Quantcast
PplWare Mobile

Chegou o PiPplware 2.0 final – A distro para o teu Raspberry PI

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ze lameira says:

    Boas para quem já tem a beta o que tem de fazer para ficar com a final? Sudo apt-ver upgrade????
    Atenção que Linux não é a minha especialidade, 🙂

  2. Carlos Costa says:

    Viva,

    Já recebi o meu! Só estou a aguardar pela chegada da caixa e colocar tudo a trabalhar!

    Obrigado por esta iniciativa.

    Um abraço

  3. Agora não. says:

    No frontend onde aparecem os logos do youtube e do TVPortuguesa, como é que se colocam os logos nesse local?

  4. Redin says:

    Antes de adquirir esta beleza tenho de comprar um sistema de som com entradas e saídas hdmi.
    Nos “Usados” do Pplware nao existe a categoria de Video/Audio para equipamentos colocados pelos visitantes.
    Alguma oferta por estas bandas?

  5. Lopes says:

    Bom dia,

    isto rola bem na versão de 256mb?

  6. Pedro Fernandes says:

    Quem comprou o Kit na InMotion, já tem a versão 2.0 instalada?
    Obrigado

    • Rascas says:

      Depende de qnd chegou o seu kit.

      Se, qnd inicia o sistema ao chegar ao menu inicial, passados 10 segundos o XBMC arrancar automaticamente, já tem a versão final e basta só fazer “Update System” para actualizar o XBMC.

      Caso contrário tem a versão beta e para actualizar para a final precisará de executar o script disponibilizado em cima.

      Cumprimentos.

  7. Flávio Costa says:

    Ora bem, vou tentar arranjar algum tempo hoje para estar o PiPplware.

    Já agora, o SO suporta a utilização do comando da TV?

    Cumprimentos,
    FC

  8. Frederico Freitas says:

    Boas pessoal, posso fazer backup de as configs\pastas partilhadas\etc do xbmc e restaurar depois nesta nova versão?

  9. kayu says:

    Boas, isto da para instalar uma webcam e utilizar o skype?

  10. Joao says:

    Boas PPL isto corre filmes com elevado bitrate tipo 34 Mbps a 1080p ficheiros de 40GB e faz DTS-HD MA passthrough.

    Como tenho muitos BACKUPS dos eus BLU-RAY num servidor FREENAS.

    Cumps

    • Rascas says:

      Pode ser possível. O Raspberry e o XBMC suportam passthrough e funciona, atendendo que o dispositivo receptor o suporte.

      Relativamente ao bitrate, o máximo que experimentei foi uma gravação de bluray, um ficheiro mkv 1080p (h264 avc) de 20 e poucos Gigas, DTS True HD julgo, e funcionou bem, sem qq quebra.

      É uma questão de se experimentar, pode ser que aqui alguém já tenha experimentado um filme “maior”.

      • Joao says:

        Boas Rascas
        Obrigado pelo teu feedback, como tenho um Amplificador AV que suporta DTS HD-MA ele e que vai processar o Áudio do Filme. Senso assim a fazer passthrough fica descansado, agora a parte do Vídeo e que me deixa um pouco atrás ele ser capaz de correr bem o Vídeo de alto Bitrate.
        Porque o tamanho do ficheiro do backup do BLU-RAY não e problema o problema e mesmo o BITRATE em alguns Filmes.
        Agora e que reparei a Porta de REDE e só 10/100 acho muito pouco para ir ler os backups ao server FREENAS, tenho a minha Rede interna toda a 1GB

    • Frederico Freitas says:

      Eu já vi muitos filmes em full hd sem problemas

      • Joao says:

        Frederico Freitas
        Esses filmes Full hd que testastes deram de BITRATE elevado ou nem por isso e que BACKUPS de filmes BLU-RAY variam de filme para filme.
        E testas isso em rede ou atarves de algum disco ou pen ligado Raspberry.
        Obrigado

        • Frederico Freitas says:

          Normalmente vejo filmes e series com um tamanho a rondar os 10 gigas, não são backups de bluray, vejo através de disco externo ligado ao raspberry.

        • Daniel says:

          Boas ..alguem onde posso adquirir um raspb. Cim configuraçao personalizads? Tipo input usb output hdmi e coaxial para audio 5.1? Thanks

  11. Kayu says:

    Podiam responder a questão anterior? Da para instalar uma webcam e utilizar o Skype? Estou no estrangeiro e utilizo bastante o Skype. Obrigado

    • Rascas says:

      Dá para instalar webcams, no entanto recomendo pesquisar no google para verificar a sua compatibilidade. Aqui fica uma lista de algumas testadas: http://elinux.org/RPi_USB_Webcams

      O Skype julgo que já não funciona visto que a Microsoft cortou o suporte para maquinas arm com linux.

