PplWare Mobile

MySNS: A nova App para acesso aos Serviços de Saúde

Download

Homepage: MySNS
Preço: Gratuito


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Cardoso says:

    Vergonha de app, até me espanta o porque de aparecer aqui…

    • Pedro Pinto says:

      Porque dizes isso? No entanto, se há alguma coisa a apontar… as críticas também ajudam a inovar/crescer 🙂 Criticar é fácil 😀

    • Hugo says:

      Crítica em nada construtiva. Se fosse eu o criador da app, ficava na mesma com tamanha desinformação.
      É típico as pessoa descarregarem app e darem 1 estrela e apenas isso sem comentários.
      Pergunto-lhe se já fez uma app hoje ?

      • Ze says:

        Tendo em conta que é uma App paga por todos nós, essa de “já fez uma app hoje” não cola.

        Ainda não descarreguei a aplicação, mas pelo que vejo presente não vejo nada de útil a não ser o que é referido, aproximação do SNS, que para mim vale zero estar próximo de tal entidade, bom bom era ter marcação de consultas, estado de filas de espera nos hospitais e centros de saúde, possibilidade de tirar senhas e realizar pagamentos via App, só aparecer no local quando for para fazer a triagem. Enfim, coisas que realmente sirvam para desentupir os hospitais e centros de saúde e que efectivamente seja úteis para os cidadãos, por essas e por outras é que há mais de 15 anos que não uso nenhum serviço dessa identidade SNS, privatizem isso e vejam a mudança acontecer.

        • Nuno says:

          Zé, já parou para pensar que isto é uma aplicação para evoluir? O que está a ver provavelmente é só a base da aplicação..

          • neapo says:

            Façam as coisas de uma vez e larguem essa ideia amadora de fazer aos bochechos.

          • Ze says:

            Nuno, não é para evoluir, pelo menos não nos próximos anos, cada hospital tem a sua infraestrutura completamente autónoma e descentralizada do SNS, cada hospital escolhe o sistema que bem entende e o método de entrega para gestão de filas/senhas, além de não existirem verbas para centralizar tudo num único sistema. É cada um por si, onde já ficou demonstrado que bastava terem uma central de compras e decisão tecnológica para o SNS todo que poupavam alguns biliões de euros, só em papel para impressoras, caso em vez de cada um encomendar o seu fosse realizada uma encomenda global conseguiam uma poupança superior a 500k anuais, se fizessem gestão centralizada de contratos ou evoluíssem para sistemas paperless, nem se imagina.
            Em todo o lado se queixam de falta de dinheiro, eu cá vejo dinheiro a mais em todo o lado, queixo-me de falta de gestão.
            Nada vai evoluir enquanto as pessoas que são nomeadas para as funções de decisores ou não têm qualquer aptidão para o cargo ou pura e simplesmente estão-se nas tintas.

        • CCruz says:

          https://www.sns.gov.pt/apps/te-m-s-tempos-medios-na-saude/ Já pode consultar os tempos de atendimento nas urgências

          • Ze says:

            Já tenho essa App deste que saiu e para a saúde não se pode consultar tempos de atendimento mas sim tempo médio de atendimento, que é algo completamente inútil. Nada como lojas do cidadão e afins que é efectivamente possível tirar senhas e consultar as posições actuais.

        • Anti-obnóxios says:

