Quantcast
PplWare Mobile

Tags: cibercrime

A água também pode ser “hackeada”? Cibercriminosos ao ataque…

Os cibercriminosos continuam em forte ação! O cibercrime  pode ser transversal a todos os serviços que se possam imaginar. A dependência da tecnologia e a ligação à rede, possibilita que, de uma ponta do mundo se possa atacar algo do outro lado do mundo.

O uso de ferramentas de acesso remoto para fins de controlo e alteração dos níveis químicos nas redes de abastecimento de água é agora uma real possibilidade para agentes do cibercrime.

A água também pode ser "hackeada"? Cibercriminosos ao ataque...


Microsoft é a marca mais usada para os golpes dos criminosos, diz estudo

Cada vez mais, ao navegarmos na Internet, temos que ter muita atenção aos sites que visitamos. Em muitos casos, as páginas a que acedemos são criadas para burlar o utilizador através do roubo dos dados, ou o chamado phishing.

Nestes crimes, há quase sempre marcas conhecidas envolvidas, de forma a dar credibilidade ao esquema fraudulento. Uma recente pesquisa revela que a Microsoft é a marca mais usada pelos criminosos para levarem cabo os seus golpes virtuais.


Portugal: Rede nacional “robusta, formal e interventiva” para Cibercrime

A Procuradora-geral da República, Lucília Gago, determinou criação de uma rede nacional “robusta, formal e interventiva” para combate a um tipo de crimes cada vez mais exigente em termos de investigação, os cibercrimes.

O objetivo passa por um combate mais eficaz contra um tipo de ilícitos que “traduzem atuações concretas tecnicamente complexas e sofisticadas”.


SimSIC 2017: Simpósio em Segurança Informática e Cibercrime

No dia 18 de maio terá lugar o VIII Simpósio em Segurança Informática e Cibercrime – SimSIC 2017 no auditório principal do Instituto Politécnico de Beja. Este é o evento de referência nacional no que se refere à segurança informática e ao cibercrime, e este ano aborda o tema das criptomoedas e do dinheiro eletrónico, que será certamente a próxima Grande Revolução da Internet.

O Pplware é Media Partner.


Cibercrime: Portugal fez 8 mil pedidos a gigantes da Internet

Recentemente foi publicado o relatório da atividade do Gabinete Cibercrime referente ao período entre setembro 2015 e dezembro de 2016.

Das muitas informações disponibilizadas, destaque para o facto de Portugal ter feito 8 mil pedidos ao Facebook, Microsoft e Google para ajudar a combater o Cibercrime.