Quantcast
PplWare Mobile

Quer um serviço de streaming de música com 150 milhões de músicas gratuitas?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. A. M. says:

    Se o Youtube é a fonte, já estou a imaginar a qualidade de algumas músicas!!

    • Vítor M. says:

      E muitas vezes a qualidade de outras fontes é fantástica mas é reproduzida nuns auscultadores ranhosos… e ainda pagam para isso 😉 Portanto… coiso!

      Mas experimenta este.

      • scp says:

        Tipo 600€ nuns apple headhpones quando por 200-300 tens já auscultadores profissionais.

        • João Sequeira says:

          Só um burro e que dá 300e por uns headphones, quando hoje em dia por menos de metade arranjas melhor ou superior.

          • Vítor M. says:

            Eu diria que mais burro é quem possa, se é que existe alguém, pensar que por 150 euros tem uns auscultadores de qualidade HiFi 😉 mas há muitos que se gostam de enganar 😀

          • Joaozbr says:

            Estas a anos luz de perceber alguma coisa de musica pelo teu comentario. Mas falar do que nao se sabe com peito…so um burro é que fala assim….

          • PTO says:

            LOL, headphones de qualidade sonora de referência por 150 euros?
            Sim senhor, vê-se que és um expert no assunto.

          • iCrap says:

            Vitor M. Senheiser HD 25 Lite. Não digo mais nada quanto a burrice

          • Vítor M. says:

            Ui, isso é entrada de gama. Plásticos rígidos, com fio, sem ANC, com críticas na qualidade das baixas frequências, impedância acústica não é grande coisa…. pronto, tem um bom preço para o conjunto. Cerca de 100 euros nos está mal. Mas… estão ultrapassados.

          • iCrap says:

            São iguais aos HD25 normais, mas com outrqa qualidade na construção nomeadamente nos plasticos. Phones de referencia em estudio. Quando se critica um equipamento de audio pela sua qualidade por este ter fios, está tudo dito quanto ao conhecimento e ao BIAS de cada um. Para teres uns phones bons sem fio, mas mesmo bons pagas só por isso e o fio evita esses custos. Sou musico e toco baixo e bateria. Se já coisa onde não desiludem é nos graves. Aliás não desiludem mesmo. Agora se gostas de equipamentos que por si só colorizam o som, go ahead… Buy some JBL or similar. Grandes graves e tal, mas não são naturais. Quando o inicio do comentario fala em menos de 300 euros, esperava um contraditório mais inteligente e melhor fundamentado, até com exemplos em termos de equipamento, mas enfim…. o costume das caixas de comentários do PPLWare em que os próprios autores demonstram uma atitude de querer vender apenas a sua fruta e sobrepor o seu conhecimento muitas vezes superficial… gurus…

          • Vítor M. says:

            iCrap claro que se estamos a falar de material moderno, estares a comprara um equipamento de 100 euros ainda do tempo da roda raiada… não faz sentido. Hoje queremos mais liberdade de movimentos, e sim, deste material estou perfeitamente à vontade para te dar umas dicas 😉 e olha que passou já pela minha mesa muito do melhor que anda aqui no mercado. E esses que tens não são de certeza grande coisa. Mas se gostas, bom proveito. Ainda mais sendo tu músico… olha que esse ouvido não estará com grande coisa 😀 e quem fala como tu falas… pronto, cada um sabe de si, mas não tens grande pistola meu caro. E como músico…. hmmmmm

        • Vítor M. says:

          Nem penses. Se me falares nuns B&O… de 800 euros, ainda sou capaz de acreditar. Agora 200 ou 300€, esquece não chegam lá. O conjunto dos AirPods Max são fenomenais. Há no mercado 5 ou 6 modelos, dentro da casa dos 600 a 800 euros que têm certas qualidade que outros mais baratos não têm. Qualidade de som, qualidade de ANC, qualidade de materiais, qualidade de arquitetura (resulta num excelente conforto), software e tecnologias extra (como o som espacial).

