PplWare Mobile

iOS 11.3 já traz forma de desativar recurso de gestão da bateria

Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

45 Respostas

  1. carlos p says:

    INOVAÇÃO 😀

    • Helder says:

      Sim, inovação.

      Quando é que algum fabricante Android vai oficialmente informar da capacidade da bateria aos utilizadores…

      Pois… isso já não interessa!

      • Nuno Fernandes says:

        Como assim? Toda a gente sabe qual a capacidade da bateria quando o smartphone é novo. Depois de meses/anos depende muito do uso e até da qualidade das baterias que pode variar sendo iPhone ou Samsung ou outra marca qualquer. Achas que o que a Apple fez foi correcto? Lol…

        • Helder says:

          Sim, fez o correcto.

          Mas fala do assunto da notícia, não te desvies.

          Qual é o fabricante Android que diz expressamente ao utilizador qual a capacidade ACTUAL da bateria, sem truques, sem ferramentas de terceiros, no software, bem visível, bem claro, para toda a gente ver.

          DIGA UM!

          • Joao Magalhaes says:

            Loooooooooooool, que comédia rapaz, a Apple que andou desde o inicio a dizer que as baterias eram boas agora vem com esta “inovação” e os seguidores continuam a acreditar nas tretas da Apple, eu duvido que a capacidade “ACTUAL” vinda da Apple é mais uma treta para enganar os consumidores.

          • Helder says:

            Mas quem é que disse que as baterias não são boas, e quem é que disse que o indicados está errado.

            E que provas tens tu que a Apple esteja a mentir na capacidade “ACTUAL”.

            É que se tiveres, podes sempre fazer uma Class Action Lawsuit e ganhar milhões.

          • Nuno Fernandes says:

            O que é que isso interessa? A mim pouco me importa se o smartphone tem mil ou dez mil mAh ou se é campeão de secretária na velocidade (benchmarks). O que me interessa é que, no final do dia, e depois de uso intenso a bateria chegue e que o smartphone não perca performance para que se tenha de comprar um novo. Tudo o resto é palha. Os números que as marcas, sejam Apple ou Samsung, mandam cá para fora também me dizem pouco. O que interessa é o uso no dia a dia, e na questão da autonomia da bateria, os iPhones “normais” deixam muito a desejar… E já agora, como sabes que o que a Apple diz acerca da bateria é real se depois se vai saber que capam o processador para que a bateria (supostamente de qualidade superior) dure menos? Que credibilidade tem a Apple depois deste escândalo? Paradoxo do caraças, falar em tranparência da empresa que escondeu durante tanto tempo a artimanha que usa (usava?)…

        • Toder says:

          ca com as baterias, eu acreditava mais em software de terceiros do que vindo da Apple Samsung etc, pois o que estes vão querer é sempre vender mais, portanto não me espanta nada que está opção vão mostrar algo de errado só para o pessoal continuar a comprar

          • Helder says:

            Ahahah, adianta-te de muito.

            Chegas à Samsung “esta bateria não está a durar o tempo suposto, só tem um ano, e já vai a 50%”, e eles dizem-te “isso não é software nosso, não podemos fazer nada com isso”…

            “pois o que estes vão querer é sempre vender mais”

            Pois é, e a Apple faz isso fazendo produtos de topo, que têm a melhor satisfação de clientes segundo estudos independentes….

            Ah, espera, vais dizer que os estudos são aldrabados…

  2. Nuno Fernandes says:

    Era mesmo isso que faltava.
    Agora imagino como será a autonomia da bateria de um iPhone (que não seja um “plus”) que se já era fraquinha, com esta medida vai ficar insuportável!

    • Helder says:

      E ler o artigo…

      A autonomia dos iPhones é muito superior à dos androids, mesmo não sendo os plus.

      iPhone 8 = 8:37
      Galaxy S8 = 8:22
      Galaxy Note 8 = 7:50

      Nos testes da PhoneArena.

