PplWare Mobile

Tem um Apple Watch 4? Já pode realizar um eletrocardiograma em Portugal


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. uPedreiru says:

    .. gostei de saber que a app já pode ser executada em Portugal. Provavelmente, foi por ela que tive a maior paixão.
    Agora, venham dicas ou melhorar a leitura etc etc
    Obrigado pela notícia.

  2. Daniel says:

    Esta funcionalidade é a mesma que está disponível através da aplicação Samsung Health? Tenho um Note 8 e realizo estes “eletrocardiogramas” colocando o dedo sobre a luz ao lado do flash. Obrigado.

  3. MACnista says:

    … sim e eu ia mesmo deixar um assunto tão sério como o coração a um Smartwatch / Apple Watch e atenção não sou senhum apple hater!!!!!

    • Pedro Pinto says:

      A ideia é monitorizar! Para qualquer questão existem os médicos.

      • Devesys says:

        Pedro Pinto, par de incrível como se vende um produto como algo que não é, usam o mesmo nome, falam como se fosse realmente realizar um ECG, e depois, é apenas só para dar um ideia, porque a sério têm de ir ao médico.

      • Louvre says:

        É isso mesmo . É excelente ter uma ferramenta destas que diariamente podemos monitorizar o coração . Nada tem haver com a necessidade de ir ao médico . Serve simplesmente para alertar e depois sim ir ao médico para confirmar ou não o diagnóstico.

    • Hugo Barbosa says:

      Usas relógio? Ele faz algum tipo de avaliação médica? Morreste por causa disso?
      Sempre usei relógio tradicional, agora tenho um apple watch 4, estou em risco de ter um problema de coração?

  4. Marco says:

    Excelente altura para comprar o melhor smartwatch do mercado, o AW4. Aproveitar agora a baixa de preco e finalmente o Ecg a funcionar.

  5. Devesys says:

    Vítor M, a afirmação no título quer dizer o quê?
    É que em todos os posts que tens usado o mesmo assunto, nos comentários escreves que não é um dispositivo médico, que não serve para fazer um ECG, mas tal como a Apple diz que não serve para diagnóstico médico mas faz um marketing ____(introduz o adjetivo que queres, eu chamo mentiroso), tu aqui fazes o mesmo, não é dispositivo médico mas faz ECG.
    Parece a conversa daqueles tipos que dizem que não são agressivos, só quando malham em alguém é que são, mas como não o fazem todo o dia, não são agressivos.
    Ou é um dispositivo médico e faz realmente ECG, ou é o mesmo brinquedo caro que tenta medir qualquer coisa e dá um boneco, tens de ser mais específico, porque na feira da ladra e nos chineses também se vendem muitas tretas que fazem e acontecem, não passam é de brinquedos, e menos caros.

    • Vítor M. says:

      Outra vez? Tu deves ter algum problema com a Apple não? É que quem refere a questão dos eletrocardiograma é a Apple. E tu sempre a teimar. Além disso, continuas a enganar as pessoas ao tentar colar um tema a outro que nada tem a ver. Estes equipamentos não são equipamentos médicos, só tu ainda não percebeste, mas nem têm a intenção de o ser. Tu continuas a teimar. Paciência porra!

      E se não gostas, para que estás sempre metido dentro destes temas?

      Além disso e como refere a Apple, esta app e o sistema foi já certificada pelas respetivas autoridades.

      No site da Apple diz assim “O sensor ótico, que sempre fez parte do Apple Watch, permite-lhe medir de forma muita rápida os batimentos do seu coração. Com este sensor de ritmo cardíaco elétrico (composto por um elétrodo na Digital Crown e pelos elétrodos existentes no cristal traseiro), pode utilizar a app ECG para obter um eletrocardiograma e enviá‑lo ao seu médico.”

      Portanto. Nada mais tenho a afirmar.

  6. João Santos says:

    Não incentivem as pessoas a usar este tipo de coisas.
    Se querem fazer um ECG vão ao médico

    • Marco says:

      Uma coisa impede a outra? Simplesmente com o apple watch tornas te mais preocupado e consciente da tua saude e o teu medico tem um relatorio mais pormenorizado do teu dia a dia. Ha problemas que não são detectados enquanto deitado num laboratorio a fazer um eletrocardiograma mas durante o dia a dia com stress ou desporto. Aconselho a todos a compra deste fabuloso wearable.