      No entanto existem alternativas.

  12. João Gonçalo Vaz Oliveira says:

    Update da versão 1.0 para esta, há alguma forma?

  13. Rascas says:

    É possível, a partir da versão 1.3, usar o script de update aqui disponibilizado http://bit.ly/pipplware2beta_to_final, no entanto isto não foi testado e não ficará exactamente igual á imagem final, visto que é necessário intervenção manual.

    A nossa recomendação é:
    -Usar a opção “Backup Settings (Home Dir)” no Pipplware 1.3
    -Copiar o backup para um local seguro.
    -Gravar a imagem do Pipplware 2.0 final para um cartão
    -Arrancar o sistema até estar operacional (Qnd chegar ao Menu ou XBMC)
    -Restaurar apenas o necessário do backup efectuado (por exemplo o directório .xbmc que contém as configurações do XBMC, etc etc.

  14. Pedro Azevedo says:

    Na versão beta, utilizando a interface XFCE, ao executar o Gparted este não arrancava ficando eternamente a carregar, bloquendo tudo tendo que desligar da ficha. Isso foi corrigido? Porque de resto o meu Beta está a correr tão bem, que para já não sinto necessidade de mudar…

    • Rascas says:

      Pedro Azevedo confirmo que o gparted bloqueia ao iniciar. Penso que terá sido com um update recente do pacote dos repositórios do Raspbian, pois até há bem pouco tempo funcionava conrrectamente.

      Se quiseres usar o gparted podes abrí-lo no XFCE através de um terminal que já funciona:
      sudo gparted

      O que tb podes fazer para funcionar correctamente através do menu é editares o ficheiro /usr/share/applications/gparted.desktop e no fim, onde diz Exec= substituis por Exec=sudo gparted

  15. Mário Cordeiro says:

    Boas,
    Já recebi a minha encomenda e já fiz asneira!!!
    Pus-me a inventar e formatei o cartão que veio com a encomenda, para tentar instalar a ultima versão (2.0).
    Então fiz isto:
    Passo 1 – Usei o “SDFormatter” e fiz um formato com a opção “Overwrite Format”
    Passo 2 – Usei o “RPi-sd card builder v1.2” para gravar a imagem que sacei com a versão 2.0

    Até aqui tudo bem, até receber o seguinte erro dado pelo “RPi-sd card builder v1.2” :
    https://www.dropbox.com/s/io4cd8ia9gn1xr3/Passo%202%20-%20Erro.pdf

    Será possível darem-me uma ajuda? Onde é que eu errei?

    Estou a usar tudo isto num Macbook, com OSX 10.9.2

    Reparei tb que, quando o cartão veio daí, tinha 2 partições e agora só tem uma, a “boot” e a outra aparece como “desmontada”, no utilitários de discos e, no Finder nem sequer aparece.

    Qualquer ajuda é preciosa, mas atenção que é a primeira vez que estou de volta de uma coisa destas, por isso a experiência é nenhuma…
    Obrigado

  16. Bruno Cantante says:

    Boas.
    Gostava de, com o raspberry fazer um print server (para impressora usb) e repetidor wireless. Contúdo actualmente não tenho muito tempo.
    A quem possa ajudar,agradeço desde já.

    Cumps

  17. Jose Pinto Ferreira says:

    Parabens, funcionando perfeitamente no Brasil, ajuda a matar um pouco a saudade da terra. Obrigado

  18. Pedro Durão says:

    Agora que existe versão final, espero conseguir por isto no pi…..

    Mais logo já testo…. Eu conseguia passar para o sd, mas o pi não passava imagem para a tv, com todas as putras distros funcionava lindamente

  19. Paulo Costa says:

    Boas

    O Pplware terá possibilidade de testar outras placas semelhantes ao Raspberry Pi, como fizeram com o EBOX-3100?

    Penso que estas abaixo tenham uma boa relação preço/características:

    Beaglebone Black (link)
    Wandboard Dual / Quad (link)
    Banana Pi (link)
    CubieTruck (link)

    Outras que são também interessantes: TBS Matrix, Mini210s, T1 NanoPC, UDOO, ODROID-U3, pcDuino V3, CuBox-i, Utilite.

    Existe outra que me parece ser excelente que é a MinnowBoard MAX mas ainda não está disponível.

    Obrigado.

    • Rascas says:

      Paulo Costa gostaríamos sim de testar outros mini-pcs e até talvez portar o sistema para outras plataformas.

      A maior parte desses que referiste têm capacidade de processamento superior ao Pi.
      No entanto a maior parte dos dispositivos que referiste têm um problema que é usar o GPU Mali 400. O fabricante deste GPU oferece pouco suporte a Linux. Programas como XBMC não funcionam mto bem devido a isso. Podes usar o Android como SO mas não é a mesma coisa, a ideia aqui é usar Linux como SO.

