Quantcast
PplWare Mobile

Tesla confirma problemas: Tesla Model 3 não aguenta a tempestade

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Sílvio Pinto says:

    É a grande diferença de uma marca que está há mais de 100 anos no mercado e uma que tem 10 ou 15. Certamente que o problema será corrigido.

    • Filipe Rocha says:

      É a grande diferença duma marca que é persistentemente perseguida por toda e qualquer falha, a Mercedes tinha 70 anos de experiência quando decidiu ser boa ideia colocar todos os fios elétricos dos carros com material “biodegradável”. Não foi o fim da empresa, nem tampouco significa que os carros deles não prestam.

      • Robin says:

        A conta da sua boa ideia de colocar merd … biodegradável já me saiu da carteira 1300 euros para substituir a porcaria que a marca devia assumir.
        São as ideias luminosas para o cliente pagar.

      • Miguel Gomes says:

        Não acho que seja perseguição. Não me lembro de ver noticias de tejadilhos a voar antes da Tesla se dar a conhecer ao mundo.
        Na apresentação do Cyber Truck também podemos ver a inexperiência deles com aquele fail da marreta.

        • Ricardo says:

          não? a Corvet tinha muito disso nos anos 90, lamborguini murcielago com tejadilho posto nao podes passar dos 80 porque o carro foi feio para andar sem isso, e o painel do tejadilho só se usa se chover, e ocupa muito espaço no carro, portanto o provável é os donos dos carros os terem em casa guardadinhos, e nesse dia deixam o Lambo em casa e usam o Rolls ou o Aston Martin.
          A Tesla é uma marca recente e com vários modelos no mercado. Vêm equipados com muita tecnologia inovadora, a quantidade de electronica que o carro trás é assustadora e a aerodinâmica e a dinâmica da distribuição do peso e recolocação do centro de massa acarretam algumas condições que podem ser problemáticas. Julgo ser o modelo X que muito dificilmente capota, mesmo que fique de lado, volta a por as rodinhas para baixo, praticamente não fica tombado. a utilização de materiais compósitos, fibras e ligas muito leves, fibra de carbono, aluminio, etc; também pode fazer com que estas coisas inesperadas aconteçam na união dos vários componentes estruturais, que por vezes são “colados” uns aos outros, ou ao proprio Cassis. Situações essas que podem passar despercebidas à equipa de engenharia. Algumas só são um problema quando acontecem, e quando detetadas, podem ou não ser um problema casual, ou um problema crónico na construcção.
          Erros de software e bugs, mal um carro os reporta, as equipas fazem updates para a sua correcção. podemos ter um grande bug hoje a noite, e amanha de manhã ja está corrigido e actualizado no meu carro, e em todos os outros da mesma versão, cujos donos nunca vão ver essa anomalia, mas ALGUM TEM QUE SER O PRIMEIRO. nunca se compra carros de modelos acabados de sair por isso. Compra-se um carro novo, modelo novinho, e estamos a pagar para ser Beta Tester do carro. mais vale optar/esperar por um modelo com 3 ou 4 anos no mercado, para dar hipotese às marcas de corrigirem questões técnicas, fazerem os Recall’s que têm que fazer, sendo que algumas marcas nunca os fazem e deixam isso para revisões, ou não corrigem os problemas de todo (por vezes os custos são enormes).
          A BMW recentemente chamou uma versão de séries 5 pois a cablagem principal tendia a incendiar o carro.
          Os construtores Automóveis não são perfeitos, os seus produtos também não o são.
          Qualidade, Humildade e Honestidade são a chave do negócio. Muito raramente uma marca atinge estes 3 critérios.

      • Jorge RIBEIRO says:

        Na verdade isso é lei nos Estados Unidos da América, e o problema da Mercedes é que usou cablagem demasiado biodegradavel. Mas sim isso foi um erro da Mercedes grave e que persistiu durante muitos anos.

        • Jlucas says:

          A Diferença é que nos USA existe uma defesa do consumidor a sério na Europa a defesa do consumidor apenas serve para fazer de conta e para receberem os ordenados.

          • Ricardo says:

            no reino unido a lei das garantias é muito rigida na protecção do comprador, mas também analisam muito bem para ver quem tem razão

      • ervilhoid says:

        A mercedes tinha não sei quantos anos quando lançou o 1º Class A que só tinham 1 defeito, capotavam fácil

        • Ricardo says:

          o vw carocha “novo” também gostava de bronzear a barriga, então capotava assim fácil fácil. E era o típico “carro de gaja”, até tinha um suporte com um malmequer, ou girassol, nem sei.

      • zea says:

        Mas significa que um mercedes de plástico dos dias de hoje não tem qualquer hipótese-se
        contra por exemplo um 300 D dos anos oitenta que ainda ca andam enquanto muitos comprados “ontem” já apresentam montes de problemas
        por isso deixem-se de tretas hoje as coisa são feitas para não durar
        e essa é a grande diferença.

    • nocode says:

      Tive um bmw 320 com o bloco que a corrente do motor partiu. Vim a descobrir que há centenas de milhares de casos iguais e que tinham a ver com um defeito nos tensores da corrente que após upgrades da BMW, nunca resolveram o caso e nunca assumiram o problema apesar dos varios inqueritos que o comprovavam.
      https://www.youtube.com/watch?v=HQpQIi7gI_U

      • Ricardo says:

        e o kit de reparação era também ele feito em plástico. nem se dignaram a produzir um kit decente que resolvesse o problema. a cada 100000, ia um kit novo. em 2013, a bmw em faro orçamentou a troca disso num 320 (318)d de 2009 em 3700€ +IVA, e ainda só estava a fazer barulho. se partir o orçamento dispara logo para mais do dobro.
        muita falta de respeito da marca pelo dinheiro e confiança dos clientes, que na maioria são fieis à marca

    • Daniel says:

      Isto pouco tem a ver com os anos de experiência de um fabricante comparativamente a outro. A Tesla tomou uma posição arrogante de que não precisavam de saber nada da indústria que operavam, a automóvel, e ignoraram constantemente quem os avisava. Não é muito complicado contratar algum conceituado designer automóvel, com experiência q.b. na indústria, e lhes dar ouvidos aquando do design do chassi. Mas sabemos que nada disso aconteceu, daí este problema, o do vidro, o da entrada de água pela bagageira, etc. Sim, todos os fabricantes cometem erros, a Tesla simplesmente tem um historial enorme que lhes é “desculpado”… algo que eu não entendo porque o é quando os carros custam tanto quanto uma casa, quase.

      • Pedro says:

        Por acaso ate aconteceu, os carros da tesla foram analizados pela empresa Munro Associates que analizou que a tesla estava a frente em tudo menos na construcao do chassi, em mesmo de 2 anos a tesla passou para frente o que custumava ser 107 pessas agora e apenas uma.
        https://youtu.be/GkQga-mzO4Y?t=573
        Ha falhas sim mas pouco a pouco estao sendo resolvidas a volucidades muito mais rapidas comparados com outros fabricantes.

        • Daniel says:

          Isso seria tudo muito bonito se não fosse mentira. Sandy Munro foi extremamente crítico do Model 3. O que ele ficou espantado foi com a tecnologia usada, não com o automóvel em si.

          Além de que o input de Sandy Munro foi sempre à posteriori, depois do carro já ter sido lançado, o que é precisamente a crítica que fiz: a Tesla não ligou patavina aos experts da industria automóvel quando desenhou os carros, e tem corrido atrás do prejuízo desde então.

  2. ToFerreira says:

    É normal para uma estreante no mercado. Até estranho não haver mais problemas.

