Quantcast
PplWare Mobile

Apple: Analistas esperam a maior receita trimestral de sempre

PUB

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Adalberto says:

    mas afinal? cresce ou não ?

  2. Balearic Soul says:

    Lol. O iPhone X está a ser um fiasco em vendas. Até já vão parar de o produzir e lançar uma versão low cost do mesmo. É só rir cim estes estudos.

    • Helder says:

      Ai está?

      Engraçado, o modelo de telemóvel mais vendido no mundo, mesmo sendo o modelo de série mais caro do mercado, está a ser “fiasco”.

      Imagina se estivesse a portar bem…

      https://www.canalys.com/newsroom/media-alert-apple-ships-29-million-iphone-xs-q4-2017

      Continua a ler fake news, que é para venderes as ações da Apple ao desbarato, e os inteligentes as comprarem a preço de saldo antes da Apple anunciar mais um ano de arromba, e aquilo voltar a subir…

      Nunca falha, todos os anos A MESMA COISA!

        • Brasão SS says:

          Tu não, mas quem escreveu esse artigo, provavelmente sim. 😉

          • Brasão SS says:

            É o que faz ler na diagonal e só os títulos. Eu também li este artigo. Lê um e o outro, como deve ser e depois debita. Além do mais que só pelo domínio desse pt jornal, já nem devia dar vontade de abrir o link. “podemos concluir” lol
            Mais parece um blogue para miúdos.
            Suposições meu caro, não factos,
            Amanhã se verá os números do fiasco.
            🙂

          • Vítor M. says:

            Balearic Soul a Apple não é o iPhone X de 2 meses, calma 😉 Depois, segundo dizem os analistas, o iPhone X foi um dos 3 que mais vendeu no mês de dezembro e o que mais vendeu em cerca de 90 dias de mercado… isto é, dos concorrentes destes em 3 meses nenhum conseguiu vender mais que o iphone X.

            Se a Apple mandou abrandar o fabrico? É possível, mas se recuarem a 2017, inícios e a 2016, inícios, também foi assim. Claro, cada caso é um caso mas há necessidade de perceber que neste momento o mercado arrefeceu, como sempre acontece no primeiro trimestre do ano, após a black friday, o natal e os saldos de novo ano.

            Calma, deixem os números saírem e já vamos ver se a Apple cresceu ou está a morrer (sentimento que, estranhamento, deixaria meia dúzia de trolls satisfeitos, porque veem a tecnologia como clubes). 😉

        • Helder says:

          Não, tu e o “ptjornal” é que sabem…

          Não são os maiores bancos de investimento do mundo, que faz referência o post do pplware nem nada!

          • V.T. says:

            Mas achas mesmo que as pessoas iriam comprar um iPhone 8 com um desenho super-ultrapassado ou um iPhone X com aquela monstruosa monocelha?? Para mais tudo bem para cima dos 800 euros?? Não tires as palas não…

          • Vítor M. says:

            Hehehe o V.T. tudo o que seja a dizer mal da Apple ele recorta e coloca na parede em formato poster 😀

            Nunca percebi porque tens esse sentimento de ódio/atração pela marca.

    • Vítor M. says:

      Será? Pode ter sido, mas é difícil de acreditar que num ano de vida útil desse iphone, essas vendas não sejam um sucesso, o que para a Apple é fácil de o conseguir, dado o mercado que detém, mas vamos ver.

      Fora isso, era interessante saber o número de novos iPhones (iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X) que a Apple vendeu no ano de 2017 e quantos iPhones anteriores colocou no mercado de janeiro a dezembro. Isto para percebermos se o seu produto mais vendável, o iPhone, cresceu ou não em vendas. E se cresceu, quanto em relação ao ano anterior.

      PS: ri dos estudos, mas olha que estes, que são análises de mercado feito por empresas que só se dedicam a esse fim, costumam (até porque envolvem muitos milhões de US dólares) acertar. Vamos ver, dia 1 de fevereiro vamos ver.

    • YO says:

      Lá vêm os fanáticos explicar com banha da cobra as excelentes vendas LOL

    • Jorge says:

      “Estudos”?! Trata-se dos relatórios de contas da empresa!!

  3. Joel Reis says:

    Venham eles, tenho aqui umas ações à espera disso.

  4. Filipe Castro says:

    As notícias sobre o insucesso do iPhone X são acima de tudo fundamentais para os haters, para os tolos e para os invejosos.

    Os números sobre as vendas do iPhone X são interessantes para quem acompanha a área comercial generalista, onde são curiosas as técnicas, as políticas de investimento, o ROI e outros esforços que a Apple vai fazendo.

    Para os utilizadores Apple, os números passam ao lado, isto tem que ver com o que lhes interessa na realidade. O iPhone X é o smartphone mais vendido do mercado face ao tempo de mercado, é o equipamento que arrecadou mundo fora a preferência da imprensa da especialidade, foi considerado o gadget mais inovador de 2017 e continua a marcar pontos como a tendência.

    Ainda cativa e faz salivar muita gente, muitos desses correm a agarrar o mesmo nos hipermercados e na vida do dia a dia espumam contra o mesmo quando exposto, tudo são defeitos. São os pobres de espírito.