          epa, n queres, n usas ; usa o que quiseres e nao chateies ! Ate pq de facto, ate tens isso td nos privados…deixa.me rir. Qdo os hospitais privados p ex, tiverem o afluxo dos publicos, e mm tipo de valencias, rebentam por tds os lados, ja agora depende do fluxo horario e do acto clinico. E se tivessem urgencias ( as verdadeiras), entao nem se fala.
          Depois td mto lindo, qdo da asneira e precisamos que nos salvem o coiro, vai-se a correr po mal afamado publico ( os tais incompetentes, que so por mero acaso, ate sao os mesmos, que tb nos atendem no privado).
          Eu uso o hospital privado da Boavista e hospital privado da Boa Nova (entre os dois, prefiro este) e o SNS e publico tambem, qdo acho que devo usar ou preciso mm e olha que a unica diferença que noto, é exatamente devido aos niveis de afluencia, nada mais (nem o atendimento é melhor ou pior, pq qdo , ha criticas ou queixas, estala logo o verniz)
          Depois a treta do publico é mau, privado é que é bom, nao passa duma cabotinice, repetida ate a exaustao. Ha bons e maus, excelencia e mediocridade, de ambos os lados ( a banca é o melhor exemplo), basta ve-los a berrar, qdo a comparticipaçao publica desaparece ou diminui . A saude privada ( a educaçao as diversas PPPS, sao outros exemplos), vive em cerca de 50%, dos acordos com entidades publicas (em alguns casos ate mais), assim tb eu monto negocios.
          Depois, vemos os gurus que endeusam o privado, nas tvs, a nem o seu negocio, conseguir gerir ; um dos ultimos exemplos…o Diario Economico…um pasquim de esquina, de exigua expressao, que mesmo assim, faliram com dividas de apenas …30 milhoes de euros…ha grandes especialistas.

      • Cardoso says:

        Ainda bem que não é o criador da APP, agora uma APP lançada pela SPMS que é paga por todos nós não pode parecer uma APP académica pouco mais evoluida que um “Hello World”…
        Nem vale a pena perder tempo a fazer criticas construtivas, a única dica que posso deixar é a seguinte…
        Façam a APP de novo…

        • ruca says:

          A app é inutil, tem muita informação sobre saúde e apenas isso. Podes marcar consultas e etc… mas abre o portal na net e esperemos ter sorte de o centro de saúde próximo de nós ter aderido a esse sistema, ora para isso não preciso da aplicação para nada. Ficaste admirado porque o pplware referenciou a app, ora para bom entendedor meia palavra basta.

          • Cardoso says:

            Foi mesmo esse o meu espanto pelo pplware referenciar a APP, pensei que nem tudo o que são “APPs” fossem referenciadas neste site e fizessem uma seleção do que vale ou não a pena perder tempo a ler… Sempre tive este site como tendo algum rigor nas publicações…

    • Prelvas says:

      Boa??? Só se for para ocupar espaço e desinstalar de seguida.
      Cores iguais às da app Cartão de Vacinas… criatividade zero, interesse, um pouco menos

  2. Tff says:

    Eu uso windows phone e nunca fico doente (*sarcasmo aqui*)

    • XicoBandito says:

      Também uso windows mobile. Ainda bem que somos saudáveis… 😉

    • LuísG says:

      Boa 😀 (+1)

      \o/

    • Sergio says:

      ahah, bom comentário!

      O windows mobile prefere fazer tudo via web, tal a rapidez do sistema xD

      • Mikes says:

        Se esta app for tipo a TEMS, mais vale mesmo usar a web, mas em qualquer plataforma.
        Apps do estado são más tanto a nível de UI como UX.

        • Ze says:

          E pagas a peso de ouro, não me admira que a do TEMS tenha custado mais de 1 milhão para fazer e cerca de 1 ano de desenvolvimento. Entregue a uma empresa de vão de escada porque são amigos do ministro X.

    • Macavenco says:

      Também uso windows mobile e cada vez me convenço mais que a fraca integração deste SO no mercado não é só culpa da Microsoft. Os programadores não se dão ao trabalho de fazer as app para Windows depois não admira que utilizadores de WP desistam e migrem para Android. Por muito bom que o SO seja, se não houver app o publico desiste

    • App says:

      Android 66%
      IOS: 27%
      Windows: 2%

      • Mike says:

        Windows 10 não é so mobile. Acorda para a vida.
        400 milhões de instalações em 1 ano e 2 meses.

        • António Pereira says:

          Infelizmente os Devs parece que querem forçosamente ignorar isso …

          Custa ainda mais perceber quando os ambientes de desenvolvimento das 3 plataformas são como são.

          • Leandro says:

            399 milhoes 999 mil e 999 são instalações em desktop… O windows mobile para já não é atrativo, mas acredito que nos próximos 2 anos a situação mude.

