Quantcast
PplWare Mobile

Pneus: O que significam as 3 informações da etiqueta autocolante?

                                    
                                

Fonte: goodyear

Autor: Pedro Pinto


  1. Pedro Domingues says:

    Conven informar que um pneu que normalmente tem uma eficiência de combustível pior, está relacionada com o seu composto. Ou seja, um pneu de composto macio, que dará muito melhor aderência, irá sempre consumir mais combustível porque tem mais contacto com o solo. Aqueles pneus com classificação A (os Michelin Energy por exemplo) deixam muito a desejar em termos de desempenho… Há que fornecer as informações completas e não só parcialmente.

  2. Emanuel Barros says:

    Infelizmente a etiqueta não dizem em que condições de temperatura são essas classificações. Pneus de verão abaixo dos 10/12C funcionam terrivelmente mal! Quem anda pela estrada e pela manhã apanha temperaturas de 3/4 devia comprar pneus mistos. Custam o mesmo. E fazem toda a diferença. Independentemente do carro.

    • Pedro Domingues says:

      Concordo. Os pneus de composto médio são os que apresentam uma melhor relação preço/desempenho.

    • Filipe says:

      Isso é incorrecto. O limiar são 7 graus para um pneu de verão estar no seu melhor desempenho. Os pneus mistos têm alguma preparação para neve gelo em detrimento de seco e chuva pelo que não são nada aconselháveis

  3. Floro says:

    Cuidado com a empresa online pneuslider. Encomendei 4 pneus, fiquei sem o dinheiro e pneus nem vê-los. Isto em Agosto 2019. Estão se nas tintas para resolver a situação.

  4. José says:

    Boa noite, será que quando se compra uma viatura no stand o comprador tem essa informação? Ou leva o que lhe metem de fabrica,mais barato,como me aconteceu e o pneu rebentou do nada,na casa de pneus o homem disse que era material do mais barato ao passar a mão pelo interior desfazias-se td. Eva marca neste caso a Kia não assumiu responsabilidades nenhumas.

  5. Vasco Pereira says:

    Fugindo um pouco ao tema Acho que deveria ser proibido a importação de carros com velocidades máximas acima dos 130 kms/hora, já que o máximo permitido por lei em Port é de 120 kms/hora

    • Filipe says:

      Uma pessoa não é o ridaga a andar com o carro na via pública. Aliás a ideia de comprar um carro desportivo é levá-lo para um circuito nem que seja uma vez quando o rei faz anos

  6. Rui Nunes says:

    Teria sido bom também publicar a escala de travagem em piso molhado, pois aí talvez os consumidores dessem mais importância à etiqueta. Numa travagem a fundo a 80 kmh em piso molhado, um pneu B precisa, até ficar imóvel de +3m que um pneu A, um pneu C +7m, um pneu E +12m e um pneu E +18m.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.