PplWare Mobile

Tags: James Webb

James Webb acaba de nos transportar para um momento-chave da história do Universo

Três galáxias formadas menos de 600 milhões de anos após o Big Bang contam a história da primeira luz no cosmos. James Webb mostra-nos o momento de como tudo começou no Universo.

 


Telescópio Webb ainda não deve ter encontrado vida num exoplaneta… ainda!

Notícias recentes apontam dizem que o Telescópio Espacial James Webb da NASA poderá ter encontrado “sinais de vida” num planeta distante. E, claro, tais sinais provocaram entusiasmo. Contudo, um novo estudo põe em causa esta descoberta, mas também descreve a forma como o telescópio poderá verificar a presença do gás que produz a vida.


Telescópio James Webb faz descoberta curiosa no espaço profundo: álcool

O poderoso olho do Telescópio Espacial James Webb, da NASA, identificou produtos químicos vitais ao redor de duas estrelas jovens. Sim, o telescópio encontrou etanol (o álcool encontrado nas bebidas alcoólicas), bem como outro ingrediente encontrado no vinagre. Serão “sinais de alienígenas”?

Imagem Telescópio James Webb da NASA


James Webb descobre dois mundos alienígenas à volta dos corpos das suas estrelas mortas

Nenhuma estrela morre calmamente. Mesmo a mais pacífica das mortes estelares envolve terramotos, erupções e o derramamento de enormes quantidades de massa no espaço circundante. Este será o destino final do nosso Sol, que se transformará numa gigante vermelha que se poderá estender até Marte, antes de o seu material exterior se libertar e o seu núcleo colapsar numa anã branca ultradensa. Agora o James Webb descobriu algo curioso!

Ilustração de estrelas mortas com planetas ainda na sua órbita


Telescópio James Webb descobre o ingrediente chave para a vida na lua Europa de Júpiter

A Europa é uma das 92 luas do planeta gasoso Júpiter. É também aquela que tem gerado mais interesse, pelo seu oceano coberto de gelo. Nele, segundo os indícios recolhidos pela sonda da NASA, a Juno, contém um ingrediente chave para a vida, e o Telescópio Espacial James Webb (JWST) acabou de o detetar salpicado na superfície do gelo irregular da pequena lua.

Imagem de Júpiter e a sua lua Europa, fotografada pela NASA e analisada pelo James Webb