        • int3 says:

          Fala-se no ambiente móvel. por isso é 2%.

          • Carlos says:

            Em teoria.
            Mas se reparares bem não é só a Microsoft que está a trabalhar para trazer as apps “móveis” para os “desktops”, a Google e a Apple também o estão a fazer. Repara que a Google tem o Chrome OS, que agora já corre apps do Android e a Apple tem vindo a aproximar o macOS cada vez mais do iOS. De forma mais tímida, sim, mas tem vindo claramente a fazê-lo.
            A Microsoft foi apenas a primeira a conseguir fazê-lo, talvez por não ter praticamente presença no móvel, o que facilitou, para eles, a mudança de paradigma.
            Agora, se a visão da Microsoft de ter a mesma app a correr nos mais variados dispositivos, desde o básico Raspberry PI (com o Windows 10 IoT Core) até ao Hololens, realmente pega, isso ainda falta ver.

      • Alpha says:

        Onde foste buscar esses números?

        • App says:

          1º Pesquisas no google com as seguintes palavras chave: mobile os market share
          😉
          2º Clicas no tab “imagens”
          3º Abres meia dúzia delas e verificas que todas dizem a mesma coisa. Window tem cerca de 2% de mercado!

  3. João says:

    Boa aplicação, apesar de ter sido feita pelo trabalho escravo dos funcionários da SPMS.

  4. Paulo Fernandes says:

    Muito mas muito lenta… mesmo

  5. J.Frazão says:

    Por enquanto a aplicação é mais para noticias. Para fazer login na área de utentes reencaminha para o respetivo site.
    De qualquer das formas, é um bom começo.

  6. filuS says:

    Uma aplicação para apresentar informação de uma página web. É uma ferramenta de publicidade e não uma aplicação com utilidade. Mas sendo que não há informação centralizada no SNS também seria difícil fazer melhor. Há outras aplicações melhores com integração com o software usado pelo centro de saúde/hospital e isso sim é útil para o utente que tanto pode consultar dados registados pelo médico como contactar com ele directamente.

  7. Nuno José Almeida says:

    Espero ser construtivo:
    Porquê “My” para os ingleses perceberem? Uma aplicação do Estado não deveria ter inglesismos!
    Aplicação com poucos utilidades. As duas que mais utilidade dariam, ou são se acedem noutra aplicação (TEMS) ou num browser (área do cidadão). Na prática, fica inútil.

  8. Farto disto says:

    O português gosta muito de criticar tudo e todos. É o governo, os deputados, o estado, o clube, os jogadores, o treinador, o estado do tempo, enfim, um país de críticos. Mas ir à luta e melhorar o estado deplorável em que se encontra a sociedade, isso está quieto. Como dizia o outro: Cada um tem aquilo que merece. E neste caso, o português tem o país que merece, o governo que merece, os partidos que merece. Ou seja: Não merece mais do que aquilo que tem. Triste povo este.

  9. Carlos Santos says:

    Eu também pago impostos, e porque não é feita a versão para Windows Phone ou 10mobile? Ou outros sistemas? Não set tão popular não pega. Se o estado fosse uma empresa aceitava-se, assim é incompreensível!?

  10. M0TT0 says:

    Falando de coisas sérias.
    Pesquisa por SPMS aqui:
    https://www.cnpd.pt/bin/decisoes/decide_sumarios.htm
    para saberes da gestão da informação clínica dos Utentes do SNS.
    Para os incrédulos – a informação clínica dos Utentes está disponível/acessível online.
    Se não concordas recusa esta opção (default) no portal do Utente:
    https://servicos.min-saude.pt/utente/

  11. Tico says:

    Podiam era juntar esta com aplicação eMed (ficando uma única aplicação), já que estão relacionadas e são complementares entre si.

  12. prelvas says:

    Copiaram a cores da app Cartão de Vacinas… criatividade ZERO. Utilidade, nula. Falhas, bastantes. Investimento, deve ter sido qualquer de brutal… dinheiro mais mal empregue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.