Quantcast
PplWare Mobile

Tesla afirma que os seus carros perdem apenas 10% da capacidade da bateria após 320 mil km

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Redin says:

    A ser assim porque razão não colocam eles isso no contrato de compra?
    No futuro, o mercado de usados elétricos como vai ficar?

    • Filipe Rocha says:

      Porque como em todo o tipo de contrato tem de existir salvaguardas para a empresa.
      Não podes assumir que dos milhões de clientes que tens não existem centenas de idiotas preparados a rebentar com o próprio carro e abusar dos carregamentos elétricos rápidos.

      Nunca vi ninguém a acusar os produtores de carros a combustão de não terem a média de consumo de combustível no contrato, como bem sabemos a que é colocada na publicidade corresponde apenas a quem tem uma condução exímia.

      Tenho um clio que consume de média 7,0l/10. O dobro do publicitado pela Renault. Também sabemos que um carro destes com 300.000km consume muito mais do que originalmente consumia, bem acima de 10%, se é que o motor aguenta tanta rodagem.

      • João Magalhães says:

        Coisas bem diferentes, aqui o principal são as baterias e não vem no contrato porque sabem que é tudo tretas, a desvalorização desses carros no mercado de usados deve ser uma coisa brutal, um Tesla com 5 anos já tinham que mo oferecer, não arriscava ter que comprar baterias passado 1 ou 2 anos

        • TslaBull says:

          Se te informares vais ficar a perceber que os Tesla são os veículos que menos desvalorizam. Depois com os updates de software o carro está constantemente a receber correções de erros e a melhorar autonomia.

      • Vitolas says:

        “Também sabemos que um carro destes com 300.000km consume muito mais do que originalmente consumia”

        Não necessariamente, alias até posso dizer que são raros os casos desses e se acontecem é porque algo não esta bem com o carro para alem que, devo ser caso raro então, tenho uma Picasso a GPL que curiosamente faz o mesmo consumo a GPL do que a marca anuncia a gasolina e isto com 207k

    • Louro says:

      Da mesma forma que está mais que provado que os carros com ICE duram mais do que X anos e X km, no entanto as marcas nao te dao garantia de mais de X anos ou X km.

  2. Assis says:

    Hoje não é dia 1 de Abril, pois não ?

  3. Louro says:

    Confirma mais ou menos com o meu model S.

    Está neste momento com cerca de 425 mil km percorridos e a bateria está a 88% da sua capacidade máxima.

  4. XneloX says:

    O meu perdeu mais e é a gasóleo, com o mesmo dinheiro que metia de combustível na altura que o compre agora mete menos…

  5. Paulog says:

    Não posso dizer o mesmo do Zoe, que já perdeu 20%. Outro que conheço perdeu 10%. Para as voltas que dou na maior parte das vezes o de combustão fica parado, sendo 2a viatura de casa.

    • Gonçalo says:

      quantos km? tambem tenho um zoe perdeu ~11% em 100 mil km nao acho mau sinceramente sendo dos eletricos mais baratos e os primeiros km é onde se perde mais.

  6. Gilberto says:

    Tenho 120 mil no meu model 3 e perdi 7% com 320 deve estar por volta dos 11 12

    • ervilhoid says:

      Poderá não ser, a perda maior normalmente é no início

      • Estradiol says:

        Não não é. As baterias têm uma percentagem de buffer e os “100%” duram mais. Quando tens 90% por exemplo, a bateria degrada-se mais porque ao não ter tanta capacidade, carregas mais vezes, ao carregar mais vezes degrada-se ainda mais e sucessivamente.

        Portanto, os primeiros 10% “demoram mais”, os seguintes são muito mais rápidos.

        • ervilhoid says:

          Qual é o teu carro?

        • Louvre says:

          Estas enganado , isso só é verdade para as baterias dos telefones ! Nos carros elétricos o que o ervilhoid disso é o que acontece, uma grande parte da bateria perdesse nos primeiros 6 meses , por causa da barreira salina que se forma , depois a degradação é muito menor .

  7. gfasd says:

    Então quantos km são esperados para durabilidade da bateria?

    • Sabe-se lá says:

      Autonomia, até que percentagem de degradação? Autonomia até 40% útil de bateria? 30%?
      Porque autonomia vai ter sempre! Mas não vais querer ter um carro que faça 20km e tenhas que carregar outra vez para fazer mais 20km…

    • Sabe-se lá says:

      E eu sou a favor dos elétricos! Estava só a contestar a forma como foi feita a pergunta 😉

    • Estradiol says:

      Num tesla a ideia é fazeres pelo menos 500.000 km com capacidade razoável, 1 milhão até estar muito arrebentada. Noutras marcas a ideia é que depois da garantia a degradação seja bem acentuada, logo no grupo VW, Mercedes, Ford, peugeot, Renault, etc se tiveres 300.000 km com 60% ainda, fica contente…

    • Rui says:

      a bateria deverá ter 1 milhão de km ou milha não me recordo bem agora, mas eles consideram que a vida util do carro é cerca de 350 a 500 mil km, pois dizem ser a média de utilização de um carro na europa e EUA respetivamente… mas duvido que seja isso em 20 anos, mas sim em 10 ou algo do genero…

  8. Oralilas says:

    A tesla e a Apple dos automoveis, prometem tudo e dps qualquer carro a combustao de 15k faz mais por menos dinheiro. Eu podia ter um bugatti e um iphone todos os meses a pronto mas prefiro de longe o meu poco x3 e o toyota yaris

    • Estradiol says:

      A tua comparação é de gente culta…
      a minha carrela também leva a terra como um camião, os camiões são sobrevalorizados… Eu podia ter uma frota de camiões e um iPhone, mas prefiro ter um Nokia 3310 dos antigos e uma carrela…

  9. Jorge Carvalho says:

    A degradação das baterias não é linear.

    Abc

  10. Secadegas says:

    Boa anedota…

  11. Mukarra says:

    Façam uma pesquisa de mercado séria e vejam a brutal desvalorização que estes carros têm. O mercado ainda não está suficientemente consolidado. Se é para trocar passados meia dúzia de anos, é ainda um mau negócio.

  12. Reidosteslas says:

    Tenho dois teslas e já noto que perderam bastante também e faço médias de 7,5

  13. Elisa says:

    Se a tesla anuncia isso significa que a bateria fica com 10% de capacidade passado esse tempo.
    Nem oferecido queria um carro desses. Existem tantos carros eléctricos realmente bons….é basicamente deitar dinheiro à rua.

    • Lourenço says:

      Ignorância completa. Deitar dinheiro à rua ao comprar um carro da marca que mais está à frente, e que faz carros elétricos desde 2008. Eu tenho um com 50.000km e gastei 60€ até agora para trocar o filtro do habitáculo (coisa que se troca em qualquer carro). Mais nada. Já para não dizer que gastei 500€ Em eletricidade em 50.000km. É fazer as contas. Além disso tem mais de 400cv que chega para deixar para trás a maioria dos carros a combustão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.