PplWare Mobile

Galaxy S5 tem piores resultados que a concorrência


Destaques PPLWARE

  1. migue says:

    a samsunga esqueceu-se de burlar os resultados do antutu 😀

  2. Rui says:

    Será que alguém na Samsung se esqueceu de activar a cena do overclock para os testes de benchmark???

    Mais a sério, para mim há coisas mais importantes do que o ser mais rápido. 😉

    • LoRDByRon says:

      Não…. Simplesmente deixaram de fazer isso, está mais que reportado pela net fora. Coisa que a HTC não fez e já admitiu que o faz propositadamente e até foram banidos os resultados de alguns rankings de aplicações do género, por esse facto mesmo.

      Quando era a Samsung a fazer era a pior do mundo, agora é a HTC, vamos lá ver as opiniões.

      De qualquer maneira, retirando esse dito overclock ao M8, não sei se ficaria à frente do S5, pois os scores são bastante aproximados. Ao contrário, o Z2 não faz overclock e já ficava à frente do S5 em resultados preliminares.

      Mas os benchmarks só servem para praticamente isto, medir “pilinhas” e para guerrinhas de fanboys.

      • Johny says:

        Deixa-me advinhar… tens um Samsung?

        • LoRDByRon says:

          Nope… Já passei por lá, sei o que vale e sei o que não vale. E isto vale para todas as marcas.

          Para tua informação, actualmente tenho um Z1 Compact da Sony, vindo dum BlackBerry Q5 e dum Galaxy SII e estou completamente satisfeito por um bom tempo, pois enche as medidas em todos os sentidos , para mim. Já tive iPhone, Windows Phone também, já para não falar de Symbian’s e afins, já vão mais de 50 telemóveis e smartphones nas mais variadas plataformas. E não, não sou rico se for esse o argumento pra trollar, apenas gosto da indústria, salto de um lado para o outro e com inteligência, não gasto muito dinheiro.

          Mas que tem isso a ver? Fanboy troll much pros teus lados?

          O que tava a dizer, foi exactamente o que disse, a Samsung foi “apanhada” a fazer cheat nos benchmarks e foi logo a pior empresa o mundo, a mais corrupta bla bla bla. Mas por acaso saiu bem do buraco, deixou de fazer isso e anunciou ao mundo esse facto. A HTC está a fazer exactamente o mesmo e qual as respostas? “No pasa nada” 😉 E qual a resposta da HTC? Isso mesmo: “Basicamente fazemos cheat, mas estamos orgulhosos disso”.

      • Rui says:

        Concordo com o que escreveste e em especial com o último parágrafo.

      • Marcelo Barros says:

        Tens razão quanto aos benchmarks, no fundo os smartphones em funcionalidades básicas também vão dar ao mesmo, são Android.

        O que para mim faz toda a diferença é o Sense da HTC bate de longe a customização fraca da Samsung, mesmo pobre.

        A HTC tem uma grande equipa de Design e Software.

        • LoRDByRon says:

          Pessoalmente, nunca experimentei o Sense. Parece-me bem, agora ainda mais pois está cada vez menos intrusivo no sistema.

          Tenho um Sony de momento, e é dos mais “vanilla Android” que se pode encontrar entre as principais marcas. Mas perde numa coisa em relação aos outros, que é em features. Pode ser “paneleirices”, mas para o marketing, os Samsung são o deleite, cheios de coisinhas para isto e para aquilo. Se é bom ou mau? Só quem os compra é que saberá, mas é preciso saber que existem mais opções no mercado e bem capazes, pois em hardware, é tudo a mesma coisa.

  3. migue says:

    burla não, manipula 😀

  4. ANDROID +1 says:

    Penso que de qualquer maneira deve ser um estupendo aparelho, o problema está situado aqui: será que para 90% das pessoas a diferença PRÁTICA de velocidade entre o snapdragon 600 e o snapdragon 801 faz diferença para as pessoas, ou que seja até perceptível?

    • Vítor M. says:

      Nem dão conta, claro que não, pelo menos agora, daqui por uns 3 anos, sim irão notar, não agora.

      • MM says:

        Em média os utilizadores trocam de telemóvel de 2 em 2 anos, portanto, construir algo a pensar num período de 3 anos em tecnologia é completamente despropositado.

