PplWare Mobile

Como é que o Apple Watch consegue medir o seu ritmo cardíaco?


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

38 Respostas

  1. Carlos Pereira says:

    Uma pergunta básica. Pressão arterial é a mesma coisa que ritmo cardíaco?

    • Anónimo says:

      Ritmo cardíaco é a regularidade com que bate. Se bater sempre com o mesmo intervalo de tempo em todos os ciclos dizem que o ritmo é regular. Se bater, passado 1 segundo bater, e só passado 3 segundos voltar a bater (por exemplo) dizemos que o ritmo é irregular. Se for irregular, mas sempre o mesmo padrão dizemos que é regularmente irregular. Se for o completo caos dizemos que é irregularmente irregular

      Frequência cardíaca: número de batimentos em 1 minuto. Podem ser regulares ou irregulares (porque o que avalia isto é o ritmo). É basicamente calcular o número de batimentos em 1 minuto e dividir por 60 segundos.

      Pressão arterial: é a força com que o coração bate! Se bater com demasiada força ou pouca força dá sintomas e problemas específicos.

      • Carlos Pereira says:

        Excelente resposta. Obrigado.

      • Alex Webster says:

        Pressão arterial pode aumentar por várias razões, por exemplo, veias entupidas com colesterol pode levar a uma pressão arterial maior, mesmo que o teu coração esteja a bater com a mesma intensidade.

        • Anónimo says:

          Verdade! A pressão arterial depende do débito cardíaco (quantidade de sangue que sai do coração por unidade de tempo) e da resistência à passagem de sangue pelos vasos. Se aumenta um ou ambos, aumenta a pressão arterial. Em idosos, um grande componente para a Hipertensão arterial é o estreitamento do calibre dos vasos pela deposição de colesterol (aterosclerose).

      • A. Cardoso says:

        Correcção: a pressão arterial NÃO É a força com q o coração bate, mas sim a pressão q sangue exerce sobre a parede dos vasos (nomeadamente artérias). Existe uma correlação entre a intensidade da contração cardíaca e a força de pressão sanguínea. No entanto, com para uma a mesma intensidade de contração cardíaca, pode haver valores diferentes de pressão arterial, já que esta depende também da elasticidade da parede das artérias…

  2. Belmiro says:

    Não quero ser aborrecido mas quase todos medem assim …

    • Vítor M. says:

      Quase todos, por isso diz no texto. Mas como tínhamos o foco nas aplicações para a saúde o Apple Watch é dos melhores nesse campo, se não mesmo o que tem mais serviços associados, por isso a sua escolha.

  3. Helder Vaz says:

    Bom artigo, a Apple tem um smartwatch que faz isso tudo!!! Wow…
    Agora a pergunta que ficou sem resposta!!!

    será que os resultados apresentados são fidedignos?

    Outra pergunta…

    Será que os smartwatchs que usam essa mesma tecnologia produzem os mesmos resultados!!!??

    • Pedro Pinto says:

      Tenho testado outras marcas e mesmo com banda. Um dia destes mostro os resultados.

    • Vítor M. says:

      Não ficou sem resposta, está respondido com a descrição da tecnologia e os resultados falam por si.

      Quem tem um Apple Watch e usa algumas apps ligadas à monitorização da saúde sabe da qualidade dos dados recolhidos.

      Sobre o mercado… há outros muito bons sim.

      • Helder Vaz says:

        Ok, não percebi isso Vitor, nunca me deixei influenciar pela publicidade!!!

        Se tratando de uma tecnologia comum a outras marcas, não acho que a manchete seja a mais apropriada para um boletim didático….
        Penso que uma manchete tipo, ” Como é que um smartwatch consegue medir o seu ritmo cardíaco” ai sim estaríamos a tirar duvidas e não a ter a sensação de que só o Apple watch é que mede ritmos cardíacos com eficiência!!!