      • Nuno Fernandes says:

        Pois, só que os testes que eles fazem são tudo menos perto do que é usar um smartphone no dia a dia. Os números que são extraídos depois de executarem uns scripts uns atrás dos outros pouco me interessam porque ninguém usa o smartphone dessa maneira.
        Mostra-me um vídeo dos muitos que há no youtube onde comparam topos de gama, com testes bem mais reais que esses e vês onde fica o iPhone 8/7/6… Eu tive um 6, foi o primeiro e único iPhone e troquei precisamente por causa da bateria. Mesmo novo, e carregado a 100% logo de manhã, chegava muitas vezes ao fim do dia sem bateria. Troquei pelo Oneplus 5 que dá 10-0 ao iPhone 6/7/8 e até ao 10.
        Pesquisa bem e mostra-me um iPhone 8 ou até o Plus a dar “porrada” num Oneplus, Mi Max…

        • Hugo says:

          Ou seja, os testes que favoreçam as tuas escolhas já são fidedignos, o resto é tudo sintético e irreal. Ok.

          • Nuno Fernandes says:

            Nada disso! Eu disse para escolheres UM vídeo, apenas um onde o iPhone 8 (por exemplo) tem melhor autonomia que o S8 (por ser concorrente directo, nem meto o meu Oneplus 5 ao barulho senão é que o iphone 8/8+ levavam porrada velha). Escolhe tu e assim não dizes que estou a ser tendencioso. Estou a dar-te toda a liberdade do mundo para escolheres.
            Mas se achas que os testes em “laboratório” é que reproduzem fielmente o uso da bateria em tempo real, tudo bem, fica lá com o teu que eu não troco o meu OnePlus 5 por nada que, por sinal, até supera o X, tirando a parte de rendering de vídeo 4k. Mas a custar menos de metade do preço!

        • Helder says:

          Ahahah, esse iPhone 6 deve ter sido em 3ª mão e com bateria dos chineses…

          YouTube não vale a pena, porque os gajos que estão lá, estão para fazer dinheiro, com contratos de publicidade que a toda a custa o iPhone tem de ficar mal visto e os outros bem…

          Fica feliz com esse poio…

          • Nuno Fernandes says:

            Eu falo-te na primeira pessoa, e não, comprei um iphone 6 novo (primeiro e único) comprado num revendedor oficial no Porto. Vais me dizer que os iPhones nunca deram problemas, é isso? Eu tenho um amigo que teve 3 iPhones 6, três, e todos tinham problemas e foram comprados na loja oficial em Amesterdão.
            Ah, então, um youtuber com meia dúzia de subscritores é comprado pelas marcas que vendem Androids, a Apple não compra nenhum, e os sites são completamente isentos, certo? É isso? A Samsung e afins andam a pagar a youtubers com meia dúzia de subscritores porque têm muita expressão, certo? E a Apple não faz isso, certo?
            É que não há UM vídeo onde o iPhone X/8/7 (e qualquer “plus”) bata o Oneplus ou até o Pixel 2Xl, não há UM… Foram todos comprados pela Oneplus, Samsung, Gooogle mas pela Apple não! Tem toda a lógica…

      • Nuno Fernandes says:

        Ps: os testes de bateria em “laboratório” são como os benchmarks, na teoria os iPhones batem tudo mas na prática e no mano a mano a única coisa onde os iPhones batem os concorrentes Android é no rendering de vídeo em 4k, coisa que ninguém faz num smartphone. De resto e em testes a sério, levam porrada velha do meu OnePlus 5, por exemplo!

        • Helder says:

          Loool… mau perder…

          iPhone é melhor em tudo.

          Pode ficar com o teu OnePlus, assim como os hackers ficaram com o teu cartão de crédito.

          • Toder says:

            tu és um daqueles putos que fica feliz com o azar dos outros, então é o que me diz do cloud hackers? pois…

          • Helder says:

            Quem me parece que assim seja, não sou eu…

            “é o que me diz do cloud hackers”

            Sei que o que fizeram, podiam fazer com qualquer cloud, e comigo não fariam, e que foram presos.