          • Mata-Ratos says:

            Oh Sr. M
            Olhe que o Grado chega lá!
            B&O é conversa para inglês ver!
            Votos CCM

          • Cicrano says:

            E tendo eu conhecimento avançado na matéria digo que os Nuraphone metem os AirPod Max no bolso… por menos de metade do preço.

          • carlitos says:

            Para ouvir num smartphone isto basta e sobra!
            Para justificar um serviço de Streaming HD é necessário um setup revelador, de Hi-End, Dac/Amp, Music Player e Auscultadores/Loudspeakers do mesmo calibre. Mas quem não conhece mais…

          • Vítor M. says:

            “Para ouvir num smartphone isto basta e sobra!” Nem mais. Disseste tudo.

          • Vítor M. says:

            Nuraphone? Tu já usaste um bom tempo esses auscultadores? De certeza que não.

            Estás um bocado com eles e são incómodos. Além disso, em termos de qualidade de materiais, estão muito longe dos AirPod Max , mas muito longe. Já para não falar no ANC.

            Depois a borracha é meio manhosa, fica com aspeto desgastado com facilidade. Além disto tudo, tem tecnologia já antiga. Estamos a falar de tecnologia de 2017/2018. Quando foram lançados o preço era um exagero.

      • Ricardo says:

        Vitor, a fonte se for má, por muito bom material que possas ter, será sempre mau o resultado.
        Sei do que falo…
        Meu rico DEX-P99RSII que descubri tanta coisa que nao se ouvia em certas musicas… e outras que….

      • Joaozbr says:

        Quem se preocupa com qualidade nao vai perder tempo a experimentar algo que é andar para trás com aquilo que ja evoluiu ao longo dos anos.

  2. Njag says:

    NINGUÉM DÁ NADA A NINGUÉM.

  3. Ha1000ton says:

    Tenho o Spotify e resolvi testar. Por enquanto funciona perfeitamente.

  4. Nuno Santos says:

    Mais um post pago.

  5. Joana says:

    Vitor, obrigada. Instalei e pesquisei um pouco e a qualidade é mais do que suficiente. PPLWare continuem o vosso bom e útil trabalho.

    • Joaozbr says:

      Promover mediocridade é sempre bom para o país. Ja nao oico nada abaixo dos 320k cbr ha mais de 20 anos. Embora a compressao tenha evoluido, por 256k em alguns formatos ja se perdoam. 20 anos depois ainda se promove e aconselha a quem esta a anos luz na materia, mediocridade é triste.

      • Kroko says:

        Não sei se sabe mas a mediocridade pode ser a única solução para a carteira de algumas pessoas.
        Nem todas as pessoas têm possibilidades para pagar por serviço X por mais uma assinatura X não se esqueçam da realidade que é bem menos cor de rosa do que se pode pensar.
        Por isso eu agradeço à pplaware por mostrar alternativas para quem têm mais dificuldades.

        • Joaozbr says:

          So te esqueces que a spotify, por exemplo, tem versao gratis que continua a ter melhor qualidadeque esta. Existem radios online que tem melhor qualidade mas vamos la promover o facilitismo e mediocridade que é melhor para todos….esperar alguns segundos pela publicidade ou nao poder escolher as radios que pelos vistos o povo ja esta habituado nas radios que houve mas optar pela qualidade do som que houve é uma opcao valida. Existem bastantes mais opcoes e todas mais baratas de ter servicos de streaming….deixar de fumar…tomar pq almoco no cafe, comprar os cds/vinil favoritos em diversos sítios mais baratos em 2 mao. Converter para mp3, ogg ou outro formato qualquer com qualidade superior que a porcaria do youtube oferece nao é dificil. Da tudo mais trabalho é verdade mas sao solucoes validas para promover uma melhor experiencia musical. Quantidade nao é sinónimo de qualidade e se for de baixa qualidade ainda pior.

        • Joaozbr says:

          Ja te disse que ganhar mal nao é sinónimo de ser mediocre? E bem gerido o dinheiro pode fazer milagres. Se calhar sao esses os videos que fazem falta nos media em vez de promover o facilitismo. Facilitismo e ganhar mal na mesma pessoa, nao é uma boa forma de resolver o problema nem um bom habito.

