Quantcast
PplWare Mobile

Jovem que planeava “massacre” foi identificado em chats e Dark Web

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


    • honorato says:

      ainda agora numa reformada ao telefone na sic noticias agradecer ha PJ quando foi o FBI que descobriu e informou a PJ. a pj nem sabia que rapaz planeava hoje atacar a a universidade foi preciso os de fora dizerem o que se passa ca dentro isto é uma vergonha terem que ser os outros a avisar-nos.
      se nao fosse o FBI a informar a pj hoje tinha acontecido um massacre

      • Nuno Teixeira says:

        A isso chama-se cooperação internacional

      • Manuel Joaquim says:

        Não é vergonha nenhuma.
        Nem todos os países tem condições (conhecimento ou financeiras) para vigiar tudo e todos, não há problema nenhum nisso, por isso é que existem aliados e tratados de cooperação.

        Hoje foi o FBI a informar a PJ, noutros casos pode muito bem ser ao contrário (não consigo dar exemplos em concreto, mas já aconteceu a PJ (ou a secreta portuguesa) dar informações aos americanos), nada de novo, nada do outro mundo

        Ainda bem que há cooperação

        • Aí aí ai says:

          Nao temos porque o dinheiro vai para pagar viagens, carros e casas para os demais políticos e amigos

          • p_t says:

            Um sistema de vigilância desses tem um custo exorbitante. Não há viagens, carros e “casas” que paguem isso. Conversa de taberneiro.

          • zzz says:

            calma aí Ventura.não estamos no café.

          • Manuel da Rocha says:

            Saberá vosso eleitor enganado que um sistema de gestão de tráfego custa mais de 6000 milhões de euros… para cada operadora? Agora some 50000000000 vezes, aquele valor, para perceber o porquê de 90% da “dark web” estar a ser gerida pelos EUA.

  1. Zé Fonseca A. says:

    Uma vergonha isto, já nem na darkweb as pessoas têm direito à sua privacidade.
    Se eu fosse o jovem processava o FBI e a PJ.

    Isto vai dar direito a 2 anos com pena suspensa, vai ser expulso da faculdade mas vai ingressar noutra, provavelmente na Guarda ou Covilhã e cumprir o seu plano.

    • Nuno Teixeira says:

      Só podes estar a brincar em relação à darkweb. Ainda bem que há pessoas infiltradas nesses sistemas para detectar esses malucos.

    • David says:

      Não confundas anonimato com privacidade

    • Ze da esquina says:

      Há uns anos a traz tivemos os especialistas em planeamento florestal quando houve os incêndios. Recentemente tivemos os especialistas em infetologia e farmacologia devido ao covid. Temporariamente converteram-se em especialistas de intervenção militar com a tensão Rússia Ucrânia. Por último estes especialistas todos enveredaram na área de segurança informática.

    • PorcoDoPunjab says:

      Juanito, pelo que já li sobre isto, ele cometeu erros de amador, e ainda bem que os cometeu.
      Primeiro, não se fala nisto com ninguém, pelo menos sem saber quem.
      Dá a entender que um polícia infiltrado falou com ele no chat.

      Segundo, comunicações, sempre sabendo quem está do outro lado, encriptadas com pgp directamente no notepad e depois copiadas para o email ou app.

      O resto é básico, usar vpn registada em nome de terceiros e nunca usar o Windows.
      Coisas que pelos vistos ele não sabe e ainda bem…

      Isto é com cada maluco….
      Até neste país, tão pobre, querem fazer isto pior do que já é.

  2. C says:

    Quem fez bullying ao rapaz na faculdade devia tb sofrer consequências

  3. Sabe-se lá says:

    Não foi uma nem duas vezes que vimos atendados lá fora: em França, na América (dezenas), na Alemanha… por aí fora.
    Em conversas sobre este tema, de vez em quando surgia a frase: “Qualquer dia vai haver algum que se vai lembrar: É só no estrangeiro? Porque é que em Portugal não acontece nada?…”
    Chegou o dia…. Esperemos é que este seja “filho único”! E se não for, que o próximo nasça a 30 de Fevereiro.

