Quantcast
PplWare Mobile

Países de UE ganham com emissões de gases com efeito de estufa

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Tonheco says:

    Ainda nenhum comentário?
    Parece que os tolinhos que diziam que a treta das emissões não passava de negócio disfarçado afinal tinham razão.
    Curioso agora dizerem que vão utilizar o fundo (conseguido á custa as emissões) para combater a subida de preços, subida que acontece devido a essas mesmas politicas de negócio das emissões.

    As taxas são cobradas +as empresas que depois as cobram aos consumidores, simples.

    • ZeDasCabras says:

      Isto sempre foi uma ‘racket’. A máfia do clima. Quanto mais taxam as empresas mais caros ficam os produtos e quem se lixa é sempre o zezinho.

  2. ZeDasCabras says:

    “O mundo está aparentemente focado na redução de emissões de gases com efeito de estufa, com o objetivo de proteger a camada de ozono.”
    lol, não. a Europa está num frenesim com isso, no outro lado do mundo estão-se a defecar para isso. O clima está em alteração constante desde os primórdios.

  3. eu2 says:

    “O mundo está aparentemente focado na redução de emissões de gases com efeito de estufa, com o objetivo de proteger a camada de ozono.”

    Errado. A falta de informação que praí vai…

    O que ameaça a camada de ozono são os CFCs que desde o protocolo de Montreal são proibidos e o buraco da camada de ozono encontra-se em recuperação já há uns bons anos.

    As emissões de gases com efeito de estufa ameaçam sim o aumento do efeito de estufa, que por sua vez provoca o aquecimento global – e as alterações climáticas devido a isso.

    • Nuno José Almeida says:

      As asneiras e confusões entre ozono, CO2, plásticos etc são tantas e depois vê-se nestes artigos e comentários. Sinceramente o público diz-se preocupado mas na realidade não está. E não está também a classe política.

      • Vítor M. says:

        Bom dia. As asneiras são no momento em que não se controla a quantidade de plásticos despejados no mar, material que está a poluir as águas, prejudicando a produção de oxigénio pelas algas marinhas, o principal produtos do gás que nos mantém vivos.

        As asneiras estão no excesso de CO2 que permite um aquecimento desmesurado do planeta levando ao degelo e a catástrofes a isso associadas, como temos visto ao longos desta última década. As asneiras estão na destruição da camada do ozono que permite uma entrada de radiação perigosa e que, ao mesmo tempo, intensifica o prejudicial efeito de estufa que leva ao desaparecimento da área florestal, destruída por incêndios terríveis ano após ano.

        São estas as asneiras, meu caro. Depois são os políticos a brincar aos médicos do clima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.