PplWare Mobile

Apple em tribunal por culpa dos problemas nos teclados dos MacBook


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

65 Respostas

  1. Adalberto says:

    “Todos reconhecem nos equipamentos da Apple um elevado grau de qualidade e de inovação.”
    Eu não, logo não são TODOS

  2. Tiago Bastos says:

    Tive 2 substituições por um novo computador, de um MbP13 c/ Tb por causa do teclado.

  3. Pedro says:

    Se deixarem de comer em cima dos Macbook’s magicamente os teclados deixam de ter problemas…..

    • Caramelo voador says:

      Se não o ligares, também não sofres ataques de terceiros e não tens bugs nenhuns…

    • Não Interessa says:

      Muita gente para comprar um Macbook teria era de deixar de comer, se calhar é isso que eles sempre quiseram xD

      • Vítor M. says:

        Acho que estás enganado e temo que seja esse engano que te leva a não comprar um Mac. Não tens de deixar de comer para ter um Mac, caro, passas a vida a dizer isso, mas o computador nem te tira o lugar à mesa nem de obriga a nenhuma outra loucura. È um computador, quem o compra terá de fazer as mesmas conta à vida como se comprasse um outro qualquer, tudo depende do dinheiro que têm, da necessidade, do gosto, etc… não tem a ver com a fome ou apetite.

        • Ricardo says:

          Não posso concordar com essa opinião. As peças de substituição são muito mais caras que num portátil normal. Tudo é muito mais caro, desde as aplicações pagas que usas no Windows gratuitas. Claro, que quem não tem dificuldades não se apercebe destes pormenores.

          • Vítor M. says:

            Ricardo, isso depende. Podem ser mais caras, mas se tiverem uma maior longevidade, que tenho essa experiência, torna-se mais barato. Mas repara, isto é sempre subjetivo. Depende a que marca está a comparar.

            Depois falas em aplicações? Desculpa, começas logo mal, o sistema operativo é gratuito, no Windows é pago. Não sei a que te referes.

            Depois tens um vasto leque de ferramentas tão caras como as mais caras para Windows e tão gratuitas como as gratuitas para Windows.

            Pode não haver tanta oferta, é verdade que não há, mas há seguramente tanta qualidade quer em apps pagas quer em gratuitas como tens no Windows.

            Depois falas em dificuldades… como assim? É que podes ter dificuldades em comprar um computador de 300 euros e esse computador ser muito barato para qualquer outra pessoa, assim como podes ter dificuldade em comprar um Mac por 1200 euros e isso ser um investimento acertado para quem durante 5 ou 6 anos não ter ter problemas com performance, qualidade de material, estabilidade do sistema, etc…

            Usando o teu comentário ligado à temática do comer, do comentarista acima, o valor que cada um paga poderá ter um valor de esforço igualmente grande ou pequeno.

            Ele é que acha que o Mac tira comer a alguém, mas o esforço de alguém que compra um computador de 300 euros pode ser o mesmo a de outra que compra um Mac de 1300. Por isso dizer o que ele diz é não contar tudo 😉

          • Nuno says:

            Primeiro em estatísticas da fiabilidade de portáteis, a Apple não aparece nos três primeiros.

            Segundo, sim, o Windows é pago, mas a Microsoft a partir do Windows 10 ofereceu a actualização do SO para quem tenha o Windows 7 ou mais recente. Portanto não percebo essa do sistema ser gratuito. Até porque a grande maioria compra um computador oem e a quase totalidade destes vem com o SO incluído.

          • Filipe F. says:

            Vitor M, o MacOS não é freeware, é um SO pago, está incluido no preço de quando compras um produto Apple que o inclui. Não tem é venda livre porque está inserido num ecosistema fechado e controaldo e ainda bem, pois só tem vantagens para quem o usa.

            Depois, peças serem caras ou baratas, é assim, vamos a numeros reais, qualquer MacBook pode avariar como qualquer outro Portatil (e vamos falar apenas de marcas boas e fiaveis)

            A diferença e isto falo de conhecimento é que se se parte o ecra de um macbook são 600 euros, se a motherboard avaria ao fim de 3 ou 4 anos são 550 a 600 euros, se a bateria avaria são 150 euros… Isto preços para um MB de 2015.