      Pode ser que brevemente isto se altere (o suporte do GPU em linux) e quem sabe, levar o Pipplware para outras plataformas.

      Cumprimentos.

  20. Antonio Carvalho says:

    Uma pergunta de um leigo… tenho que instalar todas as versões desde a primeira, ou basta instalar só a ultima versão?
    Obrigado e desculpem a pergunta

  21. As13 says:

    Alguém pode ajudar a configurar a resolução, tenho o Pi ligado a uma televisão de 55´ e não consigo configurar a resolução.

    • Rascas says:

      Se a tua TV ligar por HDMI a resolução máxima penso que é 1080p. O Raspberry, qnd ligado por HDMI, assume a resolução máxima suportada pela TV (até 1080p) quando ligado.

      A TV caso suporte resoluções superiores, deverá passar para 1080p automaticamente. Caso não o faço terás de procurar nas opções da TV uma opção relativa ás resoluções.

      Em ultimo caso, caso não funcione, poderás forçar uma resolução no Raspberry, mas em ligações HDMI isto muito raramente é necessário.

  22. Vintem says:

    Boas,

    Preciso de uma ajuda em relação a Raspberry PI mas noutra vertente.

    Eu ando no mundo da Virtualização e momento estou a meter-me num projecto interessante.

    Queria tentar juntar o Raspberry PI e o VMware view mas não sei como.
    Alguem pode ajudar?

    Seria bastante interessante conseguir por o Raspberry PI a funcionar directamente com o VMware View.

    Muito obrigado.

    Abraços
    NV

    • Rascas says:

      Queres fazer do Raspberry um Thin Client é isso? Ou virtualizar o SO do Raspberry ? Ou aceder ao ambiente de trabalho do Raspberry remotamente e controlá-lo ?

      • Vintem says:

        É mesmo fazer de thin client.

        Se conheces o sistema dos Wyses da Dell, é desse genero. Usando o protocolo PCoIP ou o RDP mas ligando ao VMware View.

        • Rascas says:

          Não existe suporte da VMware para arquitectura arm.
          No entanto sei que é possível compilar pelo menos o VMware View para arm no Pi.
          Não tenho numa referência sobre compilar isso no Pi mas com uma pesquisa no Goolge não deve ser díficil encontrar.

  23. Mike says:

    viva,
    tinha instalado a versao 2.0 beta com um conjunto de roms mame 037b5 e estava tudo ok, mas agora com a versão final os graficos estão horriveis e a maior parte das roms já não funciona. Já tentei com o fba e a qualidade dos graficos continua horrivel. que poderá ser?
    Obrigado pelo vosso trabalho

    • Rascas says:

      Horríveis como assim? Nesta versão final o emulador MAME e NEOGEO por defeito é o pifba por ser o mais compatível, apresentar melhores resultados e praticamente todas as roms funcionam independentemente da versão, atendendo que estão com o nome correcto no ficheiro ZIP. Algumas roms podem ter pior qualidade grafica pq por defeito o “mantain aspect ratio” está desligado mas pode ser ligado em /home/Retropie/emulators/pifba/pfba2x.cfg Qual era o emulador que usavas antes? Se era outro e achas que funcionava melhor podes sempre alterá-lo em /home/pi/es_systems.cfg

      • Mike says:

        usava o mame4all e gostaria de de continuar a usar.
        o problema é que a imagem fica mesmo muito pixelizada (a imagem é mesmo muito má). na versao beta funcionava tudo ok nesse aspecto.
        O que queres dizer que nesta versão final o emulador por defeito é o pifba? eu estou a colocar as roms dentro da pasta do mame.

        • Luiz Victor says:

          Boa noite Mike, tudo bem? Conforme o Rascas disse, o emulador padrão do mame foi mudado por um que é mais compatível. Assim, roms de neogeo, capcom e outras plataformas arcade podem ser rodadas diretamente pelo menu do mame, desde que os nomes de seus arquivos .zip sejam iguais aos que constam nesta lista (https://code.google.com/p/pifba/source/browse/FBAcapex_src/gamelist.txt?spec=svn018b31d990231eccae5c57690cb5a4d55b6fa0e2&r=018b31d990231eccae5c57690cb5a4d55b6fa0e2) e que suas BIOS estejam na mesma pasta que as roms. Tente baixar um pacote de BIOS para mame, existem vários, quanto mais BIOS tiver, mais jogos serão compatíveis. Além disso foi removida a opção “mantain aspect ratio” que quando desligada se mostrou melhor para a maioria dos jogos, porém podem existir alguns que não se comportem bem sem esta opção, então, assim como o Rascas disse, altere-a no arquivo /home/Retropie/emulators/pifba/pfba2x.cfg. Quanto ao mame4all, decidimos não o utilizar como padrão pois, apesar de ser um emulador mais novo que o pifba, sua performance e sua compatibilidade são inferiores. Sobre a qualidade gráfica, nos testes que fiz, ambos eram praticamente idênticos (pelo menos não vi diferença alguma na minha TV, que tenho ligada ao Rpi via HDMI). Por ser mais recente, o mame4all acaba não precisando de certas BIOS para alguns jogos. Caso queira utilizar o mame4all, edite o arquivo /home/pi/es_systems.cfg na parte do emulador mame, colocando um # na frente da linha (COMMAND=/home/pi/RetroPie/supplementary/runcommand/runcommand.sh 1 “/home/pi/RetroPie/emulators/pifba/fba2x %ROM%”) e coloque logo abaixo a frase (COMMAND=/home/pi/RetroPie/emulators/mame4all-pi/mame %BASENAME%), tudo sem os parênteses. Espero que isto resolva os problemas que você relatou e que o seu Pipplware fique como você deseja. Entenda que fizemos estas alterações para facilitar o uso do sistema de um modo geral, mas muitas destas alterações podem ser facilmente revertidas.

