Quantcast
PplWare Mobile

Tags: exoplaneta

Se a Terra fosse um Exoplaneta, poderiam os extraterrestres saber que tem vida?

Temos de colocar em cima da mesa que os astrónomos extraterrestres estão a olhar para a Terra, de longe, de muito longe e podem estar a tentar perceber se há vida. Então, a pergunta que se impõe é como é que a Terra aparecerá aos astrónomos alienígenas? O que lhes estarão a dizer as suas observações sobre o nosso planeta?

É uma experiência de pensamento divertida, verdade? Contudo, a experiência é mais do que apenas divertida: é cientificamente instrutiva. Em muitos aspetos, é mais fácil estudar o nosso planeta e como ele aparece e depois extrapolar estes resultados até onde eles vão.

Imagem da Terra a partir de Marte


James Webb mostrou pela primeira vez um mundo alienígena

O Telescópio Espacial James Webb está a mostrar-nos que há mundos incríveis num universo ainda muito desconhecido. Haverá surpresas que não estamos à espera e que podemos dar com elas a cada imagem enviada para Terra. Nesse sentido, a NASA continua a maravilhar-nos com o trabalho do Webb. Temos visto fotografias de galáxias nunca vistas e também imagens espetaculares de planetas, como as imagens de Júpiter.

A sua última realização é a primeira imagem de um exoplaneta a ser tirada com este telescópio. Uma que é gigantesca. Trata-se do mundo alienígena HIP 65426 b.

Imagem de um exoplaneta captado pelo telescópio da NASA, o James Webb


Descoberto exoplaneta a 100 anos-luz da Terra pode ser inteiramente coberto com água

A tecnologia continua a patrocinar a descoberta de novos mundos que podem ser surpreendentes. Conforme foi agora partilhado, uma equipa internacional de investigadores liderada pela Universidade de Montreal descobriu um exoplaneta que poderá ser inteiramente coberto por água.

Trata-se do planeta TOI-1452b que está a cerca de 100 anos-luz da Terra.

Imagem ilustração de exoplaneta oceânico


NASA quer encontrar alienígenas através da deformação do espaço-tempo à volta do Sol

Quanto mais conhecemos o universo, mas nos apercebemos que podemos não estar sós. Com tantas galáxias e estrelas já descobertas, qual será a possibilidade de existir vida noutros planetas? A questão alimenta a curiosidade e a NASA tem um pano para descobrir alienígenas através da deformação do espaço-tempo à volta do Sol.

A missão de uma lente gravitacional solar (SLG) “oferece capacidades inigualáveis” para a deteção de vida extraterrestre, de acordo com um estudo.

Ilustração de um planeta com vida segundo a visão da NASA


Gliese 486 b é o planeta terrestre fora do sistema solar mais estudado pelos cientistas

Em 2021, uma superterra foi dada a conhecer ao mundo e alguns dados deixavam em aberto que poderia ser um exoplaneta muito interessante. O planeta, que recebeu a designação de Gliese 486 b, orbita a estrela anã vermelha Gliese 486, a 26 anos-luz de distância da Terra. Uma equipa científica internacional, liderada pelo Centro de Astrobiologia (CSIC-INTA), mediu a massa e o raio de um exoplaneta do tipo Terra com uma precisão sem precedentes.

O interesse e trabalho desenvolvido neste novo mundo encontrado “perto de nós” tornou possível prever como poderia ser a estrutura e composição do seu interior, bem como a sua atmosfera. Os dados são muito interessantes.

Ilustração do terreno do Gliese 486 b imaginado pelos cientistas