Quantcast
PplWare Mobile

Se usa esta loja de apps Android então está mesmo exposto a problemas grandes

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Fonte: RiskIQ

Autor: Pedro Simões


  1. eRRe says:

    https://pplware.sapo.pt/zzpublicidade/urcdkeys-as-melhores-oportunidades-de-software/
    “Agora o uso de cracks e keygens, de origem pouco idónea, deixa de fazer sentido.”

    Eu gostava de poder ter comentado no artigo que colei acima, porém o lápis azul não deixa.
    Quais são as origens das tão “legais” chaves desse “maravilhoso” site? Máfia russa? São dumpadas?

    • Fak says:

      As chaves são compradas em mercados mais baratos.
      só por estares em Portugal, nada te impede que vás à Índia e compres uma chave numa loja de lá.
      Os preços do Windows 10 variam de país para país, por exemplo, cá o windows 10 custa 145€, nos USA custa 139$ (ou cerca de 130 euros).
      se fores à Índia, o Windows 10 custa ₹ 9,299, ou pouco mais de 100€.

      E claro está que isto são os preços da MS, se fores a lojas (por exemplo, equivalentes à worten mas na Índia) e comprares bulk, consegues preços ainda muito mais baixos.

      Lembro-te também que as chaves são propriedade de quem as compra, na legalidade, uma compra é uma troca de propriedade, ou seja, legalmente, és dono da chave, apesar de só funcionar no Windows 10, que não te pertence porque o Windows 10 é um serviço.
      Como tal, tu próprio podes vender as tuas chaves, pois são da tua propriedade então estás empresas também podem comprar chaves a utilizadores. Eu por exemplo vendi a minha chave do 10 Pro, em vez de a ter a apanhar pó fiz 40 euros com ela, e para provar que é legal, a própria MS autoriza isso ao te permitir transferir as chaves de 1 conta MS para outra conta MS.

      • Jorge Carvalho says:

        Não quando são chaves OEM para mercados específicos como é o caso.
        Porque achas que os comentários não estão activos nesse artigo ?

        Abc

      • NL says:

        Legalmente não há qualquer compra de propriedade, o que se compra é um contrato de licenciamento representado pela chave.
        O dono da chave é o cliente, mas o contrato é entre o cliente e a marca.
        Agora se pode vender a chave, ou seja o contrato, ou não depende, pelo que contas, a Microsoft permite vender a chave do Windows 10 pro, mas isso não vincula sequer a Microsoft relativamente a outros contratos…

      • eRRe says:

        “Lembro-te também que as chaves são propriedade de quem as compra, na legalidade, uma compra é uma troca de propriedade, ou seja, legalmente, és dono da chave, apesar de só funcionar no Windows 10, que não te pertence porque o Windows 10 é um serviço.”

        Ri um bocado. Vai lá ler os termos de acordo com que concordaste aquando da 1ª utilização do Windows/chave. 😉 Não precisas de responder, que eu sei perfeitamente que 1 chave é pessoal e intransmissível, a menos que vendas o equipamento onde esta foi activada.

  2. Jose Santos says:

    E a Aptoide onde está?

  3. Ramiro says:

    A escala desse gráfico está uma vergonha…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.