    • King Baniram says:

      É normal sim, mas não é nada normal cobrar 60mil€ por um produto que cai aos bocados, mas isso a amiga Tesla é perita 😉

    • O pirata says:

      Quem desenha e testa os carros tbm deve ser estreante no mercado automovel… devem ter posto lá o estagiario só pode com a quantidade de defeitos que esses carros apresentam… Ainda por cima a pedirem 60k para cima… Até num Dacia seria vergonhoso

      • Daniel says:

        Nem mais… desculpar com “é estreante no mercado” é ridículo. O fabricante pode ser estreante, mas é extremamente fácil contratar designers automóveis conceituados, é possível contratar basicamente todas as posições necessárias e todos com anos de experiência q.b.. Garantidamente que na SpaceX já não fizeram isso (ou teriam ido ao fundo antes sequer de começarem).

        • PeterJust says:

          Chama-se know-how, não basta contratar os melhores e não ter limites de custos que se aprende. Isso vê-se no futebol, há equipas que compram jogadores caríssimos e não fazem nada comparando com outras com orçamentos bem menores, isso vem da experiência. Um carro compreende tantos aspectos em que têm de obedecer a leis, ao design, controlo do preço final, etc que para uma empresa estreante é fácil que algumas coisas corram mal. Na SpaceX também tiveram muitos falhanços, tiveram a ajuda da NASA e gastar muito dinheiro e tempo para chegar a este ponto.

          • Daniel says:

            O que achas que “conceituados” quer dizer? Isto não é futebol, isto é indústria.

            Se a SpaceX tivesse os mesmos problemas que a Tesla tem tido, a SpaceX teria ido à falência por nunca ter conseguido o contrato com a NASA. Tens razão numa coisa, gastaram milhões e milhões para o conseguir, mas fazendo a equivalência entre o lançamento de um carro e conseguir o contrato com a NASA, a Tesla lançou um carro cheio com problemas de algibeira (i.e. a questão da mala do carro e entrar água é algo que foi resolvido há décadas pela industria automóvel, e no entanto reapareceu com a Tesla por casmurrice de não quererem ouvir quem sabia mais que eles), já a SpaceX só conseguiu o contrato após provar que conseguia entregar (o “seu carro” só foi lançado após passar todos os altos padrões da NASA). Depois disso como é óbvio tiveram apoio da NASA, mas só depois de terem mostrado serem capazes.

            Além de que, ao contrário da Tesla, na SpaceX foram contratar especialistas que trabalhavam/trabalharam como contractors da NASA, além de ex-NASA mesmo (por exemplo, um astronauta da NASA, ken Bowersox, foi VP da Tesla durante um par de anos). O único revés que a Tesla teve foi a explosão do launchpad (SLC-40), em 2016, em que destruiu um Falcon 9 e o conteúdo ( o satélite Amos-6) e deixou o launchpad inutilizável durante meses.

        • Pedro says:

          O Tesla que saio hoje da fabrica e mt diferente daquele que vai sair daqui a 6 meses a inovacao nao para na tesla
          https://youtu.be/Vm7l3YxEF8g?t=543

          • Daniel says:

            Desculpa que te diga, mas a inovação parou na Tesla em diversos aspectos, todos os fabricantes de automóvel já tinham se apercebido da questão da entrada de água na bagageira há décadas, a forma como resolveram É INOVAÇÃO, mas a Tesla resolveu ignorar. Idem agora a questão do para-choques, idem a questão dos tejadilhos, idem milhentos outros problemas básicos que a indústria automóvel já havia passado há décadas e que a arrogância da Tesla fez passar os seus clientes novamente mas por um valor absurdamente alto.

            Além de que a concorrência acordou e o gap entre a Tesla e a concorrência está, de dia para dia, muitíssimo mais curto.

          • IonFan says:

            @Daniel, dizer que a inovação parou na empresa que está na frente da inovação e, ao contrário do que dizes, parece estar a aumentar a diferença para a concorrência (basta ver o Battery Day), soa um pouco a anedota…

            A entrada da bagageira é um problema deste tipo de sedans. Todas as marcas que optam por este design mais eficiente têm o mesmo problema. O que eu vi foi a Tesla a resolver o problema quase por completo (no meu entram umas gotas, no pior cenário), enquanto outros com décadas de experiência nunca se preocuparam.

            Espreita estes artigos e depois diz se achas que os fabricantes estabelecidos estão a encurtar a distância:
            https://cleantechnica.com/2020/06/19/big-autos-decision-to-wait-see-gives-tesla-a-growing-lead/
            https://www.teslarati.com/tesla-embarrasing-battery-lead-vs-legacy-auto-explained/

  3. Filipe F. says:

    Tardou a noticia… antes da Tesla assumir o problema, isto ja era noticia ha meses de condutores a queixarem-se que a tesla nao assumia e os fazia pagar tudo. Demorou mas foi. Nao deixa de ser insolito ter-se um carro do valor que é e ter tantos problemas caricatos e quase todos a envolverem agua, seja usar a mala em dias de chuva, seja o para choques nao aguentar com a agua da estrada que se acumula por baixo… Nem um dácia

    • Filipe Rocha says:

      Quando são problemas com outras marcas também acusas aqui o site de se atrasar?

      Não dá para perceber os vossos standards de exigência com os carros elétricos, vivem com renda gratuita dentro da vossa cabeça.

    • King Baniram says:

      Nao adianta Filipe F, como podes ver, os defensores dos frigorificos acham normalissmo!

      Acham normal gastar 60mil€ num carro e ter problemas desta natureza? Eu não acho, mas a malta como o meu compinxa Ion, acha.

    • JL says:

      Se acha caro arranje um parecido e com as mesmas características pelo mesmo preço, depois falamos de negócio..

      • Pedro F. says:

        Ah, ok. Então estamos a ir na onda do “é barato, por isso qualquer merda serve”…
        É como dizer que um Xiaomi de 120€ encosta um iPhone 12 pro num cantinho em preço/qualidade…

        • NC says:

          Sim, encosta, a Apple tem uma péssima relação preço/qualidade

          • IonFan says:

            Exacto. Um iPhone não 10x melhor que um Xiaomi de 120€. À excepção do iPad, é impossível justificar a escolha de outro producto Apple sem ser por querer ter algo sem compromissos, sem olhar ao custo.

            No caso da Tesla, além de serem dos mais baratos nas suas gamas e tecnologia de propulsão, também são os que permitem ter menos compromissos.

          • Pedro F. says:

            Exacto. A Apple tem má relação qualidade/preço mas os telemóveis são bons.
            A tesla tem carros caros e a qualidade não é boa.
            Portanto, o tal Xiaomi encosta um iPhone como um clio encosta um tesla.

          • IonFan says:

            @Pedro F., então porque é que ironizaste com “é barato, por isso qualquer m%$da serve”? Afinal “qualquer m%$da serve” nos carros?

          • Pedro F. says:

            Porra que não pescas mesmo nada.
            Eu ironizei porque foi o argumento que utilizaram antes.
            Mas já vi que a partir do dia em que tens o tesla passou a ser o melhor carro do mundo…

          • IonFan says:

            @Pedro F., ironizas com argumentos com os quais concordas!? Essa é nova…

            E enganas te. Para mim, os Tesla já eram os melhores antes de eu ter um. Foi esse o motivo pelo qual comprei 😉

      • Daniel says:

        Lá por não existir concorrência não quer dizer que são bons, simplesmente quer dizer que não há alternativa. E nesse aspecto só há uma coisa a fazer, no meu caso: não compro Tesla. Gosto das soluções de armazenamento de energia eléctrica, gosto do produto que nunca saiu das telhas eléctricas, mas na industria automóvel cada vez se aproxima a hora de perderem toda a vantagem que tinham de serem os primeiros a lançar produto para o mercado.

