Quantcast
PplWare Mobile

Matos Fernandes: Críticos do hidrogénio verde “não acertaram”

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Goncalo says:

    O hidrogeneo é uma aposta certa e vai ser a solução em muitas areas simplesmente os carros não é uma delas o hidrogeneo é altamente ineficiente para se usar num carro

    • Filipe says:

      Completamente.
      O hidrogénio verde é uma óptima forma de “armazenar” energia produzida em excesso pelas renováveis nas alturas de pico. E depois usar esse hidrogénio para produzir electricidade para estabilizar o sistema eléctrico.
      Provavelmente é economicamente e ambientalmente melhor do que:
      – bombear água de volta para as barragens
      – construir baterias dedicadas (que fazem mais sentido nos carros). Ainda que talvez o uso de baterias antigas possa fazer sentido.
      – sistemas que usam gravidade para mover blocos de betão em carris ou gruas

      sem querer fazer publicidade, no livro “how to avoid climate disaster” esta questão é explorada ainda que aponte o nuclear de nova geração (ainda a velhinha fusão) como opção mais eficiente e com menores necessidades de recursos por Kwh produzido e reduzido impacto ambiental.

      • Filipe says:

        velhinha fissão e não fusão que ainda está em desenvolvimento

      • Filipe says:

        velhinha fissão e não fusão que ainda está em desenvolvimento

        • Francisco Capelo says:

          Bem… se ninguém investir à séria na fissão nuclear e no hidrogénio e apenas o tipo do Tesla receber esses biliões de investimento.. chapéu – chapéu para nós humanos e também para o planeta Terra !!

        • Samuel MG says:

          Fissão é a energia nuclear atual e a fusão ainda se encontra em desenvolvimento!! Confundiste os dois tipos 🙁

          • Francisco Capelo says:

            Olhe ke não, olhe ke não !!!

          • FAR says:

            https://www.livescience.com/fission-vs-fusion.html

            @Francisco Capelo
            Informe-se antes de espalhar a sua ignorância sff. Obrigado.

          • Samuel MG says:

            Só com isto me dás razão:
            “Fission involves splitting atoms; fusion is about combining them. ”

            Fissão envolve a separação de átomos o que acontece com o uranio numa central nuclear enquanto a fusão que é combinar atomos que acontece na pesquisa de atual de desenvolvimento de uma fonte de energia mais limpa. Está fonte envolve a fusão entre o Hidrogenio e Bélio que acontece a altas temperaturas e libertando uma quantidade de energia, o senão é a alta temperatura que atinge tendo que o processo decorrer dentro de um “contentor blindado.”
            Portanto a vossa ignorância é abismal!!

      • Tadeu says:

        Eu diria que bombear água poderá ser mais eficiente do que produzir hidrogénio. Mas as duas coisas podem coexistir perfeitamente.

    • Descriminação nos comentários says:

      Ineficiente? O Toyota Mirai “só” faz 2000km com um tanque de H2 e demora uns meros 6 minutos para atestar. Realmente, ineficiente…Melhor só mesmo os carros a pilhas que nem um atrelado podem rebocar e demoram horas a carregar.

      • Filipe says:

        Sim na autonomia do carro nem se compara, de longe.
        Mas pelo que tenho lido transporte e armazenamento do H2 implica custos e desperdício de energia que naturalmente a electricidade não tem. Ou seja, entre a produção de energia até à sua utilização para mover o carro há menos perdas/consumos “desnecessários”. Já em relação aos consumos na construção dos carros já não sei.

        Como diziam antes, se ninguém investir é que não chegamos lá de certeza.

        • Zé Fonseca A. says:

          Não importa a eficiencia se podes armazenar “ilimitadamente”.

          • Tadeu says:

            o que é que podes armazenar “ilimitadamente”? Hidrogénio?
            Não podes! O hidrogénio tem que ser mantido a altas pressões e baixas temperaturas. Para manter a segurança duma instalação tens que assumir perdas constantes de hidrogénio nos depósitos por válvulas de segurança.