            Se têm mais qualidade? Em termos de chassis sim, em tudo o resto não há milagres, as gráficas não são da Apple, os processadores não são da Apple e não me venham dizer que um i5 num Macbook tem outra qualidade de fabrico que um i5 num dito pc, ou uma nvidia/amd, ou um ssd da samsung para mac é melhor construido que para outras marcas, rams, telas de ecra etc.

            Paga-se muito caro, mas como me disse uma pessoa de uma assistencia autorizada da Apple, isso tem um motivo: quando há um problema, convencer o cliente a substituir todo o produto por um novo em vez de reparar (mais uma venda).

          • Sujeito says:

            Isso é que tu estás enganado.

          • Ricardo says:

            20 anos depois, e nunca comprei uma key do Windows.
            Essa do longevidade não sei onde foste buscar isso. Dados a suportar isso? Em questoes de fiabilidade nem aparece nos três primeiros.

          • Cortano says:

            @Vitor M.,
            “Depois falas em aplicações? Desculpa, começas logo mal, o sistema operativo é gratuito, no Windows é pago. Não sei a que te referes.”

            Esta ma informação tua não esperava.
            O MacOS custa tanto (ou mais) que um Windows 10 que venha pré-instalado numa maquina nova.

          • Vítor M. says:

            Não digas disparates, uns atrás dos outros!!! Tu compras a máquina e não pagas pelo sistema operativo. Qual parte não percebeste? Se tiveres uma máquina com Windows 7 e quiseres atualizar para Windows 10 tens de pagar, se eu tiver uma máquina com o OS X Mountain Lion gratuitamente atualizo para a última versão.

          • Nuno says:

            @Vítor M.
            Corrige-me se eu estiver errado, mas a Microsoft ofereceu o upgrade gratuito para todos os computadores com o Windows 7 e 8, e ,embora o prazo deste suposto upgrade gratuito tenha terminado, ainda é possível o fazer de forma gratuita e legal.

            Portanto, quando dizes:
            ” Se tiveres uma máquina com Windows 7 e quiseres atualizar para Windows 10 tens de pagar”
            Eu esperava melhor vindo de um CEO de um blog de tecnologia, que o seu maior foco é precisamente a tecnologia informática.

          • Vítor M. says:

            Não, uma coisa é promoção de algo que tens de comprar, para passar ao produto novo durante X tempo (que já acabou) podes fazer o upgrade, depois de x tempo, o custo está lá.

            Outra coisa é ser gratuito. Pode ser hoje, pode ser daqui a anos, é sempre gratuito.

            Não estamos a falar da mesma coisa.

          • Cortano says:

            Não, não tens de pagar. O update foi e continua gratis.
            Claro que pagas o SO quando compras um mac!

          • Vítor M. says:

            Como podes pagar algo gratuito? Enfim, estás sempre a tentar enganar as pessoas.

          • Nuno says:

            Errado Vítor. O upgrade do Windows 7, 8 e 8.1 para o 10 continua gratuito. Apenas já não o consegues fazer através do GWX, mas consegues através dos restantes métodos. Portanto quando dizes que tens de pagar, ou duas uma, estás a ser ignorante ou mentiroso.

          • Filipe Coelho says:

            https://www.apple.com/shop/product/D6106Z/A/os-x-lion
            Desculpa Vitor M., mas como podes dizer que o Sistema Operativo é gratuito quando a própria Apple o tem à venda?
            Dizer que o update é gratuito está bem (mas também o é para o Windows 10). Dizer que o preço está incluido no preço do computador também está bem (mas também está incluido em milhares de modelos com Windows 10). Não estou a perceber essa defesa cega…

          • Vítor M. says:

            GOD… esse sistema operativo é de 2011. Depois desse saíram já tantos e todos gratuitos. Esta malta é o fim da picada, fala sem saber do que se trata!!!! Ainda falas em cegueira? PORRA!

