

  11. João Carvalho says:

    Eu tenho um 6s;depois de 100%de carga e sem utilização,esgota-se em 24 horas.Estou profundamente desiludido e não sei o que fazer.Já eliminei vários ficheiros,fotos etc mas não melhorou.

  12. jorge says:

    Tenho o iphone x e esta atualizado com ios 14.2 e nao noto nada na bateria. me dura o mesmo tempo que durava antes de estar atualizado, eu uso muito pouco o telemovel, e a bateria dura em media 3 dias e meio, por isso nao queixo.

  13. Daniel says:

    Há pessoas que dizem que não compram mais iphones…vão para pior?! Apple é de longe a que dá mais suporte e com melhor sistema operativo,facto… Tenham um bom Natal .

    • Marco says:

      Eu vim do mundo do Android quando passei para um iphone, neste caso SE primeira geração, e já confesso que para o meu tipo de utilização encaixa que nem uma luva. É a primeira vez que tenho um tlm /smartphone durante tanto tempo, lá está por ter um suporte com longevidade. Tencionava comprar outro da mesma marca na troca deste mas esta coisa da bateria anda-me a chatear profundamente. Não tenho saudades do android apesar de existir excelentes equipamentos. Já agora o meu SE novo ficou em 230€ se bem me lembro 🙂

  14. Helder Peixoto says:

    Para quem está a ter este problema, e sim ,a perda de bateria em “standby” é anormal, sigam este thread no Apple Communities:
    https://discussions.apple.com/thread/251997533?page=40

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.