PplWare Mobile

Google remove a polémica “Remove China Apps” da Play Store


Autor: Marisa Pinto


  1. David Guerreiro says:

    Ditadura chinesa no seu melhor.

    • Spoky says:

      Ditadura? O que não falta é alternativas, o conforto de muitos utilizadores em não quererem procurar alternativas é grave.

      • mrProGamer says:

        É ditadura. E sabes porquê? Porque a China não gostou dessa app, fez queixa a essa app por várias leis de censura vindos da China e a Google resolveu essa situação com o acordo da China senão a Google teria consequências (uma delas é bloqueio dessa loja na China).

        • EDPRR says:

          Continua a não ser ditadura. Ditadura é a imposição pela força de algo. Neste caso o governo chinês terá reclamado e a Google tomou uma decisão empresarial. A Google podia ter mantido a aplicação, nada a obrigava a retirar da play store, e o governo chinês que fizesse o que lhe apetecesse. A Google decidiu retirar, apenas isso. Não vejo ditadura nenhuma. Já a aplicação é claramente racista.

          • RUI COELHO says:

            agressao tambem nao quer dizer que seja agressao fisica pode ser verbal,e nao deixa de ser agressao

          • eu2 says:

            Rui, uma agressão verbal é uma ameaça, não uma simples reclamação.

          • Pois says:

            @eu2 Se receberes uma carta do governo com uma mera sugestão muito diplomática específicamente sobre como tu deves exercer o teu trabalho, considerarias isso uma intrusão e uma postura agressiva por parte do estado?

          • Júlio says:

            Plenamente de acordo meu caro

        • David Guerreiro says:

          Pois, tal como andaram a censurar comentários contra o regime chinês no Youtube. Está tudo comprado pelos chineses. Mas a Play Store não funciona na China. O que o governo chinês poderia fazer era impedir a Google de operar no país.

          • EDPRR says:

            A Google não é chinesa, nada a obriga a bajular o governo chinês. Eu não concordo com muitas das atitudes do governo chinês mas neste caso a culpa, se existe, é unica e exclusivamente da Google. Se a Google quiser, opta por manter a integridade e a honestidade, não acede aos pedidos do governo chinês e perde o mercado nesse país. Mas é uma opção da Google, apenas isso

        • eu2 says:

          Eu também não iria gostar de uma app que incentivasse as pessoas a remover aplicações minhas por causa de preconceito contra mim :/

          • Pois says:

            O problema do online hoje em dia é que se envia informação para todo o lado, sem saber quem está do outro lado. Estas apps resolvem parte do problema.

            Anormal é alguém não se proteger para não ser associado ao rótulo de preconceituoso.

            A China é conhecida por ser um dos hotspots de hacking a outros países, e as aplicações aprovadas para uso pelo governo chinês são muitas vezes forçadas a ter spyware incluído.

            https://www.portofacil.net/bloqueio-de-paises-no-firewall.html

            Confirma por ti mesmo.

            As boas notícias é que é possível bloquear via firewall todas as ligações de e para um país (qualquer país, ou seja, pode-se bloquear NK, Ucrânia, México e outros países com pouca uinformação útil para portugueses, mas frequentemente associados ao cibercrime).

            Para o Android, p.ex. vejam:
            Firewall Domains Mobile App

            Para PCs, podem usar firewalls baseadas em IPs, como:

            https://alternativeto.net/software/peerguardian/

            e obter as blocklists de países em locais como:
            http://ipverse.net/

            A vantagem destas soluções, é que bloqueia todo o tráfego não intencional, mas caso se queira aceder especificamente a um site desse país (p.ex. uma agência noticiosa), pode-se criar excepções para os locais a visitar.

          • Pois says:

            Já agora, uma lista com os 10 países mais agressivos em termos de ciberataques:
            https://www.gocache.com.br/seguranca/dez-paises-com-mais-ataques-de-hackers/

          • EDPRR says:

            Pois, segundo a lista dos países mais agressivos em termos de hacking, os USA aparecem em segundo lugar. Segundo a mesma lógica aplicada à China, toda e qualquer aplicação desenvolvida por uma software house sediada nos USA é automaticamente suspeita, afinal eles são os segundos mundiais em espiolhar a vida alheia. Felizmente o Pois já deve estar a desenvolver uma aplicação para localizar e apagar todas as apps desenvolvidas por americanos.