    • Devesys says:

      Nada disso, gastem mas é centenas de euros num brinquedo.

      • Ze says:

        E qual é o teu problema, onde gastam o dinheiro?

        Posso te dar umas lições de como gastar o teu? Ou ias levar a mal?

      • Hugo Barbosa says:

        Tu és #%$§? Desde quando é que podes dizer a alguém onde gastar o seu dinheiro?

        Eu tenho um apple watch 4 e já estava perfeitamente contente com ele sem esta atualização, a Apple não esta a vender um dispositivo médico de 400€. O apple watch tem muito mais a oferecer do que a função de realizar um ECG, e cabe a cada um decidir se vale ou não a pena comprar, e não a ti.

        Já sigo o pplware há imenso tempo e és sem duvida nenhuma o utilizador mais irritante que já vi aqui. Cabe a cada um informar-se do que está a comprar e decidir se vale a pena ou não. Quem és tu afinal? Nem nome tens e achas que tens credibilidade para dizer o que vale ou não a pena comprar? Aposto que es um velho ignorante, felizmente a tecnologia avança mais rápido que a mentalidade de muita gente.

        • Devesys says:

          ##COMENTÁRIO REMOVIDO##

          • Vítor M. says:

            Vocês fervem com pouco 😀 tenham lá calma. Isto de viver em sociedade tem as suas regras. Tenham calma. O Devesys tem uma opinião (que discordo mas é a dele e portanto respeito), outras pessoas têm outra opinião. Depois há os factos, as regras e tudo o que, neste caso, envolve a tecnologia. Na verdade o Devesys está errado (no meu entender, como já o dei a conhecer) porque ele cola o dispositivo e o seu âmbito a um dispositivo médico. O que, na verdade, não é nem o quer ser. A Apple explicou isso assim como outras marcas também o explicaram em dispositivos na mesma linha.

            Chamo a vossa atenção que a Apple não foi a primeira a receber a certificação num sistema destas, lembram-se da KardiaBand, recebeu o OK da FDA em 2017? Mas há mais produtos destes.

            Além disso, depois de serem lançados os CardioChip, várias empresas já avançaram com imensos dispositivos de leitura ECG e EKG. Com a chegada ao mercados dos “vestíveis” dos biosensores, vão-se habituando que muito mais aparecerá.

            Outro exemplo: http://bit.ly/2CIKa7c estas sim serão para ambiente hospitalar, segundo o trabalho que se está a fazer. Serão equipamentos médicos, estas tampas?

  7. Devesys says:

    E já agora, para que não chocam comentários dos “visionários” do avanço tecnológico, há um “avanço” tecnológico que os médicos costumam usar como exame. Nãoo é tão bonito, não dá as horas nem as mensagens do WhatsApp, no dá para mostrar aos amigos, mas que cumpre o que os que olham para este relógio como salvador esperam obter, conhecido por exame holter.
    Infelizmente, com a maquineta e com os fios, parecemos um bombista, muito mais bonito é usar o relógio da moda.

    • Vítor M. says:

      Só à tua conta, a Apple já vendeu uma série de Apple Watch para pessoas que querem realmente ver se aquilo pode ou não ser enviado ao seu médico. Estás a fazer um bom trabalho ara a Apple. 😉

  8. João de Sousa says:

    Já agora, não tenho nada a ver com as guerras Android vs iPhones que andam para aí.
    Convém explicar umas coisas no entanto, em primeiro lugar sou médico e posso dizer que isso não é um ECG de todo. Ou seja, um ECG típico utiliza 6 eléctrodos em posições pré cordiais (no peito) mais 4 de extremidades. Ambas as mãos e pés, isso permite nos ver derivações, ou mais simplesmente a propagação do sinal eletrico por diversos vectores.
    O que este relógio faz é simplesmente avaliar um vector. Não interessa se é iwatch ou relógios Android. O que significa é que não é fiável de todo para ver seja o que for que não seja uma arritmia cardíaca. E uma arritmia pode ser simplesmente notada / vista através de sentir o próprio pulso e ver que o batimento cardíaco não está rítmico.

