PplWare Mobile

CEO da Huawei confessa seguir o modelo de privacidade da Apple


Imagem: Financial Times

Fonte: CNBC

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Njag says:

    Hoje é dia 1 de abril?
    Uma empresa alimentada financeiramente pelo governo chinês a fazer frente ao governo chinês?
    Acredito mais que pai natal existe e os bebes veem de frança numa cegonha.

  2. Joao Ptt says:

    Realmente, uma empresa Chinesa, que fabrica as coisas na China… a dizer estas barbaridades? Isso sim, deveria ser motivo para bani-los imediatamente.
    Uma empresa chinesa não pode negar-se a espiar os utilizadores sejam estes nacionais ou em especial estrangeiros, mesmo que assine contratos e dê a sua palavra de “escuteiro”… porque obviamente tais contratos e palavra dada não tem qualquer valor, eles são obrigados sob pena de irem parar à prisão a dar acesso a tudo ao estado chinês e eventualmente até serão obrigados a garantir publicamente que não fazem nada disso (comprometer os seus dispositivos com backdoors e spyware) mesmo que o estejam a fazer e saibam que o fazem.

    Aliás no resto do mundo é a mesma coisa, as poucas empresas que fazem dispositivos realmente seguros e onde se tenta realmente respeitar a privacidade dos seus utilizadores são mais cedo ou mais tarde encerradas e os responsáveis presos com as mais diversas desculpas… por isso ninguém tenha ilusões, é possível fazer dispositivos seguros, mas apenas em pequena escala e desde que não seja utilizado fora de um grupo relativamente pequeno de pessoas que só se dedique a actividades lícitas (o que quer que isso queira dizer em cada país) ou eventualmente que só seja utilizado por pessoas cuja lei do seu país exija que utilizem tais aparelhos.

  3. Corretor Ortográfico says:

    De salutar o facto de este blog ter finalmente alguém que sabe escrever.

  4. David Guerreiro says:

    Yeah right… e eu sou o pai natal. A diferença é que os EUA é uma democracia, e o governo não pode obrigar uma empresa privada a divulgar seja o que for, apenas os tribunais podem fazê-lo. E tanto que nesse caso do iPhone de San Bernardino não o fizeram. Agora na China, um regime comunista de partido único, onde a justiça e o poder político se sentam na mesma mesa? O governo chinês nem precisava de ameaçar nada, é só dizer e eles dão tudo. Mas alguma vez uma empresa chinesa ia contra o governo? Só se fossem kamikazi. Só quem não conhece como funcionam as coisas na China, é que pode acreditar no que esse senhor diz. Ele até pode ser bem intencionado, mas se o governo chinês pedir algo, não tem muito por onde fugir.

    • RPG says:

      “é só dizer e eles dão tudo” … Se a Huawei tivesse um dimensão local e movimentasse valores insignificantes para o governo Chinês, até poderias ter alguma razão.. no entanto a realidade é bem outra. Empresas desta dimensão não se vergam como dizes, nem na China, nem em parte nenhuma do mundo. Precisa mais o país delas, do que elas do país onde estão sediadas lol..
      Quanto ao lado americano, sim tens razão, eles publicamente não podem obrigar a revelar nada lol.. nem lhes convém.. agora por detrás das cortinas já se sabe o que a casa gasta.. já para não dizer que em nome da “defesa nacional” tudo vale como tem valido ultimamente.

      • David Guerreiro says:

        Nenhuma empresa chinesa é mais poderosa do que o governo chinês, e além disso, devem existir imensos membros do governo no conselho de administração. Temos que ver que a China é um país em que o privado é relativo. Tu compras uma casa, a casa é tua, mas o terreno onde está a casa não, tens um leasing ao Estado, e se te portas mal, ao fim de uns anos, mandam-te para fora, se quiseres levas a casa contigo. Eu até acredito que a Huawei queira preservar a privacidade dos clientes, mas basta o governo bater à porta, e a privacidade cai por terra.