    • Marco says:

      Olha que nõ é só disso, basta um pouco de cotão, ou em alguns casos, são os “switchs” que morrem ou que ficam com um comportamento intermitente. Pequisa um pouco sobre o assunto e vais ver que são os teclados que são maus.

  4. Helder says:

    “muitas delas de 2015”

    Pois, o teclado em questão só saiu em 2016.

    Processem à vontade, a imprensa fala muito quando a Apple é processada, não diz nada quando ganha, que é sempre.

    Nota-se logo o interesse verdadeiro disto…

    • O problema surge no MacBook, quando a Apple apresentou este teclado. Não é exclusivo do MacBook Pro.
      “In 2015 Apple introduced a new key switch mechanism that allowed it to produce a keyboard much thinner and with a smaller amount of travel. It was first used on the 12in MacBook laptop, and then later on the redesigned MacBook Pro line from late 2016.”

    • Nuno says:

      O teclado em questão foi lançado pela primeira vez no MacBook de 2015.

  5. JORGE COSTA says:

    Já tinha visto este problema a ser demonstrado / explicado aqui: https://youtu.be/4KuVvb9DTaU

    • Toni da Adega says:

      O Louis Rossmann é das pessoas mais odiadas pela Apple e seus seguidores.
      Ninguem o leva a sério e tudo o que diga é fake.

      • Jorge Carvalho says:

        Ninguem o leva a sério porque ele tem uma agenda própia , ie , não é parte isenta de intresses.

        O Rossman Group tudo o que faz é assistencia não autorizada. Logo sempre que se torna mais dificil continuar nessse negocio ele critica tudo e mais alguma coisa. (Às vezes com razão).
        Só nunca percebi porque não passa a assistenca autorizada….

        Abc

        • Não Interessa says:

          Porque a apple o odeia e nunca lhe iria passar a licença necessária para passar a ser autorizado?

        • Toni da Adega says:

          Que ele tem uma agenda própria todos sabem: poder continuar a reparar dispositivos electrónicos inclusive Apple.

          “Só nunca percebi porque não passa a assistenca autorizada”.
          Porque no dia em que passar a fazer não pode fazer o que faz actualmente que é a reparação de dispositivos electrónicos. Em vez de poder reparar a única coisa que está autorizado a fazer é substituir pecas.

          Imagina que por qualquer razao um MacBook deixa de carregar ou ligar, um centro de assistência autorizado, a única coisa que pode fazer é substituir a MB (custa tanto como uma maquina nova), um centro de reparação como o dele por vezes substitui um pequeno componente electrónico ou a entrada de carregador e por uma fracao do preço fica a funcionar.

      • Não Interessa says:

        E no entanto ele ganha a vida a repara-los, irónico…

  6. Filipe F. says:

    700usd um teclado… lol

  7. Mentecaptor says:

    Pronto, a Apple vai trocar os teclados com defeito pela quantia simbólica de 300 usd, isto se não apresentarem outro dano, senão têm de pagar primeiro essa reparação.

  8. eu says:

    Tenho um MacBook já com muitos anos e agora pronto para o upgrade.
    Ao ler esta notícia deixa-me apreensivo pois vou largar alguns milhares de euros na máquina.
    Que alternativa ?
    Fiz uma pesquisa e vi que existem proteções especificas para os teclados MacBook Pro apesar de achar ridiculo.

    • Sujeito says:

      Não te preocupes muito. Foram melhorados para as novas versões e a probabilidade de teres essa chatice é mínima. Bem menor do que muitos problemas noutros fabricantes.

      Alternativa, podes sempre ir para desktop.

      • Cortano says:

        O teclado apple desktop também é uma bela treta

        • Vítor M. says:

          Não é nada. O sistema mudou no MacBook 12″ 2015 mas o do desktop é dos melhores do mercado. 😀 Aproveitas logo um problema para inventar 😀

          • Nuno says:

            “mas o do desktop é dos melhores do mercado.” WTH!

