Quantcast
PplWare Mobile

Android Silver está provavelmente morto

                                    
                                

Autor: Hélder Ferreira


  1. ARG says:

    Abdicar do programa Nexus em prol de uma política de restrição para os outros fabricantes era um pouco extremista. Quando se sabe que a linha Nexus tem um peso enorme no Android. Não tenho nenhum. E só não adquiri um Nexus 5 por causa da que não e das melhores mas eu queria um equipamento que me permitisse deixar a compacta em casa. E adquirir outro Android sem ser da minha Nexus não obrigado. Cansei de fabricantes sanguessugas. E no Android ê do que mais tem…

  2. DSpinola says:

    “Versão clean do Android” = Imitação do iOS (outra vez)?

  3. Valter says:

    Será que para o Google só importa uma versão do Android “puro” e é que possível atualizar para novas versões se for de sua própria linha?, pois no restante das fabricantes o Google deixa rolar solta as modificações e na hora de atualizar o sistema, bem, vira o que já estamos acostumados a ver.
    Eu mesmo sou prejudicado com um tablet da Samsung, o P6800, que parou na versão 4.0.4, as vezes não importo tanto em atualização, até que começa aparecer apps e jogos que exigem uma versão superior.

  4. DC says:

    Acho que o Silver não conseguiu muitos fãs.

    A Google que se concentre na linha Nexus que é conhecida e apreciada.

  5. Voltam a mesma treta…Eu concordava com este Android. Para mim era a solução para o fim das roms de cada fabricante.

  6. Nelson says:

    E é assim, o panorama pós-apocalíptico do Android…

    Não é verdade que dois comandantes afundam um navio?

    Nunca se ouviu dizer que se há cozinheiros a mais na cozinha, não é boa ideia?

    • eleck says:

      lol como tu falas bem, isso deve ser conhecimento de causa devido ao iphone e ao ios

      • Nelson says:

        Não meu caro…

        Quando um ecossistema recebe primeiro as novidades (tipo instagram hiperlapse), tem melhor qualidade de app’s, mais é melhores jogos, a derradeira plataforma para tablets, 9 milhões de developers activos (pagamento anual de $99), etc. etc. etc… quem dera ao Android, que só recebe “mimo” em países de terceiro mundo…

        E a fenda vai aumentar, com a introdução de uma nova linguagem, vai permitir programadores mais acostados a linguagens de programação como Java, JavaScript, C++, Rust, Scala, etc… Aprenderem mais rapidamente a plataforma…

        • liph says:

          vai dormir q o teu mal é sono

        • Carlos Carvalho says:

          tu sonhas com o android? preves desgracas para a google e lideranca para a apple em todos os comentarios que fazes… tu para alem de pouco perceberes do que falas e fazeres uns copy/past da net para te mostrares muito entendido, nao percebes que ha produtos para todas as necessidades? e se um iphone serve para uma rapariga de 13 anos pode nao servir para um informatico de 30? tenta usar la a tua iTecnologia fantastica com inovacoes extraordinarias que so mentes como a tua conseguem ententer, e nao venhas chatear …

  7. Pedro says:

    Boa noticia 😉 assim concentram-se em criar equipamentos por valores ditos normais que duram anos e anos com qualidade.

    Go Nexus.

  8. DASSE says:

    Porreiro uma especulação que morreu antes de nascer 😀

  9. Jonathan Fitzgerald says:

    Sinceramente acho melhor assim e prefiro ver o Nexus. Muito boa máquina, embora eu não saia do “Dark Side” (iOS) hehehe xD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.