          • Pois says:

            > Pois, segundo a lista dos países mais agressivos em termos de hacking, os USA aparecem em segundo lugar. Segundo a mesma lógica aplicada à China, toda e qualquer aplicação desenvolvida por uma software house sediada nos USA é automaticamente suspeita.

            Exato.

        • eu2 says:

          Acredito que a Google não tenha removido a app por causa de uma reclamação da China, mas por causa do preconceito racial/nacional que essa app inclui.

          • David Guerreiro says:

            Isso é o que eles dizem publicamente, mas na realidade sabemos que foi por pressão do governo chinês. Tal como tantos líderes a nível mundial que não felicitaram a presidente de Taiwan pelo novo mandato, porque receberam uma cartinha da China a “aconselhar” a não o fazer.

          • EDPRR says:

            Mas qualquer governo faria o mesmo neste caso concreto. Mal seria se assim não fosse. A aplicação em causa funciona com base na ideia de que toda e qualquer aplicação desenvolvida por um programador chinês, independentemente de ser ou não funcionário de um organismo governamental, deve ser retirada. Generalizar negativamente contra todo um povo é xenofobia.

          • Pois says:

            > A aplicação em causa funciona com base na ideia de que toda e qualquer aplicação desenvolvida por um programador chinês, independentemente de ser ou não funcionário de um organismo governamental, deve ser retirada.

            A aplicação funciona com base de que qualquer aplicação desenvolvida na China tem grande probabilidade de ser maliciosa

            Dá a OPÇÃO ao utilizador de remover aplicações chinesas que instalações não-intencionalmente. Ninguém é forçado a instalar esta opção. Agora devemos ser obrigados a ter Apps chineses, mesmo que não o queiramos?

            https://www.gocache.com.br/seguranca/dez-paises-com-mais-ataques-de-hackers/

          • Nuno V says:

            @Pois
            Se as pessoas quiserem fazer o download do APK e instalar-lo, isso é com elas. Agora esta aplicação não tem lugar no Google Play. Gostavas de ter uma aplicação na Google Play, que te traz rendimento, e teres uma aplicação de terceiros a sugerir e a remover a tua aplicação? Claro que não. Por isso é que a política de uso do Google Play diz o seguinte “Adicionalmente, não são permitidas:… Aplicações que enganam os utilizadores para que removam ou desativem aplicações de terceiros… Aplicações que encorajam ou incentivam os utilizadores a remover ou a desativar aplicações de terceiros”. Portanto esta aplicação viola claramente esta política.

        • Nuno V says:

          Podias-me indicar a fonte em que acima que o governo chinês pediu a remoção da app?

        • EDPRR says:

          Pois, se uma aplicação for instalada contra a vontade do utilizador ou as escondidas do mesmo, estamos perante uma flagrante violação das normas da Google. Mas o que não falta em quase todos os telemóveis são aplicações que não queremos e não podemos (ou dificilmente) retirar, o chamado bloatware pré-instalado. Qual o problema? A app em causa é racista e xenófoba, ponto. Se não fosse bastava apresentar uma lista de países, escolhiamos o que queriamos, apresentava o software com origem nesse país e desinstalavamos. Tratava todos os países por igual e não dava muito trabalho a fazer. Assim é apenas generalização xenofoba

  2. Spoky says:

    Alternativa
    https://apkstart.com/en/remove-china-apk
    https://apkfolks.com/remove-china-apps-apk/

    Sem consentimento do utilizador? A app em questão pergunta se deseja remover, e pelo nome também não é difícil adivinhar o que a app faz.

    Lá esta a Google a chamar os utilizadores de burros.

    Enjoy

  3. Bruno Mota says:

    A Google é aversa à liberdade de escolha.

  4. anti-china says:

    Ditadura.
    Sou utilizador Android mas isto pela primeira vez, faz-se pensar no iPhone.

  5. Mário Loureiro says:

    Eu sou um conservador por natureza e nunca fui um homem de esquerda, mas pelo que sem tem passado nos últimos anos na América de Trump, cada vez mais me inclino para o socialismo. Eu até tenho um Iphone 7, mas até Trump e a América não mudarem a sua política não consumirei mais produtos made in USA.
    Os Chineses estão a fazer o que a América fez durante décadas nos mercados mundiais, agora que a China abriu o seu mercado e estão a inundar o Mundo com os seus produtos, bons ou maus, e finalmente a América está a ter um adversário económico a sua altura, eis que se levantam as teorias da conspiração do costume….