          • alc says:

            Não sabes o que dizes…. Vai perguntar aqueles que todos os meses têm que fazer milagres para que o dinheiro chegue para comer…. Obviamente és um colado à playstation o dia todo e até esqueces do lanche que a tua mãe te trás ao quarto!

          • Joaozbr says:

            So podes ser mesmo parolo. Nunca usei uma playstation nem sou da geracao das consolas. Sou de uma muito anterior. Kem nao tem dinheiro para comer nao esta preocupado com esta plataforma nem qualquer outra. Nao esta preocupado com ouvir musica e provavelmente nem smartphone tem nem perder tempo em blogs que nao lhe poem comida na mesa. E onde queres chegar com o teu raciocínio de minhoca?

  6. Pedro says:

    O único problema é que os artistas não recebem nada

  7. Ricardo says:

    É igual ao spotify…. free com publicidade, pagas 16 euros ao ano ou quase 2.50€ por mês, tens as duas maneiras de pagar. É mais barato que o spotify, apesar de gostar mais do spotify, que tenho premium há imensos anos, não parece mau, só investigando.

  8. Cicrano says:

    É gratis com uma qualidade de som entre os 98 e 128kbs para ouvir (segundo comentário acima) num par de AirPod Max…
    Tá bom…

  9. Davi says:

    Neste tipo de serviços, o consumidor é privilegiado mas já os artistas recebem ninharias por stream.
    Pergunto-me onde é que eles vão buscar o catalogo das músicas. Como já se viu pela onda de DMCAs, não há musica gratuita.
    E cuidado, se eles não vendem os dados do utilizador.

  10. Marquinho says:

    Boa dica Vítor, thanks ;)!
    Eu tenho Spotify para ouvir em casa no tablet ou nas smart tv de casa mesmo com publicidade dá para aguentar, agora no smartphone oiço o que a app quer e não o que me apetece… Ok existe o serviço premium mas 7€ por mês para ouvir música que está grátis qualquer lado? Para ouvir em modo offline é mais simples, prático e rápido fazer a descarga no Spotify ou serviços pagos que fazer por download mas 7€… Mais caro que a HBO por exemplo e praticamente o mesmo que a Netflix Standard para mim não faz sentido, mas respeito quem pense o contrário como é lógico temos de nos respeitar todos uns aos outros.
    Se fosse mais em conta 2.5€ por mês até ponderava, agora 7€… não me causa estranheza que não tenham as receitas desejadas.
    Sou a antiga no smartphone é baixar as músicas para o smartphone, pasta no Dropbox e tenho o meu Spotify free, vou experimentar a dica do artigo.

    • ivan says:

      percebo o teu ponto de vista, tenho spotify premium ja faz mais de 2 anos de momento usufruo de desconto de estudante universitario (3.5€) e nao me arrependo nada, mas isto sou eu que oico imensa musica e alguns podcasts…a facilidade de ter tudo a qualquer altura é bastante boa…tenho tudo descarregado no tlm e no pc para puder ouvir por exemplo enquanto estudo mesmo que nao tenha internet ou rede no local onde estou e no carro funciona super bem com otima qualidade uso um transmissor bluetooth e nunca notei uma qualidade menor usando o spotify (apesar de o meu carro ter um sistema de som melhor que o “average car”…mas e como dizes gostos nao se discutem, e no meu caso prefiro pagar pelo spotify do que pela HBO ou Netflix pois e uma questao do meu uso ser maior para o lado da musica que das series e filmes

      • Marquinho says:

        Exato é isso mesmo Ivan, oiço música mas não tanto como certamente tu, ao contrário vejo m séries e filmes e tu pelos vistos não!
        Eu gosto do Spotify e entendo todas as vantagens, mas dai a levar-me 7€ por mês… acho exagerado embora o serviço seja prático e bom, mas era serviço a começar por exemplo nos 2.5€/3€ e ir no máximo até aos 7€ no pack familia a meu ver, e dai as receitas não serem as melhores, o ponto do mercado na minha opinião é preferível ter 1.000 a pagar 2€, que 300 a pagar 7€ só que as marcas e empresas pensam no lucro imediato e acabam por ir caindo, e com a concorrência de hoje em dia…
        O mesmo se aplica nas operadoras, e dai a IPTV crescer dia após dia e as empresas não entendem isso o que é pena, porque tem margem de lucro enormes é só baixarem um pouco o preço eles ganham, nós consumidores ganhamos e a pirataria aos poucos vai acabando porque acaba por ser a alternativa e não a opção.