          • Mike says:

            obrigado pela resposta.
            realmente com o fba os jogos ficavam simplesmente horriveis do tipo que corriam em computadores 486!
            isto de certeza que não é o comportamento normal do fba.
            o romset que tenho para o mame4all é o 037b5 e alguns jogos ficam lentos. como falas-te que o fba tem uma performance melhor estou disposto a tentar mas utiliza outro romset correcto? (acho que o .106)
            já agora como posso configurar o gamepad para sair do emulador ao pressionar 2 botoes?

          • Luiz Victor says:

            Exatamente, talvez seja devido ao rom set. Quanto aos jogos, eu geralmente faço uma busca no google com o nome do arquivo zip, dino.zip, por exemplo e baixo (lembrando que tem que ser tudo em minúsculo). Uma boa fonte (pelo menos todos que testei por lá funcionaram) é o romnation. O pifba está configurado para sair pressionando os botões referentes ao start e ao select (insert coin), os controles podem ser configurados no arquivo /home/Retropie/emulators/pifba/pfba2x.cfg

          • Pedro Silva says:

            Optei também por trocar o Pifba pelo MAME4ALL e a diferença da resolução é gigante, contudo perdi o uso do joystick usb, já voltei a configurar e nada… Dá-me a impressão que o MAME4ALL usa outra configuração de joystick que não consigo aceder/criar/encontrar. É muito mau pois ou escolho entre má resolução ou joystick… Por favor dêem aqui uma ajudinha ao nabo.

            Obrigado,
            Pedro

      • Mike says:

        alterei o ficheiro es_systems.cfg como sugerido e coloquei o mame4all como emulador. agora tudo voltou ao normal e as roms abrem normalmente.
        obrigado pela ajuda.

        • Luiz Victor says:

          Que bom, quaisquer outras dúvidas ou problemas, nos avise.

          • Mike says:

            na realidade esse comentario era mais antigo.
            se poderes responder as minhas questoes abaixo agradecia.

            obrigado pela resposta.
            realmente com o fba os jogos ficavam simplesmente horriveis do tipo que corriam em computadores 486!
            isto de certeza que não é o comportamento normal do fba.
            o romset que tenho para o mame4all é o 037b5 e alguns jogos ficam lentos. como falas-te que o fba tem uma performance melhor estou disposto a tentar mas utiliza outro romset correcto? (acho que o .106)
            já agora como posso configurar o gamepad para sair do emulador ao pressionar 2 botoes?

          • Rascas says:

            Não existe um “romset” para o pifba. Existe sim é uma lista de roms que funcionam no pifba e o Luiz Victor já a postou anteriormente. O número 037b5 é referente á versão do emulador do MAME no qual o MAME4ALL é baseado. Como tal, se encontrares uma colecção de roms com esse número significa que essas roms funcionarão no MAME 0.37b5 e como tal a maior parte tb deve funcionar no MAME4ALL. A maior parte das roms nestas “colecções” tb devem funcionar no pifba mas o nome do ficheiro zip de cada, tem de bater certo com a lista postada anteriormente.

            Mais info sobre o MAME4ALL: https://code.google.com/p/mame4all-pi/
            Mais info sobre o pifba: https://code.google.com/p/pifba/

  24. Luís Mé says:

    Boas vou instalar o vosso Distro, tenho estado a utilizar o NOOBS, Mas decido ver este já que não e a versão Beta!!

