Quantcast
PplWare Mobile

Tesla Cybertruck desafiada para corrida de 1600 km contra uma besta movida a hidrogénio

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Tim says:

    Ainda falta bater a volta do Taycan no Ring. Foi para lá com um Model S armadilhado até aos dentes e nada… entretanto veio o covid e fez de conta que saiu para ir ao WC e nunca mais abordou o assunto!

    • José Carlos da Silva says:

      Lol u funny.

    • Wanderers says:

      O “nada” foi 7.13, o tempo oficial do Taycan é de 7.42…mas é verdade que não era a versão oficial do Tesla Plaid que só vai sair este ano de 2021, nem o tempo foi oficial. Teremos que esperar par ver…
      Agora é verdade que o hidrogene para carros é stupidamente ineficiente. Para uma corrida como a Baja, ou outras corridas onde o abastecimento é especialmente feito para a corrida, tudo bem. Tenho certeza que o monstro a hidrogen especialmente preparadao vai bater o Cybertruck.
      A diferença na vida de todos os dias é que um carro electrico tem a comodidade de ser carregado em casa (para mais de 80% dos carregamentos), com electricidade que pode até ser produzida em casa (mais de 20% dos donos de carros electricos têm paineis solares em casa para produzir essa electricidade).
      As pessoas têm dificuldade em sair dos seus habitos. Mas pensando bem, o facto de ser dependente das bombas de combustíveis de meia duzia de companhias petrolíferos (as mesmo que estão a fazer lobby para o hidrogénio…espertos…que eles produzem a partir de gás natural vindo dos seus poços) que mandam no preço como bem entendem e que nós devemos pagar e não bufar!.
      Quanto ao hydrogene produzido a partir da electrolise, é aí que reside parte da estupidez, já que a eficiença de cerca de 50% e depois a passagem do hidrogenio à electricidade para o carro é de só 60 a 70%, quando a electricidade pode ir diretamente para a bateria de um carro electrico com uma eficiença de 95%, contra 30% com o hidrogénio vindo da electrolise.
      Para não falar da infraestrutura necessária para abastacer as bombas (realmente são) a hidrogénio para carros a hidrogénio (ou por camião…muitos, já que o hidrogénio tem uma densidade a mais baixo dos compostos quimicos da natureza (e escapa-se com a maior das facilidades, X 100 mais que o gas das nossas garrafas ou o gas natural, e arde sem se ver e basta chegar a uma concentração no ar de 10% para explodir espontadeamente, sem ser precisa nada, e uma bomba de combustivel a hidrogénio pode arrasar um bairro inteiro, quando um carro a hidrogénio na sua garragem vai arrasar tanto quanto uma bomba de combustível normal (várias casas), enquanto um carro electrico a bateria vai arder e derreter-se (não explode).
      Guardem o hidrogénio para sistemas de estocagem de energia limpa produzida a mais, para substituir comboios a diesel, o muitos poluantes motores dos navios, e talvez nos aviões.

      • Cortano says:

        “A diferença na vida de todos os dias é que um carro electrico tem a comodidade de ser carregado em casa ”

        Isto é falso para a grande maioria das pessoas que vivam em zonas de alta densidade residencial e sem garagem… ou seja, para a grande maioria das pessoas que vive em cidade ou áreas sub-urbanas.

  2. Dontneed toknow says:

    não da para ver o vídeo

  3. Pedro Rodrigues says:

    https: //www.razaoautomovel.com/2019/09/tesla-model-s-porsche-taycan-nurburgring

    Tesla Model S “destrói” tempo do Porsche Taycan no Nürburgring, alegadamente
    Não há tempos oficiais, mas de acordo com medições retiradas no local, o Tesla Model S “Plaid” já roda praticamente 20s mais rápido que o Porsche Taycan.

    • Cortano says:

      “Não há tempos oficiais”
      Pronto, o teu argumento após esta frase não faz sentido.

      • Pedro Rodrigues says:

        Não o meu argumento mas o de uma revista alemã, basta ler, sei que é difícil

        • Cortano says:

          Não vi a indicação de quote no teu post.

          • Pedro Rodrigues says:

            Também o Porsche recorre a caixa de velocidades (2 velocidades) para atingir os 3,2s e os 260km/h. O model S atual tem performance superior, sem caixa de mudanças. Não sou fã de um nem do outro mas a nível de preço, já se sabe que a Porsche, embora com melhor qualidade de interiores, puxa a corda, ao custar mais 60% que o model S, acho que por esse custo adicional, 60 000€, poderia fazer um pouco melhor com as performances

      • Pedro Rodrigues says:

        e a revista alemã é que referiu, mesmo não sendo oficial, os mais de 20 segundos não deixa margem para que erros mudem o resultado. Se eu fosse, ainda mais longe o Taycan, versão pré-produção, só ganhou contra a versão atual do Model S com alguns anos de vida

        • Pedro Rodrigues says:

          Na verdade, enganei-me, porque a versão atual do Model S, versão não Plaid, acelera em 2,5S e o Porche Taycan em 3,2S , Já a versão Plaid de 3 motores, acelerará (só será vendida no final do ano em 2,1S. Enganei-me porque não tenho Tesla e não vi que a versão atual não foi a que o Porche comparou na altura mas sim a versão anterior à atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.