        • Fernado almeida says:

          Kia niro ev (suv da kia elétrico)
          Nissan leaf
          Golf e
          Honda e
          Bmw i3
          Hyundai kona
          Hyundai ioniq
          Mini que tentam competir com a
          Chevrolet bolt

          • Fernado almeida says:

            Todos estes modelos ja estão no mercado e tentam competir com a tesla e nos proximos seis meses serão lançados modelos já anunciados pelo ford mazda polestar volvo e nissan portanto falta de concorrência não existe e mesmo assim a nissan com o leaf continua a ter a maior margem de veiculos elétricos vendidos apenas com o leaf

          • Daniel says:

            Nenhum desses modelos concorre na autonomia, tecnologias que disponibiliza ou na capacidade de fast charging que a Tesla oferece.
            Estão para surgir agora os primeiros (por exemplo, ela mão da Mercedes-Benz que anunciou EV com autonomia superior a 700km).

    • IonFan says:

      Água a entrar na bagageira é algo comum a este tipo de desenho de carro: https://www.youtube.com/watch?v=bkSuyXnCSO4

      A diferença é que a Tesla melhora constantemente os carros e, o meu por exemplo, já tem uma borracha extra que anula 90% do problema.

  4. André R. says:

    Não quero imaginar a nave que vai para Marte…
    “ Elon we have a problem… correction, two problems… correction, many problems…”

  5. Atento says:

    Estes são construidos na China??

  6. SANDOKAN 1513 says:

    Como ?? Mas isto é real ?? 😐

  7. King Baniram says:

    @Ion,

    Foi para isso que deste 60mil€? Para comprar um carro que cai aos bocados e nem 5 anos tem? 😀

    • IonFan says:

      O meu atravessou a tempestade ontem e antes de ontem e chegou completo a casa… E o meu é anterior à alteração que resolve este problema. Sim, porque, ao contrario de outras marcas “premium”, a Tesla resolve os problemas quando percebe que existem 😉

  8. JL says:

    UUUUUAAUUUUU, uma marca que admite problemas nos seus carros ao fim de aparecerem 2 exemplares com problema semelhante, é por isso que a tesla já é a marca mais valiosa do mundo.

  9. Samuel MG says:

    Andam pagar 50 mil euros por carros que andam a cair aos bocados!!!

  10. Victor says:

    Tudo o que envolve Elon Musk é uma fraude mas vão todos atrás como se fosse algo fora de série. De visionário não tem nada, apenas dinheiro, muito dinheiro…para brincar às tecnologias

  11. BlackFerdyPT says:

    Já percebi.

    A Tesla está para os carros como a Apple está para os computadores.

    Propaganda mediática exagerada em torno dos produtos e também desenho algo atraente, acompanhados de preços elevados na hora da compra.

    Mas, quando se começa a usar o produto…

    (Ou, até mesmo, quando chega a hora de apresentá-lo ao público: https://www.youtube.com/watch?v=LMWwImDX3ks)

    • JL says:

      Sendo assim também se pode comparar com a Microsoft, devido ao famoso erro azul que o windows deu numa apresentação, também com a volvo que atropelou o representante da marca numa demonstração das capacidades do carro, entre muitos outros, mas sim a tesla a mais famosa e valiosa.

      • Pedro F. says:

        Sim, mas isso foi antes do lançamento. Os tesla têm este problema há anos…
        Parece a apple que depois de anos a cobrar reparações aos clientes lança um programa de reparação…
        Aliás, basta ver as dezenas de programas para se perceber o nível da coisa…

        • IonFan says:

          O ecrã azul foi antes do lançamento!? Devo ter andado muitos anos a usar Windows em beta sem saber…

          • Carpints says:

            Os blue screen sao um aviso de um problema que o PC tem,qualquer sistema tem um sistema que faz o mesmo só não apresentam e um ecrã azul.

            E antes de criticar a Volvo tem de rezar 3 Avé Marias sff é das marcas que mais fez e faz pela indústria automóvel.

      • TT says:

        A Tesla é um Unicórnio mais ano menos ano vai estourar!

    • PeterJust says:

      Se “A Tesla está para os carros como a Apple está para os computadores.” Isso quer dizer que é mau?!?! A Apple não é a marca tecnológica mais valiosa dos ultimos anos? Então, quem dera a qualquer empresa ser a Apple do seu negócio. Basicamente estás a dizer que a Tesla é a marca mais bem sucedida no ramo automóvel dos ultimos anos… Eu não ia tão longe mas se tu o dizes…

  12. Papaformigas says:

    Citroen tem problemas com a bomba do ADblue (liquido de limpeza do filtro de particulas) e nunca assumiram o erro nem tão pouco se dignam ligar aos clientes a informar de tal anomalia.
    Meu c4 teve esse problema, o stand onde comprei o carro assumiu os custos pois tinha 1 ano de garantia.

    Na citroen pedem 1000 euros pelo arranjo, o que é ridiculo visto ser problema de fabrico.
    Quantos anos tem a citroen no marcado?

    Pois é, problemas todos teem mas assumir o erro está quieto.
    Nesta campo a Toyota está a anos luz de todos, já assumiram dezenas de erros e assumem os custos quando sabem que erram. A tesla também assumiu o problema por isso está no bom caminho.

    • Pedro F. says:

      Agora imagina pagar bem mais que isso por um parachoque que cai sozinho…

    • TT says:

      Quanto custou o teu C4? A Tesla admitiu o problema… não admitiu pagar ou assumir a reparação!

      • just saying says:

        tenta ler outra vez pode ser que percebas o texto.

      • IonFan says:

        A Tesla admitiu o problema, resolveu e repara nos carros anteriores à resolução:
        “In rare instances, certain components on Model 3 vehicles built at the Fremont Factory before May 21, 2019, might be damaged when driving through standing water on a road or highway with poor drainage or pooling water. In these rare instances, the rear fascia might detach from the vehicle and harnesses and/or body fasteners/mounts might also be damaged. This document clarifies that damage caused during these instances is covered under warranty”

    • jca says:

      Uma coisa boa destes comentários é que estamos sempre a aprender coisas novas, como por exemplo que o ADblue serve para limpeza do DPF. Ai Jasus…

    • PeterJust says:

      Quando o problema afeta diretamente a segurança do veiculo as marcas são obrigadas a fazer recall mesmo fora da garantia, seja a Toyota ou Dacia. Se for fora da garantia e não colocar em causa a segurança assumem apenas se quiserem e garanto que poucas ou até nenhumas o fazem.

  13. Infetado says:

    Faltam aqui os comentário do fanático do costume. Isto é simplesmente ridículo para viaturas com tamanho preço.

  14. LA says:

    Podem dizer o que disserem, mas carros que custam o que estes custam, são para ter uma qualidade, acima da média. Não é normal os carros andarem a perder peças, pelo caminho.

    • IonFan says:

      E não é normal os Tesla perderem peças. Há 1.3 milhões de Teslas nas estradas, como é que com 3 casos (pode haver mais mas não consigo encontrar) passa a ser considerado “normal”?

  15. Serpius says:

    E o culpado foi? …. A fremont factory. Seria importante saber o resultado dos testes de colisão ( resistência) do veículo. Há???

  16. Miguel says:

    O que a Tesla tem de único á a tecnologia eléctrica, e quem os compra sabe disso.
    Em qualidade de materiais e construção não é melhor que um Dacia. Plásticos de baixa qualidade, estofos idem, montagem cheia de folgas, etc…

    • IonFan says:

      Vê se mesmo que nunca entraste num Tesla… Plásticos duros só ao nível dos pés e os estofos têm o melhor material que vi num carro (resistente e fácil de limpar).

      • Miguel says:

        Vê se mesmo que nunca entraste num Tesla… Plásticos duros e mal montados em todo o lado menos na parte superior do tablier e os estofos em napa barata (frágil mas fácil de limpar).