    Continuem assim, alguma duvida venho aqui chatear o pessoal lol :-p

  25. Rui says:

    Boas,
    Estou com um problema, consigo iniciar até à parte gráfica onde aparece o menu para escolher o xbmc, consola, etc, mas aí não consigo escolher o que quer que seja. O teclado que tenho ligado ao RPI está a funcionar porque qd está no boot eu carrego no ESC e ele vai para o boot passo a passo e mesmo carregando noutras teclas parece estar tudo ok, mas depois passa para o tal menu inicial onde se escolhe a opção que queremos iniciar e … nada, não reconhece o teclado, e acaba por entrar no XBMC após alguns segundos.
    Alguém sabe o que poderá ser? É que assim nunca vou conseguir entrar em nada a não ser no xbmc, e para isso já tenho o openelec noutro cartão …

    • Tiago Oliveira says:

      estou com o mesmo problema..a imagem nao fixa nas opçoes de escolha e passado um tempo passa ao xbmc

      • Rascas says:

        Eliminem o ficheiro /home/pi/.emulationstation/es_input.cfg

        Reiniciem o sistema (sudo reboot) e da próxima vez que chegar ao ES irá ser pedido para configurarem os controladores.
        Deverá ficar resolvido o vosso problema.

        • Rui Moura says:

          Thks, no entanto ontem ainda cheguei a resolver o problema, o PI não aguenta o meu teclado (aguenta-o mas só em modo de consola, que mistério …), liguei um HUB USB e já está tudo a rolar 🙂

          • Fábio Oliveira says:

            Estou com o mesmo problema. O Pi faz o boot e aí o teclado aparentemente está a funcionar, mas quando chega à parte de escolher o teclado não funciona e o Pi passado uns segundos vai automaticamente para o xbmc.

            Já experimentei a solução do hub usb mas o problema persiste.

            Como poderei eliminar o tal ficheiro /home/pi/.emulationstation/es_input.cfg ?
            Já tentei aceder por ssh ao Pi mas não estou a conseguir.

            Alguém me poderá ajudar a resolver o meu problema? Queria muito utilizar esta distribuição.

          • Rascas says:

            Podes eliminar o ficheiro pela rede do windows. A pasta .emulationstation é uma pasta oculta portanto tens de ir as opções de explorador do windows e activar a visualização de ficheiros ocultos.

            Podes tb eliminar por sftp usando um programa como o filezilla ou o winscp.

            Podes eliminar tb por ssh executando num terminal:
            rm /home/pi/.emulationstation/es_input.cfg

        • Fábio Oliveira says:

          Já consegui eliminar o ficheiro /home/pi/.emulationstation/es_input.cfg, no entanto ao iniciar não foi pedido para configurar nada. Apenas diz “No joystick detected. Press F4 to quit.” Passado poucos segundos vai automaticamente para o xbmc.

          E com isto o teclado e o rato continuam sem funcionar. Que posso fazer agora para conseguir solucionar o problema?

          • Rascas says:

            Qndo chegar a esse ecrã branco tem de carregar num botão para configurar o teclado. Tem 10 segundos para carregar num botão/ tecla se não o XBMC arranca. Visto que diz “no joystick detected” imagino que esteja a usar apenas um teclado…

        • Fábio Oliveira says:

          Quando aparece o ecrã branco carrego em todas as teclas possíveis e nada acontece.

          Consegui anotar parte das mensagens que aparecem durante o boot que podem ser relevantes para identificar o problema.

          “usb 1-1.2 device not accepting address 7, error -32
          Starting the hotplug events dispatcher(qualquer coisa que não consegui captar) usb 1-1.2 device not accepting address 7, error -32”

          O estranho é que já utilizei o Raspbian com o mesmo teclado e rato e a coisa funcionava perfeitamente..

        • Fábio Oliveira says:

          Já escrevi um novo comentário mas como não tenho a certeza se foi visto volto a escrevê-lo. Espero que alguém me consiga ajudar.

          Já eliminei o ficheiro /home/pi/.emulationstation/es_input.cfg. No entanto quando aparece a tela branca a dizer “no joystick detected” nada consigo fazer. Clico em todas as teclas e nada acontece. Passado poucos segundos vai automaticamente para o xbmc.

          Consegui registar uma parte do output aquando do processo de boot que possa ser relevante:
          usb 1-1.2: device not accepting address 7, error -32
          Starting the hotplug dispatcher (qualquer coisa que não consegui captar) usb 1-1.2: device not accepting address 7, error -32

          Espero que alguém me consiga ajudar porque quero muito usar esta distribuição.

        • Fábio Oliveira says:

          O teclado é PLEOMAX da Samsung.
          Mas não consigo aceder ao terminar para executar os comandos que indicou.
          O que me estranha é que quando tinha o Raspbian no meu Pi o mesmo teclado e rato funcionavam na perfeição.
          Não tem ideia de como resolver o problema?

  26. Hugo Silva says:

    Boas , há alguma maneira de guardar a minha ligação wireless sem precisar de entrar no XFCE e fazer save configuration ?