        • peduxe says:

          um iPhone 5S dura 3 anos sem problemas mas depende do uso dado – mas quem pode adquirir um com mais frequência não terá quaisquer problemas. Não sei que avanços podem neste momento dar a estes aparelhos: eles já contêm praticamente tudo… chips 64-bits, ecrâs de 5 ou mais polegadas e FullHD, câmeras que gravam em 4K, estás evoluções tecnológicas com certeza se vão acalmar.

        • Pedro A. says:

          Deves andar a nadar em dinheiro. Eu uso os meus até morrerem, ou alguém me oferecer algo melhor. O meu smartphone anterior já tinha 3 anos e meio quando o troquei, e nunca foi um topo de gama.

          • David says:

            Nao sou rico, nem nado em dinheiro…e não aguento mto tempo com equipamentos…o que me durou mais na minha mao foi o iPhone 5 que me durou 8 meses…mas contudo isso não é para aqui chamado, nem acrescenta informação util ao assunto…mas que ele tem razão isso tem…em media trocam de 2 em dois anos, muitos aquando da mudança de contratos, mas nem só…

          • MM says:

            Eu não disse que os aparelhos só duram 2 anos. Eu disse que os utilizadores mudam em média de tlm de 2 em 2 anos. Percebem a diferença em termos de mercado ou nem por isso?

  5. Rui Morais says:

    Então ainda a dias o pplware veio dizer que o s5 era melhor que o htc…ai ai ai

    • Simão says:

      Meu caro não foi o pplware que disse isso, foi mesmo a samsung…

      • Vítor M. says:

        Exactamente. O Rui Morais não deve ter visto isso, mas sim, não fomos nós, a Samsung é que veio a terreiro dizer isso, não digo que no geral, que no global com os dispositivos que emparelham com o sistema Samsung, que não seja de facto melhor, mas os números estão à vista e, mais uma vez Rui, não são nossos, como o Simão referiu.

  6. Telmo says:

    Sou sincero, nunca gostei muito da Samsung, mas este S5 parece-me mesmo mau. É feio e para além disso tem o ecrã ainda maior que o do S4 (apesar de algumas pessoas acharem isto bom).

    @off-topic

    Recentemente fiz a transição do Firefox para o Chrome (que é bastante mais rápido no meu computador). No entanto, tenho tido alguns problemas, pelo menos com 2 páginas: The Verge e Sapo. O que se passa? No The Verge, a 1ª vez que abre não carrega CSS. No entanto, após um refresh fica a funcionar. Já no Sapo, não adianta, fica sempre desformatada.

    Não sei se mais alguém tem este problema, mas é único do Chrome, já que no FF e IE abrem sem problemas. Soluções?

  7. DC says:

    E o Nexus 5 com meio ano em cima e a metade do preço continua ali a morder os calcanhares aos tubarões em performance…

  8. JONAS says:

    Pessoal da PPLWare, gostava de partilhar aqui a info acerca deste novo smartphone, que encontrei no youtube, e acho ter umas specs bem potentes….

    Vejam vocês mesmos….

    https://www.youtube.com/watch?v=AOiRKS7NY2g

    Abraço

  9. peduxe says:

    É óbvio que é só uma minoria que liga aos specs dos vários smartphones, a outra grande fatia só se interessa pelo hype do mesmo. O fator de estudo que devem ser realizados aos consumidores é face à durabilidade, o suporte e se satisfazem as suas exigências e nada mais.

  10. Panda says:

    Acho que o pior é o design, horrível mesmo. Completamente fora de moda.

    • peduxe says:

      referes-te ao HTC One ou S5?

      HTC One – odeio não terem ganho nada com a ausência dos botões capacitivos, poderiam ter colocado o logo no canto inferior direito ou esquerdo na zona em metal e aumentar mais um pouco a dimensão do ecrã, seria uma alternativa.

      S5 – Samesung, plástico e só plástico. E agora no caso de teres uma ferida, podes sempre utilizar a capa traseira como penso rápido hehe. Eles deviam ter adotado o design deste suposto Galaxy F (rumores de que seria um dos possiveis aspectos do S5) : http://media.gizmodo.co.uk/wp-content/uploads/2014/04/samsung-galaxy-f.jpg

      • Muleta says:

        nao desgosto do design do s5 (já o tive na mão), mas acho mesmo feio o htc, com aquelas bandas cinzentas…

        • Dumitru says:

          Muleta acho que o Panda se referiu ao S5 claro! tu deves ser fanboy da Samsung! por andares a dizer mesmo feio o htc e gostas do s5 lol! eu nao digo nada do plastico, ‘e so olhar o design -.- o s4 copious o s3 quase igual e o s5 copious o s2 mas saiu muito mal!

