PplWare Mobile

Samsung terá em breve no mercado baterias que não explodem


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. alb says:

    Gostei do titulo

  2. Spoky says:

    Tiveram tempo desde o Galaxy S6, Galaxy S7 e ainda nada? Obrigatóriamente teria que vir já com essa tecnologia no S8.

    O LG G6 vem totalmente preparadissimo, é claro que é impossível evitar a 100% mas já conta com features adicionais que evitam esses tipos de problema.

    É o preço a pagar quando se tem o monopólio, só é esperto quem compra o LG G6 por menos de 100€ na Amazon, encotnra o LG G6 abaixo dos 515€ o que é uma excelente compra para o preço que está.

    Na minha opinião o LG G6 tem uma qualidade superior ao Galaxy S8 em termos de tecnologia Interna.
    https://www.youtube.com/watch?v=njgqb5SpeGs

    Então a nível de câmara tem features que a Samsung nem tem, ainda para mais foi o primeiro em ter o modo wideangle etc que a Samsung tentou adicionar neste S8 ainda assim ficou bem a trás.

    Mas isto é a minha opinião, porque irei pagar 650-800€ quando encontro um smartphone com muita semelhanças e até capaz de ser melhor em features por menos de 550€? Fica a dica!

  3. Carlos says:

    Mas agora qualquer notícia sobre a Samsung tem de mencionar o problema do Note7? Quando a Apple apresentar o iPhone 8 também vão dizer que Apple lançou colocou no mercado um iPhone que não dobra e menções a todos os outros problemas que existiram com iPhones?

    Ridículo, um título do género “Samsung e LG preparam-se para lançar uma revolucionária tecnologia de baterias para smartphones”

    • Carlos says:

      … seria mais apropriado.

      (Também coloquei um “lançou” a mais)

    • Então os homens criaram uma bateria para não explodir e prevenir problemas anteriores, nomeadamente o do Note7, que eles admitiram de forma correta e que está já ultrapassado, e nós não o íamos referir? Isso sim é que não fazia sentido.

      Quanto ao título, quem refere que a LG também tem essa tecnologia é a Samsung, ainda sem qualquer prova ou algo de concreto. Não sendo uma certeza não o referimos no título e no texto está indicado que essa informação foi dada pela Samsung.

      • Carlos says:

        Do meu ponto de vista este título pode ser interpretado de duas maneiras.
        1 – Samsung cria baterias impossíveis de explodir
        2 – Após Note7, Samsung finalmente faz baterias em condições.

        Eu interpretei da segunda maneira, provavelmente não fizeram o título com o intuito de “gozar” com a Samsung mas interpretei dessa maneira, peço desculpa, a falha foi minha

        • Bruno says:

          @ Carlos, as baterias de lítio que quase todos os aparelhos móveis usam têm um grande risco de arder/explodir espontaneamente em caso de degradação ou dano, por causa da sua química. É a grande preocupação com este tipo de baterias e um dos motivos para o desenvolvimento de alternativas como esta nova bateria. Faz por isso todo o sentido que se mencione essa vantagem.

      • Pedro Almeida says:

        O tom do título da notícias era desnecessário, é jocoso, resta saber se a situação se passasse com outras marcas, nomeadamente a Apple, se fariam o mesmo.

    • Bruno says:

      @ Carlos, faz todo o sentido numa notícia destas mencionar esse acontecimento, faz parte do tema. E para que saibas o que não falta são notícias a cada lançamento do iPhone a verificar dobra ou não!

  4. ervilhoid says:

    Olha aqui está uma notícia bombástica

  5. Bruno Almeida says:

    Vai perder essa feature? Vai estragar os planos ao EI

  6. Welldone says:

    So para que saibam, as baterias não explodiram. A bateria do s8 já não sofre de nada disso, podem ver videos de vários testers a perfurarem as baterias e elas não começam a arder como é habitual.

    • Belmiro says:

      Eles não descreveram em condições: as baterias actuais do S8 não explodem mas não são ainda desta nova tecnologia mais sólida, com mais energia no mesmo espaço e ainda mais seguras. Mas a nível de arder ou explodir não há nada para ninguém.

  7. Carlos says:

    Esta tecnologia já apareceu há mais de um ano e ainda está para vir? Há aqui qq grãozinho na engrenagem.

  8. Necroman says:

    Ya, em breve? Daqui a 1 ou 2 anos é em breve?

  9. Daniel says:

    bateria que não explode e com o dobro da capacidade pode ser revolucionária para smartphones e carros elétricos, vamos é ver se o preço não estraga tudo.

  10. Ruy Acquaviva says:

    Acho que a abordagem da matéria está um tanto deslocada. As baterias de eletrólito sólido são uma nova tecnologia que representa um grande avanço no campo das baterias, com implicações muito mais profundas do que a matéria passa dá a entender. Nela fica a impressão de que seria uma tecnologia desenvolvida pela Samsung para resolver o problema de baterias explosivas do Galaxy Note 7 e não é nada disso, embora a empresa tenha aumentado seus investimentos nessa nova e empolgante tecnologia motivada por esse problema, na esperança de apagar a má impressão causada.
    A tecnologia de eletrólito sólido é muito interessante e mereceria uma explicação mais adequada, até porque ela vai impactar muito várias tecnologias, de celulares a automóveis elétricos, passando por notebooks e dispositivos da chamada Internet das coisas (IoT).

  11. AlexX says:

    Isto das baterias já deve ser um negócio mais lucrativo que o ouro nos semicondutores… Como poucos países se preocupam com o veneno nelas contido resta saber como será a reciclagem ou o tratamento a dar às baterias sólidas no final de vida. Mais uma carga a ser enviadas em bidões para o fundo dos oceanos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.