    É que eu consigo ligar me a minha rede wireless sem nenhum problema através da interface grafica inicial a partir da opcao 2. WiFi Manager. Mas quando entro no XFCE consigo ligar me a rede mas fico sempre sem endereço de ip e ainda não consegui resolver isso. Já tentei atribuir um ip estático mas não resultou ….

    Cumprimentos

    • Rascas says:

      Experimenta configurares o wireless no XFCE -> Wifi Config e fazer “Save Configuration”. Isto sem configurares 1º em WiFi Manager nos menus iniciais. O ideal será fazer isto logo após um reboot.
      Caso isto não funcione agradecíamos que postasses o modelo da tua pen wifi.

      Cumprimentos

      • Hugo Silva says:

        Boas, fiz como disses te e ao fim de cerca de 1 min de a ligação estar feita, fiquei com IP.

        Mas agora tenho outro problema, a minha ligação a net por vezes desliga se, por exemplo , estava a ver uma serie no xbmc e no final da série já não consegui mexer mais no pi porque estava a usar o xbmc remote e já não me conseguia conectar outra vez.

        A minha pen wifi é uma tp link Tl-WN321G e está ligada a um hub usb.
        Sabes de que é que será este problema ?

        Obrigado

        • Hugo Silva says:

          bump :p
          alguém sabe a solução para isto ?

        • Rascas says:

          Por favor, logo após isso acontecer, faça o upload do ficheiro /var/log/messages para algum local e coloque aqui o link, para ver se consigo ver onde está o problema.

          • Hugo Silva says:

            Boas Rascas, tens aqui o link desse ficheiro.

            http://pastebin.com/tsYxLNfN

            Notei que esta falha ocorre na maior parte das vezes quando estou no xbmc.

            Obrigado

          • Rascas says:

            Pelo relatório, as mensagens são pouco conclusivas. wlan0: deauthenticated from 58:98:35:8c:a9:fb (Reason: 2) Reason 2 indica que o cliente não está autorizado mas não quer dizer necessariamente que é um erro na password.

            Penso que seja um problema de energia, visto que o hub e os dispositivos que tem ligados se desconectam e conectam várias vezes.

            Qual é a sua fonte de alimentação? Qnts miliamperes? Os hubs têm fonte de alimentação própria?
            Para despistar isto, experimente desligar o Raspberry, desconectar todos os dispositivos, ligar apenas a pen wireless a uma porta do Pi e ligue-o.
            Veja se assim já funciona correctamente.

          • Hugo Silva says:

            O hub e o Pi tem alimentações próprias.

            hub -> output 5.0V 1.0 A
            pi-> output 5.0V 1.0 A

            Só com a pen ligada ao pi não consegui obter acesso a internet, fui então ao XFCE liguei um rato, para ir ao wireless config e obtive a seguinte mensagem, “could not get status from wpa_supplicant “.

  27. rmcrys says:

    Acho que väo precisar fazer a versäo 2.1, é que o XBMC 13.0 está com alguns bugs, e já andam a lancar updates…

    • Rascas says:

      É verdade que o XBMC 13 Gotham tinha alguns bugs quando foi lançado, no entanto decidimos esperar para analisar e ver o que podia ser feito para serem corrigidos. Daí ter demorado um pouco mais tempo para ser lançado.
      A versão presente no Pipplware é a r2 e foi compilada a partir daqui: http://mirrors.xbmc.org/releases/source/ no dia 11 de Maio.

      É possível que existam mais bugs, no entanto tivemos as queixas existentes em consideração e testamos o programa até serem resolvidas a maior parte das reclamações. Fizemos o melhor possível dentro do que estava disponível. Na minha opinião acho que é uma excelente release tal como está mas é claro que há sempre espaço para melhoria. Caso existam novas versões do XBMC elas serão disponibilizadas nos repositórios e actualizáveis via “Update System”.

      Cumprimentos

  28. Mário Cordeiro says:

    Boas,

    Na versão 1.0, durante a 1ª inicialização era necessário escolher a opção “Expand Filesystem”. Nesta versão isto não é preciso?
    Abraço

  29. bom dia,
    Não consegui colcoar o wifi a trabalhar. Reconheçe a pen wifi da tp-link, coloco o SSID e a password mas dá erro, e acontece o mesmo com o openelec 4.

    • Rascas says:

      Qual é o modelo completo da pen wifi?
      Abre sff um terminal e digita:
      lsusb

      E copia o resultado da pen wifi aqui sff. Em princípio deverá ser possível por isso a funcionar.

  30. Rogério says:

    Galera, qual é a senha da interface web do xbmc? O usuário é Pi mais e a senha?
    Obrigado, abs

  31. Pedro Costa says:

    Boa tarde.

    Antes de mais parabéns pelo vosso trabalho! Excelente!!