        • IonFan says:

          Eu tenho um Tesla 😉

          A pele vegan é de altíssima qualidade. A minha tem 1 ano e meio e mais de 40.000km de abusos, incluindo de crianças, e está como nova. Não tem vincos ou desgaste visível. Os bancos são testados para garantir que resistem ao tempo: https://twitter.com/Tesla/status/1090271173181505536?s=20

          Mas é na parte dos plásticos que se confirma que nunca entraste em nenhum Tesla.
          As portas (frente e trás) são todas em plástico macio, em alcantara no forro e em pele vegan nas pegas e apoio do braço. A consola central é em plástico macio e o topo também em plástico com toque suave e acabamento gloss. O apoio de braço central é em pele vegan. O tallier é todo em plástico macio e com uma barra em folha de madeira real e com um friso metálico (não sei se é alumínio mas fica frio como tal).
          Com isto o que é que sobra dos “Plásticos duros (…) em todo o lado”? A envolvente do footwell, tal como eu tinha dito 😉

          • Pedro F. says:

            Quando falam de plástico e respectiva qualidade e associam plástico de qualidade com toque suave, para mim está tudo dito…
            A VW bem se apercebeu há uns anos com os plásticos a 0,36€ o quilo que até serradura tinha à mistura que estava no caminho errado…
            Mas num Tesla tudo se aceita…

          • Miguel says:

            “A pele vegan é de altíssima qualidade. A minha tem 1 ano e meio e mais de 40.000km de abusos, incluindo de crianças, e está como nova.”

            Está como nova porque é nova lol
            E já agora, não existe pele Vegan. Existe pele e depois umas imitações baratas.

          • Miguel says:

            E deste quando é que plático bom tem de ser macio? O rubbertouch é macio e uma porcaria. Os japas dos anos 90/2000 ão duros e duram 20 anos sem prioblemas ou vibrações.

          • IonFan says:

            @Pedro F., o plástico com toque suave de que estou a falar é o das tampas dos compartimentos de carga da consola central. São em preto “piano” e é impossível conseguir esse efeito com plástico macio. A suavidade vem de uma espécie de revestimento que parece ter, quase como uma película daquelas que se regenera de riscos. O que certo é que a minha não apresenta qualquer risco após todo o uso, nem sempre o mais cuidadoso.

            Na versão de 2021 isto foi substituído por um novo design com acabamento matte e pele vegan no lugar do plástico macio.

            Atenção que estamos a falar de um carro que começa nos 50k. Não me parece desenquadrado com o que tenho visto das marcas alemãs. Apenas me parece mais simples, mas isso é a filosofia do design. Nos Model S e X predomina muito mais a pele vegan e o metal.

            Também é importante enquadrar isto tudo no facto de a Tesla ter que vender os carros com uma grande bateria que ainda é mais cara do que o equivalente conjunto motriz a combustão, bem como com o facto de ter que ganhar dinheiro com a venda do carro. Ao contrário das grandes marcas que podem vender os carros em perda porque recuperam o dinheiro na manutenção das frotas gigantes que têm, a Tesla tem um frota ainda pequena, maioritariamente em garantia ainda e principalmente que não precisa de manutenção programada. É um verdadeiro milagre que a Tesla tenha conseguido entrar num mercado assim. Deve ser por isso que se contam pelos dedos as novas marcas a surgir (e sobreviver) no mercado nos últimos 50 anos. É por isto que defendo que se deve avaliar o valor dos carros como um todo e não apenas as partes.

          • IonFan says:

            @Miguel, é “pele” vegan (“Vegan Leather”). Espero que as aspas acalmem a tua alma.

            Está mais nova do que com os mesmos quilómetros no meu anterior carro que tinha pele verdadeira nas laterais. Mas um motivo para acalmares a alma.

            Tem propriedade superiores à pele verdadeira e não é necessariamente mais barata.

            O plástico macio de que falo é aquele que tem mesmo uma camada de espuma por detrás. Não é nada desses revestimentos de borracha que começa a saltar nas zonas mais utilizadas e era o que a BMW andava a pôr nos carros com os quais comparam a Tesla para dizer que os materiais são maus 😉

          • Carpints says:

            Essa da pele vegan é qualquer coisa de extraordinário,o marketing faz maravilhas lol

          • IonFan says:

            @Carpints, qual marketing? A marca não usa esse termo. Quem o usa são as associações de defesa animal: https://www.peta.org/living/personal-care-fashion/what-is-vegan-leather/

  17. Ricardo says:

    Mas a Ferrari tem problemas identicos com plásticos, ha Mercedes e BMW que se incendeiam, com falhas que o fabricante sabe e não assume. Acho que é geral no mercado automóvel.

    • TT says:

      Queres falar de incêndios e de Teslas? Isso é o mesmo que dizeres que têm rodas… porque faz parte da Tesla aquilo entrar em combustão.

      • IonFan says:

        Em 2013, antes de várias melhorias: “Since the Model S went into production last year, there have been more than a quarter million gasoline car fires in the United States alone, resulting in over 400 deaths and approximately 1,200 serious injuries (extrapolating 2012 NFPA data). However, the three Model S fires, which only occurred after very high-speed collisions and caused no serious injuries or deaths, received more national headlines than all 250,000+ gasoline fires combined. The media coverage of Model S fires vs. gasoline car fires is disproportionate by several orders of magnitude, despite the latter actually being far more deadly.”

      • Ricardo says:

        Referencia de qualidade e acabamento, com anos no mercado Afa-Romeo, ou Lancia.

  18. Cicrano says:

    Isto para mim nem noticia é, visto qu é “apenas” um dos muitíssimos erros de construção dos Tesla em geral.

  19. Pedro F. says:

    E os defensores continuam a achar normal…
    Tejadilhos a voar…
    Problemas na memória…
    Pára-choques a cair sozinho…
    Pior classificação no estudo de fiabilidade…
    Problemas de pintura…
    Já nem falo dos barulhos…

    Só falta virem dizer como o outro que o problema são os clientes que têm expectativas demasiado altas…

    • Pedro F. says:

      Eu não falo de estudos “consumer reports” até porque se procurarmos bem, todas são as melhores…
      Falo dos estudos a sério da J. d Power…
      Não vão argumentar também que recebeu o prémio “5 estrelas” ou vão?

      https://electrek.co/2020/06/24/tesla-ranks-lowest-on-j-d-power-2020-quality-study/amp/

      • IonFan says:

        O estudo da JD Power onde a Tesla ficou a 10% da classificação da Audi, lá no fim da tabela juntamente com marcas como a Mercedes, Jaguar, Volvo e Land Rover, que são das tais marcas premium europeias que servem de referência de cada vez que se fala do que a Tesla tem a aprender?

        Afinal as marcas com carros mais simples, como os Kia, são mais fiáveis em média! Quem diria que carros com menos coisas, têm menos coisas a avariar!? Genial…

        O que esse estudo apurou foi que os Tesla têm em media 2,5 problemas por cada carro novo. Vale o que vale porque não especifica que problemas são. Os 1,36 problemas da Dodge podem ser o maioritariamente no motor e os 2,28 problemas dos Land Rover podem ser no auto rádio e na ficha de 12V, que o ranking não ia demonstrar isso. Eu preferia um carro com 2,28 problemas no radio e isqueiro do que um com apenas 1,36 mas maioritariamente de motor, mas isso sou eu…

        • Pedro F. says:

          Sim, e eu preferia um com apenas 1,36 no isqueiro a um com 2,28 no motor…
          Se vamos inventar como nos dá jeito, que seja à bruta.
          Os tesla, como gadgets são bons, mas como automóvel são fracos.
          Pelo menos na minha opinião e tendo em conta que tenho andado em meganes, leons, focus, etc…
          Entrar num tesla foi.uma desilusão ao nível dos acabamentos e uma diversão em termos de condução. E foi o único carro elétrico onde andei se esquecer o ampera.