  5. Pedro says:

    Tal como foi dito aqui no artigo, cabe também às operadoras a proteção da privacidade dos dados dos utilizadores. Em Portugal cerca de 15mil smartphones estão sob escuta, por solicitação judicial juntos das operadoras nacionais.
    Não é só o Android que pode ter falhas de segurança, ou o Facebook facilitar os dados de milhões ou milhões, ou as apps de segurança das fabricantes não serem seguras, em qualquer momento pode ser instalado uma backdoor via uma atualização.
    Não quer dizer imperativamente que uma empresa chinesa, japonesa ou coreana esteja obrigado a fornecer dados constantes ou que permita 24h/24h o monitoramento dos equipamentos ativos.
    Centenas de coisas que eu gosto, fiz, onde estive etc estão registrados nos servidores da Google, em backups de sms, backups do whatsapp, ate com smartphone novo lá vêem as msg no messenger com mais de 5 anos que criam desconforto a mim e birra na atual mulher!
    Gosto da ideia de saberem mais de mim do que eu? Não desgosto! Por vezes recordo datas e locais que de outra forma não me lembraria…

  6. Fixo says:

    “De igual modo, já em 2016 a Apple havia desafiado uma ordem judicial em que um tribunal sentenciou a colaboração com as autoridades. Isto é, a Apple estava obrigada a desbloquear um iPhone 5C, pertencente a um dos perpetradores do tiroteio em San Bernardino. Entretanto, a empresa acabou por não o desbloquear.
    Note-se que para o fazer, a Apple teria que criar uma versão modificada do seu iOS.”

    Repetidamente aparece esta conversa. A Apple não desobedeceu a ordem judicial nenhuma. Não tinha e não como desbloquear o iPhone. Se fosse “criar uma versão modificada do seu iOS”, leia-se, com backdoors, não a conseguia instalar nesse iPhone. Só iria funcionar no futuro, em iPhones que instalassem essa “versão modificada” 🙂

    Não criou um iOS com backdoors – que permitisse desencriptar comunicações (Mensagesn e Facetime) e o conteúdo do iPhone – não foi por falta de pressões nesse sentido, como nos EUA, no Reino Unido e na Austrália (onde já há uma lei a obrigar).

    Quanto à China, não vi o CEO da Huawei a dizer o mesmo: “Com os nossos smartphones na China é tal e qual”.

    Sobre redes de comunicações, 5G e espionagem, é um outro negócio, Aqui é que bate o ponto, não é nos telemóveis.

  7. Jorge Gomes says:

    Nao custa nada dizer que vai seguir o mesmo tipo de segurança da Apple, dizer é facil, como se ele fosse quem manda na china, ele bem tenta convencer as pessoas, so acredita nele quem for burro e mais que burro, eu nao quero nada da marca dele, mas respeito quem goste.

  8. Jorge Gomes says:

    Os chinese até se dao ao luxo de instalarem uma aplicaçao dos telemoveis dos turistas quando estes entram na china, deveria-mos era boicotar todos os produtos das marcas chineses, so comprar marcas europeias.

    • Buckethead, o Grande, o Incrível, o Terrível says:

      Antes de dizer barbaridades, informe-se.
      A app é aplicada aos visitantes que venham de um determinado local, um país vizinho que não me lembro o nome agora, que é maioritariamente islâmico.
      Se vc for à China e não entrar nessa fronteira terrestre ninguém lhe pede o telefone.
      Já fui à China umas 30 vezes e nunca ninguém me pediu o telefone, que por acaso até funciona lá através da china mobile.
      Fazem isto para combater o terrorismo islâmico. E fazem muito bem. Não há direitos quando se trata de salvar vidas inocentes das bombas desses atrasados mentais.
      E coitada da família do terrorista que se fez explodir, são todos presos.
      Chineses não brincam nestes assuntos. Nós é que brincamos e por isso é o que se vê…

      • José Pedro says:

        Região de Xinjiang, com uma percentagem significativa de população muçulmana e a fronteira com o Quirguistão. Também são revistadas câmaras fotográficas e máquinas de filmar. Normalmente, desinstalam a app antes de devolverem o smartphone aos donos. De qualquer modo, estes podem desinstalá-la. Aos iPhone fazem um scan.

      • RPG says:

        Yep, daí ser um dos países mais seguros que existe à face da terra

        • SergioFerreira says:

          Ideologia típica Liberal. Vamos acabar com liberdade e liberdade de expressão em prol de segurança…. segurança essa que só esteve comprometida por quem agora promete resolução tirando mais liberdade.

