Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft quer que controlemos dispositivos com a mente

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Allez says:

    Talvez as verdadeiras intenções sejam “Microsoft (lato sensu) quer controlar o dispositivo que é a nossa mente”…

  2. Luis Francisco says:

    Ou quer que os dispositivos controlem a nossa mente?

  3. Bruno Antunes says:

    Certamente haverá também uma segurança, a ser implementada também no futuro, para evitar o “controlo da mente”. Acredito mais que o uso que poderão dar à informação será para efeitos publicitários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.