  4. manel says:

    Cura-te chavalo lol

  5. Pedro says:

    “…e, principalmente, pelo universo Anime, expressão que, habitualmente, está conotada com a banda desenhada oriunda da cultura popular do Japão” O que é que uma coisa tem a ver com a outra?? Estas noticias realmente as vezes fazem tanto sentido…

    • Zé Victor says:

      É verdade. Os animés são violentos e nem deviam existir!!!

      • Sabe-se lá says:

        “Os animés são violentos e nem deviam existir!!!”
        Primeiro: depende dos animes.
        Se entramos em “coisas violentas não deviam existir”, então vamos já apagar GTA’s de todas as plataformas disponíveis, e cancelar o desenvolvimento do 6. 😉

        • Micas says:

          E cancelar torneios de boxe, luta livre, judo, etc., etc.. É verdade que tudo quanto é violento deve ser banido, mas … e como é que as industrias de armamento e afins poderiam sobreviver? como é que os exércitos poderiam existir? Já viram o desemprego que se criava?

      • iSheepNot says:

        Aconselho-te a informares-te melhor sobre o animé. Mas aqui vai uma ajuda.

        O animé, versão animada dos manga (vulgarmente conhecida como desenhada japonesa apesar de ser mais abrangente), é muito profunda na cultura asiática, em especial na japonesa. É uma forma de arte/expressão usada para explorar vários temas da sociedade (desde os mais construtivos aos destrutivos e controversos) em várias perspectivas para todas as faixas etárias e diferentes grupos sociais.

        Exemplos:
        – Pokémon fala da relação entre pessoas e animais nas suas várias perspectivas mas tenta ensinar a cuidar e tratar bem dos animais;

        – Samurai X/Rurouni Kenshin conta parte da história sangrenta do Japão mas passa mensagens importantes dignas de reflexão;

        – Dragon Ball conta a história da lenda do Rei Macaco chinês e procura passar a mensagem de que com paciência, dedicação, perseverança, amor e amizade conseguem-se grandes feitos mas que no processo há muitos desafios;

        – Shin-chan explora os desafios de educar crianças difíceis.

        – Sailor Moon/Navegantes da Lua explora o mundo da adolescência feminina e os vários desafios típicos dessa fase.

        – Oliver Tsubasa (futebol), Kuroko no basuke (basketball) exploram o mundo do desporto e os desafios encontrados no percurso para os grandes palcos

        A lista é longa e há também animés que que exploram o lado obscuro da mente humana de formas bastante expressivas como violência doméstica, e vítimas de violação, canibalismo, exploração sexual infantil, experiências em humanos na busca de curas para doenças, etc.

        Cada um escolhe o que quer ver.

      • Luis Henrique Silva says:

        ès msmo parvo nem sabes o que é o anime, e nem todos são violentos.
        Para isso proibia-se todos os jogos de guerra violência, GTA, call of duty, etc.
        Os filmes, por ai vai….enfim…..
        Vi muito anime na infância, desde dragon ball, rurouni kenshin, e não sou maluco por andar ai a pensar a fazer ataques terroristas…..

        O problema muitas das vezes já vem de algum trauma, digo trauma, problemas familiares, o bullying, etc. Este tipos de pessoas com este tipo de atitudes vem sempre associado a alguma desestruturarão familiar ou social. Não é por receber amor e boa educação que assim ficam, ele provavelmente vai receber ajuda em algum hospital para o resto da vida.

      • Dc says:

        Se fores por aí a maioria das coisas existentes neste mundo não deveriam existir. Que lógica…

      • John Doe says:

        Sobretudo o Hentai, violencia extrema.
        (Ouvi dizer, nunca vi…)

    • Nuno Teixeira says:

      Tu é que estás a fazer essa associação.

