PplWare Mobile

TOP 10 – Distribuições GNU/Linux em 2014 (Parte II)


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. RJCA says:

    Das aqui apresentadas só experimentei a Zorin 9 Core. Gostei imenso mas aquele azul bebé é que não gostei muito e os outros 2 temas demasiado escuros de resto nada a apontar…

  2. Marco says:

    fã do Mageia aqui, old habits die hard. é uma distro com um passado bem grande deixou de ser um spin off da red hat para ter vida própria.

    • lmx says:

      ha muito que deixou…

      Mas essa distro apenas ha uns anitos existe, como mageia…

      Porque os Russos da ROSA compraram parte da Mandriva(Mandrake+conectiva).

      Durante algum tempo Mandriva não teve uma versão comunitaria..acho até que só depois de surgir o mageia é que Mandriva começou a ter uma versão comunitária, mas deficitária..

      A única que experimentei foi Mandriva, e na altura, tinha a melhor performance do mercado na minha máquina 😉

      Hoje o Mageia não sei como está, mas calculo que seja muito baseado em kde?

      cmps

      • Marco says:

        sim há mt q deixou de ser.
        A Mandriva não tinha versão comunitária mas tinha versão free. Foi um dos males qd os franceses tomaram conta do Mandrake tentaram fazer do Mandrake uma distro empresarial, mas passado pouco tempo viram que tinham de ter uma versão free.

        sempre teve bom desempenho, era um pouco mal vista pq era pouco geek e tb pq as vezes dava barraca nas atualizações.

      • Marco says:

        foi das primeiras a compilar os pacotes para i686.

        • lmx says:

          +1

          pois foi, e notava-se a diferença… 😉

          O sistema era mais “fluido”.

          Hoje em dia quase ninguém o faz, a desculpa do ubuntu por exemplo é de que a diferença em performance versus, o trabalho que dá, não vale a pena…

          Mas eu discordo deles…hoje em dia do meu ponto de vista já não faz sentido ter o SO principal compilado para i386..na pior das hipotses i586.

          Eu sei que apesar de ser compilado para i386, eles agilizam a coisa, e a palavra genéric, é porque não é uma compilação standard, mas de qq forma, não é a mesma coisa!

  3. irlm says:

    Falta Sabayon, Calculate Linux baseado em Gentoo

  4. HC says:

    A melhor em design e desempenho é o ChaletOS, é baseado no Xubuntu 14.04.2 LTS.
    Já instalei e testei num antigo notebook Fujitsu Esprimo Mobile dual core 1,6 Ghz 2 MB (Versão amd64)
    E num FX6300 AMD 6 core 32 GB Ram Nvidia 1 GB e HD 500 GB Sata III
    Funciona muito bem em qualquer dos dois e o look é muito cuidado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.