Cultura Hacker – Uma verdade escondida

Por Tomás Santiago para Pplware.com

Destaques PPLWARE

16 Respostas

  1. DM7 says:

    Bom tema, Hackers, algumas pessoas que pensam que é do mal, Muitas empresas hoje e no futuro na europa vai querer recrutar mais programadores no campo ´Cybersecurity´para tornar uma Europa melhor e mais fiável a estes tipos de “ataque” ridiculos e cada ves mais eu digo quem paga o ransomware estará a contribuir mais para sua propagação a nivel mundial, E ate hoje nas noticias vejo candidatos a faculdade noutros ramos, e por isso que na europa esta em falta, no Estados Unidos e muito competitivo este ramo acreditem ou não. Para tornar uma profissao melhor Cybersecurity, Pentest Engineer etc…. Além dizem para mim (Informática e dificil) e eu digo (Jovem tudo tem a sua teoria e práticar quanto mais praticar programação melhor para si), e agora candidatos para ir ao Espaço lol, Temos a NASA…. mas eu respeito a opiniao de cada 1, e o meu dilema e tornar uma europa melhor!

    Melhores Cumprimentos.

  2. Sergio says:

    Eu não sou programador, mas gosto de ir lendo umas coisas sobre o assunto e em muitas introduções os autores referem, e bem, esta distinção.

    Quanto ao rótulo errado, nunca irá sair da sociedade e se calhar até fica mais fácil criar um nome para os “hackers do bem”

    • Tiago says:

      A nomenclatura correta para White Hat é hacker quando falamos dos Black hat chamamos-lhes Crackers (os dominados hackers aos olhos da imprensa)

    • Mario says:

      Já vi em alguns documentários pessoas chamarem-lhes de Guardians.Mas penso que isso não deverá ter “pegado”.

    • Luis Martins says:

      Já fui um super ” white hat” nos anos 80 do seculo XX, naveguei por todo o planeta e entrei em sítios que ainda hoje passados mais de 30 anos não posso falar. Usei a Internet quase 10 anos mais cedo do que a que foi disponibilizada nos inícios dos anos 90 ao povo português. Nunca roubei dinheiro ou fiz danos nas empresas, bancos, etc aonde acedi, porque era um white hat ou seja um hacker honesto, ainda hoje continuo a ser uma pessoa honesta.

  3. rudolfo correia says:

    Muito bom

  4. Jorge 3M says:

    Podemos usar uma analogia.
    Todos temos facas na cozinha, o uso que lhe damos, é o que nos distingue.
    Something like that!

  5. carlitos says:

    hacking e craking são estados de espirito em qualquer área de conhecimento

  6. Vitor Correia says:

    Visto assim mais de 90% dos utilizadores entre os 15 e 50 anos são crackers ao usar um torrent client para sacar umas cenas ou fazer stream.

  7. MAFF says:

    Nada a ver uma coisa com a outra. O torrent client e stream são nada mais nada menos que transmissões. Ou o senhor Vitor vai dizer que sou um cracker por estar a streamar um video de como fazer um bacalhau à Gomes de Sá ou de como se monta uma ventoinha ou de um jogo free to play que estou a jogar?

  8. Jol@sM@ster says:

    remember…remember… cDc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.