        Mas, fica a dica…
        Para os outros leitores, podem sim certificar a eficácia do contador de pulsações dos seus smartwatchs, eu comparei com um medidor de tensão e obtive resultados iguais e não, não foi um Apple Watch…

        • Vítor M. says:

          Helder, quando não dás conta da influência da publicidade em ti… já és tu o produto publicitário 😉 Contudo, no caso em apreço, entendi que é aquele o título mais correto para o conteúdo, até porque pela utilização é a forma correta de demostrar as tecnologias descritas.

          A par disso, como poderás ver, foi generalizada alguma informação, isto porque alguma tecnologia é partilhada por outros gadgets. Além disso, como referi, a incidência do conteúdo nas questões de saúde, permitem ajustar o Apple Watch como “provavelmente” o melhor exemplo atual para essa informação. Não deixando de dar total crédito a outros dispositivos que também estão a evoluir muito bem, é sabido que neste campo a Apple sempre fez questão de apontar o Apple Watch à saúde e bem estar… desde o dia em que o apresentou.

          Vê aqui: http://bit.ly/2DxmdSy

          Ou aqui… http://bit.ly/2DxmKUy

          É estranho dizeres que “eu comparei com um medidor de tensão e obtive resultados iguais e não, não foi um Apple Watch…” mas então qual foi o equipamento “desta gama” que conseguiste que te desse um resultado desses a medir a tensão arterial? 😀

          PS: o Apple Watch não tem, até ao momento, disponível qualquer aplicações que permita “medir” a tensão arterial 😉

          A tensão arterial trata-se da “pressão com que o sangue circula dentro das artérias e que não é um valor exato, mas que vai – dentro dos valores normais – variando ao longo das 24 horas [do dia]”.

          • Helder Vaz says:

            Acho que percebeste mal Vitor… O medidor de tensão arterial também mede o ritmo cardíaco para além pressão sanguínea, foi isso que eu quiz dizer com o comparar com um medidor de tensão, comparar os resultados de batimento cardíaco e não pressão…
            Quanto ao ser ou não ser eu o produto publicitário, acho que pelos meus comentários noutros fóruns, já deu para perceber que não sou fanático por nenhuma marca em especial…
            …cada um tem o direito aos próprios gostos mas não me deixo influenciar pelos quadros bonitos que são pintados pelas marcas!!!

          • Vítor M. says:

            😉 calma, estou a brincar contigo, até porque somos todos influenciados pela publicidade e sempre, todos os dias… não tens como evitar, faz parte da sociedade.

            Quanto ao resto… estás a misturar as coisas “medidor de tensão arterial também mede o ritmo cardíaco para além pressão sanguínea…”. Não tem nada ver com o que estamos a falar, se fores ver vários estudos sobre a qualidade dos dados recolhidos pelo Apple Watch (entre outros dispositivos do mesmo segmento) em relação a outros instrumentos médicos, verás que a qualidade de recolha é bastante boa.

    • Helder says:

      Wow!

      http://www.alphr.com/fitness-trackers/1004524/health-study-finds-apple-watch-has-the-most-accurate-heart-rate-monitor

      É a melhor coisa que há sem ter de andar com a strap a incomodar, ou seja, na prática, é a melhor coisa que há.

    • Gaius Baltar says:

      Comparo diariamente os resultados do Watch com um medidor convencional e a diferença é de 1 ou 2 bpm para mais ou menos no Watch. Acho aceitável.

    • ED209 says:

      Segundo reviews que tenho lido o que apresenta melhor sensor cardiaco de pulso são os da marca Suunto. De resto se queres fiabilidade usas uma banda ao peito.

  4. Diogo Fontes says:

    Eu uso uma smartband y2 plus que me mede o mesmo

  5. Pedro Cavaleiro says:

    Isto não é tecnologia Apple, já a MS Band fazia isto, tal como presumo as fitness bands e alguns dos outros smart watches.
    Quanto a fiabilidade, eu testei a MS Band e actualmente o Apple watch contra um aparelho médico e só notei discrepância de cerca de 2 a 5 BPM, mas claro, em repouso.
    E esforço comparando com fitness bands os resultados são idênticos.