    Isto não é útil para saber se alguém está a ter um enfarte ou não, porque dependendo de onde foi o que enfarte no coração, vai ter alterações em diferentes derivações ou vectores. Ou até mesmo em nenhum.

    Resumindo. Se acham que tem problemas cardíacos não se fiem nisto e vão ao médico.
    Cumprimentos.

    • Vsousa says:

      Acabaste de partir o coração a muitos Fans da Apple… Não há Watch que os safe do teu comentario Xd. A unica solução é pôr 4 Apple watches nas extremidades e 2 no peito, pode ser que a Apple comece a vender packs de 6.
      Agora a sério acho que devia ser proibido o nome de “ECG” associado a um dispositivo não médico, sem qualquer fiabilidade, independentemente da marca. Leva o comum consumidor menos informado a pensar que está realmente a fazer um ECG, não quer dizer que não possa ser util em muitos casos, mas como dizia alguém: Há uma linha que separa…
      A Apple ou outras empresas similares não podem simplesmente brincar aos medicos com estes devices, é um tema sério demais. Já agora como médico se alguem aparecer a dizer que o relógio detetou um problema, consultavas o relógio? Só por curiosidade.

      • Ze says:

        A Apple é a primeira a anunciar em todo o lado que isto não substitui nem o Médico, nem uma consulta médica. Pode ser um indicador que nunca dispensa a ida ao médico. Sinceramente não sei onde é que vocês vêm tanto problema com isto.

        • Marco says:

          E chamada a sindrome de dor de cotovelo. So chama brinquedo quem gostava mas nao pode ter. Tinha um colega da universidade que passava a vida a falar mal dos iphones, mal arranjou emprego foi a primeira coisa que comprou.

        • Devesys says:

          Se eu te disser que sou jogador de futebol.
          Tu dizes ok, então…
          Mas depois digo que jogo ao final do dia ali num pavilhão com os amigos.
          E tu respondes, então aquela coisa de ser jogador de futebol era só para te armares em pavão, certo?!
          Percebes a analogia?

      • Ze says:

        E já agora, se algum médico mandar algum paciente embora só porque este lhe diz que o relógio detectou algo, então esse médico não é bom médico.

        • Vsousa says:

          Pois, não vi nada da Apple, mas depois vêm estes sites como o Pplware e dizem em letras grandes: “Já pode realizar um electrocardiograma em Portugal”, e em lado nenhum neste artigo vejo alertar para o facto de que não substitui um ECG a sério, é so chegar ao médico e partilhar o resultado!!(lol) Por isso é que acho que se deve ter cuidado ao juntar na mesma frase “Smartwatch” e “ECG”. Talvez no futuro, mas pra já não. Mas eu só li este artigo acerca deste tema, e fiquei muito mal informado! Acho que o tema em si merecia pelo menos um alerta em letras grandes, para os leitores ficarem devidamente informados, mas isso tirava brilho á maça.

    • Pedro Ferreira says:

      Concordo contigo. Espero que o pplware coloque essas advertências que fazes no artigo. Um excelente equipamento, mas há que informar as pessoas que não se podem fiar cegamente nele.

      • Vítor M. says:

        Calma Pedro 😉 É estranho esse comentário, até porque ao usar a app, a Apple informa de tudo e mais alguma coisa. Não temos de ser nós a dizer isso, nós informamos o que a app e o sistema permitem executar. O que transcende, entre outras coisas, as questões de saúde e utilização para tal, não somos nós que temos de dizer, a app não é nossa. Não confundas as coisas.

        De certeza que sabes que o ECG da forma como a Apple o apresentou já existe há pelo menos meio ano. E sabes também que é utilizado por milhões. Por isso, não entendo, quando à luz da lucidez, certas preocupações tão extremosas. A leitura e alertas de irregularidades cardíacas que existe desde o Apple Watch 1 também suscitou estas dúvidas? Olhe que não, olhe que não!