    • David Guerreiro says:

      Inclina-se para o socialismo? Ora é simples, vá viver para a Venezuela, Cuba ou Coreia do Norte. Viverá em “paraísos socialistas”, e poderá ter a oportunidade de experimentar todos os benefícios do socialismo, além de poder gritar palavras de ordem contra Trump e os EUA a toda a hora, queimar bandeiras dos EUA. Enfim…

      • EDPRR says:

        Era só o que faltava se uma pessoa agora fosse obrigada a emigrar por ter ideologias diferentes. Portugal ainda é uma democracia onde existe alguma liberdade de expressão. O sr David Guerreiro não foi morar para os Estados Unidos, porque se acha no direito de mandar quem quer que seja para fora do país ?

        • David Guerreiro says:

          Para quem diz que se inclina para o socialismo sem nunca ter vivido no mesmo, é o mesmo que dizer que adora ostras sem nunca ter provado nenhuma. É isso mesmo, Portugal ainda é uma democracia, coisa que não sucede nos países socialistas, como os que referi. Nos países socialistas, mais de metade dos comentários que estão aqui já teriam desaparecido…
          E porquê motivo é que teria que ir morar nos EUA? Os EUA não são o único país com democracia, com liberdade de expressão ou de culto. Agora regimes socialistas não há assim tanta escolha

        • David Guerreiro says:

          Pergunte aos venezuelanos ou cubanos que diariamente fogem desses países se o socialismo é tão bom, porque estão a fugir, e obterá a resposta. Depois de passar pelas amarguras do socialismo, as inclinações acabam rápido.

      • Pois says:

        Incluí Portugal nessa lista
        (PS+CDU+BE + a suposta oposição do PSD).

        Tal como os restantes é uma maravilha. Temos:

        * sol;
        * boa comida;
        * praia;
        * Fátima;
        * futebol;
        * fado;
        * e muito mais…

        Tal como os restantes, também temos:

        * impostos altíssimos;
        * ordenados baixos;
        * custo de vida relativo alto;
        * baixo índice liberdade empresarial;
        * baixa competitividade económica;
        * baixo índice mobilidade social;
        * sistema de ensino decadente.

      • Mário Loureiro says:

        Sim inclino-me para o socialismo, o nosso socialismo, o Partido Socialista, tem algum problema com isso. Não mencionei o comunismo, deve ter feito confusão, pois os regimes comunistas agora auto intitulam-se de regimes socialistas.
        Agora eu sou PORTUGUÊS e muito, pois sou da terra onde nasceu PORTUGAL. Por isso não me manda ir viver para lado nenhum, pois não me conhece de nenhum lado e mesmo que conhecesse não lho admitia.
        Não suporto é radicalismos e xenofobias contra outros povos , pois por causa disso é que vivemos nestas guerrilhas de religiões e ideologias que não nos leva a lado nenhum.
        Também o podia mandar ir fazer companhia ao André Ventura, Bolsonaro ou Trump, mas não vou por aí, deixe-se cá estar no nosso belo Portugal á beira mar plantado.
        E já agora os Chineses são pessoas como qualquer outras e devem ter pensamentos de direita de esquerda e assim-assim, tal e qual os americanos.
        Agora quando nos inclina-mos para pensamentos anti isto ou aquilo tal e qual o Hitler fez………e deu no que deu…..

        • Pois says:

          @Mário
          Eu não apoio com o modo como o David se dirigiu a si, e até fiz brincadeira com a coisa, mas tenha noção que a coisa é ao contrário do que diz.

          Os países que se autodemonimam socialistas, são o socialismo puro.

          É esse o mesmo resultado final de qualquer implementação do socialismo, por simples princípios socio-economicos base.

          A diferença que temos do nosso socialismo (e outros socialismos europeus) e os da Venezuela, Cuba e afins, é que ainda não evoluiu até esse ponto, e o autoritarismo necessário à sua manutenção também ainda não foi necessário.

          Cuba e Venezuela tiveram uma implementação abrupta do socialismo (golpes militares), o que instaurou automaticamente a militarização da sociedade, mas se olhar para a Europa, essa mesma militarização está a progredir a olhos vistos.
          A diferença é que agora utilizamos a estabilização do “desassossego social”, ou o “combate ao terrorismo”, ou “o achatamento da curva” para justificar a militarização da sociedade e as implementação de medidas draconianas antes associadas ao socialismo/comunismo.

          Os Trumps e outros costumam dizer, o socialismo acaba quando acaba o dinheiro dos outros. No que se enganam é que o socialismo não acaba com o dinheiro dos outros. Transforma-se é na vertente autoritária, como são exemplos os outros países já referidos, e os outros exemplos mais infames.

