Quantcast
PplWare Mobile

Atualização do Windows Defender deixou Windows 10 desprotegido durante horas

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. JCFB says:

    Então o meu pc ta sempre desportegido lel
    Eliminei o defender com o ntlite

  2. Luís Henrique Silva says:

    será que foi por isso que ontem o defender estava desactivado??

  3. Nobre Luso says:

    Mas ainda há quem confie a segurança do seu computador ao Windows Defender?…
    Que eu saiba, nenhuma das várias empresas de antivírus faliu… Pelo menos a NORTON by Symantec não…

  4. Eduardo Monteiro says:

    tenho o kaspersky internet security sera que tambem estou com problemas de seguraça?

  5. João says:

    Já há vários estudos (supostamente independentes) que colocam o defender entre os melhores.

    Pessoalmente continuo com um antivírus independente mas, enquanto dantes nunca ponderei usar apenas o defender, agora começo a pensar nisso.

    O defender parece-me agora bastante capaz com as vantagens de estar bem integrado no Windows e ser relativamente leve.

    Começo a achar que estes dois últimos pontos poderão compensar o facto de ter 2 ou 3 antivírus a sua frente tidos como “melhores”.

    @Pedro Simões:

    que tal uma avaliação INDEPENDENTE (sem patrocínios nem “clubismos”) feita pelo pplware?

    • Vítor M. says:

      Isso é o que se faz sempre. Uns gostam, outros não, mas a vida é mesmo assim. Tudo o que fazemos é independente, sem clubismos ou patrocínios. Por isso há diversidade de conteúdos 😉 Então sobre antivírus é mesmo o que cada um gosta, até porque há muitos que são realmente bons.

      • João says:

        Vitor, não fique ofendido pelas minhas palavras (ou por vezes desabafos frustrados), até porque sigo o pplware quase desde o seu inicio, mas a sensação que tenho por vezesem certos artigos (e julgo não ser o único) é que há motivações por trás.

        Até acredito que não haja e que seja só impressão (honestamente!), mas há artigos que efectivamente parecem menos sinceros, mais motivados por outros interesses, ou com a intenção de explorar “os clubismos” dos visitantes.

        Um exemplo disso são os, por vezes, títulos “enganadores”… parece certas revistas sensacionalistas que tão bem conhecemos.

        Entendo perfeitamente que isso se faça hoje em dia e entendo também que, como “pai” deste projecto não seja isso que defende… mas a verdade é que tal acontece com alguns autores e que, honestamente, não acho “bonito”.

        Para criar flamewars e defender clubismos estamos cá nós “visitantes”.

        Parece-me que quando o projecto era mais “pequeno” era mais honesto, tinha mais coração, mais pureza… (talvez seja o preço a pagar de crescer)… mas é pena que as vezes ocorra…

        dai ter escrito o comentário que escrevi e ao qual agradeço imenso ter sido o próprio Vitor a responder. Um artigo escrito com base “cientifica”, sem pender para um lado é sempre interessante de ler, ainda que isso vá contra as crenças de cada um.

        Seria bom poder regressar um pouco mais as origens e ao jornalismo que acho que o Vitor sempre praticou (e que também é praticado por alguns outros no pplware…) e que as vezes parece tão distante.

        Não estou a apontar o dedo a ninguém em especial, até porque normalmente nem reparo quem escreve. Mas posso dizer que, pela forma como um artigo é escrito, percebe-se um pouco de quem é o autor…

        • Vítor M. says:

          🙂 eu não fico ofendido, são muitos anos aqui deste lado. A perceção que a alguns passa é de que é fácil fazer o que fazemos, mas não é e a prova disso está no cenário atual da imprensa de Portugal e do mundo em geral. Motivações por trás de artigos há sempre, sempre. A motivação é conseguir com um artigo escrito com o máximo de rigor possível chegar a mais pessoas e ser útil (essa é a motivação que nos move). Depois a apreciação de cada uma, isso sabemos que nunca será consensual, aliás, por vezes no mesmo utilizador não é consensual da manhã para a tarde. Até nós temos os nossos dias 😉 mas se há uma coisas que nunca muda… é a idoneidade da nossa informação. Depois cada um, mediante o que pode e quer interpretar, faz como entender.

          Cumprimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.