Quantcast
PplWare Mobile

Tags: OneWeb

Fusão na Europa vai criar concorrência à rede Starlink da SpaceX

A SpaceX conta já com mais de 2500 satélites na órbita baixa da Terra a fornecer internet através do serviço Starlink. Global, flexível, sem contrato de fidelidade e cada vez mais abrangente. Este serviço poderá tornar-se num problema para as operadoras convencionais e para os serviços de comunicações por satélite que já existem no mercado. A não ser que uma fusão possa “travar” o ímpeto de Elon Musk. E poderá estar já em andamento o projeto da Europa.

A Eutelsat Communications SA, com sede em Paris, chegou a acordo para adquirir a britânica OneWeb Global. Esta fusão que combinará as frotas de satélites de internet das empresas, poderá criar uma maior competição à Starlink.

Ilustração satélite para constelação na Europa concorrente à Starlink da SpaceX


Internet da Starlink poderá chegar ao iPhone e aos dispositivos Android

Já se falou no passado que a Apple poderia estar a desenvolver tecnologia para poder ter no iPhone comunicações via satélite. Numa primeira fase, o rumor falava apenas de comunicações de pedidos de socorro. Contudo, a SpaceX está a tentar negociar uma frequência para utilização com “utilizadores móveis”. Isto é, em breve os iPhone e os smartphones Android poderão tirar proveito da rede de satélites Starlink.

Um registo junto do regulador americano, a FCC, submetido na segunda-feira, revelou a intenção da SpaceX em adicionar a frequência de 2GHz à sua licença Starlink.


União Europeia ataca SpaceX com internet via satélite

O projeto Starlink da SpaceX foi uma aposta disruptiva que alertou os países para uma nova realidade. É possível ter internet e comunicações em qualquer parte do planeta com mais segurança e com menos controlo de terceiros nos tarifários, velocidades e outros aspetos fundamentais para a sociedade moderna. Nesse sentido, há várias potências mundiais a querer ter a sua própria constelação, entre elas a União europeia.

Segundo o que foi apresentado, a UE prepara o seu próprio Starlink e já tem previsto um investimento de 6.000 milhões de euros para servir Internet via satélite.

União Europeia prepara o seu próprio Starlink: 6 mil milhões de euros para Internet via satélite


Internet via satélite da SpaceX chega em junho a Portugal

Portugal está cada vez mais perto de ter internet via satélite fornecida para popular SpaceX. A empresa que é liderada por Elon Musk garantiu à Autoridade Nacional das Comunicações que, até junho, vai iniciar a comercialização da internet espacial. 

De acordo com as informações, a rede da SpaceX terá a capacidade inicial de fornecer 50 mil acessos em Portugal e poderá chegar a 16 mil utilizadores ainda em 2021.

Internet via satélite da Space X chega em junho a Portugal


Pandemia do novo Coronavírus “chegou ao Espaço” e já fez vítimas

Todos os setores da sociedade estão a ser afetados pela pandemia do novo Coronavírus. A doença é tentacular e toca em todos os lados, até no Espaço. Assim, a empresa de satélites OneWeb que queria ligar os lugares mais remotos do mundo à internet, está em falência. Posteriormente a terem colocado 74 satélites em órbita, a empresa perdeu o maior e mais importante investidor devido à COVID-19.

A empresa está agora à procura de um comprador para dar continuidade aquele que seria o projeto concorrente ao Starlink da SpaceX.

Imagem do lançamento dos satélites OneWeb para o Espaço. Empresa está na falência por causa do Coronavírus