      • João tavares says:

        Mesmo conversa de quem não mexeu ainda no s5….

        • David says:

          Ha gostos para tudo e ainda bem que assim o é!
          Que é vergonhoso a forma como a Samsung construiu o S5 sim é…acho que a Samsung tem conhecimento para mais, mas se dá dinheiro, e lucro assim para que mudar??? o S5 parece um brinquedo, acho que o Nexus 5 com melhor qualidade…eu detestei a qualidade do S5, parece que se parte, mas até pode ser um excelente equipamento, mas acho que a Samsung podia ter feito e melhor para o valor que pede pelo equipamento…mas é apenas uma opinião…qualquer Smartphone é caro…o iPhone é caro, mas pelo menos apresenta uma construção melhor para o valor que pedem…o S5 para o que apresenta é caríssimo…Mas é opinião…

          Olhem o Oppo Find 7 que apresenta uma excelente qualidade…e olhem o preço….enfim…

        • David says:

          ah e para nao falar na Skin da Samsung…que para mim é das piores…nao há qualidade nem preocupação em manter um sistema bem desenhado, e cuidado…parece que é so apenas colocar la as coisas e que se dane…
          visto isto tudo…testem, comparem com o 4.4.2 que têm, vejam as diferenças, etc…
          Penso que o Note 3 será o ultimo Samsung que terei se isto continuar desta forma…há tantos e melhores skin que o da Samsung, e todos sabemos disso, mas a Samsung continua a mandar para o mercado aquilo…enfim…para não falar como funciona toda a interação entre homem e o equipamento…mas enfim…mas isso não é apenas no android…infelizmente…

  11. ICP says:

    e o HTC M8 ja disponivel no Reino unido….alguem sabe para quando estara por ca? sem ser pela net.

  12. Décio Fernandes says:

    Não querendo tomar partidos, deixo apenas aqui esta nota:
    http://www.androidheadlines.com/2014/04/htc-one-m8-gets-delisted-3dmarks-benchmark-database-due-cheating.html

    A Samsung também fazia este “clock” mas depois de ser denunciado deixou de fazer.

  13. Nunes says:

    “Mas por que razão, um iPhone do ano passado aparece nesta posição? No que diz respeito ao iPhone 5S as diferenças poderão estar relacionadas com o facto do iPhone ter o co-processador M7 o que em algumas tarefas retira a carga ao SOC, permitindo um desempenho melhor.”
    Nenhum GPU realiza tarefas que estão a cargo do co-processador M7. Nem sequer essas tarefas têm impacto significativo ao nível de performance.

  14. Jorge Rodrigues says:

    Acho pouco importantes estes ditos testes, valorizo muito mais as capacidades e autonomia da bateria….
    a qualidade e materiais do aparelho são igualmente importantes.

    Acho que não deve ser vergonha não ser o melhor, o importante é ser o mais eficiente e equilibrado nas funcionalidades / Autonomia / Qualidade e design

  15. motard says:

    O grande Nexus 5 a menos de metade do preço está entre os melhores e em média de resultados fica mesmo em 2º lugar. para que dar 700€ por um tlm se podemos dar 350 e temos um topo de gama, puro android com todas as actualizações sempre na hora. 🙂

    • says:

      O Nexus 5 é o único Android que eu compraria neste momento. Tenho colegas que o compraram, já experimentei e gostei. Não faz sentido comprar um S5 pelo dobro do preço só para ter um “pintelho” a mais de melhor desempenho em gráficos.

  16. Nuno Fernandes says:

    Eu nunca fico á vontade com incoerencias…alguém notou que o note 3 que se situa quase sempre nos 3 primeiros desaparece nos últimos 2 gráficos !?

  17. Bruno says:

    O meu LG G2 é uma máquina. Lançado em 2013 e ainda anda aí a competir e ultrapassar o S5 em alguns testes…
    Verdade seja dita entre o Snapdragon 800 e 801 a diferença é pouquissima.

  18. NewJ says:

    Também gostava ee saber porque comparam aqui um iphone5s a salientar o desempenho gráfico, mas desempenho grafico em metade da resolução dos outros todos?