    Para a Apple o iPhone X foi um encaixe de milhões, apenas mais um produto que se junta ao iPad, ao iMac, ao MacBook, ao Mac mini, à Apple TV, ao Apple Watch, aos acessórios HomeKit, aos acessórios para iPhone, aos acessórios para iPad, aos acessórios para Mac, aos acessórios para Apple Watch, aos serviços, às apps da App Store, às apps da Mac App Store, às apps para tvOS, às apps para watchOS e a tantos outros lucros dos royalties encaixamos mensalmente.

    Não há marca no mundo que se iguale, e não há quem se agigante tanto na hora de inovar no poder da utilização.

    Este é o mundo que a Apple conta, por isso são o modelo de negócio para todas as outras e por isso são quem tem um mercado de títulos invejável do ponto de vista do retorno e, acima de tudo, do ponto de vista da estabilidade das suas ações.

    Quem não perceber estas ferramentas de gestão, maus vale meter a viola ao saco ao invés de mostrar o tamanho da ignorância.

    As questões de ética comercial, de posição solidária e benemérita, é ópio dos incautos poetas da desgraça.

    • YO says:

      Se não fosses um apple fanboy e um tolo o que gostarias de ser????
      É uma treta de telemóvel! O administrador comprou um e já foi de vela…
      UM FIASCO!!!!!!!

    • Cortano says:

      “Não há marca no mundo que se iguale, e não há quem se agigante tanto na hora de inovar no poder da utilização.”

      Tu acreditas mesmo nisso ou estás só a trollar?

      • V.T. says:

        Está com efeitos secundários…

      • Vítor M. says:

        É a realidade e sabes bem disso. Repara que mesmo não sendo a Apple que em várias tecnologias seja a primeira a colocar no mercado, como o Touch ID (mas foi a Apple que criou a melhor experiência de utilização do mercado), o 3D Touch que deu uma utilização completa, o Face ID que é hoje o standard da tecnologia de reconhecimento nos smartphones (que tu dizias que não ia vingar), a App Store que é ainda hoje a mais valia de várias marcas e que foi a Apple a criar uma utilização completa, até ainda é a que tem mais gadgets a alimentar as várias lojas. Foi a Apple que iniciou a utilização de arquitetura a 64 bits, parece que afinal era esse o caminho, depois os restantes lá fizeram o caminho das pedras… foi a Apple a primeira a avançar com a encriptação nativa, que hoje afinal tornou-se nuam necessidade e já vários SO o fazem… além destas há muitas outras tecnologias que, não sendo invenção da Apple, foi esta que deu uma forma simples, útil e intuitiva. Claro, tu não consegues ver isso, até porque é uma realidade bastante ampla.

        Claro que tem ido atrás de várias tendências dos seus concorrentes, tem de ser, até porque eles têm colocado muita coisa boa no mercado e ainda bem que assim é, permite a um utilizador Apple ter o melhor da Apple e o melhor que os concorrentes têm lançado. verdade? 😉

        O V.T. ó… esquece 😀 sabemos que tem aquela cena de odiar a Apple de forma apaixonada.

    • Vítor M. says:

      Filipe… 😉 as marcas têm de ter estes haters, têm de ter seguidores… se não era chato. Agora, dados são dados e números são números. vamos ver o que dizem os analistas e como referes e bem, “Para a Apple o iPhone X foi um encaixe de milhões…” sem dúvida.

    • wishmaster says:

      “Não há marca no mundo que se iguale, e não há quem se agigante tanto na hora de inovar no poder da utilização.”

      Pois não…até na evasão fiscal eles inovaram 😀 😀 😀
      deixaram de pagar biliões de impostos com um estratagema que criaram e com a ajuda dos irlandeses 😉

      • Vítor M. says:

        Essa parte… meu amigo, se forem condenados a pagar… têm de pagar, mas para já ainda andam a recorrer porque beneficiaram de algo que a lei desse país permitiu. Mas concordo contigo, se for provado que não poderiam fazer isso… não há pão para malucos, é pagar e mais nada. Isso não invalida que sejam a maior empresa do ramo… mas têm de pagar os devidos impostos.

  5. pedro toste says:

    Se fossem todos como eu essas marcas não tinham esses lucros loucos.Ainda ando com um Samsung S3 e ainda está aqui para as curvas.

  6. iDespairing says:

    A compra de novo hardware esta a estagnar para todas as marcas. Incluído em mercados emergentes. Qual a novidade que a vendas vão abrandar este ano. So pessoal maluco com ou sem dinheiro que troca de telefone todos os anos.

  7. says:

    que bom… para os accionistas! Qt ao resto apenas pobres de espririto

  8. V.T. says:

    A comunicação social ao serviço da Apple, todos sabemos que o iPhone 8 não vendeu nada de jeito nem o iPhone X.
    Nada tenho contra a Apple, mas sim contra mentiras e pelos vistos ultimamente estas duas andam de mãos dadas.

  9. wishmaster says:

    Número por número, então é ver a quota de mercado do sistema operativo…E aí tem perdido drasticamente.

    • Vítor M. says:

      É capaz, mas caíram quanto? Por acaso não tenho visto. Sabes dizer-me sff?

      • wishmaster says:

        Foi noticiado aqui há poucos dias. Perdeu em todos os mercados menos no chinês. A maior perda, se bem me recordo, foi nos EUA, estariam à espera do iPhone X que chegou atrasado..? Não sei se será. Certo é que este gráfico mostra estagnação há algum tempo e não haviam atrasos. Assim, aumentando o número de dispositivos, a quota decresce, ou seja, não consegue conquistar quota. É a leitura que eu faço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.