PplWare Mobile

Facebook e Instagram dizem “Não” ao ódio e discriminação racial


Fonte: Facebook

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Afonso Dias says:

    Políticos, CEO’s, pessoas com altos cargos e outros líderes constantemente falham em ver: a proibição de um pensamento não só tem efeitos negativos para quem foi proíbido, mas como tem repercussões em pessoas ausentes do assunto.

    Quanto mais criarem restrições à liberdade, maior será o número de pessoas que se familiarizam com idelogias mais agressivas. O combate à ideologia faz-se com a educação e não com a proibição.

    Hoje mais do que nunca dou graças ao facto de me ter submetido à ausência total de qualquer rede social à mais de 5 anos.

    • Toni da Adega says:

      Quer dizer que suportas possa existir canais onde radicais religiosos fundamentam o Radicalismo e fazem propaganda á violencia e Guerra.
      Supportas que exista conteudo de pedofilia (sim cada um deve ter Liberdade de publicar o que quiser).
      Supportas que grupos neo-nazis devam ter acesso a um canal que de voz .
      Vamos todos para a rua gritar Morte aos …. porque temos que ter Liberdade para fazer e dizer o que quisermos.

      Suportas que eu podia comece a incentivar ao ódio contra a tua pessoa, porque se nao o fizer é um ataque á minha Liberdade.

      • nao says:

        “Suportas que eu podia comece a incentivar ao ódio contra a tua pessoa, porque se nao o fizer é um ataque á minha Liberdade.” Foi exatamente o que fizeste e o que muitas pessoas da chamada esquerda fazem. (lembrar o melhor argumento para acabar com as toiradas, “devias era levar com as bandeiras no lombo a ver se gostas”, isto e incitamento a violência da mesma forma que andar para ai a gritar “morte a …” )
        Para mim toda esta situação é resumida a uma dúvida “Quem são as mentes iluminadas que decidem o que é para censurar ou não”
        Exemplo: imaginemos que estamos a falar de Futebol, se as mentes iluminadas forem todas de Lisboa será de pensar que eles não vão deixar falar mal do Benfica e do Sporting, mas falar mal do Porto já não tem problema e vice-versa.

        • Toni da Adega says:

          Aqui ninguem está a falar de futebol e nao se está a falar de falar mal de um Clube, que embora para muitos seja a coisa mais importante da vida, é algo completamente irrelevante.

          O que eu acho engracado é que o pessoal que mais grita “Liberdade de Experessao” por vezes sao os que mais lutam para haver opressao.
          Um racista quer ter a Liberdade de excluir a existencia de Alguém. Um Homofóbico quer ter a Liberdade de tirar a Liberdade sexual de Alguem.

          A maioria do recrutamento do Estado Islamico foi feito pelas redes Sociais, e por qualquer razao foram banidos, nao vi ninguém revoltado por lhes terem tirado essa Liberdade.

          O que muitos de esquecem é que a Liberdade é uma Estrada de 2 sentidos. Ao dar Liberdade estamos a dar a a todos.

          Nao se pode exigir para que tenha Liberdade para fazer tudo e depois andar a criticar os outros porque fazem as coisas de forma diferente.

          Por exemplo, que os maiores xenofobos que eu conheco sao emigrantes, e estao sempre a gritar: Voltem para a vossa terra. Estao no direito deles, mas se sao contra os emigrantes, a primeira coisa que deveriam fazer era voltar para Portugal porque eles sao contra eles proprios.

          • nao says:

            sr. Toni claramente utilizei o futebol como exemplo para tentar simplificar uma situação muito complexa.

            “O que muitos de esquecem é que a Liberdade é uma Estrada de 2 sentidos. Ao dar Liberdade estamos a dar a a todos.”
            e qual o problema?
            já e o contrario também é verdade ao retirar liberdade retira a todos.

            “Nao se pode exigir para que tenha Liberdade para fazer tudo e depois andar a criticar os outros porque fazem as coisas de forma diferente.” lol, claro que se pode criticar, não se pode é impedir de forma violenta. essa nova moda de que as palavras magoam é muito engraçado, especialmente para uma pessoa como eu que sempre fui gordinho e como tal sempre levei com a boca “ah o gordo”.

          • Toni da Adega says:

            Não estou afirmar que sou a favor ou contra.
            Mas por exemplo não vi ninguém a ficar revoltado ou ser contra quando andaram a bloquear perfis paginas e posts referentes ao estado islâmico. E não vejo ninguém a lutar para que eles tenham voz.

    • Técnico Meo says:

      A isto chamo um pensamento responsável e construtivo. Parabéns, revelou ser uma luz no meio da histeria absurda colectiva que se vê por ai. Estes caminhos levam a um separatismo que, não poderá ter bons resultados. Cada caso é um caso, cada pessoa é diferente dos outros. Meter as diversidades e pensamentos todos no mesmo saco, é algo profundamente pior até que o totalitarismo.

