Quantcast
PplWare Mobile

Sondagem: Qual o Sistema Operativo que mais utilizam?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. Rui says:

    É o esperado. E a Microsoft não tem mais percentagem, porque o público alvo da pplware é no mínimo um bocado mais bem informado que o público em geral. Porque o comum dos mortais não conseguia “sobreviver” a nenhum SO Linux à minha dificuldade.
    Neste aspecto, o windows é de longe o mais versátil e fácil de utilizar, funciona em qualquer coisa (ainda não experimentei no novo raspberry) desde um PC de 100€ até várias centenas de milhares ou mesmo milhões (windows server).

    • anónimo says:

      O problema do Linux não ser tão utilizado como Windows não é ser mais complicado, é a falta de suporte para certos programas/jogos. Algo que não vai mudar num futuro próximo.

      • Rui says:

        A complexidade inviabiliza também a sua disseminação. Instalar drivers no Linux não é a mesma coisa que corrermos um executável no windows (basta o duplo-clique). Já nem vou para o terminal, aí é que quase toda a gente ficava a olha para o “palácio”.
        O windows…. falem bem ou mal, funciona em qualquer lado e sem grandes problemas, mesmo sem drivers, o windows reconhece quase tudo o que existe à face da terra.

        • celso says:

          Nao concordo com isso. Uso o ubuntu desde a versão 6 e sinceramente, acho que atualmente o ubuntu reconhece tanto hardware como o windows. Tenho também o Windows 10 e apesar de achar que está muito bom, continuo a preferir o ubuntu, mais concretamente, ubuntu gnome. Detecta automaticamente as minhas duas gráficas, integrada e discreta, alterna entre a que é necessária e o windows nao o consegue fazer. Para conseguires no windows, tens que instalar os drivers das 2 gráficas e tem que ser na ordem correta, senão dá bronca. HDD’s, wireless, routers, teclados, ratos, até à data, a única coisa que falha e que sempre falhou no ubuntu, foi as teclas FN para aumentar ou diminuir a luminosidade nas gráficas intel. Nunca funcionou devidamente.

          • kekes says:

            Quando te queime um CPU e a grafica discreta como fez a versão 11.04 comigo, por acaso tive sorte com a garantia. Com as duas peças reparadas continuava a fazer o mesmo, temperaturas elevadissimas.

          • JF says:

            Não, não reconhece. E tu próprio te contrarias. começas por dizer que reconhece mais que o windows e acabas a dizer que as teclas “FN” não funcionam ou seja o teu teclado não funciona em pleno como em windows. Toda a gente diz isso até ter algum componente que não seja reconhecido.
            Quanto às gráficas é óbvio que os drivers tem de ser instalados correctamente e com uma certa ordem. Da mesma forma que tens de instalar o driver do chipset primeiro para que a gráfica dedicada seja reconhecida não é?

          • celso says:

            JF, saca o windows, e vê se ele te reconhece tudo e depois saca o ubuntu e faz o mesmo. Depois vê as diferenças. Até as Pens de internet o ubuntu reconhece e o windows nao! E onde me contrario? É que no ubuntu nem instalo qualquer tipo de driver para seja o que for e no windows isso ja nao acontece! Essa é a diferença! Agora se ele reconhece tudo do teu pc, isso ja nao sei. O meu pc é o acer3820tg e garanto que so tem stress com, na gráfica intel, nao deixar mudar a luminosidade. Nada mais.

          • Paulo Andrade says:

            kekes o kernel do ubuntu 11.04 não permitia interação com a bios(onde se modifica o clock, as Voltagens, e a fan) portanto não poderia de modo algum queimar qualquer peca de hardware independentemente da driver. No entanto se fosse possível podias esquecer a garantia. Ja agora o que e a grafica discreta?? Parece-me que o teu pc nao era grande coisa tenta o puppy linux

        • Miguel says:

          Tal como o celso, tenho que discordar do que dizes visto que se a distro em questão for um ubuntu derivative ou até o linux mint o utilizador comum nem chega a ouvir falar de drivers. O linux já não é o que era e a menos que o pessoal ande com computadores lançados ontem, o hardware será totalmente compatível em linux, period. A verdade é a minha placa gráfica que foi lançada à menos de um ano funciona melhor em linux do que em windows, o mesmo se diz para o meu processador, que atinge temperaturas bastante mais altas no windows sem fazer metade do workload do linux. Essa história do hardware e de drivers já não se aplica às distros de hoje em dia. Deixem-se dessas. Para além de que em termos de estabilidade o linux está anos luz à frente do windows, sem sombra de dúvida.