  6. B@rão Vermelho says:

    O que faz falta ao rapaz é uma namorada, assim tinha a vida mais preenchida
    O Bullying é terrível este tipo de pessoas já por si é complicado não ter competências sociais e ainda sofrerem de Bullyng e tornam-se em “terroristas”, ou agressivos atrás do teclado, mas para se chegar a um ponto deste, eu pessoalmente tenho pena do rapaz, deve de ser triste não ter amigos para conviver, ainda bem que foi travado a tempo antes de fazer algo que se iria arrepender para o resto da sua vida.

    • Vasco says:

      Nem mais. Faço minhas as suas palavras. Agora arranjou uma complicação para a vida dele, se vier a existir condenação ficará com cadastro, provavelmente será expulso da universidade, e tudo por causa de uma fantasia, de um fetiche. Namorada e umas idas ao psiquiatra para arrumar bem aquelas ideias teria sido bem melhor.

    • Mellow says:

      Sim claro, porque um namoro temporário de adolescente que vai acabar mal e cedo é tudo o que uma pessoa precisa LOL

    • John Doe says:

      O “resto da vida” ia ser curto, a ideia era ser morto pela policia, como é habitual.

  7. Sapien says:

    Certo, e ser uma pessoa preconceituoso e meter tudo no mesmo saco não assusta nada não é juanito…
    Este comentário é bem preconceituoso em que pegas “no nerd” e generalizas… Afinal quando é que és nerd? Quando jogas? Quando usas o PC? Quando não largas o telemóvel? Eh pah assim sendo, 50% do mundo são nerds, 90% dos jovens são nerds, 100% das “influencers” são nerds e também todos os estudantes são nerds Mas pronto sei que tu nem vais atingir o foi dito aqui. Juanito, se calhar é por malta como tu que muita outra malta se torna introvertido. Por rótulos que são postos por pessoas como tu!

  8. jaugusto says:

    O facto de surfar nesses sites não quer dizer nada,,, eu na minha cozinha tb tenho facas e uma garrafa de gás!! Mais um exagero mediático …

    • Nuno Teixeira says:

      Sim, foi mesmo isso. Eles prenderam-no porque tinha facas na cozinha e usava uma botija de gás.
      Haja paciência…

    • PorcoDoPunjab says:

      E além das facas e das botijas também escreveu um plano para rebentar com alguém, ou esqueceu se dessa parte?

      Tem noção do ridículo que vc é?

      • nuno a says:

        quem escreveu a Casa de Papel foi preso por planear um roubo á casa da moeda espanhola? sem acto consumado não passa de uma historia de ficção , não há flagrante não foi apanhado com armas na universidade, o que tem de existir sim é avaliação psicologica para tentar perceber se realmente queria cometer o crime ou era apenas fantasia

        • Manuel da Rocha says:

          Quem gravou um vídeo a anunciar “100 a 400 mortos neste dia 11 como prova que não passam de seres inferiores”, colocando-o num serviço para ser publicado no dia 11 de Fevereiro de 2022, ás 18:45, 49 horas antes dessa data, devia ter 30 facas, 2 espadas, 2 katanas, 25 botijas de gás de campismo e 20 litros de gasolina, por mera coincidência.

        • John Doe says:

          Vide: intenção.

  9. says:

    dark web não é um termo racista?

    Nas configurações duma extensão de segurança no chrome, mudaram o termo “blacklist” para “grey list”, mantendo o termo “white list”. A raça branca continua a ser a privilegiada, ou quererá dizer que a denominação “cinza” permite passagem “branca” e “preta” e mistura tudo?

    darkweb, cyberataques, cybersegurança e brevemente a cyberpolice!!!!

    meus amigos, a “darkweb” é toda a comunicação eletronica, em que nenhum governo ou policia consegue controlar. O reddit de certeza que não é darkweb

  10. Gianluigi Buffon says:

    O suspeito teria na sua posse armas, como uma besta, dardos, armas brancas um autentico terrorista de trazer por casa e brincadeira nem uma boa AK 47 como um bom terrorista esse amador tinha cadeia com ele odeio amadores

  11. nuno a says:

    a minha duvida é:
    planear não é o mesmo que executar , como pode ser condenado por terrorismo se não comete nenhum acto terrorista??