    • Cesar Almeida says:

      Afonso, nem mais.
      Subscrevo aqui ás tuas palavras. Vou cancelar as minhas contas no facebook e no instagram por conta disso.
      Não porque defendo qqer pensamento supremacista, mas pq não acho que se deve cercear a liberdade de expressão, seja pra que lado for.
      A pessoa poder não ter razão no que diz, ou não ser justo ou correcto, mas ninguem tem o direito de lhe impedir de falar o que pensa, ouve quem quer, dá ouvidos quem não tem juízo.

  2. pauloj says:

    Facebook bateu no fundo mesmo, quem são esses tipos para definir o que “ódio e discriminação racial”.
    Se existe algo que foi coisa demonstro nesta plataforma descriminatoria e de espionagem e que sao de hipócritas “bias” e que os tipos praticam discriminação religiosa e religiosa contra valores conservadores e contra a religião cristã.

    Pergunta se esta hipocrisia se aplicará ao idioma islâmico e a idiologia política da extrema esquerda?!
    Facebook, Google e Twitter precisam de ser regulados antes que seja tarde demais e se transformem na “Umbrella Corporation”.

  3. Z/OS says:

    E as menções a separatismos de outras cores que não os brancos. Também irão ser patrulhados? Não encontrei nada que o indicasse.

  4. João pequeno says:

    Incrível como este movimento torna os brancos como “persona non grata”. Há dias no podcast do Joe Rogan diziam que hoje em dia ser homem e branco nos USA és automaticamente caracterizado como racista e agressor.

  5. Casuístico says:

    FB segue dúbio em suas políticas. Lá, criticar a família e a religião cristã é permitido. O contrário, não. Cumprimentos.

  6. Hugo Nobre says:

    O Facebook e Instagram são redes sociais SJW. O mais engraçado é que banem e bloqueiam memes e permitem outro tipo de conteúdo explícito.

  7. Z/OS says:

    Estive a pensar um pouco e acabei por associar as próximas eleições europeias a este tipo de decisões. Com os movimentos nacionalistas europeus a ganharem cada vez mais adeptos, não me admira que esta decisão, a juntar a outras tantas análogas, tenha como objectivo tentar que os movimentos nacionalistas tenham mais dificuldade em adquirir novos apoiantes.
    As pessoas já começaram a descobrir que a globalização só é boa para alguns. Recordo que o processo de destruição da Europa foi anteriormente iniciado com duas guerras mundiais que tiveram por palco, maioritariamente, o solo europeu causando um genocídio de várias dezenas de milhões de mortos, genocídio este que não é recordado na ONU.
    Estudem história, mas não a oficial, esta é escrita pelos vencedores.

  8. Mm says:

    A vossa capacidade de se vitimizarem é fantástica, a sério.
    Vamos todos fingir que criticar a religião cristã e apelar à expulsão dos muçulmanos para zonas de guerra são equivalentes e que ideologias de extrema-direita são só “opiniões”? Uns defendem o genocídio, os outros a igualdade e vocês fingem que são a mesma coisa? Agora quem não defende matar pessoas por serem de outra religião é um SJW? Vocês são doentes.

  9. BlackFerdyPT says:

    «acredito que esta é uma decisão que gerará discórdia. Sobretudo entre os defensores da liberdade de expressão»

    Mas, ainda há alguns, neste país que permitiu que a Censura durasse 40 anos (ou sequer no cada vez mais decadente Ocidente, em geral)?

    Ao Facebook e afins só adere quem quiser… Mas, o verdadeiro problema com tudo isto é que, este tipo de Censura está a ser criada em parceria com a União Europeia: http://europa.eu/rapid/press-release_IP-16-1937_pt.htm

    O que levanta a hipótese (leia-se *certeza*, para quem é inteligente) deste tipo de medidas virem também a ser implementadas, no futuro próximo, fora destas redes sociais…

    • BlackFerdyPT says:

      Aliás,

      A “Decisão-Quadro 2008/913/JAI” da União Europeia, já entretanto transposta para as nossas leis nacionais (https://data.dre.pt/eli/lei/94/2017/08/23/p/dre/pt/html) criminaliza já o “incitamento ao ódio” e a criação de organizações que incitem à “discriminação” e ao “ódio”.

      Ora, segundo os termos usados na Lei, fica por saber se fazer fortes críticas à imigração pode ser considerado “incitamento ao ódio” (“por causa da … origem étnica ou nacional … religião”) e se criar um partido nacionalista pode também ser considerado uma incitação à “discriminação” e ao “ódio” (segundo os mesmos critérios de origem).

      E, já houve um deputado da Assembleia Municipal do Porto que foi multado por causa de uma forte crítica e acusação que fez a um grupo de ciganos romenos, por tal ser considerado “discriminação racial, sob a forma de assédio”.

      • Z/OS says:

        Se nao concordam com estes senhores que fazem leis contra o povo nacional, deixem de se abster e votem noutra coisa qualquer. Mas tirem todos de lá…

  10. Theboice says:

    Portanto lendo bem o facebook é racista, só há supremacia “branca” logo qualquer post ou ideias ou fotos sobre supremacia negra amarela cigana ou outra já é bem vinda, é mesmo um pensamento do SOS racismo sim senhor, fiquei esclarecido sobre racismo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.