  11. Carlos says:

    Mas se a fonte é YouTube, estamos sempre a consumir o vídeo, o que consome bastante dados, outra coisa é, não haver cache do mesmo ,ou seja está sempre a gastar ,e em bateria upa upa, ñ é facil ser bom

    • Vítor M. says:

      Experimenta, que em termos de dados não é assim como dizes. Em relação à bateria, não há qualquer queixa nesse aspeto, o software tem já muito tempo de mercado e nas stores, milhões de downloads.

    • Pedro says:

      Se usares o comando youtube-dl -F , vais ver que existem várias streams, uma delas só tem audio. É essa que é usada para ouvir só musica.

      • Carlos says:

        Humm isso de só fazer download do audio ja começa a ser interessante para implementar, a questão dos dados continua a ser um problema contudo o YouTube em muitos planos é freemium, eu ñ estava a pensar usar pessoalmente, mas sim clonar a ideia e inserir um radio nos meus projectos.
        Gostei obrigado Pedro

  12. adolfodias says:

    tanta mrd, tanta mariquice, joao zebra deixa-nos ser mediocres!!!! Concordo contigo na parte do tabaco e em tomar pequeno almoço…APOIADO 100%

  13. gr33nbits says:

    Vou testar por acaso tenho o Spotify, mas grátis é grátis, thanks pela dica.

  14. jYkA says:

    F****** ha cada comentário de m****!!!!!!!!

  15. jYkA says:

    Quando a direitos de autor os mesmos estão salvaguardados e pagos pelo youtube… quem não conseguir ler que use o google tradutor… se não conseguir mesmo assim tem sempre a telescola disponível…

    “The app simply creates a user friendly interface between the user and the YouTube platform (or other third-party platforms).
    eSound Music is not responsible for the content displayed since all of it comes from the YouTube platform (or other third-party platforms).
    In any case we respect the intellectual property rights of our artists and content providers.
    If you are a copyright holder who believes that any content available on the app infringes upon your rights, please let us know.
    Notice of alleged copyright infringement should be sent to eSound Music’s designated copyright agent at the following address: copyright@esound.app

    • jYkA says:

      “The service we offer is described below:

      If the owners of copyrighted material want to ensure that their videos are not shown on our platform, they simply have to send an email to copyright@esound.app specifying the YouTube channels for which they have the rights and which they do not want to be shown in our service.
      In case the request is legitimate, we will take care as soon as possible to remove and not show such content on our service.
      The content, in this case, will remain available only on the YouTube platform (or other third-party platforms).”

  16. Artur Machado says:

    Grande dica! Obrigado, PPLWare

  17. Pedro Gonçalves says:

    A fonte não me parece ser só do youtube, até porque tem la a opção de incluir pesquisa de youtube ou não. Quando não activamos essa opção, de onde vem a fonte deles?

  18. Ricardo Abreu says:

    Bom dia,
    Obrigado pela dica
    Deixo uma nota aos comentadores, deixem que cada um escolha livremente o que é melhor ou pior para si próprio.
    Por fim, deixo este pedido, no Redmi note 9 pro a aplicação não arranca, alguém sabe alguma coisa?

  19. Pedro says:

    À borla e sem contar dados para o consumo mensal?!?!
    Está para aparecer ainda qualquer coisa a substituir o Meo Music :/

  20. Marcelo says:

    Sony xm4 headphones. Se possível um dac

  21. Hugo Lopes Antunes says:

    Tive a testar e é espetacular, nunca gostei de ter limite de passar 6 musicas no spotify

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.