    • Vasco says:

      Eu não tenho a certeza, mas penso que a intenção de praticar um acto ilegal, neste caso de terrorismo, pode dar origem à aplicação de medidas de coacção temporárias. Mas a mais nada para além disso, e muito menos levar a condenação por terrorismo. Mas posso estar completamente errado. Como diz, ele não cometeu de facto nenhum acto, pois foi detido preventivamente.

    • Sabe-se lá says:

      Mas hoje abriram a creche aqui? 🙂
      Então ele ter armas em casa e ter o plano, escrito, de como iria realizar o ataque não chega para o condenarem?
      É premeditado! é tentativa! Não chega?
      É preciso matar realmente para ser condenado? A Prevenção serve para quê?
      Pronto, nuno a, já podes ir para casa escrever 100 vezes: “Tentar cometer um crime também é punível.”

    • Manuel Joaquim says:

      Por exemplo, a Lei consagra o “Homicídio na forma tentada” para ser usado quando alguém não consegue executar o seu plano de matar alguém de forma deliberada.

      Não sou jurista, mas acredito que aqui se aplique o mesmo… “terrorismo na forma tentada” ou algo parecido

      Faz sentido?

      • Vasco says:

        Manuel Joaquim, eu também não, mas eu penso que só se o tivessem apanhado a caminho da universidade, literalmente com a “boca na botija” e com as armas dentro de uma sacola, é que poderiam alegar o terrorismo na forma tentada. De substantivo e material apenas têm a posse de armas proibidas – encontradas em casa.

        • nuno a says:

          pois também acho que seja mais isso Vasco, acho que não vai dar em nada a não ser acusado por ter armas ilegais, não parece que possa ser acusado de um crime que não cometeu. a descriçao escrita de como ia “fazer” o acto pode ser tratada como uma obra de ficção, fantasia etc… como não foi levada a cabo não pode ser considerada um facto ou prova, julgo eu nao sei

        • Manuel da Rocha says:

          Existe um vídeo dele em que anuncia que foi quem efectou o atentado e que matou “seres inferiores”, ao mesmo tempo que se considera um mártir da sociedade.
          Esse vídeo, chegava para o levar a ser preso por terrorismo.
          Ao que se somam mais de 30 armas e várias garrafas de gás (de campismo, algumas já preparadas para explodir), 20 litros de gasolina e 3 folhas com mapas da universidade e as localizações onde iria colocar as botijas e despejar a gasolina, para matar o máximo de pessoas, ficando à saída a matar quem tentasse fugir ao “inferno de seres inferiores”.

    • Há cada gajo says:

      Vamos esperar que aconteça para depois acusar. Não comete nenhum acto, então como justifica o arsenal de armas e as incursões pela dark web ? Vamos esperar pelo ato terrorista ?

    • John Doe says:

      Realmente… deviam deixar consumar o acto e só depois prender o rapaz.

  12. Vasco says:

    Bom trabalho por parte da PJ que com base nas pistas fornecidas pelo FBI agiu para prevenir um potencial acto terrorista. Por outro lado, até que ponto alguém pode ser privado da liberdade por frequentar sites e fóruns dedicados à troca de ideias sobre terrorismo? Claro que quando se alia essa frequência à posse de armas brancas e substâncias explosivas, o caso deve subir de escalão e a pessoa investigada. Contudo, desconheço se a mera posse de armas proibidas pode correlacionada com a frequência de espaços onde se trocam ideias relacionadas com actos terroristas, de modo a permitir privar alguém de um direito fundamental. Também se coloca a questão de saber quais são os limites que a sociedade está disposta a aceitar para prevenir a ocorrência de crimes. Se os parâmetros forem por exemplo a visualização de filmes de guerra e a posse de armas proibidas, creio que existirão dezenas de milhares de potenciais terroristas em todo o país… Segundo consta o rapaz elaborou um plano escrito com detalhes sobre o ataque que tencionava levar a cabo, mas será que tencionava mesmo passar da escrita aos actos? Uma obra de ficção literária nascida na mente de um rapaz com problemas de integração, constituirá por si mesma um elemento auxiliar de prova da intenção de matar?
    É que materialmente, ele não cometeu um crime de terrorismo. Vai ser acusado da intenção de vir a cometer um crime? Penso que tirando o facto de terem sido encontradas armas proibidas, dificilmente poderá ser condenado por prática de terrorismo. Eu concordo com a denúncia do FBI e com a subsequente acção da PJ, pois os indícios pareciam ser suficientemente fortes para que se actuasse preventivamente, mas penso que um bom advogado (que o rapaz não tem pois ouvi na rádio que será um defensor oficioso a proceder à sua defesa) rapidamente conseguirá desmontar a tese do terrorismo. O principal a extrair daqui é pensarmos todos até que ponto estaremos dispostos a aceitar que nos privem da liberdade mesmo que não tenhamos cometido nenhum crime material, baseados apenas nas suspeitas fornecidas por um algoritmo que vigia fóruns frequentados por radicais.

    • Nuno Teixeira says:

      Estás a misturar tudo. Desde quando é que ele perdeu a liberdade de frequentar esses sites? Foi detectado esse comportamento e daí tentou-se ver, de facto, o que estava a acontecer na realidade.
      Tanto é que não foi detido imediatamente mas ao fim de 4 dias ao que parece.
      E sim, prefiro que haja agentes infiltrados nessas redes para detectar esses radicais malucos.

      • Vasco says:

        Não estou nada. Eu não disse que ele perdeu a liberdade apenas por frequentar os sites ou os fóruns radicais, mas sim em correlação com o facto de também possuir armas brancas e um descritivo por escrito do plano que alegadamente tencionaria levar a cabo, e o que eu questiono é até que ponto baseado na presunção do cometimento futuro de um crime que ainda não ocorreu, se pode prender alguém preventivamente, e quais serão os limites aceitáveis. É que eu suspeito de toda a gente, e por mim estava tudo na cadeia (eheheheh), mas tu tens o direito de achar que as minhas suspeitas não te podem privar da tua liberdade enquanto não cometeres um crime. E bem, no meu entender. De resto estou de acordo com a prisão preventiva do rapaz, mas sinceramente para além de ter armas proibidas, não sei de que o poderão acusar mais. Deveríamos pensar melhor até que ponto estamos dispostos a ir para prevenir a ocorrência de crimes. É que todos estamos de acordo: deve existir essa prevenção, mas quais são os limites aplicáveis?

      • Vasco says:

        Reli o meu comentário e de facto percebo a dúvida, pois ter escrito ” Por outro lado, até que ponto alguém pode ser privado da liberdade por frequentar sites e fóruns dedicados à troca de ideias sobre terrorismo? ” induzo em erro. O que eu me quero referir é a isso em conjunto com a posse de armas proibidas e aos textos onde alegadamente ele escreveu o plano. De notar que o FBI não sabia se ele tinha ou não armas em casa e portanto a denúncia feita à PJ deve ter sido feita exclusivamente com base nas coisas que terá escrito em fóruns. Depois a PJ actuou e bem com base nessa denúncia e associou as ideias do rapaz à posse das armas que encontrou no espaço onde ele mora – ou pelo menos é isso que aparece nos orgãos de comunicação.

    • Manuel Joaquim says:

      Pondo de parte o facto de frequentar sites e ver imagens de violência, o que ouvi nos noticiários da TV é que ele foi apanhado com armas e COM um plano escrito e pormenorizado do que ia fazer e como como ir fazer.

      Vamos lá a ver, “um bom advogado” vai alegar o quê?
      Que as armas eram apenas para colecionar e o plano escrito não passava de palavras ocas ao vento?

      Achas mesmo que ele se safa assim?

      • Gianluigi Buffon says:

        as armas eram dados e uma facas de cozinha palhacada

        • Manuel da Rocha says:

          2 machetes (adquiridas na terça-feira), 2 katanas (compradas na quarta-feira), 24 botijas de gás (mais de metade estavam lá ligadas prontas a explodir 5 minutos depois de acender o rastilho) e 20 litros de gasolina, fora uma besta com 36 setas, na albarda, e 5 caixas de fósforos grandes, além de meia dúzia de isqueiros.
          Tudo coisas normalíssimas de ter em casa…

      • Vasco says:

        Eu acho que um bom advogado desmonta a tese da prova, desde logo com o facto de que o FBI não tem jurisdição nenhuma sobre o nosso país, e de que em Portugal, para ser efectuada a violação das comunicações de âmbito privado terá de ser o Ministério Público a proceder a essa autorização prévia, mediante autorização de um magistrado. Até que ponto a participação num fórum da dark web pode ou não ser considerada do ambito privado, ou se o rapaz falou com uma pessoa ou com um grupo inteiro, se usou ou não de encriptação nas conversas e tudo o resto, isso já não sei, mas parece-me que pela lei portuguesa isso poderá não ser admitido como prova. Depois e para além da conversa, quais são os factos relevantes existentes para que possa ser consubstanciado o cometimento do crime? Ele matou ou feriu alguém? E que sanção se poderá aplicar sem prova material do cometimento do crime de terrorismo? Olha que um bom advogado safa-o na hora…

        • Manuel da Rocha says:

          Um bom advogado vai tentar justificar o caso e aceitar 5 anos de prisão numa instituição psiquiátrica, seguida de uma análise comportamental para ficar 5 anos em liberdade condicional.
          Com 24 botijas de gás equipadas com rastilho para explodirem, 20 litros de gasolina, 30 e tal facas, 2 katanas, 2 machetes e 3 páginas onde tinha um mapa onde marcou os locais a “botija” e “despejar a gasosa, acendendo 93 segundos depois”…
          Até era um grande aluno, pois o plano iria matar centenas de alunos, incendiando os corredores, ao mesmo tempo que as botijas de gás matavam quem fosse a fugir pelo caminho que ele tinha decidido… sendo que os que escapavam tinha 36 flechas, além das 4 espadas e de umas dezenas de facas.

        • just saying says:

          vendo este tipo de comentário e outros feitos por si anteriormente , leva me a pensar que seria melhor esperar para que o crime fosse cometido , com todas as consequências associadas para se confirmar que houve de facto intenção. numa coisa tem razão neste país e tendo em conta como a justiça atua em certos crimes , um advogado , mesmo oficioso , safa o rapaz na boa. mas que ele devia ser condenado e preso por uns bons anos , isso devia , quanto mais não fosse , para não brincar com coisas deste género , com intenção ou não. depois do 11 de Setembro em alguns países os serviços de segurança ,investigação e espionagem , como o FBI e outros europeus , podem deter uma pessoa so por pesquisar na internet, normal web , temas relacionados com terrorismo e algumas religiões.

  13. Pedro says:

    Independente se foi com ajuda externa e blabla… fico feliz pelo resultado. Que venham mais ajudas externas, dicas e outras informações que aqui não mora vergonha nesse assunto

  14. Informático Amador says:

    A PJ pode ter feito a vigilância e a detenção, mas quem topou o tipo, foi o FBI. E foi o FBI quem avisou, caso contrário, só dávamos pelo tipo, depois do ataque feito. Mas enfim, a luta contra o terrorismo tem de ser comum e inter-Países. Desta vez, escapámos. Mas convinha investir mais em CiberSegurança e menos nos “Elefantes Brancos” habituais.

    • Manuel da Rocha says:

      Ainda falta é explicar como é que o rapaz iria levar 24 botijas de gás, 4 garrafões de gasolina e a artilharia toda, se não tinha carro e se deslocava em ubers ou em transportes públicos. Talvez tenha sido esse o medo da PJ para ter avançado mais cedo e prender antes do plano estar em acção… alguém com 20 litros de gasolina e 24 botijas de gás, dentro de uma carruagem do metro ou um autocarro…

  15. Rui says:

    Satisfeito por este caso ter tido um final feliz.
    Mas desapontado com a forma como e media portuguesa anda a expremer isto. Noutros paises ouve-se de casos que sao impedidos antes de acontecer mas nao se ve esse tipo de visibilidade – muitas vezes nestes casos sensiveis ate os media estao em sintonia com as autoridades abafando o maximo possivel para evitar copycats e nao dar “publicidade” gratuita a este tipo de gente.

  16. Fernando says:

    A ameaça foi considerada válida, porque os relatórios faziam enfase à condição do individuo (autismo)… agora, o que está por destras da atitude que “tomou”, só quem vai analisar o processo o poderá dizer, aguardemos…

  17. adbu says:

    Ele por frequentar sites violentos e por ter em casa facas e pouco mais não indica que fosse efetuar nenhum massacre.
    Aliás, caso estivessem certos de que ele ia cometer o ataque no dia seguinte, apenas tinham que esperar que ele saísse de casa com as “armas” e aí era apanhado com intenção de cometer um atentado.

    • Manuel da Rocha says:

      Sair de casa com 20 litros de gasolina, 24 botijas de gás (prontas a explodir) e algumas armas brancas, além de uma besta com 36 setas, é que ele não tem carro próprio. Já pensou o que seria o jovem despejar a gasolina numa carruagem do metro e deixar cair uma botija?

    • John Doe says:

      Levar as armas consigo náo significa que as fosse usar. Deviam esperar que ele fizesse o massacre para depois o apanharem.

  18. PorcoDoPunjab says:

    Alô Ivo Rosa, este é um bom caso para fazer boa figura… Ahahah

  19. Tózé says:

    Nestes casos, embora não chegasse a haver crime, têm que ser severamente punidos e estou a falar de ficar atrás das grades pelo menos até aos 30 anos. Senão vai tentar de novo e embora a PJ já o conheça, vai ser um custo exorbitante andar atrás dele. Ponto final.
    Outra coisa é investigar a vivência destes jovens que dão nisto, sofreu de bullyng? Quem teve responsabilidades nisso. Hoje faz-se bullyng às claras (até no Big Brother) e ninguém liga. Para mim é tão grave como racismo ou outros ismos.

  20. Profeta says:

    Nao cometeu crime pois claro, mas nao deixa de ser maluco e ter pensado em fazer algo. Agora para o condenarem tem de acontecer algumas pessoas conhecerem o criador mais cedo ? SE assim e ninguem esta a salvo e a lei e inutil nesse sentido.

  21. John Doe says:

    Para os que dizem que “não cometeu crime”:
    https://dicionario.priberam.org/crime

  22. fogo says:

    Como é que se distingue o “crime na forma tentada” de crime na forma planeada?
    No filme Minority Report, com o Toino Cruz, também detinham os “criminosos” antes do de cometerem o crime… Este rapaz sofre de autismo e sabe-se lá que mais desiquilibrios, já deviam ter soado muitas campainhas para que não se chegasse a isto. Mas do mal o menos! pelo menos foi evitado um mal maior…

  23. Big Boss says:

    Vejam a ted talk “I Was Almost A School Shooter” no youtube para entender melhor o caso.

  24. diogo says:

    A NSA tem um orçamento de 3.6 Biliões é lógico que uma boa parte da rede TOR hoje em dia é controlada por eles, quem acha que por usar o TOR está anónimo anda a comer gelados com a testa.

    A NSA reportou ao FBI e o FBI a PJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.