          Quak quak …

          • RPG says:

            Outro que não vai a uma cidade como Londres, também ela extremamente segura, porque vai ser vigiado constantemente em todo o lado por câmeras que acabam com a sua liberdade e privacidade. Aposto que anda mais seguro com uma automática às costas…

          • SergioFerreira says:

            @RPG
            A tua ignorância é sem limites. Para tua informação, actualmente, Londres está acima de Nova Iorque em termos de criminalidade. Basta saires dessa tua bolha arrogante e pesquisares. Só te fazia bem!

            Sai mais de casa e deixa o PC e o blogs neo liberais.

          • SergioFerreira says:

            @RPG

            Como pessoas como tu garganta têm muita, mas cabecinha para pesquisar pelos factos, já é outra história.

            Toma lá a papinha toda feita.

            https://www.google.com/amp/s/www.bbc.com/news/amp/uk-england-london-43610936

            https://www.google.com/amp/s/www.independent.co.uk/news/uk/home-news/london-murder-rate-new-york-overtakes-stabbing-a8283866.html%3famp

            A verdadeira segurança de uma sociedade começa pela cultura dos seus constituintes, não pela criação de mais restrições e por meio do medo.

            É como aqueles que dizem que no tempo de Salazar não existia crime. Sempre existiu, só que a censura era tão grande que ninguém podia falar nisso, nem nos media.

          • RPG says:

            Oi? Pegar na chamada “epidemia” de 2018, para contrariar o facto de que Londres tem sido uma das metrópoles mais seguras do mundo dos últimos 15 anos.. está bom então.. está visto quem é que precisa de sair de casa e viajar, kappa

          • SergioFerreira says:

            Epidemia de 2018?? Deve estar a haver alguma em 2019 também, uma vez que os crimes continuam a aumentar e já ultrapassaram os do ano passado, no mesmo período…

            Cada vez que falas, só abres mais o teu buraco.

          • SergioFerreira says:

            Raptos de crianças em Inglaterra aumentam 30%…crime, relativamente ao ano passado, no mesmo período, aumentou 6.09%…ataques com ácido, em Londres, são 3 vezes superiores aos de 2016 e continuam a aumentar.

            Podes ir todos os meses a Londres, mas Londres é grande e bem maior do que apenas as zonas bonitinhas turísticas.

            Quak quak…

          • RPG says:

            Ambos os examplos que deste remontam a 2018, e sim, foi um caso excepcional daí ter sido denominado de “epidemia” pelos media e não só. São números bem distantes do normal, e do que se viveu nos últimos 15 anos. Continua na tua ignorância, e sê feliz com ela. Câmeras só causam medo e restrições a quem deve alguma coisa.. quem não deve, agradece e faz questão que elas existam. Turista em Londres, talvez venhas tu a ser um dia, eu estudei lá quase 3 anos, logo não me considero como tal. Cheers

          • SergioFerreira says:

            Estudante ou não… não podes mudar os factos.
            És intitulado às tuas verdades, mas nunca aos teus factos.

            Os links que deixei eram relativos a 2018, mas o que disse depois é de 2019… não queres que te faça o jantar também, já que te deixei o almoço feito. Procura por ti a verdade.

            Londres é grande… não é por lá teres estudado 3 anos que isso vai mudar, muito menos os dados oficiais.

            Pessoas como tu que desprezam a realidade em prol do teu ego, é um dos problemas na sociedade.
            Queres tanto ter razão que ignoras as coisas que estão mesmo à tua frente.

            Sê humilde e deixa-te de ideologias extremas. És novo, certamente, e com o tempo isso vai acalmar.

            PS: se já não és novo, como disse acima, deixa lá…errei agora e erraste tu ao assumir que nunca fui a Londres. 😉

  9. Bruh says:

    Uma empresa que nega um pedido para desbloquear o telefone de um terrorista, não é exemplo a seguir para ninguém.

  10. A. says:

    Pelo que se sabe essa empresa israelita fez o lógico explorou as falhas de segurança do IOS ; ora nenhum SO é seguro nem seqer linux… infelizmente a história prova-se que então android e eu tenho um é rezar basicamente!

    Mas só acabou por ser assim porque a NSA não se envolveu derivado do facto de ter tornado público; ora aconteçe que na china nada de relevante se torna público the great firewall take care of that!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.