PplWare Mobile

Porsche está a cobrar 500 euros por um ficheiro de áudio para usar no Taycan


Autor: Pedro Simões


  1. PoPeY says:

    Saídas de escape FAKES, entradas de ar FAKES, agora som de motor FAKE… Meus amigos isto era o tuning no ano 2000 considerado Azeite hoje em dia… Como é possível marcas ditas premium estejam a colocar estas tretas nos carros de origem?!? :O

    • jorge antonio says:

      “agora som de motor FAKE”, porque sao obrigados por lei

      • PoPeY says:

        A partir de 2021… Por enquanto é so para tornar a coisa mais emocionalmente falso/encher o EGO. Tanto que conforme a noticia é possível desativar pelo Porsche Communication Management.

        Qualquer das maneiras, a partir do pressuposto que tens razão, é mau cobrar um extra que é obrigatório por lei…

      • Toni da Adega says:

        Ou seja sem se pagar extras o carro não está legal, e logo não poderá circular na Estrada.

        • Jorge Costa says:

          O som “fake” é o aviso de som para pedestres são dois sons diferentes e que nada tem a haver um com o outro. O som de aviso para pedestres vem incluído em todos gratuitamente. Mas como está notícia esta bem mal escrita normal a confusão. Nem se deram ao trabalho de verificar o valor do medelo base

    • Woot! says:

      Vai ser bonito quando os “tuners” aprenderem a hackear isso ou a “personalizar” e andarem a por kizomba para os vizinhos pelas colunas externas.

  2. Dani Silva says:

    Já se sabe que as marcas alemãs gostam de ter o carro mais barato por defeito, para depois cobrarem a sério nos extras. No final, o carro fica muito mais caro do que a concorrência.

    Isto só vem confirmar isso.

  3. Jorge says:

    500$ = 453,70€

    Não são 500€, não vamos roubar o povo não é?
    (só uma brincadeira 🙂 )

  4. Radamel says:

    Já vi àgua de Fátima a venda por alto preço, por isso isto não me choca. Alguns destes carros, se fossem baratos, não vendiam. Vendem mesmo por serem caros e um luxo. Ora, sendo isto um luxo, quem o quer vai pagar para se poder armar perante o vizinho.

    • Daniel Lopes says:

      Se eu tenho o dinheiro para um carro destes, e quero ter um carro destes, qual é o mal?
      Vou ser menos humilde, porque comprei um Porsche?

      Essa teoria de o “armar-se” para o vizinho sempre foi mal explicada…

  5. Luís Martins says:

    Os produtos de luxo não podem ser baratos senao deixam de ser classificado como produtos luxo.
    São muito caros para o povo não poder comprar e só os endinheirados é que se “dão ao luxo” de derreter a massa em produtos de luxo pois querem mostrar ao povo que são endinheirados .

    • Daniel Lopes says:

      Claro. É claramente isso.
      Tenho 10Milhões no banco, mas vou comprar um T4 a cair de podre e um Fiat Uno, porque não posso “mostrar” que tenho dinheiro.

      Quem te dera a ti, poderes comprar um luxo desses. Logo irias ver como a bullshit que dizes é falsa e sem fundamento.

  6. Bruno Martins says:

    As saídas de escape Fake não tem lógica e não conheço nenhum eléctrico que as tenha, o som do motor fake não tem utilidade, mas as entradas de ar não são fake nos eléctricos. Os componentes eléctricos, baterias, motor, ar condicionado e travões têm de ser refrigerados por ar.

  7. O pirata says:

    Já começa a tourada…
    Nada pode fazer frente à tesla que aparece logo artigos estupido…
    Qual é o mal de uma marca cobrar 500$ por uma faixa de som? só os paga quem quer e só é extra na versão base…

    • Paulo L says:

      E depois admiram-se que o Musk goze com eles.
      Criam um eléctrico e acrescentam um Turbo só de nome, agora cobram pelo som do turbo.

      • KodiakShadows says:

        Só que um é um Porsche … o outro Só o facto de ser amaricado nem de borla eu queria.

      • Nuno V says:

        Um supercharger também não é um carregador de carros eléctricos, mas sim uma forma de sobrealimentação para motores de combustão interna.

        • Paulo L says:

          Supercharger serve para o que faz, turbo não funciona num eléctrico.

          • Nuno V says:

            Acho que te passou completamente ao lado. Turbocharger e supercharger são duas formas de sobrealimentação para motores de combustão interna, o primeiro via turbina, o segundo mecanicamente. Um turbocharger não funciona num carro elétrico, tal como um supercharger não é um carregador.

      • Daniel Lopes says:

        Muita sopinha tem Musk de comer, para criar um carro como o Porsche.

        Não é só criar um bom motor e comprar à Panasonic umas boas pilhas, tambem tem de ter algo que a Tesla não tem, experiencia no ramo…

        • Paulo L says:

          A tesla tem experiência nos eléctricos, aliás desenvolveu o conceito, provou ser possível, criou a tecnologia e abriu as patentes.
          A Porsche nunca criou um eléctrico

          … afinal qual tem experiência?