    • NewJ says:

      Ok, para atrairem visitas.. Já agora podiam por também aí o Lumia 1520 ao barulho, pelo menos é 1920×1080.

      • Nelson says:

        Não, não é para atrair visitas.

        Num, é o desempenho real, aquilo que vais ter quando usares o telemóvel, não “e se o iphone tivesse um ecrã full hd”, lá está, são vantagens e desvantagens.

        Noutro, tens o desempenho offscreen, ou seja, todos com a mesma resolução. Por exemplo, quando ligas um cabo MHL enorme nos android, ou quando usas AirPlay no iPhone.

    • Nunes says:

      alguns dos testes que são mostrados são independentes da resolução do ecrã do aparelho

  19. Arlindo Pereira says:

    tenho um super Note 3. S5 é para meninos. HTC tb já é smartphone de homem. o resto, são sombras.

  20. OMG says:

    Conclusão: comprem o nexus 5!
    E já agora, o iPhone com o seu revolucionário processador de 64 bits… Not so good!

    • Nelson says:

      Quando é que o 5S é mais lento a fazer qualquer tarefa que qualquer outro concorrente?

      Pois…

      Além disso, resta saber quanto é que dura a bateria nesses CPU’s a puxar por eles, e o mesmo no iPhone… Quad-Core, 2,5Ghz, não fica barato…

    • Nunes says:

      mesmo!?
      http://www.anandtech.com/show/7903/samsung-galaxy-s-5-review/7
      Se fores ao site original repararás que é o iPhone 5S que fica à frente nos testes ao CPU! E nos testes ao GPU está em muitos deles nos primeiros lugares.

      • Miguel says:

        o iPhone tem um ecrã com baixinhima resoluçãi, por isso é que se safa sempre bem no GPU… se lhe espetares uma resolução 1080p… as coisas seriam diferentes!!

        • David says:

          nao é só e apenas o ecrã o responsável por esses valores… e melhor exemplo tens os pc, que com ecrãs de 15″ ou 17″ tinham a mesma resposta que em ecrãs com 19″ e 21″ com resoluções maiores!

          claro que influencia, contudo, acho que o android precisa de uma grande modificação, tal como a Apple fez com o 10.6 salvo erro, em que não se limitou a introduzir novas funções, como rescreveu todo o código novamente…e o Android precisa do mesma…O iOS é mais refinado, e melhor cuidado…apesar de usar android, o design do sistema operativo da Google deixa a desejar comparado com o iOS e mesmo com o Windows Phone…

        • Nunes says:

          uma boa parte dos testes são independentes da resolução do ecrã! Por exemplo, dos gráficos que são aqui mostrados:
          3DMark Unlimited – graphics
          GFXBench T-Rex (offscreen)
          BaseMark X (overall), creio que tb seja
          e na página original encontras muitos outros testes independentes da resolução, alguns em que o iPhone fica em primeiro!
          Mas independentemente disso, o facto é que na grande maioria das situações o que importa é a performance no ecrã do aparelho!

        • Sergio J says:

          A questão é que não tem um ecran maior, logo não podemos andar com ses. Se tivesse um ecran maior proavelmente tb o hw acompanhava.
          mas como diz a ladainha, se a minha avó tivesse rodas era…

          e o povo dá-lhe specs, specs, specs…
          Os benchmarks servem essencialmente para performances em jogos. Pode ter um impacto directo por exemplo no render de páginas . Mas Há depois todos o overhead do sistema operativo e plataforma. O que interessa é a experiencia de utilização. Comparar benchmarks com plataformas diferentes e igual a nada

        • Nelson says:

          Como disse, tens nos testes desenho offscreen.

          Mas também para que é que queres altos gráficos no Android? Para jogares Flappy Bird? Acho que qualquer um serve…

      • OMG says:

        Nesse link que tu deste, nos testes ao GPU em quantos é que o iPhone fica em primeiro? Era bom para jogos, dizias tu… vê-se!

        • Nunes says:

          8 em primeiro, 11 nos 3 primeiros, 16 testes ao GPU no total!
          E o meu comentário a que te referes era sobre o uso do CPU em jogos, não do GPU!

          • OMG says:

            Numa contagem rápida de gráficos conto 19 no total e o 5S em primeiro em menos de metade (9).
            E de que te serve o CPU sem um GPU para jogos? (e nem vou falar no ecrã…).