    • TheWayOfTheDodo says:

      Sr. Doutor ora aí está um comentário inteligente mas que também ao
      Mesmo tempo não conta a verdade toda.
      Para começar a Apple para poder usar este tipo de funções no relógio e chamar lhe o que chama, teve que ter aprovação de algum tipo de associação ou instituição médica. Dizer que não é fiável de todo é ir muito longe.
      Além do mais acho que nunca foi vendido como equipamento médico ou equipamento de diagnóstico.
      Agora mesmo que não seja um equipamento médico o facto, quer queira quer não, é que o relógio apesar de limitado, e não ser obviamente válido para fazer um ECG, o pouco que faz tem alguma validade.
      Se lhe aparecer um paciente a dizer que o seu relógio lhe indicou um ritmo cardíaco irregular, você vai dizer lhe “deixe de se disparates, isso não é fiável de todo” e vai mandá-lo de volta para casa?
      Claro que não confiaria num equipamento destes para substituir uma visita ao médico nem tão pouco sequer uma opinião profissional.
      Mas por exemplo estar descansado em casa a ver TV e receber um alerta do dito relógio relativamente a um batimento irregular, pode levar uma pessoa a ter consigo para tentar perceber se se passa alguma coisa. Pode não ser nada, como pode ser um caso em que acaba por salvar se uma vida, caso passasse despercebido acontecer de facto algo.
      Será que estes equipamentos de uso pessoal terão mesmo alguma validade ou só estou a dizer disparates?

    • João pequeno says:

      O sinal elétrico não se “propaga por diversos vectores”. O que acontece é que os impulsos eléctricos percorrem as células do miocárdio o que nos permite inferir vetores elétricos 🙂
      Sou técnico superior de diagnóstico e terapêutica e isto não é um ECG. Pq um ECG são 12 derivacoes (6unipolares no tórax e outras 6 bipolares inferidas a partir de polos colocados nos braços e pernas. Isto é apenas um traçado ECG “like” uma monitorizacao, vá lá. Dá alguma informação. Mas a apple tá “hiping it” para parecer mais do que é.

  9. Lights! says:

    Perfeito! Funciona super bem!
    A Apple tambem na area do Mobile Health a liderar!

    So falta podermos ter os hospitais e centros de saude a utilizarem os Health Records – https://www.apple.com/healthcare/health-records/

  10. Rui says:

    Apesar de ter iOS 12.2 e WatchOS 5.2 não apareceu a app ECG, é preciso ativar alguma coisa?

  11. Renato says:

    Resumindo o barulho todo aqui nos comentários: A app + relógio realizam um Eletrocardiograma de uma via/vector. Quer queiram quer não, é um eletrocardiograma. Limitado? sim, muito. Útil? sim, e para alguns, muito!
    Após 5 medições positivas, o Apple Watch notifica da possível/provavel existência de fibrilhação auricular. Depois disso, a própria app recomenda ir ao médico.
    Não passa disto minha gente. Mas por amor de deus abram os olhos e compreendam, NO MINIMO, a utilidade disto. Se nao querem ou nao acreditam, acompanhem mais de perto as notícias, especialmente na região onde o ECG foi primeiramente disponibilizada: EUA.

    • João pequeno says:

      Isso não é um ECG! No máximo pode detectar uma arritmia. Uma FA, tenho dúvidas.

      • Renato says:

        Estou longe de estar por dentro da matéria como tu, mas tendo a Apple uma equipa de médicos e outros profissionais de saúde a trabalhar nestas health features, achas mesmo que a FDA e outras entidades reguladoras iriam deixar passar um “hyped gimmick” com o nome de ECG?…
        vou pensar em voz alta agora:
        Electro = eletricidade
        Cardio = coracao
        Grama = diagrama?
        A definição do termo/nome é bastante simples:
        “Reprodução Grafica da atividade elétrica do coração durante o seu funcionamento”
        Acho que podemos concluir que, embora não seja um “full fledged” ECG, é sem duvida um aparelho que reproduz graficamente a atividade elétrica do coração.

  12. censo says:

    Isto é o paraíso dos hipocondríacos !

  13. Francisco Freitas says:

    Convém avisar os detratores da coisa que ,se tiverem familiares que usem as máquinas para medir a glicemia, essas máquinas NÃO TRATAM A DIABETES!

    • João pequeno says:

      A diferença é que essas “máquinas” de diabetesedem efetivamente a glicemia. Já o ECG da apple… Não faz o que um ECG faz. Em vez de mandares soubdbytes lê um bocado sobre o assunto. Mas não é em blogs ou fóruns. Forte abraço

  14. João pequeno says:

    Concordo. Apple está a aproveitar-se da ignorância das pessoas neste campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.