Quantcast
PplWare Mobile

Apple Watch superaquece no pulso do utilizador e acaba por explodir (vídeo)

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Sergio J says:

    Belo teardow. Cheio de efeitos especiais

  2. _RJCA_ says:

    Fez muito bem…

  3. B@rão Vermelho says:

    Eu também não assinava nada, agora partilhar o mais provável era não partilhar, visto a minha fobia às redes sociais 🙂
    O que acho estranho ou não é a Apple querer confidencialidade, quando no artigo se diz que “Não é um caso comum, aliás de tão raro que é suscitou”, se há confidencialidade como podemos ter a certeza que é raro?

    • Vítor M. says:

      Se não fosse raro, a Apple (como noutros casos de problemas) ativava a garantia de qualidade, como fez nos AirPods Pro 2. Na altura devolvi os meus (que vinham com um defeito de fabrico na haste de controlo) e mandaram-me uns novos. Neste caso, no Apple Watch existe um programa de assistência ao Apple Watch, que é este: https://apple.co/3V9qwHQ problema que afetou alguns relógios mas no capítulo do ecrã.

      “A Apple determinou que uma pequena percentagem de ecrãs de dispositivos Apple Watch Series 6 de 40 mm podem ficar em branco de forma permanente. Os dispositivos afetados foram fabricados entre abril de 2021 e setembro de 2021.”

      Neste caso da bateria, é estranho o utilizador não deixar primeiro a Apple estudar o que de facto se passou e quis logo contar “ao mundo”… mas qual a razão de tanta pressa? 😉 Fica no ar a questão.

      Aqui a Apple deixa as indicações aos programas de assistência sempre que há um problema com os equipamentos: https://apple.co/3EhNqae e funciona muito bem.

  4. Tumba says:

    “This Message Will Self Destruct In Five Seconds”

  5. Jorge Rosa says:

    Em vez de chegar equipamento novo, chegou um documento para assinar sobre a não divulgação do sucedido… “Grandes” empresas, tanto “estudo” de mercado e não sei o quê mais, gastam milhões e milhões em marketing e bastava tão pouco para fazer o cliente ficar feliz e não prejudicar a imagem da marca… Enfim, opções deles… “Amanhem-se”…

  6. misson X says:

    Obviamente que é um daqueles “espiões” daquela serie de tv brilhante, em que o tipo recebia a mensagem da missão, e logo depois o dispositivo dizia, esta mensagem vai auto destruir-se em xx segundos, e o dispositivo incendiava-se.
    Obviamente que foi isto que aconteceu, o melhor do mercado, como diz o Vitor, é tão bom, que até os espiões o usam.

  7. TheMiner says:

    Bastava enviarem um novo, ou dois para ficar de bico calado.
    Enfim, APPLE no seu melhor!

    • Vítor M. says:

      Ele podia não querer.

      Repara, se o problema é do relógio, não há dúvidas que a Apple vai oferecer um novo e mais alguma coisa. Contudo, imagina que foi “negligência” por má utilização? Será que a Apple lhe daria um novo? 😉 hmmm e ele depois poderia contar a história, sabendo que foi negligência?

      No pós venda se um utilizador se queixar e tiver razão, a Apple costuma “compensar” o utilizador que se sentiu legitimamente prejudicado. Uma das formas é creditar 100 euros no meio de pagamento usado para adquirir aquele dispositivo em particular.

      E neste caso, além do relógio novo, ele irá ser compensado pelo problema (se for provado que não foi intencional ou má utilização).

      • TheMiner says:

        “Repara, se o problema é do relógio, não há dúvidas que a Apple vai oferecer um novo e mais alguma coisa.”
        Olha que não é bem assim….
        Temos casos aqui na empresa “Grande grupo Nacional” em que simplesmente arranjaram desculpas para não dar nada.
        A administração deixou de usar smartphones Apple devido a essas desculpas sem justificação.
        Usam Ipad’s e afins, mas smartphones deixaram simplesmente de usar.

        Como comprovas que foi má utilização, baseado apenas na opinião da Apple, Samsung e afins??? Eles dizem o que bem entenderem quando lhes dá jeito, não é exclusivo da Apple situações destas.