    No menu inicial do pipplware não dá para usar o comando da tv para escolher as opções, usando o CEC (a minha tv tem esta função).. Será possivel pôr isto a dar, para não ter que estar sempre a ligar um teclado ao RPI?

  32. Pedro Azevedo says:

    Só mais um probleminha com o Samba. Através do XBMC consigo aceder atráves da rede Windows SMB ao meu PC Windows e ler os ficheiros das pastas partilhadas.

    Mas através da interface XFCE, quando acedo via File Manager » Network » Windows Network , para além do WORKGROUP aparece o grupo de trabalho do meu PC com Windows que quero aceder que é ENG. Carregando em ENG aparece o nome do PC que é Pedro-PC. Carregando em Pedro-PC aparecem as minhas pastas partilhadas. Entrando nelas aparecem os ficheiros, mas quando tento executar qualquer ficheiro seja ficheiros jpg, txt, abre o programa mas não abre o ficheiro ou nem abre mesmo qq programa. O que é que tenho de fazer para ler os ficheiros diretamente do PC do Windows?

    Tenho um PC com Lubuntu que consigo fazer isso…

    É o que me está a chatear mais neste momento…:-)

    Agradecia que me elucidassem o que tenho de fazer. Obrigado.

    • Rascas says:

      Para isso terás de montar a partilha de rede em causa. Muitos programas não conseguem resolver endereços de rede. Depende dos programas que usas. Se usares os mesmos programas (p.ex. editor de texto, editor de imagem…) que usas no Lubuntu, no Raspberry, deverá funcionar.

      • Pedro Azevedo says:

        Eu sou um completo maçarico nisto do Linux, mas ainda consigo ir lá com instruções a seguir. Não há aí um tutorial como fazer isso?

        É que eu pensei que ao conseguir aceder às minhas pastas do Windows e ficheiros, já estava “montado”. Não consigo é abrir nenhum deles a partir do Raspberry.

        Já instalei no raspberry dois programas que utilizo no Lubuntu para abrir txt e imagens e continua a não abrir os ficheiros. Abre o programa mas nada de ficheiros. Se o problema é a tal montagem da partilha da rede, ficaria agradecido com umas dicas de como fazer isso.

  33. Tiago says:

    Chegou hoje o meu Raspberry Pi model B e estava a instalar o PiPpware 2.0. Consegui fazer tudo bem, entrar no ecrã normal e abrir o XBMC. Depois abri o XFCE para configurar o wi-fi e começam aí os problemas: o sistema bloqueia e depois vai para uma linha de comandos onde faço “exit”. Volta a iniciar o sistema, e quando tento entrar novamente no XFCE ele não deixa, o mesmo acontece com o openbox. Abro então o XBMC (unico que funcionava) e faço desligar. tudo bem, o raspberry desliga-se, ficando apenas a luz vermelha acesa.

    Desligo da corrente e volto a ligar. Agora apenas aparece o ecrã de inicio do PiPpware 2.0.

    Já tentei formatar o cartão no PC, mas apenas me reconhece um cartão como 55.9MB, de nome “Boot”. Como resolvo o problema!?

    • Rascas says:

      Se o sistema bloqueia qnd ligas a pen wifi ou te ligas a uma rede wireless mto provavelmente é por o Raspberry não ter alimentação suficiente.

      Alguns adaptadores wireless, por consumirem demasiada energia necessitam de estar ligados a um hub usb que não faça “backfeeding” para funcionarem correctamente.

      Podes confirmar isto consultando os logs do sistema. Usando por exemplo o dmesg. Se colocasses aqui os logs seria o ideal para fazer o debug.

      O modelo completo da pen wifi em questão tb é importante.

      Qnt à pen apresentar apenas uma partição, é normal. Recomendo usar o SD Formatter para formatar o SD correctamente e o win32diskimager para gravar a imagem.

      • Tiago says:

        na configuração vpn no raspberry fiz tudo de acordo com o que esta aqui em outro artigo pplware, configurei a porta no ip tables e direccionei para o raspberry. Configurei no telemóvel (ios) o programa e da erro na tentativa de acesso.

        • Rascas says:

          Por favor coloca a pergunta no respectivo artigo ou na comunidade Raspberry Pplware do Facebook.
          A configuração de uma VPN é um pouco off-topic e susceptível a erros.

  34. Ricardo says:

    Boas,
    Alguem me pode dizer porque ao passar a img para o cartao de memoria e colocando pela primeira vez o Sd no Raspberry nao aparece menu mas sim linha de comandos a pedir password?

    • Rascas says:

      Não é suposto isso acontecer.

      O que deve acontecer é, após gravar a imagem para o cartão e fazer o primeiro boot, irá aparecer uma imagem com o logo do Pipplware, depois o normal sistema de arranque e umas configurações serão feitas automaticamente como o redimensionamento do sistema de ficheiros, renovação das chaves ssh, etc e no fim é executado o bootmenu.
      Após 25 segundos se não mudar o arranque, o sistema reinicializará normalmente e aparecerá o menu inicial, isto sem nunca lhe ser pedida a password no processo.