          • Nunes says:

            só 16 gráficos é que se referem exclusivamente a testes ao GPU e que incluem o iPhone – foi isso que pediste!
            Sem GPU para jogos? bem… lá estás tu outra vez a negar a realidade, mesmo depois de as tuas próprias palavras confirmarem que está entre os melhores a maior parte das vezes! Verdade que este tipo de contabilidade não prova qual é o melhor, mas no mínimo mostra que o GPU do iPhone está entre os melhores!
            A qualidade gráfica é só uma parte do jogo… a dinâmica do jogo depende muito do CPU! Um melhor CPU, se aproveitado, permite melhor inteligência artificial, melhores simulações… Mesmo que não seja aproveitado, a melhor performance poderá melhorar a eficiência, reduzindo o gasto dependente do CPU!

          • Nelson says:

            Por exemplo, no “The Walking Dead”, o iPhone é muito mais rápido!

            É 2 anos mais rápido! 😀

          • OMG says:

            Na categoria GPU e nos testes onde figurava o 5S, contei 19, e se o 5S estava em primeiro em 9, não foi nas minhas palavras que era “a maior parte das vezes”, mesmo tendo em conta a menor resolução do ecrã (que influencia parte dos testes).
            Há jogos que precisam bastante do CPU, mas não são a maioria. Tens mesmo de te render ás evidências dos números…

          • Nunes says:

            @ OMG
            2 dos testes que aparecem na parte “GPU performance” não são ao GPU, um avalia o CPU e o outro e uma combinação dos resultados dos dois testes – não um teste independente!
            3DMark Unlimited Overall e Physics
            O 3DMark Physics tem um bug no iPhone, pois dá praticamente os mesmos valores no iPhone 5S e 5C, quando todos os outros benchmarks indicam que se deveria ver diferenças significativas entre os dois.

            Por isso, 17 gráficos, 8 em primeiro, 11 nos primeiros! E se pegares nos testes em que são renderizadas cenas, verificas que está sempre nos primeiros!

        • Francisco Pinto says:

          @omg
          Se os jogos no sg5s são assim http://youtu.be/sJgLVShDICc
          Ficá-la com o galaxy s5! Mas olha no iPhone além de teres melhores gráficos não tens lag nenhum. Nem salta fps… 🙂 🙂

    • Paulo Costa says:

      Ok, então agora acredito que o Nexus 5 seja realmente muito bom para estatísticas, e agora para benchmarks.

      Voltando à realidade, imagino quantas e quantas pessoas fazem constantemente benchmarking ao seu poderoso e superior smartphone, levando-o constantemente ao limite e prestes a arder, sorrindo de emoção com um brilho nos olhos ao ver o final score aparecer, dia após dia mal acordam. A utilização normal e experiência real é para fracos.

      Já agora:

      http://www.designntrend.com/articles/12346/20140402/apple-a7-chip-too-powerful-iphone-5s-desktop-class.htm

      “The “A7″ […] chip is far too powerful for the flagship 5S, which doesn’t come close to taking full advantage of its speed.”

      “According to Anand Lal Shimpi, many of the iPhone apps have not been re-written for the A7’s speed […]”

      Será que agora vais mudar de opinião e recomendar um iPhone 5S só porque viste esta notícia sobre o processador apenas…?

      • OMG says:

        O que sugeres não faz sentido nenhum. O que diz aí é que pagas por um processador que o iPhone não usa, a isso chama-se ineficiência e isso, lamento informar-te, mas não é bom!
        Se não gostas de benchmarks desfavoráveis, pega num nexus 5 e repara que por uma fracção do preço de um 5S, tens desempenho semelhante.

        • Nelson says:

          Então porque é que toda a gente, inclusive aquelas que compram Android’s de 350€ para cima, não compram o Nexus 5?

          Porque é que estão a discutir Galaxy S5 e HTC M8’s?

          Corre tudo a Nexus 5!

          Têm de gastar o dobro do €, para quê? Para dizer que “eu podia ter comprado o iPhone, mas para calar o vizinho, comprei este”?

          LOL

          • Nuno says:

            “eu podia ter comprado o iPhone”…Porquê o iPhone? É alguma referência a nível de telemóveis?