          • Cortano says:

            LOL.
            Leva a bicicleta… não vale a pena…

          • Nuno says:

            O teclado dos desktops Apple já à algum tempo que não são nada mais, nada menos, do que um teclado de um portátil, transformado para funcionar num desktop. Eu compreendo o uso deste tipo de teclados nos portáteis, porque existe uma restrição quanto ao espaço disponível para este. Também compreendo este tipo de teclados em média centers, visto estes geralmente serem portáteis e convém serem leves. Agora, todos os teclados deste tipo, não fornecem uma experiência e feedback tão boa como a grande maioria dos teclados de desktop. Então quando comparado com teclados de switches mecânicos, o da Apple é medíocre. Só existe uma coisa que eu posso dizer que o teclado da Apple é melhor que a maioria dos teclados, o aspecto visual. Mas quando estou a trabalhar, prefiro um teclado feio mas eficiente e de bom feedback.

          • Vítor M. says:

            Não é esse o feedback dos utilizadores. O sistema da Apple era bom, era… porque o teclado do MacBook Pro 2016 e seguintes não vale muito, durará muito, até porque mudaram a mecânica, mas em termos de utilização é fraco. Se procurares verás que o Apple Aluminum Keyboard é um dos vários teclados com melhor qualidade de todos os tempos.

            Além de duradouro é confortável, muito eficaz e além disso tem um excelente design.

          • Nuno says:

            Os reviews das pessoas que compraram em através do site da Apple discordam contigo.

            https://www.apple.com/shop/reviews/MLA22LL/A/magic-keyboard-us-english

            Mas mesmo em reviews a Apple não obtêm uma pontuação magnifica que justifique chamar a este “dos melhores do mercado” e todos eles indicam problemas de ergonomia, bem como o travel das teclas.

            https://www.macworld.com/article/2995375/input-devices/apple-magic-keyboard-review-should-have-called-it-basic.html
            https://www.pcmag.com/article2/0,2817,2494133,00.asp
            https://www.cnet.com/products/apple-magic-keyboard-with-numeric-keypad/review/

            Duradouro? Quanto tiver os quase 30 anos de uso constante do meu velhinho Model M da IBM (que ainda agora utilizo como o meu teclado principal no meu computador de trabalho), aí falaremos da durabilidade.

          • Vítor M. says:

            Mas tu leste essas análises? Não deves ter lido, é que em todas ressalva a enorme qualidade dos materiais, a forma precisa da teclas, o design e o facto (a nova versão) de ser wireless. De certeza que não sabes o que colocaste aí 😀

            Depois se o teu teclado dura… aaa o teu é a base da sabedoria. Está explicado,. Um dia que uses um Apple, nunca mais queres outra coisa. 😉

          • Marco says:

            Vitor, os bons são os da primeira fornada, esta ultima fornada, são tão maus quantos os dos portateis, vá são menos maus um bocadinho. Mas são maus comparando com os primeiros. Já tive ofertas pelo meu (dos primeiros) de um rapaz que está farto dos novos. Espaço que deixa de funcionar, letras que entram em modo interminete, mas menos do que o dos portáteis.

          • Nuno says:

            Agora estás a deturpar a minha posição, ou seja, estás a ser desonesto. Eu em parte alguma mencionei a qualidade dos materiais usados nos teclados da Apple. Tu disseste que os teclados da Apple estavam entre os melhores teclados do mercado. Eu pergunto-te a ti, qual é a principal funcionalidade de um teclado? É a proficiência com que alguém pode escrever neste, bem como o conforto que este fornece quando o fazemos, ponto final. Não é se este é bonito, se é feito de ouro,… E é nos pontos pontos principais que estes teclados falham, e estas falhas são apontadas na grande maioria das criticas de revistas/blogs/… e de vários compradores.

          • Vítor M. says:

            Não estou nada a ser desonesto, eu acompanhei a tua resposta. E estás enganado. Um teclado, além da utilidade (principal característica) tem de ser duradouro, tem de ser robusto, tem de ser cômodo, tem de ter boa aparência e ser preciso (tendo em conta que cada vez mais são wireless)… por isso houve evolução neste periférico, se não, usando a tua parca classificação, tinham parado de evoluir lá atrás em 1996.