    • David Guerreiro says:

      Curiosamente não me recordo do mercado mundial estar inundado de produtos norte-americanos. Sou do tempo que a China não pertencia à OMC e não havia inundação.

      • Pois says:

        Eu nunca defendo a China, mas o mundo estar inundado de produtos Chineses é um feito positivo deles.
        Os americanos nunca foram competitivos com base no custo/benefício, mas sim através de imposição monopólios através da WTO e da forma como impuseram um sistema de patentes em que os países com dinheiro e força política maior, imposeçem aos restantes limitações à criação, as royalties como um imposto à inovação, enquanto fazem com que países frágeis não tenham maneira de salvaguardar a sua própria propriedade intelectual (falta de dinheiro para patentes em todas as instancias internacionais, falta de dinheiro para a litigação, e tecnicalidades https://www.ipwatchdog.com/2015/07/18/top-5-mistakes-inventors-make-invention/id=59286/)

  6. Mário Loureiro says:

    Vejam o que se está a passar com o 5G, só porque foi uma marca chinesa a ultrapassar os americanos neste capítulo, estão a tentar por todos os meios e teorias deitar a mesma abaixo. Como se eles (americanos) não nos andassem a espiar à décadas, enfim

    • EDPRR says:

      Mas o problema americano é exatamente esse ! Se os paises europeus usarem tecnologia chinesa como é que os americanos vão espiar ? Antigamente a NSA tinha acesso às backdoors dos routers de origem americana , fossem eles vendidos onde quer que fosse. Agora se se for usar tecnologia chinesa os serviços americanos vão ter que despedir pessoal por não terem nada para fazer. Estou a brincar, os americanos não precisam de nos espiar, nós já colocamos tudo no facebook, twitter e instagram !

      • Pois says:

        Verdade. Mas sair de um mal para meter-se noutro não é solução nenhuma.
        Eu diria que a China é uma ditadura mais repressiva, mas ultimamente tem sido demonstrado o contrário quase numa base diária, portanto, não vou tecer juízos de valor.

        O que importa é que um presente envenenado, venha de quem vier, deve ser recusado.

        • David Guerreiro says:

          Tem sido demonstrado que a China não é uma ditadura repressiva? Deve ter andado a ver a CCTV ou ler jornais chineses, só pode…

        • EDPRR says:

          Concordo. É tempo de a UE ter uma política tecnológica própria e desenvolvimento interno. As empresas europeias não podem continuar atrás das americanas e chinesas no desenvolvimento e inovação tecnológicos. O que andam as empresas europeias a fazer?

    • FAR says:

      Aponte-me um único estudo minimamente credivel que indique que a gama de frequancias de rádio usadas pelo 5G nos EUA é segura. Certamente deveria ser fácil para o poderio económico chinês – ou quem quer que seja que não seja os EUA – provar isso em sua defesa, não? O interesse económico ESTÁ DO LADO DO 5G, independentemente do país / nação / cultura.

      Faça um favor à internet e pare de a poluir com opiniões mal-formadas.

      • qwertyu says:

        essas frequencias sao usadas ha anos em satelites (tv), radares, etc. mais vale pedir aos aeroportos para desligarem os radares…

        • Pois says:

          As torres de radar são áreas delimitadas com avisos sobre o potêncial cancerígero da zona, e indicam que só devem ser atravessadas por necesidade e com brevidade. Se tiver acesso a alguma, confirme por si mesmo.

      • mrProGamer says:

        O interesse económico está do lado do 5G? Errado, o interesse está no lado para o Internet of Things, Inteligência Artificial e a Indústria 4.0. E quanto ao 5G, já era porque vem ai o 6G. (dizem das noticias do japão e dos outros países).

        • EDPRR says:

          Os jornais japoneses indicam que, na melhor das hipoteses, o japão terá 6G em 2030. Em 10 anos … há 10 anos atrás andávamos no 3G ! Vamos ficar sentadinhos à espera que o Japão crie o seu standard 6G ou vamos continuar a avançar tecnologicamente ?

      • David Guerreiro says:

        Aqui está uma excelente explicação do problema com a Huawei: https://youtu.be/Hq9C7XbDHwU?t=47

    • David Guerreiro says:

      E mais, Trump afirmou que incentivava a Nokia e a Ericsson a juntarem-se para unir esforços no 5G. Nenhuma delas é norte-americana ou é sequer controlada pelo governo norte-americano, uma é finlandesa, a outra sueca. Nunca vi os EUA a exigirem que utilizem tecnologia norte-americana no 5G. Aí vai pelo cano abaixo o argumento de estarem a querer impingir tecnologia própria para espiar.