          • OMG says:

            Nelson:
            Muitas provavelmente sim (não tantas como as que compram para dizerem que “eu comprei um iPhone), mas a principal razão está naquilo que tu tanto falas e que agora pareces ter esquecido… marketing!
            Nuno:
            Não é? Não é o campeão de vendas? Queres melhor referência?

          • Nelson says:

            @Nuno, é a referência deles todos. Quer gostes, quer não.

        • Nunes says:

          Não é isso que o artigo original diz, não se refere a ineficiência! Ineficiência seria se o processador gastasse mais recursos (tempo, energia) do que o necessário para fazer uma tarefa.
          O que a Anandtech refere são 3 coisas:
          – o núcleo desenhado pela Apple aproxima-se mais de características dos CPUs dos computadores, o que nunca se tinha visto em processadores móveis! O desenho tem bastante margem para evoluir e ganhar performance no futuro
          – não encontrou muitas aplicações que recolham todo o poder que o processador tem
          – a performance do processador é mais aproveitada para executar funções mais depressa e assim poder voltar a um estado de menor consumo mais cedo!

          • OMG says:

            Tens a visão curta… o conceito de ineficiência ultrapassa o desempenho.
            Pagar por um processador que não atinge a sua performance máxima e que raramente usa o poder disponível é ineficiência.
            Por fim e dando razão ao que eu dizia numa discussão anterior, são raras as aplicações que usam o poder do processador (mais ineficiência).

          • Nunes says:

            @ OMG
            Já estava à espera dessa!
            O comentário que é feito pelo autor é baseado nalgumas análises que fez ao processador! Ele criou uma rotina que fosse capaz de usar todo o poder do processador e verificou várias coisas:
            – o processador consegue sustentar durante bastante tempo a velocidade de relógio antes de fazer o throttling à frequência para controlar a temperatura
            – o processador nessa rotina consumia significativamente mais do que as benchmarks normais que correu, demonstrando um intervalo de consumo fora do normal para processadores destes
            – com muitas aplicações a performance é aproveitada para chegar mais cedo a um estado de menor consumo

            O que ele conclui é que o processador tem capacidade para ainda mais performance sustentável à mesma frequência, com uma penalização significativa no consumo. A análise tb mostra que as benchmarks não aproveitam toda a performance do processador, e mesmo assim dão óptimos resultados.
            Por isso quando ele diz que não há muitas aplicações que tiram todo o poder do processador, ele está a referir-se a isto, ao facto do processador poder ir além daquilo que tem sido medido pelas benchmarks, embora com impacto no consumo! Isso não é ineficiência, pois em uso normal continua a ser mais rápido e a manter baixo consumo, estás a ter o que pagaste!

            Quanto à discussão anterior, não tem relação! Isto não se refere ao uso de 64bits, mas ao aproveitamento de outras características deste processador, como a capacidade de executar 6 instruções ao mesmo tempo (noutros é 3), etc!

          • Nunes says:

            @ OMG
            Já estava à espera dessa!
            O comentário que é feito pelo autor é baseado nalgumas análises que fez ao processador! Ele criou uma rotina que fosse capaz de usar todo o poder do processador e verificou várias coisas:
            – o processador consegue sustentar durante bastante tempo a velocidade de relógio antes de fazer o throttling à frequência para controlar a temperatura
            – o processador nessa rotina consumia significativamente mais do que as benchmarks normais que correu, demonstrando um intervalo de consumo fora do normal para processadores destes
            – com muitas aplicações a performance é aproveitada para chegar mais cedo a um estado de menor consumo
            O que ele conclui é que o processador tem capacidade para ainda mais performance sustentável à mesma frequência, com uma penalização significativa no consumo. A análise tb mostra que as benchmarks não aproveitam toda a performance do processador, e mesmo assim dão óptimos resultados.
            Por isso quando ele diz que não há muitas aplicações que tiram todo o poder do processador, ele está a referir-se a isto, ao facto do processador poder ir além daquilo que tem sido medido pelas benchmarks, embora com impacto no consumo! Isso não é ineficiência, pois em uso normal continua a ser mais rápido e a manter baixo consumo, estás a ter o que pagaste!
            Quanto à discussão anterior, não tem relação! Isto não se refere ao uso de 64bits, mas ao aproveitamento de outras características deste processador, como a capacidade de executar 6 instruções ao mesmo tempo (noutros é 3), etc!