        • Vítor M. says:

          Nestas coisas a Apple não gosta de barulho (apesar de algumas vezes teimar com coisas que não fazem sentido). Ao nível empresarial por vezes é verdade que não têm a melhor atenção, principalmente em países (como o nosso) sem uma Apple Store física. Conheço alguns casos parvos mesmo.

          Neste incidente, o utilizador não deu sequer hipótese à marca investigar, preferiu logo fazer um vídeo e procurou uma publicação para espalhar a notícia.

          Seja como for e concordo contigo, quando são casos isolados, por vezes as marcas descartam a garantia. Neste caso poderá ser um problema no equipamento, mas tem de ser investigado, não vá ser algo que “muitos outros” possam também apresentar. E a Apple que pague o equipamento e reponha a normal utilização.

          Como referi, quando são casos generalizados, eles têm uma assistência de garantia. Como os links que deixei.

          • TheMiner says:

            100% de acordo, não agiu da melhor forma.
            É o eterno problema, devido a uns “espertos” os outros acabam por ser prejudicados quando têm problemas.
            Claro que as avarias têm de ser averiguadas, porque de malta esperta que rebenta com tudo está o mundo cheio.

          • B@rão Vermelho says:

            Então se a Apple e bem quer analisar, então porque que quer confidencialidade?
            Se está tão convicta de que não é um defeito não consigo compreender a necessidade de secretismo, como eu referi eu também não assinava nada, de boas intenções está o inferno cheio.

          • Vítor M. says:

            Está convicta? Como assim? Se quer confidencialidade é porque não sabe as causas. Pode ser de facto um problema do dispositivo, da bateria, um defeito de fabrico, um problema daquela série de produção… e por isso tem de investigar.

            Agora, também pode ser mau uso, carregadores defeituosos, e nesse caso também interessa perceber como chegou a este fim.

            Como sabes que a Apple está convicta que não é defeito?

          • B@rão Vermelho says:

            Continuo com duvidas, imaginemos que é um problema de uma série/lote, e a Apple ao esconder a informação pode levar a que várias pessoas possam se ferir sem necessidade, como não sabe qual a causa devia fazer um alerta para os utilizadores estarem atentos ao equipamento, isto é o que eu acho sensato, mas isto sou eu.
            Mesmo que o Apple Watch só acerta-se nas horas duas vezes au dia, ia continuar a vender como pão quente, e é por isso que eu não compreendo o secretismo.

          • Vítor M. says:

            Se for um problema de uma série/lote, a Apple não vai querer esconder 😉 que depois sai-lhe muito mais caro, como já vimos num passado recente. E fica-lhe muito mais barato recolher, entregar novo ao utilizador, reparar o material com problemas e colocar como recondicionado nos seus mercados mais fortes. Nunca perde.

            Quando tentou no passado “inventar”, com as baterias, deu-se mal e pagou milhões. Por isso é que existem aquelas garantias de qualidade, como referi num dos comentários.

            Claro que quando existe um desses problemas, a Apple avisa: https://bit.ly/3xPkWBf

            A parte do secretismo é endémico da Apple. É uma cena já na casa da paranoia. Para teres uma ideia, um dos seus administradores apareceu num TikTok daqueles “grande máquina, o que faz na vida?” e foi despedido.

      • TheMiner says:

        Mais um pequeno pormenor…
        Garantias são sempre a pender para o lado do fabricante, podem sempre alegar o que quiserem, não existe um “tribunal” imparcial para estas coisas, seja qual for a marca.

        • Vítor M. says:

          Já foi pior e vemos hoje marcas deste calibre a “perder” a razão em tribunal. Mas o peso delas é significante, não há dúvidas. Aliás, vimos já a Apple a pagar no caso das baterias, em um pouco por todo o mundo. E só tem de o fazer, se falhou, tem mais é que pagar para resolver o problema.

          • B@rão Vermelho says:

            @Vítor M, eu não tenho Apple Watch, mas vou fazer a pergunta a mesma, os Apple Watch trazem carregador original?
            Acha que pode ser um dos casos de carregar com carregador de terceiros, que por algum motivo tenha levado a este desfeche?
            Eu sou completamente contra os tlf não trazerem os carregadores, é verdade que tenho gavetas cheias de carregadores mas detesto carregar os tlf sem ser com o carregador que acompanha o equipamento

          • Vítor M. says:

            Não faço ideia se foi ou não um carregador que estará na origem do problema. A Apple não manda carregador, envia sim o cabo com a base magnética para o carregar. Mas sendo por indução, o carregamento é mais lento e aquece menos, não me parece que seja disso… mas… investigue-se!