      • EDPRR says:

        Errado. Os Estados Unidos ainda não têm sequer um standard unificado 5G, as diferentes operadoras utilizam tecnologias semelhantes mas não totalmente compativeis e operam com velocidades mais reduzidas que o 5G da Huawei. O que o Trump pediu foi que a Nokia e a Ericsson se juntassem a empresas americanas para desenvolver um standard 5G. Nada é referido quanto à construção de hardware. Você acha mesmo que, depois de décadas em que a NSA, espiou toda a gente e mais alguma, iriam deixar de o fazer ?

        • David Guerreiro says:

          E porque não poderiam espiar na mesma? Os equipamentos implantados nos EUA poderiam ser na mesma espiados, mesmo da Nokia ou Ericsson.

          • EDPRR says:

            Mas alguém, no seu juízo perfeito, acha que não somos permanente espiados? É a China, os EUA, a Rússia, provavelmente a Inglaterra e sabe-se lá quem mais. Os cabos submarinos por exemplo, alguém tem a certeza de que as comunicações não são interceptadas lá?

  7. Zé Duarte says:

    As imagens da publicação claramente mostram porque a Google removeu a app da Play Store. A app incentivava a remover o TikTok, uma das apps que lhes mais deve render.

    • David Guerreiro says:

      Isto porque a maioria das pessoas não tem a noção de que o TikTok é controlado pelo governo chinês. Tanto que bloquearam uma pessoa, que dizem ser parecida com o líder chinês, e essa pessoa nunca tentou personificar o presidente chinês, é um cantor que divulgava vídeos de música no TikTok. É um pouco como na Coreia do Norte, onde tudo é regulado, até os cortes de cabelo, e ninguém pode cortar o cabelo igual ao “querido líder”. Muitos ocidentais com ajuda desta app, aperceberam-se de que algumas das coisas que possuem no smartphone são chinesas.

    • eu2 says:

      É publicidade que rebaixa outras marcas, isso é considerado errado em muitos lugares. Por exemplo, aqui em Portugal não podem fazer passar anúncios na TV que rebaixem outras marcas, como aqueles anúncios de detergente, comparam a marca deles com as outras, sem especificar quais outras, dizendo apenas que é um “detergente comum”.

      • David Guerreiro says:

        Quem não se lembra dos anúncios do Pingo Doce a dizer que aqui não há cartões, não há cupões e sei lá mais o quê? Ou do Lidl com o Continente? Há sempre empresas a fazer piadas umas com as outras, a Samsung por exemplo sempre o fez com a Apple. Esta app simplesmente mostra que produtos são de origem chinesa, e quem quiser removê-los pode fazê-lo. Qualquer um é livre de não querer apps chinesas, coreanas ou sauditas, etc.

        • Banana says:

          Calma contigo faz com a Apple onde é permitido e só vês porque fazem upload para o YouTube porque em Portugal não podem fazer cenas dessas

  8. EDPRR says:

    A ideia do programa é localizar especificamente o software de origem chinesa, independentemente de quem tenha sido o programador, como se todo os programadores chineses fossem agentes subversivos do governo, e todo esse software viesse carregado de malware e com a unica função de recolher dados de forma ilegal. A ideia do programa é portanto claramente xenófoba e racista. Se assim não fosse o software indiano poderia simplesmente questionar o utilizador sobre qual o país de origem de software que o utilizador desejava pesquisar, ou listar todo o software instalado e o respectivo país de origem. Mas não, para o programador deste software os chineses são todos iguais e merecem ser todos alvo de desconfiança. Deixem de comprar Xiaomi, Huawei, Oneplus, Oppo, se desconfiam assim tanto e passem a comprar apenas marcas americanas. De certeza que os serviços americanos não vos espiam tanto …

    • David Guerreiro says:

      A questão é que na China não existe uma verdadeira separação entre público e privado. O PCC está metido em todo o lado, daí que é complicado em saber se esta ou aquela empresa é isenta ou não. O mesmo não sucede em países democráticos.