        • naoliveira says:

          No Linux não precisas de correr nenhum executável, o próprio sistema deteta-te o dispositivo e instala o driver. O problema é os fabricantes de hardware não darem suporte ao Linux.
          Aqui há uns tempos com impressoras então era mato, se não fizesses como o windows queria nunca mais tinhas impressora, chegava ao PCLOS era só ligar e passado uns segundos tinha a impressora a funcionar.

      • Miguel says:

        Desculpa, mas é mais complicado… já tentei usar varias vezes e várias distros e é sempre o mesmo problema, necessita-se de perder varias horas para saber resolver um problema simples.

        • kidreal says:

          tipo, se és novo no linux, claro que perdes muitas horas não achas? é como no windows… quantas horas estive eu a tentar resolver um problema com uma driver, à alguns anos atrás, em que a solução foi simplesmente ir ao gestor de dispositivos no painel de controlo e clicar em atualizar driver? eu estive se não me engano 1 dia inteiro à procura da solução! no linux até que aprendas as coisas sempre será dificil e trabalhoso LOL

    • Paulo says:

      Dos que dizem que usam Linux 90% usam também Windows,mas como dá um ar de inteligência dizer que usam Linux votaram numa distribuição qualquer.

      • Homo Erectíssimo says:

        Ah,ah,ah.Grande comentário,Paulo. 🙂

      • celso says:

        Para se analisar o sistema que mais nos convém para o dia a dia, deve-se experimentar, e não ir só pelo que os outros falam.

      • Miguel says:

        Sim, tens parcialmente razão. Porquê parcialmente? Porque usar uma distro Linux não dá ar de inteligência, revela-a, visto que só quem é burro é que paga por algo mais instável e menos rápido e que viola a tua privacidade. 😉 Btw linux não é um OS buddy, é o kernel so yeah…

    • Alexandre says:

      O windows não é assim tão versátil. Por exemplo, podes meter o debian a correr numa torradeira, logo que esta tenha um processador mesmo sendo de caca, ou no mais poderoso servidor existente, coisa que o Windows 10 consegue.

    • Rui says:

      Podemos fazer uma experiência, eu configuro uma máquina qualquer com o windows e vocês com a distro qualquer de linux e vamos ver quem demora menos tempo 🙂

      Quem escolher o debian está desgraçado! O xubuntu foi o único linux que gostei da velocidade e o ubuntu 15.04 notei que era mais pesado que o windows 10.

      Que me digam que depois de perderem horas ou dias a configurar uma máquina com linux, normalmente é mais estável, eu concordo…….. mas em 15 minutos configuro uma máquina do zero com o windows e sem drivers dedicados nenhuns!!!!!

      • lmx says:

        Eu configuro um debian, “bare metal”, com
        raid 6, 16 teras de disco(2 hotswaps)
        3 links agregados de rede(6 interfraces gigabit) e respectivos mount points.
        com configs via udev, mountpoints,interfaces de rede, etc

        Em cerca de 35 minutos!!
        Utilizando os meus scripts, e claro sem esperar pelo raid 6(so isso demora horas e horas, são 16 Teras)

        A consumir cerca de 90 megas de ram, depois de arrancar o SO, ou seja quase 128GB de ram free 😛

        Who beats that??

        queres experimenta ro mesmo no teu Windows? 🙂

      • Vlad says:

        Olha que é mais ao contrário. As distribuições de Linux detectam quase a totalidade do hardware sem qualquer interacção por parte do utilizador. Ora o Windows muitas vezes nem sequer a porcaria da LAN e/ou WLAN detecta que me obriga a ir a outro computador procurar e transferir a driver em questão para continuar com a instalação.
        Instalar o Linux em 15 minutos não é nenhum problema. E ainda tens um bónus que em menos de 15 minutos juntamente com o SO foi instalado uma suite de produtividade. Tenta instalar o Windows 10 e Office 2016 nesse tempo.

      • Miguel says:

        Lol configuro o arch, the arch way claro, em 1hr se tiver net rápida, deixa-te de coisas. Se quiseres até configuro o ubuntu duas vezes e com todos os programas enquanto instalas o windows do 0. Se quiseres continuar a acreditar no pai natal força senão, abre os olhos. E duvido bastante que configures o windows em 15 minutos porque tens que o deixar instalar. E se contares com instalar programas nem compares. Tenho um i7 quad core e ainda ante-ontem instalei o arch e o windows 10, no arch em 1hr e 30 estava despachado com todos os programas que preciso prontos, bootloader configurado para uefi, etc. Ja no windows, em que so instalei skype e office, demorei 2h e tal. Deves andar a fazer de propósito para as instalações do linux demorarem tempo. A diferena so vai aumentando se contares com fazer download do ISO e montá-lo num USB.

