Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Dark Web

Como a “Dark Web” se está a espalhar pelas redes sociais?

Face aos ataques informáticos que têm ocorrido em Portugal, as palavras “Dark Web” ganharam mais destaque. É verdade que este “conceito” de Dark Web nem sempre é bem explicado, mas é importante que as pessoas fiquem a saber do que se trata e eventuais perigos.

Mas afinal como é que a Dark Web se está a espalhar pelas redes sociais?

Como a "Dark Web" se está a espalhar pelas redes sociais?


Jovem que planeava “massacre” foi identificado em chats e Dark Web

Portugal ainda está abalado da notícia que ontem foi veiculada pela Polícia Judiciária (PJ). De acordo com as informações, a PJ impediu que, no dia de hoje, fosse levado a cabo um massacre que estava a ser planeado por um jovem português de 18 anos.

De acordo com as informações, o jovem foi identificado graças a chats que várias plataformas e a “movimentações” na Dark Web.

Jovem que planeava "massacre" foi identificado em chats e Dark Web


Dados pessoais de 2,4 milhões de portugueses aparecem na Dark Web

A Internet não é apenas aquilo que muitos conhecem! A título de analogia, a Internet é apenas uma ponta de um enorme iceberg de dados, conteúdos e sites. Depois há a Dark Web, o lado mais obscuro da internet onde acontece tudo o possível e imaginável.

Foi nesta “Internet negra” que recentemente apareceram os dados pessoais de 2,4 milhões de portugueses.

Dados pessoais de 2,4 milhões de portugueses aparecem na Dark Web


COVID-19: Vacinas não verificadas vendidas na Dark Web

Tudo aquilo que pensamos conhecer da Internet corresponde apenas a uma pequena parte daquilo que ela pode efetivamente oferecer. Se por um lado estamos familiarizados com a parte boa, por outro, existe a Dark Web que aloja conteúdos inimagináveis e, na grande maioria das vezes, ilegais.

Aparentemente, uma empresa de cibersegurança descobriu que estão a ser vendidas, na Dark Web, doses de vacinas contra a COVID-19.

Dark Web


Europol encerra a DarkMarket, a maior loja ilegal da Dark Web

Para quem não sabe, aquilo que conhecemos da Internet é apenas uma ponta de um enorme iceberg de dados, conteúdos e sites. O lado negro é a Dark Web, a zona mais obscura da Internet profunda. E a grande parte dos domínio aqui alojados são direcionados para práticas criminosas.

Mas agora a Europol anunciou o fecho daquela que é a maior loja ilegal da Dark Web, designada DarkMarket.