            Repara como houve um cuidado em juntar tudo o que referi para hoje termos teclados muito mais que proficientes 😉

          • Nuno says:

            E eu já usei teclados de várias marcas, inclusive vários da Apple. Portanto a tua desculpa não cola. O último teclado decente vindo da Apple desapareceu nos meados da década de 2000. A partir daí o único foco da Apple foi a beleza do periférico, todas as outras prioridades foram rescindidas.

          • Vítor M. says:

            Não concordo, eu utilizo teclados desde o meu Commodore 64 (considerado um dos piores teclados de sempre), já lá vão uns anitos 😉 e usei vários teclados nos anos 80, nos anos 90…. até ao momento agora que escrevo este comentário. Passei por dezenas (se não mesmo centenas considerando tudo o que já conheci) de teclados seguramente, desde os teclados para desktop como nos vários portáteis que tive e usei. Como tal e como arrastaste a conversa para escolhas pessoais, passei por vários e um dos melhores foi realmente o da Apple, não não foi o que mais gostei, alias, eu referi que os teclados da Apple, excluindo estes do Macbook 2015 e do Macbook pro 2016 em diante (que são uma bosta), são dos melhores, mas não são o melhor, esse lugar ainda pertence à IBM.

            Deixo-te este artigo: http://bit.ly/2L1Xq9k que para mim espelha bem quais são os principais players deste mercado, e verás que a Apple está presente, tem alguma relevância quer na forma como no modelo (amplamente copiado por terceiros). Mas, como referi, não são os melhores, m,as o seu conjunto (design, mecânica, ligação e precisão) fazem deles uma presença de entre os melhores.

          • Nuno says:

            Lá estás tu a deturpar o que disse, e novamente a ser desonesto. Eu, em parte alguma disse que não houve evolução nos teclados, ou que estes não tem que evoluir. Claro que os teclados têm evoluído, (nem sempre para melhor como é o caso da Apple que piora a cada iteração), e existem presentemente teclados que são superiores ao Model M. Eu ainda uso o Model M para trabalhar porque estou extremamente habituado a este, ao tamanho das teclas, à pressão necessária para ativar uma tecla, e que mesmo sendo velhinho oferece uma precisão e feedback excelente (superior a qualquer teclado alguma vez produzido pela Apple), bem como possui uma boa ergonomia. E o Model M não é o meu único teclado, mas todos os teclados que eu compro são, sem exceção, mecânicos. Um bom teclado mecânico oferece uma precisão, feedback e durabilidade que um teclado de cúpula de borracha/aço não consegue bater. Mas vamos analisar o Apple Magic Keyboard vs IBM Model M nos pontos que referiste.

            Utilidade: Model M
            Durabilidade: Model M
            Robustez: Model M
            Comodidade: Magic Keyboard (visto ser wireless e mais leve e pequeno)
            Aparência: Magic Keyboard
            Precisão: Model M

            Ou seja, não está sequer próximo entre os melhores se nem sequer consegue bater um teclado velhinho com 30 anos.

            E não fui eu que arrastei a conversa para escolhas pessoais. Porque eu, para além de indicar a minha experiência, também fundamentei o meu raciocínio com criticas de várias publicações de blogs e revistas de tecnologia e com a opinião dos compradores deste teclado. As tuas afirmações é que tem sido vazias e sem qualquer fundamento. E, embora não tenha dúvidas que consigas encontrar um review a falar mil maravilhas destes, estes não representam a opinião geral.

            E desde quando é que a Apple foi dos principais players deste mercado? As únicas inovações que a Apple tem introduzido são do presente e estas têm sido para produzir mecanismos que reduzem o travel das teclas, inovações estas que tem piorado a experiência em escrever no Mac e não melhorado.

          • Vítor M. says:

            Aaa agora dizes que os da Apple não evoluíram, e o desonesto sou eu. Alias, basta ver as patentes que a empresa registou nesta área após anos de investigação. O desonesto nesta conversa não sou eu, até porque sou coerente no que digo. Calma que estás no zigzag como te dá jeito. Sim, isso é honestidade.