          • Zé Fonseca A. says:

            Grande drama, já fazes isso há mais de uma decada na dinamarca e japao.
            Deves pensar que gasoleo e gasolina são armazenados em barril…

          • Tadeu says:

            Zé Fonseca A.,
            quereres comparar armazenamento de líquidos com armazenamento de gases é algo ridículo! A volatilidade da gasolina é residual, oscilações de pressão e temperatura de gases como o hidrogénio não são residuais, até porque para aumentar a capacidade de armazenamento de hidrogénio é preciso baixar bastante a temperatura.
            Experimenta usar botijas de nitrogénio líquido e vais ver durante quanto tempo é que consegues manter a maioria do gás!

          • RC says:

            O problema é que a energia não é dada pelo São Pedro, mesmo a renovável custa dinheiro e investimento, que interessa armazenar 100 se no fim só vai tirar 20 a 25 % do que armazenou ?

            Quer melhor “bateria” que a rede de consumo ? está a produzir, se você não estiver a gastar, alguém está.

          • RC says:

            Então mas pensa que o hidrogénio se guarda num jerrican ? LOOOL

      • Goncalo says:

        claramente nao sabes o significado da palavra ineficiete, tu gastas eletrecidade para produzir o hidrogeneo (logo aqui tem perdas) deps tens de o transportar e armazenar que para alem de ser caro sao mais perdas para depois abastecer o carro e o carro converter o hidrogeneo em eletrecidade mais perdas é muiito mais eficiente usar logo a eletricidade no carro, até porque eletricidade já tens rede de transporte para todo o lado no planeta hidrogeneo não teria de ser transportado por camioes.
        E já agr um tesla demora 15 minutos a carregar 300 km mas como eu ate durmo 6 horas nem me interessa muito até pode demorar as 6 mas quando eu acordo ele está totalmente carregado

      • Toni da Adega says:

        A energi electrica necessária para fazer esses 2000km, dava para fazer quase 2000km num electrico. É isso que significa ser Ineficiente.
        É possivel ter um carro que faz 500km com um deposito ser mais eficiente que um que faz 600km.
        Autonomia e eficiente sao coisas diferentes

        • RC says:

          O mirai declarados faz 650 kms em WLTP, quer dizer que é como todos os outros, só o faz em condições especiais, testes a andar a 30 a 40 kmh continuamente penso que não é a realidade.

          Onde inventaram os 2000 kms
          ?

      • Test User says:

        Alem de ser Ineficiente

        NIO (eléctrico) muda uma bateria em 3 Minutos.
        https://www.youtube.com/watch?v=hTsrDpsYHrw

      • RC says:

        Onde é que inventou que o mirai faz 2000 kms com um tanque de 6kg?

        Andou a sonhar foi?

      • RC says:

        Se um elétrico não pode puxar um atrelado, que é mentira sua, muito menos pode um a hidrogénio, já que as potências são ridículas, comparadas com as dos só elétricos.

        Porque não usa o google para pesquisar sobre essas coisas, já que paga internet na mesma, e evitava de dizer tanto disparate.

    • Miguel says:

      Obrigado dr. Cientista, fiquei muito esclarecido com as suas futurologias infalíveis.

  2. nt3cc says:

    Ainda não me esqueci que os veículos a gasóleo “daqui a 4 anos não valiam nada” … Tou para ver se para o ano sempre vem um Panamera de borla…

    • Filipe says:

      4 anos é ambicioso mas se comprares um carro a gasóleo daqui a uns anos se calhar tens de considerar que o valor no mercado de 2a mão será mais baixo. Ou as marcas fazem brutais promoções nos novos ou ninguém compra um carro a gasóleo. Uma profecia auto-sustentada.

    • Gonçalo says:

      já agr valem muito menos ahah o valor dos carros a gasoleo tem caido e têm se vendido cada vez menos

    • Toni da Adega says:

      Em muitos países isso já acontece. Ninguém pega nos carros a gasóleo usados o preço caiu a pique.

    • PeFerreira98 says:

      Se Portugal continuar com a política de aumentar o preço da gasolina, bem que o gasóleo está para ficar… Ou isso ou elétrico.

    • RC says:

      E já é, é só ir ao standvirtual para ver carros com 3 anos a valerem menos de 50 % de novos.