      • Paulo Andrade says:

        Puppy, 5 minutos na tostadeira 🙂 4 num pc dos 90’s

  2. Bacalhau says:

    3.127 na botnet.

  3. Amigo says:

    Acho que devia ser de outra maneira.
    Opções:
    – Windows
    – Mac OS X
    – GNU/Linux
    – BSD

    Certamente que o vencedor seria o GNU/Linux.

  4. wolf says:

    Android, ios, sistemas mobile não contaram porquê? De certeza que hoje em dia muita gente utiliza mais que os pcs!

  5. Nuno says:

    A pplware tem que melhorar a aplicação para Android, além de muito lenta e não dar para ver os filmes e imagens, Não tem sequer a opção para votar nas sondagens, tenho que ir ao meu computador de secretária para votar.

  6. anastiel says:

    eu uso sabayon

  7. vector says:

    O que uso mais actualmente é o Orbis OS.

  8. Frederico says:

    Fazer a partição de todas as distro linux é quase o mesmo que perguntar se usam o windows pro, enterprise, home…

    • rjSampaio says:

      Não é, muitas pessoas usam um linux expecifico para as suas necessidades e ponto. nem chegam a instalar mais nada, nao é o mesmo que as verções do windows.

      Dou como exemplo os unix leves, ou os sem GUI, ou os virados para cluster, ou para crianças, etc.

      • Rui says:

        Ora aí está uma ideia interessante e inexplorada 🙂

        Secalhar grande parte dos Linux em funcionamento são dos Magalhães das crianças 🙂

        • Rui Pedro says:

          O Linux dos Magalhães se não foi alterado, é o Caixa Magica 14 baseado no Mandriva.
          A Caixa Magica a partir da versão 16 passou a ser baseado em Ubuntu e os Magalhães ficaram-se pela versão 14.

        • wolf says:

          Penso que estás profundamente errado, os “Magalhães” já passaram à história, hoje as crianças e bebés ainda não sabem falar ou escrever e já usam smartphones e tablets melhor que provavelmente todos os avós.

        • Rui says:

          Eu sei wolf, mas em contrapartida as crianças de agora só começam a falar por volta dos 4 anos e não com menos de 1 ano como eu, o meu irmão ou colegas da minha idade!

  9. osvander says:

    Com certeza PCLINUXOS é o melhor SO

  10. Manuel says:

    Unix System V e Solaris. É de duros:-D

    Bem vindos:-)

  11. Eduardo Silva says:

    22% Linux, fico contente. O normal é andar no 1%.

  12. Hugo says:

    Eu, se não me engano, desde Natal que estou a utilizar o Linux, neste caso o Xubuntu. Verdade seja dita, tudo o que fazia no Windows, consigo fazer aqui no Linux. Todos os programas que com que trabalhava no Windows, existem no Linux. E se algum dia tenho mais dificuldade em fazer alguma coisa, nada que uma simples pesquisa na net ou perguntar aqui no forum/facebook não resolva, até porque ninguém nasce ensinado 😀
    Para mim, para o uso que necessito, o Linux serve perfeitamente.
    Só ainda não consegui foi instalar uma impressora brother que está ligada ao zonhub, mas não é por ai, até porque tenho outra impressora de rede instalada, por isso não há grande espiga.

  13. manel says:

    O que esperavam? quantos computadores/marcas/modelos estão nas lojas com SO linux? Eu queria comprar um portátil sem win10 e não encontro, não estou interessado em pagar esse SO e nada. Melhor queria um portátil sem HD/SSD pois tenho aqui um ssd de 480 que queria aplicar…

  14. manel says:

    O que esperavam? quantos computadores/marcas/modelos estão nas lojas com SO linux? Eu queria comprar um portátil sem win10 e não encontro, não estou interessado em pagar esse SO e nada. Melhor queria um portátil sem HD/SSD pois tenho aqui um ssd de 480 que queria aplicar…