          • OMG says:

            Numa cidade, com limite de velocidade de 50, é mais eficiente com Smart ou um Ferrari?
            Ainda que o Ferrai gastasse menos, pergunto na mesma, é mais eficiente comprares um Smart ou um Ferrari? De que serve pagares o motor do Ferrari se não podes andar a mais de 50? É certo que consegue chegar mais depressa aos 50, mas se não passar daí, dada a diferença de preço, é deitar dinheiro fora.

          • Nunes says:

            @ OMG
            Essa é para rir certo!? Estás a construir uma metáfora que não tem qualquer paralelo com a situação!
            Em primeiro lugar não há um limite de velocidade no caso do processador. Há, isso sim, um limite ideal ao gasto de energia, e o que queres saber é que velocidade é que consegues dos processadores dentro desse limite de consumo, isto é qual é a relação entre consumo e trabalho realizado pelo processador. O processador que obter maior velocidade dentro do limite de consumo, é o mais eficiente – ou realiza mais trabalho no mesmo tempo, ou realiza o mesmo trabalho em menor tempo e gastando menos.
            Poder ultrapassar esse limite de consumo não o torna menos eficiente… todos os processadores podem fazer isso, mas muitas vezes não o conseguem durante muito tempo! O interessante deste processador é que consegue ir bastante além desse limite e manter-se acima de forma sustentável, estando isso disponível para as aplicações que aproveitem!
            A questão de preço não se coloca pois pagarias o mesmo qualquer que fosse o processador. Nem mesmo para a Apple isso será uma questão, já que o custo do A7 é muito próximo ao do A6 na altura de lançamento!
            Não faz sentido a dicotomia Smart/Ferrari, não só o preço seria o mesmo, como o tipo de carro pretendido seria o mesmo!

        • Paulo Costa says:

          Tens razão. Abraço

    • OMG says:

      Para os que tiverem dificuldades com as letras, fiquem com os gráficos, bastante explícitos na inferioridade do iPhone na maioria dos diversos testes.

      • says:

        Como se isso fosse importante para a maioria das pessoas que tem um smartphone. Gráficos poderosos num smartphone é coisa para putos. Eu uso o meu iPhone (e antes Android) para navegar na net ocasionalmente, e essencialmente uso o email, Google Maps, Meo Drive, Youtube, Spotify, Música e pouco mais. Os meus colegas de trabalho não são diferentes.
        Acredito sinceramente que pelo menos 70% dos utilizadores de smartphones estão se nas tintas para os gráficos.

  21. Miguel says:

    A HTC divulgou recentemente que adultera resultados nos benchmarks com o M8.

  22. Márcio Lima says:

    Pois eu recebi esta semana o meu Nexus 5 e tiro algumas conclusões:

    – Dizer que resolução (HD ou FHD) não faz falta – não sabe o que diz (pelo menos em 4,5 / 5′)

    – HTC tem uma construção de luxo!

    – OPPO Find 7 deve ser um luxo!

    – Benchmarcks de desempenho de processamento em equipamentos moveis, e com estas autonomias, para a maior parte de utilizadores, não compreendo o objectivo…
    (o meu carro dá 200, o teu dá 210 e o dele dá 215, mas normalmente ando no máximo a 180.)

    – interfaces Android da Samsung, nunca mais, muito obrigado.

    – autonomia continua a ser o problema de todos eles…

    – Controlo de voz da Samsung ou mesmo da google continuam uma “caca” – reconhecimento é fantástico, aparentemente esqueceram de desenvolver os comandos em PT

    Resumindo: não percebo o o que um equipamento com um design agradável, um desempenho razoável que qualquer dual core nos dias de hoje já consegue entregar, um bom ecrã para a luz do dia e uma câmara com uma focagem decente, não deixe 90% dos seus clientes satisfeitos.

    Afinal de contas, o OS não muda assim tando de um para os outros 🙂

  23. Maraduxo says:

    Em resposta aos resultados do HTC One M8 fica o link (ver a partir do minuto 1:40)
    https://www.youtube.com/watch?v=BmmVl9tTQm8

    Boa noite malta 😀

  24. nuno says:

    LOLOLOL mais do mesmo a Samsung é sempre o melhor mas depois quando vai a testes é sempre papado pela HTC o marketing da Samsung é que é potente senão coitadinhos só vendiam lcds e plasmas….htc o melhor sempre.