  3. Nabo says:

    E no final o preço do Kw aumenta. ah ah ah ah ah

  4. PorcoDoPunjab says:

    Olha quem é ele, o ministro 200 à hora…
    Este sem queixo sabe lá o que diz.
    Burro é quem lhe passa cartão…

    • Filipe says:

      Se andasse num eléctrico como apregoa já não se esticava tanto de certeza

    • upalala says:

      vocês preocupam-se tanto com o facto dos 200 kmh … mas já agora qual é a diferença de ser atropelado a 120 ou a 200 digam-me lá qual morre menos ?

      • TSLAbull says:

        Se calhar a 120 dá mais tempo para se desviar e evitar o embate… digo eu

        • Zé Fonseca A. says:

          Porque alguém a 120 km/h se vai desviar de um obstaculo imediatamente à frente? Só se for um condutor inexperiente ou alguém que não sabe conduzir, quanto muito posso travar, desviar-me nunca, prefiro atroplear algo/alguém que capotar e morrer.

      • FreakOnALeash says:

        Thats what Cabrita said!
        Ba Dum Tss!

      • Test User says:

        Ministro do Ambiente e da Ação Climática :
        _> Não respeitar as leis de transito. Leis deveriam ser para todos. Se eventualmente
        pagar multa não vai ser o Ministro.
        ->Travagem a 200 km/h precisa de 160 metros. Quanto menos velocidade menos metros, pode fazer toda diferença
        -> Não da exemplo, não usa electrico e gasta mais combustivel ao
        -> Não existe nenhuma emergência para conduzir essa velocidade. Mais grave para quem pertence ao estado.
        etc

    • Samuel MG says:

      Já vi que não sabem quem é quem no governo!! O ministro do MAI é que anda 200 à hora na estrada 🙁

  5. Ruca says:

    Antes pelo contrário. Vão é ser menos acessíveis. Só alguns poderão os adquirir.

  6. CMatomic says:

    “Aqueles que criticaram o hidrogénio, podem lá ter algumas razões, mas não acertaram em nenhum dos argumentos”
    A minha resposta ao senhor Ministro do Ambiente.
    O hidrogénio, os mesmos vícios comerciais dos combustíveis fosseis.

  7. José says:

    Perguntem ao sr ministro se o argumento da água chega.
    Teria sido uma solução á décadas atrás que infelizmente não pode vingar em nome de valores maiores …. De momento existe melhor e descentralizado o suficiente para a mama de mais impostos.

    • Test User says:

      Deste Ministro pode-se esperar tudo.
      Para resolver problema cheias no Mondego. Solução deste energúmeno : “As aldeias vão ter que ir pensando em mudar de sítio”.
      Holandeses mudaram o país, devido a estarem abaixo do nível do mar ?

  8. Teask says:

    Carro a Hidrogénio tem mais perda energética que um eletrico mas em termos de produção o eletrico e bem mais poluente por causa do lítio que tem uma extração se calhar pior que o petróleo.

    • RC says:

      Se calhar ? não é isso que dizem os cientistas, a mineração de lítio é igual a tantos outros metais.

      A diferença é que o petróleo só dura uma vez, e o lítio dura milhares.

  9. Benedito Clair says:

    Paguem pategos!!!

  10. Joao Ptt says:

    Preferia que andassem a investir à séria no desenvolvimento de baterias com muito maior capacidade e utilizando materiais mais comuns e baratos e mais duráveis. Sendo a ideia reduzir a complexidade da infra-estrutura entre a origem da energia e o consumidor final. Produzir energética eléctrica é por comparação muitíssimo mais fácil que hidrogénio, já existindo várias alternativas, sem falar que é, ou pode ser, muito mais seguro que o hidrogénio, e as baterias podem ser muito mais facilmente adaptadas a novos desenvolvimentos que melhorem o seu desempenho/ autonomia.
    Precisam é que as tais baterias possam ser removidas por baixo facilmente e substituídas por outras bem carregadas e com a autonomia expectável em 3 minutos ou menos, que com máquinas automáticas é perfeitamente realizável, em especial se for um formato padrão que não exija ajustes… algo que exige legislação que force tal.

  11. R says:

    Actualmente a postura é dizer uma mentira várias vezes para que os outros pensem que é verdade.
    https://youtu.be/GbcXfbRvvrA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.