PplWare Mobile

Tags: sangue

Apple Watch: recurso de deteção de oxigénio no sangue encontrado no código do iOS 14

A Apple quer estar um passo à frente no que toca às funcionalidades no Apple Watch. Agora com outros fabricantes a aproximar a sua oferta ao atual smartwatch da Apple, é esperado que a empresa de Cupertino tenha algo novo na manga. Nesse sentido e após ter sido esmiuçado, o código do iOS 14 mostra algumas indicações a um novo recurso de deteção de oxigénio no sangue e não só, vem aí igualmente outras melhorias.

A Apple desde há vários anos que trabalha em parceria com centros de investigação em várias universidades. Este novo recurso pode ser fruto dessas parcerias.

Imagem Apple Watch Series 4 e Series 5 com ECG


Novo exame de sangue pode detetar doença de Alzheimer 20 anos antes dos sintomas

A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global. É, portanto, uma doença progressiva e irreversível, afetando diversas funções cognitivas. Por outras palavras, até à presente data não existe cura para esta enfermidade neurodegenerativa.

Segundo os resultados de uma investigação, levada a cabo por cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Washington, em St. Louis, Missouri, foram conseguidos progressos significativos no desenvolvimento de um exame de sangue que pode detetar a doença de Alzheimer até 20 anos antes dos sintomas apareceram.

Imagem doença de Alzheimer detetada precocemente até 20 anos


Drones salvam vidas ao levar sangue para transfusões

Apesar da legislação imposta estar a atrofiar o uso de drones, a verdade é que podem ser uma grande ferramenta. Deste modo, não surpreende que se usem drones para fornecimento de sangue aos necessitados em áreas de difícil acesso.

O exemplo que mostramos refere-se a um projeto do Serviço Nacional de Sangue Sul-Africano. Esta unidade usa este veículo para fornecer sangue a pacientes em risco.

Imagem de drone que é usado para transportar sangue


Laser destrói as células com cancro que circulam no sangue

A tecnologia não para de evoluir e, com isso, permite novas abordagens no combate ao cancro. Nesse sentido, investigadores usaram laser para detetar e destruir células tumorais nas veias de pacientes com melanoma.

De forma não invasiva, a nova técnica ataca as células cancerígenas quando estas estão a ser transportadas pelo sangue.

Imagem de raio laser a destruir cancro que é transportado pelo sangue


Estudo mostra que cães podem detetar com precisão cancro no sangue

A tecnologia já desenvolve sensores que permitem analisar diversos fatores outrora impossíveis de validar. Contudo, há sensores naturais que podem ter uma serventia incrível. Os cães têm recetores olfativos 10.000 vezes mais precisos que os humanos, tornando-os altamente sensíveis a odores que não sentimos. Agora, um novo estudo mostrou que os cães podem usar o seu olfato altamente evoluído para recolher amostras de sangue de pessoas com cancro.

Este novo método tem tudo para ser barato, acessível e eficaz.

Imagem beagle a detetar cancro em sangue de paciente