Quantcast
PplWare Mobile

Novo Tesla Model S Plaid de 100 mil euros incendeia-se e fica totalmente destruído

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Fonte: Via

Autor: Vítor M.


  1. JECHERCHE says:

    “pelo conjunto de tecnologias que existem no próprio veículo”
    Tecnologias bombásticas! 😐

  2. Zé Fonseca A. says:

    Tesla aka DEATH TRAP

    Got to love EVs 😀

  3. Matreco says:

    Era importante era que as auditorias a estes casos comecassem a ser efectuadas por entidades terceiras e independentes e não pela Tesla, a bem da transparência para o consumidor, mas presumo que isso ia envolver terem que disponibilizar pelo menos parte da tecnologia ao público o que causará sempre alguma resistência por parte da empresa.

    Se bem que até seria benéfico para a imagem da mesma…

  4. lapizazul says:

    Normal numa empresa que tem quase zero experiencia em fazer automóveis e onde os níveis de qualidade deixam muito a desejar…

  5. Samuel MG says:

    Volta e meia aparece estas noticias. Já é normal um Tesla pegar fogo 🙂

    • RC says:

      Não, não é normal, por isso é que aparecem nas noticias, normal é um mercedes, bmw e outros pegarem fogo e ninguem saber, como estavam ontem na A1.

  6. Kaka Kosta says:

    Logo pela primeira imagem, uma produção photoshop, tudo o resto parece estranho.
    Como é que se consegue ver a estrada por detrás dos destroços??
    reportar e Comentar com base em factos “falsos” (se a imagem o é, que mais também será desta história) é criar lixo e ruido, e fomentar ódios habituais na internet.
    Cuidado com as conclusões precipitadas que se tiram sem conhecer todos os factos.
    Obrigado.

    • Vítor M. says:

      Foto das autoridades americanas. Malandros.

    • Matreco says:

      Julgo que aquilo que lhe parece a estrada por detrás dos destrocos é na verdade um jato de água à frente do carro. Á primeira vista também me confundiu, é uma ilusao de óptica engracada…

    • PTO says:

      “Como é que se consegue ver a estrada por detrás dos destroços??”

      Como? Simples, não se consegue.

      Aquilo não é a estrada, é só e apenas água das mangueiras dos bombeiros que reflete a luz e cria um efeito de transparência e de filtro.

  7. falcaobranco says:

    Mais do mesmo… podiam ser diferentes e falar do despiste do BMW em coruche…ou então do twingo que se meteu á estrada e embateu num Ferrari 488 Pista… não sei pplware…talvez ser diferente…digo eu…

  8. Honda says:

    Olha o que da ter carros a pilhas

  9. Jon says:

    Olhem a “neutralidade carbonica”

  10. JR says:

    Este já não tem 0% de emissões

  11. RC says:

    Forma simples e barata de fazer publicidade a uma firma de advogados. LOL

  12. Luís Rodrigues says:

    Até a arder é o melhor!

  13. TslaBull says:

    Esta história é muito estranha, cheira-me a Tesla Bears a tentarem ter ganhos com Shorts

    • TSLAbull says:

      Eu parece que sou bruxo, afinal o dono do carro, que nem sequer foi visto no local pelos bombeiros é um investidor de ações… e parece ter uma posição na TSLA, agora falta saber se é um Bear ou um Bull…

  14. Fred says:

    Os construtores velhotes que não fizerem carros elétricos, vão continuar a vender cada vez menos.

  15. TT says:

    É tesla está tudo dito! Os fósforos resistem mais ao fogo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.