      • EDPRR says:

        Como os Estados Unidos? O departamento de segurança americano não tem acesso à informação das grandes empresas tecnológicas americanas? Vá lá, você sabe que isso não é verdade, os americanos espiam tudo e todos, até o telemóvel da Merkel eles espiaram. O problema é que atualmente quase toda a tecnologia vem da China ou dos EUA portanto estamos reféns dos dois

  9. EDPRR says:

    Entretanto no meu Huawei que vem de fabrica carregado de apps chinesas o software indiano só localiza o WPS Office mas não reconhece o Antutu que também é chinês

  10. miguel says:

    A Google e Apple já se venderam a muito aos chineses, infelizmente!

    • EDPRR says:

      A Google e a Apple estão no ramo do dinheiro. O negócio deles é fazer dinheiro, ter lucro. A China tem um mercado potencial de 1/7 de toda a população terrestre. Acha que, do ponto de vista empresarial, isso não interessa ? Os estudios de cinema americanos já começaram a reparar que no caso dos blockbusters, rendem tanto ou mais na china, que nos proprios Estados Unidos, isso torna esse mercado apetecivel e começam a surgir parcerias com produtoras chinesas. Independentemente de ser a China ou qualquer outro país, as empresas querem vender o maximo ao maior numero de clientes. Se para isso tiverem que fazer fretes a algum governo, eles não terão o minimo problema com isso. Seja a China, a Russia, os Estados Unidos, o Zimbabwe ou as ilhas do Tuvalu.

      • Pois says:

        > A Google e a Apple estão no ramo do dinheiro. O negócio deles é fazer dinheiro, ter lucro. A China tem um mercado potencial de 1/7 de toda a população terrestre.

        Assim que a perda dos restantes 6/7 for mais evidente, talvez percebam melhor.

  11. RCS says:

    Parece que há por aqui muito xenófobo em relação aos chineses.

    • EDPRR says:

      Bastantes ! Mas com smartphones, TV’s, ventoinhas, impressoras, microondas, etc etc etc made in china

      • RUI COELHO says:

        infelizmente o mercado está infestado de produtos chineses

        • EDPRR says:

          Infelizmente porquê ? O que impede as empresas europeias, americanas, africanas ou de outros paises asiaticos, de concorrer nos nossos mercados ? QUe eu saiba nada … apresentem produtos de melhor qualidade a preços semelhantes ou inferiores e toda a gente deixará de comprar produtos chineses. Até lá é o mercado que temos.

          • Pois says:

            > O que impede as empresas europeias, americanas, africanas ou de outros paises asiaticos, de concorrer nos nossos mercados ?

            Economia. Ninguém consegue competir com trabalho escravo (prisional) e com a ausência de normas. Dois pesos e duas medidas para as empresas europeias vs asiáticas.

          • Banana says:

            @pois deixarem de compactuar com trabalho escravo é meio caminho andado, se o mundo está assim “made in China” a culpa é de quem investiu no trabalho escravo para obter mais lucro

          • Pois says:

            @Banana
            > “made in China” a culpa é de quem investiu no trabalho escravo para obter mais lucro

            E de quem compra “made in China” sabendo que que estas coisas acontecem.

            Cada um pode tomar decisões que alteram o modo como o sistema funciona, mas é sempre mais fácil atribuir culpas a terceiros.

            Apps como esta permitem boicotar software chinês. Melhor se dessem a escolha dos paises a boicotar como já foi referido acima.

            O equivalente a isto existe para o mercado físico. Todos os produtos comercializados legalmente na Europa têm a origem na caixa.

        • José says:

          Não é bem assim, basta procurar, que podemos comprar tudo sem intervenção chinesa. Pode ser mais caro, mas também é melhor.

      • José says:

        Eu não tenho! Faço questão de saber onde é fabricado tudo o que está na minha casa! Estranho a veemência com que defende a China. Até parece que lhe pagam alguma coisa!

  12. RM says:

    A china deve ter ‘pedido’ à Google para remover ou então … !

  13. jorgeg says:

    lol, … eu sempre disse que o google é uma plataforma comuna e isto só prova-o, …
    vergonhoso.

  14. Samuel MG says:

    Tanta discussão por causa de uma app 🙁 Existem assuntos que merecem mais discussão do que este.

  15. Nuno says:

    concordo parace que a loja da google e a unica com este appp…o app continua por ai na net pra quem queira….

  16. José says:

    Eu quero instalar esta aplicação. Tenho esse direito, como tenho o direito a escolher quem considero fidedigno para partilhar os meus dados.

  17. José says:

    Já instalei!

  18. José says:

    Não tenho nada chinês! 😉

  19. Felipe Cardoso says:

    Espero que venha mais apps desse estilo a Google Play Store! Seria de bom grado aos utilizadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.