PplWare Mobile

Microsoft dará mais privacidade ao Windows 10 com uma simples melhoria


Fonte: Microsoft

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Informático Amador says:

    Isso não se faz já, usando o DnsCrypt?

  2. Napoleão says:

    Boa!
    Mal posso esperar para que a Microsoft comece a mostrar algum respeito pelo utilizador…

  3. Miguel Costa says:

    Como existem meia dúzia de servidores que permitem essa operação, curiosamente a maioria usa o Thor e é conhecida como “darknet”. É que a quantidade de recursos para processar isso fica entre 6 a 30 vezes o necessário para o DNS comum.

  4. Joao Ptt says:

    Faria mais sentido a Microsoft implementar antes o DNSCrypt a nível do sistema operativo.

    Melhor ainda em especial se suportassem o “Anonymized DNSCrypt specification” (https://github.com/DNSCrypt/dnscrypt-protocol/blob/master/ANONYMIZED-DNSCRYPT.txt) que permite garantir um anonimato maior relativamente às consultas de DNS realizadas. Mesmo que o servidor de DNS guarde registos de IP, só estará a receber o IP do servidor intermediário, e este não tem acesso aos pedidos porque estão encriptados e só o servidor de DNS e o originador os consegue decifrar. E existem diversos disponíveis neste preciso momento: https://github.com/DNSCrypt/dnscrypt-resolvers/blob/master/v2/relays.md não é apenas uma coisa teórica.

    As razões técnicas para utilizar antes o DNSCrypt parecem ser muitas!

    Why use DNSCrypt?

    – Encrypts and authenticates the DNS traffic
    – Specifically designed for DNS
    – Has been battle tested
    – A good amount of servers support the protocol
    – Includes mitigations against DNS amplification attacks
    – Can use UDP and TCP for transport
    – Inherently supports reordering, parallelism and priorities
    – Keeps a minimal number of states server-side
    – Very simple to implement; requires only two standard cryptographic constructions
    – Doesn’t require a TLS stack, which vastly reduces the attack surface
    – Doesn’t have any insecure parameters
    – Doesn’t rely on X509 certificates and Certificate Authorities
    – Cannot be MITM’d by standard tools
    – Enforces certificate signatures
    – Has a complete specification since 2013
    – Regular DNS and DNSCrypt can share the same port (although port 443 is recommended due to routers frequently hijacking port 53)
    – DNSCrypt and DoH can also be served simultaneously on the same port
    – Can hide client IP addresses from servers (Anonymized DNSCrypt)
    – A prototype using post-quantum cryptography is available

  5. Luis says:

    Nada tem privacidade quando se tem código fechado.

    • Eu mesmo says:

      Claramente não entendes o conceito de código aberto e código fechado.
      Também não entendes os conceitos de consequência e correlação.
      Qual é o teu argumento mesmo?
      Se quiseres fazer um argumento com cabeça e pés, chuta. Senão mais vale poupares os bytes que gastas com essas respostas.

      • Luis says:

        Se não se tem acesso ao código fonte e como foi criado o programa, não tem como não saber se não corre algo ali que não gostariam que estivesse correndo. Basicamente, não da pra confiar em uma caixa fechada na qual você não tem acesso ao que tem dentro dela.
        Você quer pagar de esperto, mas acredito que não conheça nada sobre o movimento do software livre.

  6. Pedro Fonseca says:

    Se também tirassem todo o spyware / adware que o Windows 10 tem também ajudava.

  7. JR says:

    Tal como o Firefox, é uma boa maneira de contornar PiHole e amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.