  25. Bruno Pereira says:

    De referir que por metade do preço desses flagships o Nexus 5 faz quase o mesmo, pode ter o software mais “cru”, mas em termos de qualidade/preço não existe mais nenhum que lhe faça frente.

  26. Adriano says:

    Para ser sincero eu fico muito admirado com o entusiasmo que o S5 provoca e não consigo perceber o que motiva as pessoas a comprarem um aparelho mal construído com mau software.
    O único aparelho que me faria trocar o meu iPhone seria o Htc one M8 ou até mesmo o sony xperia z , de resto são todos demasiados plastificados para o meu gosto.

  27. Marcelo silva says:

    Alguém me pode dizer onde fica o note 3 no meio disto tudo?

    • David says:

      @Marcelo espero te responder à questão de uma forma simples…

      Eu quero vender o meu Note 3!!!e regressar ao iOS!

      • Marcelo Silva says:

        Mas de tudo que já li e vi na Internet, dizem grandes coisas sobre o note 3. Será devido a gostar mais do IOS que o Android?

        • David says:

          @Marcelo
          Pelo Internet dizem-se grandes coisas sobre muita coisa…Tal como em cima disse acerca do S5….antes de pensarem em comprá-lo passem por uma loja e testem…mexam e vejam por coces próprios…
          O note 3, tem bom hardware, mas o software não acompanha o Hardware…tem muitas funções, mas o uso dado é mínimo…até a algumas versões de android atras, não podia usar oSwifkey pq me consumia demasiada bateria, ao ponto de chegar a noite praticamente quase sem bateria, onde hoje, sem o swiftkey chego com cerca de 40 a 60% bateria no finca da noite…isto apenas um exemplo…
          Após utilizar as mais variadas versões de android e iOS, e realmente tenho preferencia pelo iOS, android é bom, mas…mas falha no MAS..! e assim que possível, regressarei ao iOS…

          • Marcelo Silva says:

            Okk entendi o que disse. mas então qual telemóvel Android em “condições” é que há no mercado?
            Eu tanto gosto do IOS como do Android, pois tenho ipod touch e um Wiko que será para trocar neste caso por outro Smartfone.

          • David says:

            Oppo Find 7… por exemplo…
            O problema não é so e apenas os equipamentos, mas também o sistema também…o Android precisa de ser rescrito e de um maior cuidado no design do sistema…
            Mas como muitos dizem pelos comentário, o melhor equipamento é aquele que melhor satisfaz as necessidades de cada um e no meu caso, o Note 3 é um excelente equipamento de hardware, mas peca pelo sistema…é bom, é versátil, mas por vezes precisa ser reiniciado, entre outras coisas que é do conhecimento de todos…atenção que podem dizer ah e tal o Android é maravilha e não me da problemas nenhum…etc…eu falo pelo conhecimento e utilização do S2, S3, S4, Note 2, Note 3, iPhone 4s, iPhone 5…os Lumia são excelentes equipamento e há uma boa interação entre o sistema e algumas aplicações…

  28. Pedro Dinis says:

    “Fanboysismos” de parte. O equipamento tem de ser de acordo às necessidades de cada 1. O S5 pode ser melhor em termos de “specs” que os restantes , mas tal pode não ser necessário.

    Ja tive android topo de gama, actualmente uso 5S e depois disto nao vou voltar a android. A meu ver, para a minha utlização, a simplicidade e fluides que um sistema optimizado como ios oferece nao tem preço.

    Não são mais uns pontos de benchmark que para mim, num telemovel vao fazer diferença.

    Não sou nenhum fanboy, mas face aos equipamentos que tive, quem experimenta ios, não que voltar a android. É apenas a minha opiniao, baseada na minha experiencia. 😀

  29. David says:

    Após ter estado à breves momentos com os dois modelos em mão, concluo que tudo o que já disse em cima é total verdade…o HTC está brutal, relacionado com o S5.
    O HTC em mão é mto superior que o S5 e inclusive é fácil de trabalhar como M8 com apenas uma mão…se bem que ter 5 ou 5.2 no caso do Samsung mal se nota…é que mal se nota mm…
    Comparar o S5 com o Samsung, é comparar um mini com um Ferrari respectivamente…

    Falo do uso e usabilidade comum…se um é mais capaz que o outro…penso que para a maioria são grandes máquinas para o que fazem…

    Grande abraço…

  30. Prodígio says:

    No one cares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.