          • Nuno Fernandes says:

            Lol, “iPhone é melhor em tudo”, típica resposta de fanboy! Nem deveria dar treta a este tipo de gente, mas digo-te que a minha conta bancária continua igual, ninguém me sacou dinheiro, nem agora nem quando usei Androids com root.
            “Sei que o que fizeram, podiam fazer com qualquer cloud, e comigo não fariam, e que foram presos” agora diz o mesmo mas em português…

      • Joao Magalhaes says:

        Testes da treta, muitos bons no inicio mas depois todos os meses surgem actualizações para corrigir problemas, pior, enquanto no meu telefone sou eu que decido o que quero já no “melhor do mundo ” estão sempre sujeitos ao que a Apple quer, nunca vão ser donos dos seus equipamentos, no 6S da minha esposa realmente a bateria dura o dia todo mas se ela amanha quiser ir ao facebook vai ter que o abrir hoje, pois aquilo parece um telemóvel a carvão.

      • V.T. says:

        Ui… será mais o “iPhonearena”

  3. Correia says:

    Sou só eu a achar que era uma forma de “forçar” os utilizadores a comprar novo equipamentos, por estes ficarem demasiado lentos com os upgrades?

  4. Helder says:

    Ou seja, vejo aqui que o meu iPhone pouco ou nada perdeu da capacidade.

    Já Samsung’s e outros não dizem nada, pois… para o cliente não ficar descontente…

    Já Samsung’s e outros simplesmente vão abaixo, e as pessoas tiram do bolso e está a reiniciar, ou no ecrã para meter o PIN, mas ninguém se queixa…

  5. Eles não sabem nem sonham says:

    Bom dia, sobre o exposto tenho a dizer que este problema não se prende (ou pelos menos só com isso) com o desgaste da bateria. Uso um X e tenho aplicações que fecham inesperadamente.
    Ainda não consigo dizer se será por falta de acompanhamento das actualizações das Apps ou algo que não foi ainda encontrado. A minha bateria é nova. Continuem a procurar.
    Desafio algum dos entendidos a testar e colocar algum facto sobre artigo.
    Cumprimentos.

  6. Rui says:

    E em relação ao iPhone SE? Não encontro nenhuma referência apesar desse modelo ainda ser suportado e ter actualizações por pelo menos 2 anos.

    • Helder says:

      iOS 11.3 está em beta.

      • Rui says:

        Sim, está. Refiro-me ao anúncio do site da Apple onde está uma lista dos modelos envolvidos, e não há referência ao SE. A minha a questão é, para 5, 5S, SE, o iOS não trará opções de bateria?

        • Bruno Nogueira says:

          Ola Rui,

          Eu ja levantei esta questão aqui e toda a gente me diz (no meu caso, eu tenhgo um iphone 5S) que não haverá qualquer alteração acerca da bateria.
          No IPhone SE dúvido que isso vá acontecer, até porque sempre que li notícias sobre este tema referiram sempre o SE.

          Mas vamos aguardar para que saia o IOS 11.3

  7. jeton90 says:

    Boas eu tenho neste momento ando com um iphone 8, e não venham por aí a atirar pedras pois tenho os 2 sistemas IOS e Android, mas neste momento só tenho dado uso ao iphone 8 …. quase que sou obrigado …

    No entanto a bateria anda sempre entre as 7 e 8:30 de SOT, mas por vezes consigo fazer isto:

    https://ibb.co/bKqN87

    Não estou aqui para dizer bem ou mal do android do IOS do Windows seja lá do que for a bateria do nosso equipamento reflecte o uso que lhe damos.

  8. V.T. says:

    Atenção que esta característica só foi introduzida pela Apple depois de esta ser descoberta, pois inclusive recusou veementemente que exercia tal manipulação nos iPhones dos cliente e sem o seu consentimento!
    Só esta atitude por parte da maça mordida mostra do que é esta firma feita actualmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.