      • Nuno says:

        Tive um iPhone 5S que foi a 3 “programas” ou recalls ou lá o que lhe chamam e a recompensa que tive foi ter ficado mais de 10 semanas no total sem telemóvel…

        • Vítor M. says:

          Também acontece. Não há empresas perfeitas. Também é verdade que tem muito a ver com o nosso mercado. Vou-te dar um exemplo que aconteceu comigo e na altura escrevi sobre isso.

          Comprei em finais de 2015 um iMac 27”. Durante mais de meio ano andei com problemas na máquina. Do nada desligava-se. Mas reclamei logo no primeiro mês. A Apple só me dava indicações de reparadores autorizados.

          Levou uma board nova, uma fonte de alimentação nova, unidade fusion nova, memórias novas… é meio ano depois destas vezes todas com a máquina numa “oficina autorizada” e Apple lavou as mãos.

          Comprei uma nova (renegociação a antiga com o problema), com perdas óbvias.

          Um “conhecido” teve um problema muito menor num imac, como mora em Londres (periferia) foi a uma Apple Store e a Apple trocou-lhe o computador. Simples. Aqui o helpdesk Apple (Portugal) foi terrivelmente mau e tudo o resto lavou as mãos.

          Nunca mais comprei ser ser diretamente à Apple.

          Desde então, os problemas que existiram, foram sempre resolvidos de imediato.

          E a culpa não é dos “revendedores autorizados” em Portugal, a Apple é que não trata o seu cliente da mesma forma 😉

  8. Manuel Henriques says:

    Sem querer defender ou acusar ninguem…
    A descrição do sucedido não “bate bem” com uma actuação normal. Quando tiro o relógio, tiro com a bracelete, não o tiro o relógio da bracelete.

    Diz que pegou no relógio para tirar fotos… ao próprio relógio que estava com problemas!!!

    Explodiu quando o atirava pela janela… A imagem mostra o relógio a arder pousado dentro de casa!!!

    Sou só eu, ou é preciso vir o Inspector Poirot para ver que todo isso “cheira a esturro”?!

    O que foi, foi uma experiência que correu mal e agora quer um relógio novo.

    • Riki says:

      Realmente tirar a bracelete, numa situação que parece ser repentina…huummm cheira a manobra,

      Ou o relógio estava armadilhado
      Cenas já a James Bond

    • Nuno says:

      Lendo o artigo dá para perceber wue a situação se prolongou por mais de um dia até fumegar.
      Se eu tivesse dado 40€ por uma bracele num relógio que estava a aquecer e rachar também a tirava no dia seguinte…
      Quanto à explosão, estás a confundir a mesma com fumegar, é isso?
      Não sei o que se passou mas a facilidade com que as pessoas deturpam o que está escrito para dar razão a uma marca é impressionante!

  9. R!cardo says:

    Produtos chineses…

  10. X360 says:

    “Apple Watch superaquece no pulso do utilizador e acaba por explodir (vídeo)”

    Explode? Deve ser em outro vídeo porque no que está no artigo não se vê explosão nenhuma.

  11. Carolina Costa says:

    “Não é um caso comum,” não é porque a apple tenta calar as pessoas como aqui o caso, se não fosse isso talvez fosse mais comum

  12. pedro says:

    deus me livre se isto fosse um produto da xiaomi….eram 100 comentários no mínimo

  13. Altertu says:

    Ohhh a maçã está com defeito coisas tão raras deve ser culpa dos chineses que não gosta destas maçãs não sabe o que é bom se um dia a maçã acabar o mundo acaba

  14. Reis says:

    Em tempos tive um iPod mini que até me tinha sido oferecido sem fatura e um dia soube numa loja que havia um recall desses aparelhos – disse que não tinha o recibo e o funcionário disse que não era problema. Resultado , entreguei um iPod mini de primeira geração com 1gb e recebi um mini de sexta geração com 8 !! Não sei se hoje fariam isso mas foi excelente na altura…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.