PplWare Mobile

Tags: exoplaneta

Descoberto o primeiro planeta gigante que gravita a sua estrela, uma Anã Branca

Recorrendo ao Very Large Telescope ou VLT, os investigadores descobriram algo inédito. Segundo os astrónomos, foram encontradas pela primeira vez evidências de um planeta gigante a gravitar uma estrela anã branca. O planeta descreve uma órbita próxima da anã branca quente, o resto de uma estrela do tipo do Sol.

O comportamento faz com que a sua atmosfera lhe seja arrancada, formando um disco de gás que circunda a estrela. Este sistema único dá-nos pistas de como poderá ser o nosso próprio Sistema Solar num futuro distante.

Imagem ilustrativa de um planeta gigante que orbita uma anã branca


Descoberto planeta condenado que tem recorde de menor órbita em torno da estrela

O planeta Mercúrio leva apenas 88 dias terrestres para orbitar o Sol. No entanto, o nosso planeta Terra necessita de um período orbital de 365 dias para o fazer. Estes dias são apenas alguns fragmentos de tempo se compararmos com Neptuno. Este gigante precisa de 164,8 anos da Terra para orbitar o Sol. Contudo, os astrónomos descobriram agora o exoplaneta NGTS-10b.

Este “planeta condenado” estabeleceu um novo recorde para a órbita mais curta. Assim, percorre a sua estrela em apenas 18,4 horas terrestres. Basicamente é como apanhar um voo de Nova York até Sidney na Austrália.

Imagem de um exoplaneta que orbita a sua estrela em 18 horas


Astrónomos detetaram vapor de água num planeta potencialmente habitável

O fenómeno agora descoberto pode parecer “insignificante”, até porque a água é comum no universo. Contudo, detetar este elemento a 110 anos-luz pode ser um passo muito importante. Nesse sentido, astrónomos encontraram vapor de água no exoplaneta K2-18 b, numa zona habitável da sua estrela.

A descoberta foi levada a cabo por duas equipas e publicada, esta quarta-feira, no repositório de artigos científicos Nature Astronomy.


Beta Pictoris C: Novo planeta gigante está a 63,4 anos-luz da Terra

Foi na órbita da estrela Beta Pictori que os cientistas descobriram um novo planeta gigante, o Beta Pictoris C. Esta descoberta acontece 10 anos após ter sido também encontrado um outro planeta gigante, o Beta Pictoris B. Os exoplanetas Beta Pictoris B e Beta Pictoris C estão em órbita da estrela Beta Pictoris.

O novo planeta está a 63,4 anos-luz da Terra. Sabe-se também que tem uma massa cerca de 3.000 vezes maior do que a do nosso planeta.

Beta Pictoris C: Novo planeta gigante está a 63,4 anos-luz da Terra


NASA descobre a “primeira super Terra próxima” – e pode abrigar vida alienígena

Nunca antes tivemos tanta tecnologia a vigiar o Espaço. Nesse sentido, é perfeitamente concebível que se descubram muitos astros que estão na nossa vizinhança. Desta vez a NASA, recorrendo ao telescópio espacial TESS, descobriu um planeta a cerca de 31 anos-luz de distância do nosso planeta. Segundo o que foi descoberto, esta super Terra poderá ter condições que abriguem vida.

Depois de conhecerem os dados recolhidos pelo projeto Transiting Exoplanet Survey Satellite, os astrónomos ficaram entusiasmados com o que encontraram. Este novo sítio no cosmos poderá ser habitável.

Ilustração na NASA do planeta GJ 357d