Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft não vai impedir a instalação do Windows 11 num PC com hardware mais antigo

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Str says:

    Sem surpresas. E não vai ficar por aqui. Quando sair a versão final os únicos requisitos serão os habituais, X de RAM e y de espaço em disco, caso contrário o W11 arrisca se ficar imenso tempo na prateleira.

  2. Filipe says:

    Não são notícias assim tão animadoras, uma vez que apenas os processadores de topo de gama de cada linha (i5, i7 e i9) é que são suportados. Esta lista pode ser alargada até à gama média. Existem muitos mais com suporte a TPM 2.0 e secure boot que ainda estão muito longe de estarem na lista.

  3. SANDOKAN 1513 says:

    “…a presença do TPM 2.0 e do secure Boot continua a ser obrigatório.” Pois,mas mesmo assim e por causa disto há milhões(para não dizer mais !!),de PC’s que não poderão fazer o “upgrade” visto que a motherboard não tem presente o TPM 2.0. O meu infelizmente é um deles. 😐

    • Raul says:

      @SANDOKAN 1513, O meu MSI 60 2PE também não tem TPM, só secure boot e é um Intel de 4ª geração. Tenho o laptop há 7 anos, continua novo em folha com 2 SSD e um HDD + 16 GB de RAM, tudo instalado por mim pois só trazia um disco HDD e 4gb de RAM e nem SO trazia, na altura instalei o Windows 8, depois 8.1, depois o 10. Depois de ter experimentado o Windows 11 em Hyper-V e VMware, ontem decidi instalar a versão Beta que baixei o ISO da Microsoft e instalei em dual boot no meu windows 10. Instalei de raiz criando as 3 chaves no registo para fazer bypass à TPM principalmente porque memória RAM e secure boot tenho. Está ativado com uma licença digital, a mesma do Windows 10 porque já tinha atualizado do 10 para o 11 mas comecei a ter vários BSOD com o Windows 11 dev. Então restaurei a imagem do meu Windows 10 que tenho sempre para o caso de dar raia, através do Macrium Reflect. Sempre fiz parte do Windows Insider program e queria testar o Windows 11. Não vou comprar um novo PC só porque a Microsoft decidiu colocar uns novos requisitos ao instalar o Windows 11,requisitos que até compreendo por causa de segurança.
      Só sei que no meu PC apesar de ser antigo, o Windows 11 é mais rápido e fluído que o Windows 10, mais leve e o PC é antigo. Enquanto funcionar vou testando em dual boot.
      Como eu há milhares de pessoas com laptops e desktop antigos e a funcionar, mas que não vão comprar novos pcs só por causa do Windows 11. A Microsoft já começou a ceder nos requisitos por causa do feedback da malta no hub insider, eu próprio já reclamei.
      A Microsoft devia pensar no ambiente e pegada ecológica.

  4. eachtime says:

    Então se vão deixar instalar em processadores não suportados qual a diferença entre ser suportado ou não?

    • iDroid says:

      Se o pessoal instalar em pcs com processadores não suportados e der raia, a Microsoft não se vai responsabilizar em nada, é essa a diferença.

  5. pj Correia says:

    a Microsoft tem a mesma conversa que os vendedores “da banha da cobra”. quando encontravam um cliente para “aldrabar” a primeira coisa que diziam era, ” não vendo isto a toda a gente”, para ver se apanhavam o “pato”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.