          • IonFan says:

            Mas quem é que está a inventar? Eu dei um exemplo de uma possibilidade, e acho que isso foi claro no que escrevi.

            Já deu para perceber que tens alguma dificuldade a interpretar o que escrevo. Como há a possibilidade de ser eu que me estou a explicar mal, vou tentar explicar me melhor.

            A possibilidade exemplifiquei, e que pode muito bem ser real à luz do que sabemos sobre um estudo, serve para demonstrar que é difícil extrapolar a fiabilidade a partir de um estudo que faz uma contagem de problemas, mas mete todos os problemas no mesmo “saco”. Tens dados que demonstrem que aqueles problemas se tratam de algo que impacta na fiabilidade? É que nos Tesla aposto que grande parte são de pintura e alinhamento de painéis, que nada impactam na fiabilidade do carro em si.

            Tal como tentei explicar no comentário anterior, há um dado que me leva a crer que estamos mesmo perante problemas em componentes com pouco ou nenhum impacto na fiabilidade de um carro: o facto de as marcas com tendência a fabricar carros com mais complexidade e “gadgets” estarem tendencialmente no fundo da tabela.

            Estás no direito de ter a tua opinião, mas a minha é contrária, principalmente se olhar para os Tesla como um “automóvel”. É tão simples como, para mim, um automóvel ser um objecto cuja funcionalidade é transportar me do ponto A para o ponto B de uma forma rápida, eficiente, segura e confortável. Tendo em conta estes pontos, um Tesla é garantidamente um automóvel forte. Claro que podes valorizar outras coisas num automóvel e fazer com que a tua nota não seja a mesma que a minha. Também estás no teu direito…

          • Pedro F. says:

            Concordo contigo a 100%.
            Se ignorasse a qualidade e o preço também acharia os Tesla fantásticos!

          • IonFan says:

            @Pedro F., estranho mudares de opinião tão rapidamente e agora o preço já ser um factor para algo ser “fraco”… É que ali mais a cima o preço dos iPhone parecia não interessar quando se comparava com os Xiaomi 😉

          • Pedro F. says:

            Mudei de opinião? Onde?
            Tu é que dizes que um carro é para ir de um sítio para outro.
            Para isso, um sandero de 8000€ satisfaz todos os teus requisitos e já tens dinheiro para 350.000Km em combustível…

          • IonFan says:

            @Pedro F., “Ah, ok. Então estamos a ir na onda do “é barato, por isso qualquer merda serve”… É como dizer que um Xiaomi de 120€ encosta um iPhone 12 pro num cantinho em preço/qualidade…”

            Um Tesla é um automóvel da mesma forma que um iPhone é um telemóvel… Um Xiaomi também serve perfeitamente para fazer chamadas e a diferença de preço para um iPhone paga muitas chamadas. Isso não te parecia interessar até agora. Parece que afinal sempre mudaste de opinião.

            E estás a esquecer 75% das características que eu disse que, para mim, fazem um bom automóvel: transportar de forma “eficiente, segura e confortável”. Ou achas que um Sandero é mais eficiente, seguro ou confortável que um Model 3?

          • Pedro F. says:

            Não. Não mudei de opinião.
            Acho o iPhone caríssimo para o que oferece, mas melhor sem dúvida que um iPhone.
            Mas não acho um Tesla bom. Falo dos acabamentos e dos barulhos…
            Achas mesmo que os acabamentos de um Tesla se comparam a outro carro do mesmo valor?

          • IonFan says:

            Não. Não mudei de opinião.
            Acho o iPhone caríssimo para o que oferece, mas melhor sem dúvida que um iPhone.
            Mas não acho um Tesla bom. Falo dos acabamentos e dos barulhos…
            Achas mesmo que os acabamentos de um Tesla se comparam a outro carro do mesmo valor?

            @Pedro F., mudaste. Lá em cima ironizaste com “é barato, por isso qualquer merda serve”, depois de alguém pedir para mostrarem um carro (elétrico) melhor e mais barato. Ou seja, para ti o preço baixo não devia ser um factor para avaliar qual o melhor carro.

            Aqui sais te com “Se ignorasse a qualidade e o preço também acharia os Tesla fantásticos!”. O preço, que antes não era importante, parece ter entrado diretamente para a lista de motivos que usas para não achares “os Tesla fantásticos”…

            Essa dos barulhos é nova. Vejo gente a queixar se da montagem, mas de barulhos é uma raridade. Até porque os carros elétricos não têm uma vibração constante de um motor para ganharem folgas com facilidade.

            Se acho que os acabamentos de um Tesla se comparam a um carro do mesmo valor? Num Model 3 que começa nos 50k, sim.

            O que me parece é que o pessoal gosta de confundir simplicidade com falta de qualidade. Isso não é verdade. Só porque não tem 20 botões e outros tantos detalhes no tablier, não quer dizer que os materiais não tenham qualidade.

            Depois temos que somar o pessoal que acha que alguns carros virem mal montados significa falta de qualidade nos materiais. Apenas significa mau controlo de qualidade.

          • Pedro F. says:

            Tu deves ter algum problema de auto controlo…
            Eu disse que “se ignorar a qualidade e o preço” porque tu os tinhas ignorado no teu comentário imediatamente anterior.
            Para ti um carro tem de te “levar do ponto A ao ponto B de forma rápida, eficiente, segura e confortável”…
            Deixaste de fora o preço e a qualidade…
            Tu! Não eu.
            E aí sim, concordo contigo se for para esquecer o preço e a qualidade. Mas para mim são características importantes.
            Ok? Percebido?
            E já agora, quando assumes algo e dizes que eu ironizei, talvez não fosse pior veres o significado de ironizar no dicionário…

          • IonFan says:

            @Pedro F., claro que deixei o preço de fora! O preço faz parte da avaliação de algo como producto. Para saber se um carro é bom como um carro, ou como disse, para me levar do ponto A ao ponto B, o preço é irrelevante.

            Tu incluíste o preço, o que não tem mal nenhum, não fosses tu teres ironizado a questão do preço quando alguém te pediu um exemplo de um carro mais barato que o Tesla. Ou seja, na comparação onde o preço do Tesla era o melhor, o preço não interessava mas sim a qualidade, agora que a comparação era o básico do automóvel, e onde há carros que fazem o básico por menos, o preço já é factor determinante. Já percebeste?

            O preço e a qualidade são importantes para a proposta de valor do produto, mas são apenas duas das características. Tu mesmo dás a entender que concordas com isto quando disseste que “Então estamos a ir na onda do “é barato, por isso qualquer m**da serve”…”.

            Na minha opinião, os Tesla são os carros que actualmente oferecem melhor proposta de valor nos segmentos onde estão presentes. Se não concordas deve ser fácil dares exemplos de carros do mesmo segmento com melhor relação de eficiência, performance, segurança, conforto, tecnologia, qualidade e preço.

            Então se não estavas a ironizar quando escreveste aquilo, porque é que escreveste “Eu ironizei porque foi o argumento que utilizaram antes” quase agora?

          • Pedro F. says:

            Fui ali falar com um tijolo que sempre percebe qualquer coisa…

          • IonFan says:

            @Pedro F., não duvido que se devem ter entendido bem 😉

  20. oeuropeu says:

    Qualquer marca de carros teria de chamar os carros a fabrica para corrigir esta falhar grave, que pode mesmo ser responsável por um acidente, principalmente para quem vem atrás.
    É a Tesla que tem fan boys que aceitam tudo, ta-se bem, ridículo.

    • Vítor M. says:

      😀 top, tudo o que os outros têm e alguns não têm, para este últimos, os primeiros são fan boys 😀 muito bom.

      • King Baniram says:

        Não é por eu ter um Audi que vou ser fã boy e deixar de gostar de outras marcas, e até mesmo deixar de desejar ter uma outra marca com um carro melhor.
        Caso esse que nao acontece a quem compra um Tesla… Apartir do dia que o compram, passam a ser os melhores de sempre e isso é fanatismo.

        Muitos criticam porque nao podem ter? Sem duvida que sim, mas outros criticam com factos e esses acabam por ser intitulados de haters 🙂

        Eu sou hater da Tesla por dois motivos, vendem gato por lebre(Carros com 400cv e 0 desportividade?) e os owners sao incrivelmente chatos e fanaticos pela marca, na sua grande maioria. Apartir do momento que decidem gastar 60k, pensam que o status aumenta e são incapazes de reconhecer que afinal o seu popo, é na verdade uma valente caca, comparado com outros com a mesma cavalagem.

        • Vítor M. says:

          Esses teus argumentos funcionam para ti, eu respeito a tua opinião. Apesar de não concordar, porque se frequentares os fóruns e grupos Audi, a cena é a mesma (então com o e-tron é baba e ranho pegado), mas existe sempre um fanatismo de dizer “o que eu gosto é o melhor” e tens razão, para ti, é o melhor. Mas isso não te dá a ti, a mim ou a qualquer pessoas, o direito de dizer que “se não tens a mesma ideia que eu, então és fanático porque defendes o que eu não defendo”… isso é parvo. Mais ainda quando se fala sem saber, sem conhecimento de causa, se a experiência de utilização.

          Tirando de lado os grupos dedicados a cada coisa destas, o mercado diz-nos que a Tesla revolucionou o mercado automóvel. Combateu lobbys instalados, o do petróleo é dos maiores e mais difíceis, e a marca conseguiu. Obrigou todas as outras a sair da área de conforto, deixar de brincar aos protótipos elétricos e aparecer no mercado com soluções prontas a usar.

          Esse foi o primeiro grande feito da Tesla.

          Segundo, a empresa mais que um elétrico funcional, colocou a tecnologia ao serviço do automobilista num patamar acima. O Autopiloto, a condução autónoma, o conjunto de sensores conseguido, com software a unificar tudo, conseguiu chegar a onde ainda mais nenhum conseguiu. Novo trunfo para esta marca.

          Terceiro, entrar num mercado dominado por marcas gigantes, como a Mercedes, BMW, VW, Ford, Ferrari, Porsche, etc etc etc e vender milhares e milhares de carros…. não é para quem quer 😉 é apenas para quem pode.

          Agora, não, não é uma empresa que sabia fazer carros. É uma empresa que tinha tecnologia e em olha dela fez um carro. A cada modelo, melhora, baixa o preço e obriga o mercado a ajustar-se.

          Eu não sou um grande fã dos carros como um todo. Sim foram feitos carros fracos de qualidade, em termos dos materiais, mas é uma verdade que sou fã da tecnologia e segurança da máquina.

          Fazer os eu os outros não conseguem é sempre de admirar, mesmo que não seja a marca ou nenhuma das minhas marcas favoritas. Eu tenho duas marcas alemãs que são as minhas favoritas, mas admiro muito a Tesla. 😀 como tal, aponto sim os defeitos, mas sigo muito mais atentos aos feitos únicos.

          É apenas a minha opinião.

          • King Baniram says:

            Os feitos da Tesla são sem duvida de espantar! A Tesla é para os carros, aquilo que a Apple é para os smartphones, revolucionarios e marcaramm o mercado.

            A Tesla tem muito o sindrome de Xiami, quer ter tanta coisa no mercado e dominar tanto o mesmo, que acaba por lançar coisas “inacabadas” e com uns quantos defeitos.
            Não é mau de todo, graças a isso e a nao serem ainda uma marca consolidada ao nivel dos Alemães e Japoneses, é possivel ter um carro “premium” por um valor “razoavel”.
            É premium no que toca a tecnologia, sem duvida alguma, mas deixa demasiado a desejar nos materiais escolhidos e até mesmo nos layouts para os seus interiores. Sem contar que as concorrentes, vendem os seus carros com 400CV preparados para a desportividade e a Tesla peca nisso.

            O minimalismo nem sempre é bom.

            Como empresario eu tiro o chapeu ao Musk, tem visão e atua sobre a mesma, mas lá está, para mim os valores que ele pede acabam por ser um absurdo. Mas ai ja estamos a entrar no campo de “qualidade”… E eu compreendo isso e ja o disse, a Tesla é a unica marca no mercado com bons electricos e a qualidade pagasse, mas quando tou a comprar um carro, nao olho apenas ao seu motor, vejo tudo o resto tambem.

            Pagar 60k por um motor e pilhas nao compensa, pelo menos na minha opiniao nao compensa.

          • Vítor M. says:

            Desculpa, começas logo mal. E isso não é por acaso, falta-te um critério correto de interpretação. A Apple tem 44 anos de mercado, é líder absoluto desde há muitos anos em segmentos como smartphones, tablets e smartwatches. Desenvolve computadores desde 1976 e até hoje, foi das marcas que mais computadores vendeu. Tem um vasto leque de produtos e serviços, foi a empresa que deu dimensão e significado à venda de música online. Além disso, é proprietária de muitas patentes que são hoje pilar da tecnologia. Portanto, a Tesla está longe de ser como a Apple. E já nem se fala em saúde financeira, que a Apple então é a empresa no mundo da tecnologia que melhor respira saúde financeira.

            Dito isto, para te dar logo à partida a dimensão da tua confusão, a Tesla apareceu com várias tecnologias que desafiam o mercado. Não são tecnologia novas, porque o carro elétrico existe há séculos, aliás, a Mitsubishi em 1985 tinha um carro elétrico pronto, como a Tesla tem hoje, mas o lobby do petróleo comprou tudo o que era da marca e destruiu o projeto. Aqui vemos a dificuldade que a Tesla teve em singrar. Mas vê aqui um vídeo interessante, resumido, sobre esta tecnologia elétrica. https://bit.ly/3ofCM9l

            Seguindo em frente, a Tesla (que me nada tem a ver com a Xiaomi, em nada mesmo) apareceu no mercado com um projeto, dois carros prontos e muita ambição. O Tesla Model S e Tesla Model X são exímios carros que mudaram o mundo. Quer se goste ou não, é a realidade. A tecnologia que trouxeram, que cada vez está mais desenvolvida, foi e ainda é revolucionária, porque chegou a todas as pessoas que quisessem comprar. Nem precisavam de ter o dinheiro todo, podiam comprar a crédito. Até na venda a marca inovou.

            Como não fabricava algumas peças, teve de as comprar e para juntar tudo num preço “possível” não conseguiu um pacote de carro alemão. Mas aos poucos tem melhorado. O problema é que não podemos comprara a oferta dos motores térmicos, com um desenvolvimento de muitas décadas, com o desenvolvimento dos carros elétricos comercializáveis que têm meia dúzia de anos. É injusto.

            Depois, tudo o que a Tesla conseguiu fazer, porque o mercado automóvel é muito rico em propriedade intelectual, existem patentes de tudo e mais alguma coisa. Do design, ao cinto de segurança, do quadrante, às luzes exteriores, passando pelo volante, suspensão, chassi e tudo o que envolve a motorização, “tem dono”. Ou pagas, ou crias algo novo. Portanto, a Tesla compra o que é vendável e cria o que pode.

            O resto é argumentação que vai empurrando o mercado “aaa não te autonomia”, mas tem mais que os outros que fazem carros há 100 anos. “aaa mas tem poucos postos de carregamento”, mas desafiar as entidades a legislar e as empresas a criar postos sem saberem se vai ser rentável nos próximos 10 anos, é obra. “aaa o carro é caro”, sim, não é barato, mas já foi mais caro e como qualquer tecnologia, à medida que os custos de desenvolvimento forem sendo pagos, o preço do produto baixa para a linha de mercado.

            Vai daí… quer se goste, quer não se goste, os tipos t~em feito um trabalho de se tirar o chapéu. Não são uma nave espacial, como alguns pensam que têm na garagem, mas são um pedaço de tecnologia admirável.

          • King Baniram says:

            Secalhar expressei-me mal… A Tesla é pos VE, aquilo que a Apple é para os smartphones, no que toca a trazerem um produto “inovador” e que abrigou os concorrentes a “copiar”.
            Quando digo inovador, refiro-me ao facto de que não se falava muito dos motores eletricos… muitos nao passavam de prototipos e muitos outros nao viam a luz do dia, e foi a Tesla que fez esta grande mudança.
            A Apple tambem nao inventou o telemovel, apenas adaptou o conceito e criou um produto inovador.

            A verdade é que a Tesla em cerca de 8 anos, ja vai com mais de 5 modelos… Para uma principiante na industria automovel e com uma tecnologia recente, deveria se focar nos 2 modelos iniciais e ai sim, quando fossem carros otimizados para a sua realidade, lançava mais modelos para os varios segmentos. Basta ver aquela aberraçao da cybertruck, ainda mal tinha lançado o Model 3 e ja tava essa a sair tambem. Sim, para mim eles estao com o sindrome de Xiaomi.

            Acho que para alem do preço e da qualidade do carro/construçao, nunca apontei o dedo ao motor e às pilhas(Panasonic, mas vamos assumir que sao da Tesla), é a unica coisa realmente que tem valor dentro de um veiculo. Acho que ninguem fala mal do motor criado pela Tesla, falam mal sim do conjunto todo, que lá está, para muitos ainda não é um automovel desportivo.

          • Pedro F. says:

            O que significa ser “lider absoluto de smartphones”?

          • Vítor M. says:

            Marca que desde há uns anos têm o smartphone que mais vende. Ora verifica.

          • Pedro F. says:

            Percebido. Então a Renault é lider absoluta de vendas em Portugal.
            Não é a marca que mais vende… Mas o clio vende mais que o ibiza…

          • Vítor M. says:

            O mundo não é Portugal. Um pequeno detalhe… e anos não é um ano… outro pequeno detalhe.

        • IonFan says:

          Isto faz me lembrar a velha questão do iPhone vs Android. Há pessoal que é incapaz de reconhecer que o iPhone é, na generalidade, um produto melhor. Eu não tenho um iPhone, não porque não acho que seja melhor que o meu OnePlus, mas porque acho que a proposta de valor do meu OnePlus é melhor. Deve ser por este motivo que não ando ai a encher as secções de comentários em tudo o que é noticia sobre a Apple a meter a pata na poça… Quer não goste ou quer me deixe indiferente, não sinto necessidade de andar a espalhar ódio.

          Como é que sabes que os fãs da Tesla o são a partir do dia que compraram um? Eu já era fã da Tesla desde quando me era impossível ter um. Eu comprei um Tesla porque era fã, e não o contrário. É ai que está a diferença. Uns são fãs porque conhecem, outros são haters porque não conhecem.

          Da mesma maneira que tens legitimidade para não gostar da marca, os fãs têm legitimidade para gostar. Se os intitulas de “fã boy”, porque raio é que eles não têm o direito de te intitular de “hater”? A diferença é que os fãs estão geralmente mais bem informados.

          Essa da “desportividade” é de rir. Podes ir testar um Model 3 Performance e depois voltas aqui para pedir desculpa 😉 Além do mais, quem compra um Tesla sabe o que está a comprar. Os test drives são encorajados pela marca. Só compra gato por lebre quem quer…

          Achas que só a ti é que o dinheiro custa a ganhar? Se eu não estivesse satisfeito com o carro depois de ter gasto 60k, não vinha para aqui defender a marca.

          Para mim a cavalagem é um bónus. Comprava nem que tivesse metade. Não podes comparar com carros da mesma cavalagem porque, por exemplo no caso dos 550cv do Model 3 Performance, tens que ir para super carros que custam varias vezes mais. Tens que comparar é com carros do mesmo preço e ai, na minha opinião, a proposta de valor que a Tesla oferece é bem superior.

          Ao contrário dos haters como tu que criticam sem nunca ter experimentado, os proprietários parecem bem felizes com a aquisição: https://insideevs.com/features/403607/consumer-reports-tesla-highest-satisfaction-rate/
          Mas claro, para ti, todos são fanáticos a esconder a vergonha com orgulho… quanto a isso não te posso ajudar.

          • King Baniram says:

            Sou hater assumido sim, pois foi como disse, carros de 400CV com 0 desportividade nao combina la muito bem… Basta ires ver videos do teu Model 3 em Nurburgring e vais ver o que falo. A curvar, entre um Model 3 e uma Ibixa do aço de 98, venha o diabo e escolha…
            Claro que tambem é injusto comparar com um Porsche GT3, mas é o que é, a Porsche com carros desses sabe o que anda cá a fazer e a Tesla quer entrar num mercado desconhecido. Se os carros normais do povo já o eram, entao desportivos ainda tem outras questoes importantes, mas claro, tudo depende de um bom kit de unhas.

            Quais é que sao os grandes motivos que te fazem comprar um Tesla hoje em dia, se nao o grande tablet e os cavalos? Grandes autonomias já quase todas tem… Portanto, compras um Tesla porque é o melhor eletrico no que toca a velocidade, mas depois a nivel desportivo nao acompanha. Eu nao comprava um carro dito desportivo desses, pois numa brincadeira o carro escapa e mesmo o Fitipaudi ja bateu…

          • IonFan says:

            @King Baniram, estás um pouco confuso…

            Tens a certeza que queres mandar o pessoal ver videos do Model 3 em Nurburgring? É que da última vez que vi um vídeo desses, era a andar de uma forma que destrói o teu argumento…

            Podes ver aqui um Model 3 Performance a acompanhar um Porsche 911 GT3 RS (3x mais caro) até os travões começarem a sobreaquecer (resolve se com travões menos “familiares”): https://www.teslarati.com/tesla-model-3-track-mode-nurburgring-video/

            Mas também podemos usar um desportivo unânime da mesma gama: https://cleantechnica.com/2019/04/25/tesla-model-3-performance-crushes-fossil-bmw-m3-around-race-track/

            Grandes autonomias já têm todos? Então dá lá um exemplo de outro carro eléctrico de 60k com 580km de autonomia no ciclo WLTP. Se são todos, vai ser fácil arranjar exemplos 😉

          • Pedro F. says:

            Quando vejo malta a comparar o iPhone com o Android dá-me vontade de comparar um Toshiba com o Windows 10…

          • IonFan says:

            @Pedro F., iPhone vs Android phone. Do agrado assim? Eu acho que é picuinhice, mas já começo a pensar que podem ser dificuldades de compreensão… Estamos a falar de uma questão que sempre foi referida como “iPhone vs Android” e toda a gente percebia que se tratava de “iPhone vs Android phone”: https://money.cnn.com/interactive/technology/iphone-android-comparison/index.html

          • Pedro F. says:

            Isso é como comparar um A4 com um mercedes…
            Não faz sentido sem saber qual é o mercedes…

          • IonFan says:

            @Pedro F., iPhone vs Android phone, seria, no máximo, Audi vs “uma outra marca”.

            O que as pessoas normais fazem num caso destes é escolher um producto equivalente dos dois lados, ou seja, Audi A4 vs Mercedes C class, por exemplo. E, para garantir que não fica nada por perceber, no caso dos telefones, iPhone 12 Pro Max vs Samsung Galaxy S20 Ultra, por exemplo 😉

          • Pedro F. says:

            Para garantir que não fica nada por perceber não há melhor que começar por distinguir um telefone de um sistema operativo…

          • IonFan says:

            @Pedro F., usei uma expressão comum para uma comparação comum: https://www.yourdictionary.com/iphone-vs-android

            O mundo não tem a culpa de não conseguires perceber algo tão simples 😉

  21. Xlut says:

    Carros de fibra de vidro, com qualidade questionável, comparável a a preço de carros de luxo mas com acabamentos ao nível de um Polo a começar nos 60K. Até acredito que a eletrecidade seja barata mas comprar uma viatura com qualidade de construção comparável a uma viatura de 15k a 20k e pagar 60k só para poder dizer que tem um custo inferior de deslocação.
    Cada tolo com a sua mania mas na minha opinião, é um preço insultuoso…
    Não se esqueçam das actualizações de Software (rendas anuais) que nas outras marcas são gratuitas….

    • IonFan says:

      É mais ao contrário. As actualizações são gratuitas e remotas, incluindo a navegação, ao contrário das outras marcas que requerem deslocações à oficina (obviamente pagas) e os mapas só estão incluídos por determinado tempo.

    • Luís Alves says:

      Informe-se bem primeiro e fale depois… As actualizações na Tesla são gratuitas, n há rendas anuais…

      • Xlut says:

        Para os iluminados em que tudo o que a Tesla faz é bom e gratuito:
        https://www.theverge.com/2020/5/20/21264345/elon-musk-tesla-full-self-driving-autopilot-price-increase
        Informe-se primeiro. As atualizações básicas são gratuitas mas a Tesla tem implementado serviços de pay-per-use. O selfDriving é apenas um deles. Se não conhece, informe-se.
        Factos apenas. Qualidade de construção equivalente a um FIAT (espero que os proprietários dos FIAT’s não se sintam insultados), assistência técnica especializada depende muitas vezes de recorrer a uma oficina em Espanha!!!, ainda está muito longe de qualquer marca comercial, como o caso da FIAT. Fiabilidade idêntica a um FIAT. Preço equivalente a uma marca de luxo.
        Quer comprar um TESLA, na minha opinião, acho que faz bem. Alguém precisa de suportar os custos de desenvolvimento dos veículos elétricos.
        É do conhecimento geral que o handicap dos veículos elétricos, incluindo todos os TESLA, são as baterias. A autonomia é fraca e ao fim de alguns anos está reduzida a 80% na melhor das hipóteses. Se numa viatura nova, ainda consegue realizar uma viagem Lisboa-Porto sem necessidade de abastecer, mas a uma velocidade abaixo do limite legal, isso já deixa de ser possível ao fim de pouco tempo.
        Se a bateria avariar, mais vale comprar uma viatura nova.
        Comprem TESLA’s e tudo o resto totalmente elétrico. Assim financiam as marcas atuais a desenvolverem a tecnologia até atingir uma maturidade em que os problemas acima referidos sejam mitigados e se passe a tornar uma tecnologia economicamente viável. Até lá, é apenas uma enorme despesa para ir poupar algo na deslocação.
        Isto faz lembrar aqueles padeiros que poupavam na farinha para gastar no farel….

        • King Baniram says:

          Eu adoro e respeito do fundo do coraçao quem compra agora um Tesla!

          Obrigado por testarem e contribuirem para que o mesmo se torne melhor <3

        • IonFan says:

          Que desnorte…

          O preço aumentou para quem compra o pacote porque também foram adicionadas mais funcionalidades. Quem já tinha adquirido o pacote recebe as funcionalidades sem pagar nada a mais.
          É o mesmo com um eventual self driving por subscrição. Quem quiser comprar à cabeça ou já comprou, não paga mensalidade nenhuma e tem as funcionalidades.

          Fiabilidade da FIAT!? De onde é que vêm os dados para afirmar uma coisa dessas?

          Recorrer a oficinas em Espanha!? Há dois service center da Tesla em Portugal. Porque raio é que alguém teria que recorrer a oficinas em Espanha?

          As baterias são o ponto fraco dos Tesla!? https://electrek.co/2020/06/06/tesla-battery-degradation-replacement/

          Mesmo o Tesla com menos autonomia de sempre faz Lisboa-Porto à velocidade legal com 35min de paragem para carregar, mesmo se já tiver 20% de degradação. Em 320km, parar 35min parece me adequado. https://abetterrouteplanner.com/?plan_uuid=f2d80c37-023f-479c-a477-254f181e88d9

          Talvez não seja o Luís a ter que se informar…

        • mark casila says:

          nota-se bem a inveja de nao ter um, deixem de dizer mentiras da tesla, tem problemas como os restantes fabricantes, tive um bmw i nunca mais alem de ter tido de assumir os prejuzos do motor que a amarca nao assumia por problemas de fabrico/desenho/desenvolvimento, os plasticos nao valem nada nas portas desfazem-se parecem ser feitos em alcatrão este problema especifico durou mais de 10 anos tendo a bmw perfeito conehcimento do mesmo

          se nao gosta da tesla esta no seu direito, se tem inveja de quem tem um esta no seu direito, criticar erros/problemas da marca esta no seu direito dizer mentiras verginhosas como a que as que aui disse nao tem esse direito

  22. whatevs says:

    Pff… Nada que um OTA update não possa resolver…

  23. Luís Alves says:

    O FSD não tem nada a ver com as actualizações normais que a Tesla faz de software.. O FSD é uma pacote que dá ao veículo mais funções, esse sim é pago no acto de compra ou posteriormente uma única vez… Misturar as actualizações de software com o FSD é misturar alhos com bugalhos… Eu tenho um Tesla sem o FSD, não achei,e não acho, k ainda valha a pena o preço… e tenho tb um BMW, portanto posso muito bem comparar as duas marcas… São as duas optimas… Ambas com as suas falhas obviamente… Nem a BMW é tão boa nem a Tesla tão má…

  24. Rute Dinis says:

    Já tive vários carros desde Ford,Citroen,Seat e um Sirocco o melhor de todos eles nada a apontar,nunca tive problemas com nenhum, todos tiveram excelentes desempenhos decidi mudar agora tenho um Smart eletrico e um Tesla model 3 até hoje 0 problemas, mantenho o seat .
    São opções que se fazem.

    • IonFan says:

      Parabéns pela opção! Agora é melhor preparares te. Vieste aqui escrever que tens um Tesla, não tens problemas e estás satisfeita. Não tarda vai aparecer aqui alguém a chamar te fan girl…

  25. Luís Alves says:

    Porque será que o Polestar 2 , da Volvo( sim, é da Volvo antes que venham dizer k não é), já vai no segundo recall e ninguém pia??! Ah espera, pk é uma marca com grandes pergaminhos e então já pode meter água, literalmente…

    • IonFan says:

      Porque o artigo não ia ter milhares de visualizações nem 164 comentários (depois deste) 😉

      No fundo até percebo. Os homens têm que ganhar a vida.

  26. TslaBull says:

    @Pplware team, adorava saber porque é esta notícia é um link promovido!! Quem vos está a pagar para denegrir a imagem da Tesla? Obrigado

    • Vítor M. says:

      Sugiro uma lida com atenção ao artigo, porque não têm qualquer link promovido. Tire esses óculos, são muito opacos e desonestos os que usas. Usa antes a honestidade e vais ver que não descobres nada a mais que a realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.