    • Helder says:

      Pois fazia isso…

      O que não fazia, era o resto… cartões NFC, notificações inteligentes, Apps, chamadas, mensagens, etc…

      Ou seja, o que a MS fazia, todas faziam, o que o Apple Watch faz, é único no mercado.

  6. José Santos says:

    O grande passo será determinar o “tipo de irregularidade” do ritmo cardíaco para derterminar se uma pessoa tem uma arritmia denominada fibrilhação auricular que é responsável por um grande número de acidentes vasculares cerebrais (AVC). O diagnóstico deste tipo de arritmia em tempo útil permite a introdução de fármacos que podem evitar que se formem coágulos dentro do coração e assim diminuir a pobrabilidade de se ter um AVC. A Apple está a tentar certificar a detecção deste tipo de arritmias em conjunto com alguns hospitais americanos.

  7. José Santos says:

    O Apple Heart Study ainda está a decorrer e apenas nos EUA : Heart Study App to Alert Affected Participants in Joint Study With Stanford Medicine : ” Participation in the Apple Heart Study is voluntary. After you download the app, you’ll be asked to give your consent for participation. The heart rate sensor data you provide over time will be collected by Stanford Medicine and Apple for research analysis.”
    Enquanto os dados não forem publicados e validados são apenas suposições, porque irregularidade no ritmo cardíaco não é sinónimo de fibrilhação auricular. Se os dados se revelarem fidedignos terá um impacto muito grande no despiste dete tipo de situações.

  8. alex says:

    qual e o valor do relogio?

  9. José Santos says:

    O estudo que a Apple está a fazer com a Universidade de Stanford visa testar a hipótese de “diagnosticar” fibrilhação auricular, arritmia que por vezes é difícil de verificar num electrocardiograma. Esperemos que um dia seja possível o seu diagnóstico por uma smart band ou relógio, mas por enquanto são tudo hipóteses.

  10. Daniel says:

    Por curiosidade, alguém sabe qual é o erro associado às medições deste tipo de equipamento em geral?
    Nunca vi a comparação com medições por equipamentos devidamente calibrados, mas gostava de saber se quando mede 95bpm é 95 ou 95+/-5 bpm.
    Abraço

  11. Pedro says:

    Este tipo de sensore (PPG) são menos fiáveis que os ECG, principalmente para desporto (nomeadamente desporto com muito movimento). Até podem funcionar bem no dia a dia, para caminhadas e etc, mas numa corrida a sério a taxa de erro é maior devido ao movimento.

  12. Samuel says:

    Eu comprei um Apple Watch series 3Nike+ no natal, passado 2 semanas tive de ir á pc Clinik com ele! Em pleno treino, com contagens na ordem dos 150 bpm, sem motivo nenhum ele baixava para 50 bpm ou algum número á volta desse! Acontecia constantemente em todos os treinos. Já me deram um novo, ainda só fiz um treino com ele mas já me pareceu melhor.

  13. Carlos Pereira says:

    PPlware façam um teste e um artigo relativamente ao barometro/altimetro do apple watch.

  14. Dani says:

    Funciona razoavelmente bem no dia a dia, agora quando mete corrida com suor os resultados deixam de ser tão exactos, o relógio baseia-se muito no acelerómetro, com banda de peito é bastante mais fiável. Quanto à natação nem sequer devia ser possível medir porque é mais um estimativa que um valor real.

  15. Jak says:

    Adquiri à pouco tempo um series 3 novo e constato que na aplicação de treino seja qualquer o tipo de treino em utilização seleccionando ou não a opção de bloqueio, entra sempre em pause cerca de 45 segundos após o inicio do treino. Após contacto telefonico com o suporte apple sugeriram repor o software do watch e do telefone e instalar as ultimas actualizações o que fiz. A situação mantém-se.
    Alguém com o mesmo problema?
    Resolveram como?
    Obrigado.

  16. thassio says:

    tem como ler a pressao como e feito nos hospitais e saber aferir, exemplo 12/8, como ver isso, e possivel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.