PplWare Mobile

Transformar um carro num 100% elétrico? É possível e custa 5000 euros


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. anon says:

    Possível é mas na maioria dos casos não compensa.

  2. Urtencio says:

    gastar 8500€ num carro com 10 anos que nem 3000€ custa no mercado de usados!

    • joao says:

      desde quando é que comprar um carro é para ganhar dinheiro?
      compras um usado com o motor a dar o peido barato, transformas em electrico e tens carro que gasta 0 na cidade…em 5 anos ta pago. fora os beneficios fiscais.

      • radamel says:

        Quais os procedimentos? Tem de se fazer uma nova inspeção a fundo e submeter um pedido para alguém isentar de imposto anual, etc?

        • Louro says:

          Em Portugal provavelmente nunca conseguirás legalizar um carro depois da conversao.

          • radamel says:

            Então mas isso não arruina o proposito?

            Se calhar poderia ser bom negocio comprar grande maquina, no estrangeiro, barato por causa das emissões e depois meter eletrico. O imposto a pagar de legalizacao deveria ser diminuto.

          • José Carlos da Silva says:

            O problema seria legalizar cá algo que não era assim originalmente. Temos um país muito pequenino para fazer certas coisas.

          • Louro says:

            @radamel

            Em Portugal nao consegues legalizar quase nenhum tipo de alteracao, é ridiculo em 2019 um país onde nao podes sequer mudar o tamanho das rodas do teu carro legalmente, no entanto estás á espera que te deixem legalizar uma conversao para eletrico?

            Sim é possível que venham a legalizar, mas também é certo que irás ter de fazer uma inspecao especial qualquer e claro está que essa mesma inspecao vai custar bastante.

      • anon says:

        Gasta 0 como assim? Nã sabia que os elétricos só gastavam fora das cidades 😀

  3. Luis Silva says:

    Não compensa por apenas 100 km de autonomia, mais vale juntar mais dinheirito e comprar já um de raiz e com mais autonomia, é o que irei fazer pra minha mulher ela não viaja pra muito longe e para o que usamos de deslocamentos um eléctrico com pelo menos 250km de autonomia serve perfeitamente.

  4. Louro says:

    Muitos carros que vao parar ás sucatas é por causa do motor entregar a alma ao criador, neses casos sem margem para dúvidas que ainda se pode fazer mais pelo ambiente ao converter os mesmos para eletricos.

    Nao é a unica empresa que faz isso, no UK já temos a Electric classics a fazer isso faz algum tempo, (https://www.electricclassiccars.co.uk) tenho cá em casa um velhinho que provavelmente irá ser convertido.

    • Gkmes says:

      Consta-me que é necessário projeto de conversão assinado por engenheiro, e posterior inspeção, coisa para demorar tanto tempo e tão onerosa que é mais fácil desistir. Enfim, temos de sustentar a máquina do estado!

  5. nao says:

    noticia desnecessária para Portugal pois não é possivel legalizar o veiculo.
    documentos a entregar em caso de alteração do motor.

    Com alteração das características técnicas
    Formulário Modelo 9 IMT (a entregar no Serviço Regional do IMT da área de residência do requerente);
    Documento comprovativo da origem e propriedade do motor;
    Termo de Responsabilidade pela montagem do motor;
    Termo de Compatibilidade passado pelo representante da marca, onde constem as características técnicas do motor e sua compatibilidade com o veículo);
    Documento alfandegário (DAV) comprovativo da regularização do imposto devido (só aplicável nos automóveis ligeiros quando se verifique um aumento de cilindrada, das emissões de CO2, bem como das emissões de partículas);
    Documento de identificação do veículo (Livrete+Título de Registo de Propriedade ou Certificado de Matrícula);
    Documento de identificação do requerente.

    http://www.imt-ip.pt/sites/IMTT/Portugues/Veiculos/Aprovacoes/Transformacoes/Substituicaomotor/Paginas/SubstituicaodoMotor.aspx

  6. andy says:

    E homologação? Cá não passa na inspeção!

  7. J T says:

    Também há fazem isso em Portugal há algum tempo: https://www.evolutionsbc.pt/

    Não sei como vos escapou isso…

    • Gustavo Jorge says:

      12000€ + iva com autonomia de 80 a 100. Isso é de loucos, nem num classico, compensa. Quando os preços forem mais simpáticos não vão falar boas ideias de transformação. Haja dinheiro.

    • Pedro Maia says:

      Aguardemos para ver um carro 100% convertido e 100% legalizado por eles. A https://tamai.pt falou com eles, deslocou-se pessoalmente a pedir ajuda para o seu capri elétrico e foi posta ” a andar “, disseram na recepção que faziam conversão e não transformação 🙂 . Isto passou-se depois de ver a publicidade deles a dizer que já faziam. Desejo que consigam e que tenham sucesso.

  8. Rui says:

    Com pouco mais de 20.000€, compra-se um eléctrico novo (Smart de 5 lugares), com mais autonomia!!!! Mas ainda não há grandes alternativas para a viatura principal, excepto para quem tiver mais de 50.000€!!!!

    Transformar o carro cá…… mais vale fazerem lá fora, num carro velho e legalizar cá.

  9. Tiago Grilo says:

    Quero isto para o meu Jimny!

  10. Antonio says:

    Esta noticia ja’ tem cabelos, que falta de imaginacao. Nem nos interessa poeque nao e’ ca’.

  11. Carlos Sousa says:

    Em Portugal já a alguns anos que existe uma empresa que faz isso é que está inclusive a desenvolver franchising pelo país fora para criar uma rede de conversão e manutenção de viaturas eléctricas. https://www.evolutionsbc.pt/
    Pertence ao grupo Zeev, bastante conhecido pela loja na Expo e por ser uma das primeiras empresas em Portugal com Rent a Car de eléctricos e ter uma variedade muito elevada de opções.

  12. dc@dd.c says:

    5000 euros, fora a bateria.

  13. Luissm says:

    Julgo que a legalização em Portugal ainda não é fácil, mas não tenho informação suficiente para o afirmar.
    No entanto, acho que o país que recebe a websumit e se afirma preocupado com a redução das emissões de gases com efeito de estufa, não tardará agilizar esse processo.
    E não faltam soluções simples e interessantes para converter viaturas a combustíveis fosseis em elétricos.
    https://youtu.be/7zOeBYIeAkg?t=434
    https://www.youtube.com/watch?v=q4CPBHj0UQk
    https://www.youtube.com/watch?v=mOx5uCufB2Q

  14. Eu says:

    Na actualidade de Portugal, este assunto constitui um verdadeiro MITO!
    Longe da realidade do nosso país. Infelizmente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.