            E sim quem passou para a área pessoal foste tu sim, lê o que está para trás (“Eu ainda uso o Model M para trabalhar porque estou extremamente habituado a este…”), é que agora estás a dar o dito pelo não dito. Depois dou-te exemplos, até com base em artigos que escrevemos, onde está tudo bem exemplificado, tu não dás nada, zero, apenas criticas a Apple com zero de argumentos e eu é que tenho tido afirmações vazias. Sim tu és de uma honestidade sepulcral.

            Para quê discutir se odeias a Apple e apenas vês design no que fazem? Para quê? Tempo perdido, a história fala por si, o mercado, os vários testemunhos ao longo da vida do produto. Não vejo utilidade em argumentar contigo sobre este assunto. 😉

          • Nuno says:

            Apemas um aparte ao meu comentário.

            “e ser preciso (tendo em conta que cada vez mais são wireless)”

            Podes-me explicar o quê que um teclado ser wireless têm a ver com a precisão? O única impacto das tecnologias wireless é o alcance e a latência. A precisão não é afetado pelo facto de ser um teclado wireless.

    • Daniel says:

      Tenho um MacBook Pro de 2016 (com este teclado). Já comi de tudo em cima dele, até arroz de sarrabulho. Está a funcionar lindamente.

      • Marco says:

        o problem não se comes ou não, o problema é que os teclados não são fiáveis, sei de quem já vai no 3º portatil, trocado ao abrigo do AppleCare, e sempre por causa do teclado, não lhe trocaram o teclado, trocam o portátil, é quase de 6 em 6 meses, que troca.

        Depois disto o meu conselho é façam o AppleCare.

  9. Mike says:

    “Os problemas focam-se na impossibilidade destes serem usados quando têm migalhas, pó ou outro tipo de sujidade presente, sendo também complicados de limpar.” Eu sou um dos primeiros a apontar o dedo aos grandes quando falham. (Apple, Microsoft e afins…) Mas isto parece-me ridículo!

  10. pedro p says:

    a apple a muito que sabe do problema, os centros de repaçao autorizados, por exemplo, todas as pcclinics tem kits de teclados completos para trocar aos cliente, contudo , o proprio suporte dos teclados, ou seja o palm rest, parte com o uso o que tem obrigado a trocar o paml rest completo aos clientes…

  11. Nuno Almeida says:

    É lamentável que as respostas a esta notícia são pura medição de pilinhas… o Mac sempre foi diferente dos PCs, por isso tinha seguidores e pessoas a falar mal…
    O meu MacBook Pro tem já um ano e meio e nenhum problema com o teclado, mas conheço pessoas que trocaram de teclado, não de computador, passado 4 meses.
    Eu entendo que um sistema de teclado novo pode vir ainda com alguns defeitos, mas a postura da Apple realmente deveria ser mais correcta e admitir o erro. Aliás, à data que estou adscrever esta minha resposta, já o fez e atraca de teclado é gratuita para os MacBooks de 2016 para a frente.
    Quanto à discussão sobre a Apple versus Windows, não passa de uma cambada de parvoíces… mesmo quando o sistema da Apple era pago, o que acabou em 2012 se não me engano, custava 19.99 enquanto o Windows 300 e pouco se não estou em erro…
    Quanto a fiabilidade … só um imbecil pode falar nisso… eu sou Dj, e nunca vi um Dj profissional tocar com um pc… se calhar ainda há bestas que acham que é por ser moda ou por serem mais bonitos…
    Na verdade, DJs, músicos, fotógrafos e pessoal do vídeo prefere os macs NA SUA MAIORIA.
    Os gamers nem os querem por perto…
    Em resumo, a forma como vejo esta guerra é simples… os profissionais preferem os macs as pessoas que utilizam os computadores para outros fins, acham os macs caros… mas por exemplo, quando rendarias um vídeo de 20 minutos num Windows bem artilhado demora 28 minutos e num mac 12, penso não haver muita dúvida..
    Além disso, existem sempre pessoas que o acham caro, mãos o meu Mac custou 2400 euros e o meu Alienware 2900… a nível de performance, o Mac é muito mais rápido e fiável… tenho 5 computadores Apple, desde o velhinho G4 e nunca nenhum deles crashou… enquanto Windows… trabalho diariamente com um que demora eternidades mesmo com ssd e 32g de ram….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia