Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Daimler

BMW e Volkswagen multadas por limitarem utilização de tecnologias amigas do ambiente

As construtoras automóveis alemãs, como a BMW, a Volkswagen ou a Daimler, estão novamente a ser visadas por ações legais na Europa. Desta vez o problema não está em alterações realizadas nos seus carros, mas sim na tecnologia que os poderiam tornar melhores.

Este não é um caso novo, mas agora a Comissão Europeia revelou o valor da multa que vai aplicar a estas marcas. Ao todo são 875 milhões de euros que estas vão ter de desembolsar por limitarem o acesso a tecnologias que poderiam tornar os seus carros menos poluentes.

BMW Volkswagen Daimler Comissão Europeia multadas


Afinal, a Mercedes-Benz vai conseguir produzir 50 000 carros elétricos

Recentemente demos a conhecer que a Mercedes-Benz iria cortar para metade, ou seja, para 30 000, a produção do seu modelo elétrico Mercedes EQC, devido à falta de baterias suficientes.

No entanto, agora a Daimler vem desmentir e afirmar que, pelo menos, 50 000 viaturas serão produzidas em 2020.


Mercedes-Benz corta produção de carros para metade… porque não há baterias

Muito se fala em carros elétricos, sobretudo associado às alterações climáticas. Mas… e se não houver baterias que providenciem energia aos carros?

Bem, foi exatamente por falta deste essencial componente que levou a Mercedes-Benz a cortar para metade a produção dos seus carros elétricos.

Imagem Mercedes com baterias


Mercedes desvenda mais do futuro EQA, carro elétrico que deve chegar ao mercado em 2020

A Mercedes, tal como as suas concorrentes, aposta cada vez mais na eletrificação. Assim sendo, prepara-se para lançar o EQA já em 2020, que deverá ser o seu carro elétrico mais barato.

Na apresentação do novo GLA, a fabricante alemã mostrou um pouco mais deste veículo, que demonstra ser muito diferente do concept inicialmente proposto.

Mercedes desvenda o futuro EQA, carro elétrico que deve chegar ao mercado em 2020


Mercedes e Bosch iniciam testes do seu serviço de condução autónoma

O investimento da Mercedes, pertencente à Daimler, na condução autónoma tem sido notável. Nesse sentido, em colaboração com a Bosch, serão iniciados os testes do seu serviço de condução autónoma. Podendo ser definidos como “táxis autónomos”, estes veículos vão entrar agora em ação!

Tal vai ao encontro do memorando assinado no ano passado, que deu a conhecer este projeto. Acima de tudo, os testes serão cruciais para testar a tecnologia que vem sido desenvolvida pelas duas empresas!

Mercedes e Bosch iniciam testes do seu serviço de condução autónoma