Quantcast
PplWare Mobile

Dieselgate: Supremo trava recurso da Volkswagen em Portugal

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. PeterSnows says:

    É inadmissível , enganaram os clientes. E agora discriminam os mesmos.
    É um 2 em 1.
    Se poder, não compro um VW nos próximos tempos.

    • FAR says:

      Alguém o obriga a comprar VW? Vete e pronto.

      Dito isto, este tipo de atitude (por parte da VW) deveria ser altamente publicitada. Se este tipo de informação que prejudica a marca (leia-se: afeta vendas) fosse tornado mais publico de certeza que eles se chegavam à frente, mas da forma como as coisas estão a acontecer é uma batalha inglória para a DECO.

    • Grunho says:

      Os lesados aqui não são os clientes. É a população toda que respirou o ar dos escapes dos fumarentos. Quem os comprou já sabia que poluíam à brava, que o gasóleo poluía muito mais que a gasolina, mas como era mais muito barato e um bom negócio para eles, borrifaram-se completamente para as consequências na saúde pública.

  2. RatazanaDoPunjab says:

    Se puder? Então mas porque raio é obrigado a comprar VW?
    O que não falta são marcas melhores e mais baratas.
    E mesmo que queira um VW novo não sei se o vai ter nos tempos mais breves.
    Anda tudo com muitos meses de espera…
    Falta de chips, autoradios, etc…

  3. Há cada gajo says:

    E havendo um desfecho a favor dos consumidores, os benefícios são para quem ? Para todos os consumidores afetados e que estão identificados ou só para os associados da DECO ?

  4. Daniel Oliveira says:

    Trata-se de uma queixa conjunta dos “lesados” com o apoio da Deco, os valores indemnizatórios são divididos pelos queixosos que se juntaram à queixa.
    Tal com acontece com os que se associaram *a queixa conjunta contra o facebook por divulgação de dados pessoais e outras em marcha com o apoio da DECO

  5. Não digo says:

    Coitados dos lesados!
    Sofreram tanto, ficaram sem…… Esperava não ficaram sem nada, o carro fazia o mesmo que quando o compraram!!
    Ou seja estão a ser hipócritas e a ir buscar dinheiro por algo que já têm e nunca se queixaram!!

    • Vitolas says:

      Não necessariamente, existem casos em que os veículos não ficaram iguais tanto em rendimento como em consumos e, em certos casos existem diferenças demasiado grandes, agora, se existem pessoas que vão a boleia dos que efetivamente foram prejudicados ai já é outra historia.

    • PM says:

      O carros não ficaram a fazer o mesmo, pelo menos os que foram “intervencionados” pela marca para anular a fraude. Isso é conversa fiada. Passaram a consumos piores, rendimento menor, e não estou a referir a velocidade só por si, mas todo o desempenho do motor, e passaram a ter problemas em injetores e EGR. Portanto, a não ser que seja agende comercial do grupo VW, não deveria estar com este tipo de comentários

    • tesla@forever.com says:

      Todos ficamos lesados com a mafia da VW e AUDI. Em Portugal infelizmente são a esmagadora maioria dos diesel e andamos todos a respirar pior porque estes coisinhas enganam toda a gente. E andaram 10 anos a parecer que eram melhores quando afinal são bem piores que todos os outros. E as reparações, quando feitas, não deixam os carros iguais. E agora nos eléctricos são os piores de todos em várias categorias, como eficiência, e vendem ID.4 com motores já com rachas por dentro. Sei que não vais ver os videos do Munro Live porque vais ver Tesla, Ford, Kia, Nissan, e todos os outros a bater a VW/AUDO em todas as categorias. Claro que nada importa para um fanboy.

  6. Pedro says:

    Concordo plenamente quando dizes que todos ficámos lesados! Ou melhor: o MUNDO ficou lesado, porque os carros deles afinal poluem muito mais que aquilo que se pensava.

    Tenho um Toyota híbrido e comprei-o não só pelos consumos, mas porque o meu tipo de utilização permite que não polua tanto como um diesel ou um carro a gasolina convencional, e não se justifica o investimento num elétrico.

    Não sou um ambientalista maluco, mas garanto que se se descobrir que a Toyota andou a fazer a mesma marosca que a VW, eu próprio ponho um processo em cima deles!

  7. Torcido says:

    Pouco tempo depois do escândalo, houve um processo por venda fraudulenta com intenção de devolução do bem.
    O processo ainda se arrastou nos termos da negociação, com manobras dilatórias e sem que qualquer das partes chegasse a acordo. No dia em que tinham que comparecer perante o juiz, após alguns adiamentos, já à porta da sala de audiências, o representante da marca comunica que aceitava os termos da pretensão da acção e apenas fez uma exigência, a assinatura de um termo de confidencialidade. O juiz apenas perguntou se as partes tinham chegado a acordo e, como a resposta foi afirmativa, foram comunicados os termos. Os três veículos (Audi A6 com cerca de um ano) foram devolvidos (o meu com 48000km) e o montante pago pela sua compra devolvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.