Quantcast
PplWare Mobile

Google revelou nova falha grave no Android e desta vez a culpa é da Qualcomm

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. ze ze says:

    Apenas mais uma falha “descoberta” para “obrigar” os consumidores mais “receosos” a adquirir um novo equipamento.

  2. Zé Duarte says:

    Tanta texto afinal qual é o problema? ?

    • Raclima23 says:

      Depois de ler o artigo também não entendi qual é o real problema!

    • Jorge Carvalho says:

      The attack works as follows:

      1) An attacker creates a process, and opens the /dev/kgsl-3d0 device file.
      2) The attacker’s process forks. The parent PID “X” is recorded, and the parent exits. The child process “Y” is running with a KGSL fd that is associated with the private structure for PID “X”.
      3) The attacker induces a target/victim process to reuse the PID “X”. The victim process will reuse the existing private structure for its own KGSL fds.
      4) The child process “Y” creates a GPU shared mapping called “output”, and then submits a GPU command to copy data from a GPU shared memory mapping belonging to victim process “X” to the output buffer.

  3. RM says:

    Não uso Qualcomm há uns anos.

  4. Miguel says:

    Então desta safam-se os Samsung na Europa e os Huawei, que usam SoC’s Exynos e Kirin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.