  15. kidreal says:

    isso era esperado já que o windows é utilizado nas escolas, nas empresas do estado, etc… toda a gente sai da escola a saber mexer em windows, até porque muito raramente vejo um MAC na radiopopular, worten, etc, e muito muito muito raramente vejo um computador à venda que tenha sistema Linux… basicamente todos os que aprendem a mexer em windows ficam com ele…
    eu acho que o Mac é mais seguro que o Windows e acho que o Linux é muito melhor que estes 2 por alguns motivos:
    – o Linux, dependendo da versão/distribuição, é um OS que não vem com crapware ou com ferramentas que 70% dos utilizadores não utiliza (este é o tipico problema do windows)
    – O linux, também dependendo da distro, tem uma central de programas, sendo assim não é preciso pesquisar na net programas provavelmente infetado com virus… isto dá extrema segurança ao Linux na minha opinião
    – O linux roda em qualquer torradeira… os requisitos, mesmo do Ubuntu que é o OS mais conhecido e mais “pesado” gasta metade dos recursos do windows e é tão bonito e tão rápido quanto
    – O linux conta com ferramentas invejáveis, como era o exemplo do GIMP à alguns anos atrás e maioria das suas ferramentas são gratuitas e fazem concorrencia a software pago
    – maioria das distribuições são gratis e as que são pagas são preços inferiores a 30 euros

    isto para mim é só vantagens… devido à vida que levo preciso mesmo do Office, se não precisa-se, acham que me apanhavam a rodar Windows? a primeira coisa que irei fazer em julho é formatar o HDD e instalar ou o Ububtu ou o Mint!

  16. Homo Erectíssimo says:

    WINDOWS 10,FTW !! 🙂 E,malta,apressem-se a actualizar(de borla)para esta versão,a 10,do sistema operativo Windows da Microsoft,pois depois de 29 de Julho,se não estou em erro,acabou-se a mama,e quem quiser o Windows 10 vai pagar,pelo menos.mais de 100 euros.Tenham isto em conta e reflictam bem.Um abraço a toda a gente e,já agora,muito bom artigo,Marisa Pinto. 🙂

  17. Thin_icE says:

    Eu já sei que o meu comentário vai ser prontamente ignorado, como qualquer outro comentário que não louve o pplware, mas esta sondagem é claramente enganadora por forma a dar continuidade ao mito de que o linux é um sistema usado residualmente pelo utilizador comum. De que outra forma se explica o agrupar de todas as versões do windows e do osx para depois separar todos os flavours de linux? Vão-me dizer que são distribuições diferentes, feitas por pessoas diferentes. É certo que sim, mas certamente que haverá mais diferenças do windows 95 para windows 10 do que do Ubuntu para o Gentoo. Ou isto é uma questão de marca? Porque nesse caso, a pergunta deveria ser outra: “Qual a marca de sistema operativo que mais usam?”.
    Tudo isto para dizer que, não, o linux ainda não passou à frente do windows e está muito longe, mas algo que não vi ninguém comentar é o facto de as distribuições linux terem mais do dobro dos votos do osx, mesmo com tanta promoção a este.
    É lamentável a manipulação.

    • Pedro Pinto says:

      É a tua opinião. Porque deveria ser ignorada?

    • Paulo Andrade says:

      Thin_icE, o Linux esta em todo o lado, inclusive no w10, no teu router, no website que estas a utilizar, nos pcs que processam as chamadas do teu telemóvel (que provavelmente também roda linux) em 87% dos carros que tem SO, nos pcs que estão a hackear o teu pc neste preciso momento (suponho eu), se kernel Linux for infectado pelo skynet, não haverá resistência e os t-100 também rodarão Linux.

      • Thin_icE says:

        Não percebo a lógica desse argumento. Para começar, mais depressa se diria que o windows está no linux (wine) e no osx (bootcamp) do que o contrário.
        O linux estar em todo o lado não significa que seja o sistema operativo mais usado pelo utilizador comum, que é do que se trata esta sondagem. O meu comentário só foi no sentido de esclarecer que não é correcto separar diversas distribuições que usam o mesmo kernel (e uma boa parte do software), por forma a parecer que o linux é ainda menos usado do que é na realidade.

  18. Joao Pedro says:

    Ao inicio dizia o mesmo que a maioria que vem aqui comentar..
    “É configura, não tem suporte, não tem isto e aquilo..:” depois abri os olhos e experimentei o Mint Cinnamon. Ao fim de brincar 1 semana com o s.o decidi nunca mais voltar ao windows. Jogos? tenho PS4 e jogos como o “dont starve” entre outros, estão disponíveis via Steam.
    Hardware reconheceu tudo, bluescreens? nunca mais. Updates nem dou por eles, personalizar? nem vale a pena comentar, fluidez? … idem.

    Portanto, não estranho a votação.

  19. CMatomic says:

    Existe tanta gente falar mal do sistema GNU/Linux , mas esquecem que o GNU/Linux não é uma empresa , mas o Windows pertence a uma única empresa a Microsoft , é só saber destingir .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.