PplWare Mobile

Atlis XT: Nova Pick-Up totalmente elétrica com 800 km de autonomia


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Fusion says:

    Porque raio é que os eléctricos têm que ser feios com tudo? Eu percebo a coisa dos eléctricos, mas caramba, tirando os Teslas praticamente todos os eléctricos que saem são todos feinhos.

    • Fak says:

      sinceramente acho que apelam mais à funcionalidade, por enquanto, que à estetica… e convenhamos, uma pickup é para ser mais funcional que bonita.
      mas a tesla faz-nos bonitos, também podera, tas a despejar quase 100 mil num carro…

      e se formos a ver, um carro “normal”, de gasolina ou gasoleo, dá para jogar mais com estetica porque precisam de buracos no parachoques por causa do radiador, etc…
      os eletricos não precisam de nada disso, se for adicionado é por estetica e meter alguma coisa sem ser necessária vai aumentar custo de produção e consequentemente o custo final do veículo.
      não se pode comparar carros que são de marcas que se excedem, como a BMW ou a mercedes cujos preços finais rondam o preço de um apartamento, com algo mais modesto que é suposto ser mais barato.
      a Atlis XT na minha opinião será uma carrinha mais modesta, lembra a Ford F150 por acaso, mas sem aquela grelha excessiva (de que um eletrico nao precisa) e sem os “assets” que todo veículo combustivel fossil precisa.

      mas vejamos, é funcional, não tem pequenas peças de plastico que se partem com um ramo por exemplo, e isso é o que se espera de uma pickup todo o terreno.

      Os teslas são citadinos, não precisam de ser funcionais, mas agora repara na Atlis XT ou no Rivian R1S… são veículos para subires a montanha, vais andar no meio dos galhos, da lama… se fizeres ranhuras e fissuras no carro tens de as proteger por dentro porque se começar a entrar alguma coisa liquida lá para dentro, ficas sem carro… lembra-te que é um eletrico e material eletrico não se dá bem com materias liquidas…

      a Atlis XT parece meia despenada na frente, mas lembra-te que ainda vai levar a matricula À frente e para isso é preciso espaço… depois se lhe puseres um mata vacas à frente, certamente dá, parece melhor. e ainda falta 1 ano para sair ao mercado, até lá ainda pode mudar muito!

    • MARCO ANTONIO COUTINHO DE MOURA says:

      Se liga mano. A qualidade é importante,mais a beleza tbm é. Já pensou vc passar nas ruas com um carro feio. Convenhamos q a beleza é importantissima.

      • Fak says:

        eu prefiria ter um carro feio e super fiavel do que um bonito e não tanto fiavel… por isso é que conduzo carros velhos e estou muito contente com eles! o motor dura e dura e dura nunca mais acaba…

        os carros novos até podem ser bonitos, mas um gajo vai a um mecanico vê mais carros novos lá que velhos a cair aos pedaços! eu quero um carro que me dure uma vida, não uma vida que dure um carro (ou seja, um carro que eu pague e dure uns bons anos, não passar a minha vida a pagar um carro).

  2. José Carlos Alves says:

    Ficou show só a traseira que ficou antiga mais ficou joá

  3. José Carlos Alves says:

    Ficou show só a traseira que ficou antiga mais ficou joá

  4. informado says:

    Espectáculo!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.