          • Daniel Lopes says:

            É verdade e nunca falei mal do motor e das pilhas do carrinho de brincar, apenas não é um carro a sério.

            Pesquisa por Taycan, talvez esqueças a Tesla, visto não ser capaz de fazer frente à Porsche.

    • Joao says:

      É que nem é só um ficheiro de áudio, como afirma o artigo. O som é dinâmico, varia conforme o comportamento do carro e isso é muito mais que um simples ficheiro de áudio. Mas isso não interessa referir num site de tecnologia… enfim

      • Marco says:

        Uau. Tecnologia de ponta… Que qualquer jogo de automóveis dos anos 90 já fazia… Associar o som às RPM não é assim tão difícil. Agora se me disseres que é mais do que uma associação às RPMs e ao consumo instantâneo, aí calar-me-ei

      • Nuno says:

        opa por amor de deus o meu renault clio faz isso com sons de um nava espacial um carro de formula 1 e mais umas quantas coisas e estas a dizer que num carro que custa mais de 100 mil euros nem isso sao capazes de oferecer por amor da santa uma coisa é gostar de um carro de luxo outra é ser estupido

  8. Philleas says:

    500 euros pagava eu, a quem mete-se o som do “gemido” nos Porsches 🙂 🙂 🙂

  9. MiguelC says:

    Isto faz-me lembrar o filme “O dilema”.
    Parece que apenas demoraram 8 anos a colocar a ideia do filme em prática.

  10. MiguelC says:

    Isto faz-me lembrar o filme “O dilema”.
    Parece que apenas demoraram 8 anos a colocar a ideia do filme em prática.

  11. A Mendes says:

    Admiro as duas marcas (Tesla e Porche), cada uma nas suas virtudes…mas, o Model S, nos treinos, esta semana, em Nurburgring, já está a “dar”, OFICIOSAMENTE, 20 segundos ao melhor que Taycan fez.

    Veremos, para a semana, nas voltas oficias, nos 30 minutos reservados para o efeito, o que irá acontecer.
    Subestimar o “adversário”, pode dar muito mau resultado para a Porsche…aguardemos serenamente.

    • Nuno V says:

      Não está a dar oficiosamente 20 segundos, porque o tempo não é oficial.

      • A Mendes says:

        Com todo o respeito, “oficiosamente” quer dizer isso mesmo: não é oficial.

        Priberam Dicionário: Oficiosamente_ Advérbio de modo de “Oficioso”, m.q. “Sem carácter oficial mas por obséquio.”

        • Nuno V says:

          Sim, mas estás te a esquecer da parte do por obséquio. O carro que se encontra em Nordschleife, ao contrário do Taycan, não é um veículo de produção, é um protótipo. Quando a tesla levar um carro de produção para Nordschleife, aí sim podes comparar tempos e tirar conclusões.

          • Nuno says:

            entao agr vai ver o video da porsche no youtube “porsche taycan prototype” pois é afinal o prototipo nao é o tesla. Este tesla é tao de produçao como o taycan ainda nenhum saio este tesla vai ser de produçao para o ano que vem

          • Nuno V says:

            A sério que diz protótipo? Podias dizer-me onde?

            https://youtu.be/-vL637IMMX4
            https://youtu.be/8m31EgQkswg

            Pre-series é a versão do carro final antes de ser iniciada a produção em massa. Foi um pre-series que obteve o record não um protótipo.

          • Nuno says:

            https://ibb.co/SQ9bZwz
            Aqui esta amigo nuno “taycan prototype” o mesmo carro que obteu a volta na alemanha.
            E a serior que te deste ao trabalho de ir buscar o video e nem o video foste ver ora abre la o primeiro link que mandaste e vai ao segundo 8 (0:08)

          • Nuno V says:

            Segundo a press release da Porsche, o carro que obteve o record de Nordschleife era um pre-series, o que fez a endurance de 24h em Nardo era um pre-production, ambos de um Taycan Turbo (a versão mais fraca). O carro de ambos os vídeos até podem ser o mesmo carro, não significa que sejam idênticos. Se vires como é feito o desenvolvimento do carros, muitas vezes vemos protótipos a evoluir durante o processo de desenvolvimento até um pre-series, usando sempre o mesmo chassis. Mas quando os carros foram lançados e estes foram testados por fontes independentes veremos.

  12. darth says:

    compra quem quer. e se a Tesla o “oferece”, vai buscar o custo a outro sition

  13. Jorge Costa says:

    Querida pplware que a tantos anos sigo, preço do carro que diserram não é a versão base 😉

  14. Miguel Silva says:

    Agora querem que os carros façam barulho, daqui a uns tempos vão chegar a conclusão que afinal é poluição sonora. Entretanto vão vendendo ringtobes ou fartones.

  15. Pintor says:

    Quem paga 158 mil por esse carro deve se preocupar muito por dar mais 500 paus por um ficheiro de áudio.
    Mesmo assim basta chegar ao stand e dizer levo o carro se me oferecer o ficheiro de áudio e fica sem custos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.