      Julgo que alguma coisa terá corrido mal, provavelmente a imagem ficou corrompida no processo de download ou de descompactação.

      Recomendo que volte a fazer o download do sistema, descompactar a imagem, formatar o SD com o SD Formatter e voltar a gravar a imagem.

  35. Fernando says:

    O Emulation Station não tem suporte a mouse né? Rapaz comprei um telcado USB mais ainda não chegou só estou conseguindo usar o xbmc. hehe

  36. Redin says:

    Descobri hoje uma excelente opção de utilização para este conjunto:
    Construa seu próprio sistema de iluminação ambiente com um Raspberry Pi e XBMC.

    http://techtalk.christian-moser.ch/wordpress/

  37. Arsénio says:

    Gostava de vos felicitar por esta distribuição e tirei partido de alguns tutoriais da web em Python para os pinos GPIO do Raspberry Pi.
    Fiz um pequeno tutorial em inglês de um programa em Python feito na vossa distro de como usar o GPIO e breadboard para controlar 3 LEDs.
    https://www.youtube.com/watch?v=fzLWFByhcSI
    Tem incluido o script em formato .py que penso não ser difícil, para que já segue progrmação em Python no RPi.
    Parabéns Pplware

  38. J Ribas says:

    Ola a todos. Preciso de ajuda. Formatei cartao e coloquei a versao 2.0Q0. Quando a pii arranca, pede login e pass e depois fica com caracteres a verde pipi@raspberry $ à espera de comando. No meu caso queria que encontrasse a rede wireless para deois aceder ao xbmc….nso tenho menu para seleccionar nada…

    E como proceder para ficar sempre com s redewireless automaticamente acessivel desde que se liga…fico avespera de ajuda. Obgd.

    • Luiz Victor says:

      Boa noite, J Ribas. Tudo bem?
      Você deve ter escolhido para iniciar na linha de comando. Enfim, digite startx e pressione enter, você entrará no XFCE, uma vez nele, execute o wifi config para configurar sua wifi (deste modo sempre que o Raspberry for iniciado, ele tentará se conectar na wifi). Para entrar nos menus do Pipplware, digite na linha de comando emulationstation, isso te levará aos menus e lá você poderá ir ao xbmc ou ao XFCE e terá acesso aos menus todos. Recomendo que você altere o boot para o padrão (inicia no emulationstation e, caso nenhuma tecla seja pressionada após algum tempo, o xbmc abre automaticamente), para isso, digite na linha de comando “sudo bootmenu” (sem as aspas) e escolha a opção 1. Ou você entra no emulationstation, vai ao menu advanced e escolhe a opção 5 (Change boot) e depois escolhe a opção 1.

    • Rascas says:

      Não é suposto o Pipplware 2.0 pedir login/password por defeito, a não ser que se tenha alterado a ordem de boot.

      Quando chegar à linha de comandos execute:
      sudo bootmenu

      Selecione a opção 1, após reboot estará no menu inicial.

      Para configurar o wireless é favor seguir consultar este tuturial: https://pplware.sapo.pt/linux/raspberry-pi/pipplware-algumas-dicas-de-utilizao-parte-ii/

  39. Arsénio says:

    Gostava de vos felicitar por esta distribuição e tirei partido de alguns tutoriais da web em Python para os pinos GPIO do Raspberry Pi.
    Fiz um pequeno tutorial em inglês de um programa em Python feito na vossa distro de como usar o GPIO e breadboard para controlar 3 LEDs.
    https://www.youtube.com/watch?v=T-47R88fgBo
    Tem incluido o script em formato .py que penso não ser difícil, para que já segue progrmação em Python no RPi.
    Parabéns Pplware
    P.S: Desculpem o novo comentário. mas tive de recarregar o videos no youtube

  40. Miranda says:

    Boas,
    Já experimentei e está 5 estrelas, excelente projecto, no entanto sou maçarico do linux e preciso de uma pequena ajuda,
    Deixei o meu a entrar directamente no retropie mas só o consigo controlar com as setas do teclado, o meu objectivo é controlá-lo com um comando que uso para jogar os roms,
    Já tinha usado o retropie antes e era assim que o usava e gostava de fazer o mesmo mas não estou a conseguir… alguma sugestão?
    Obrigado

    • Rascas says:

      Boa tarde.

      Experimente eliminar o ficheiro:
      /home/pi/.emulationstation/es_input.cfg

      E reinicie o Raspberry. Da próxima vez que chegar ao Emulation Station (menu inicial) será pedido para voltar a configurar os controladores. Esta configuração é apenas para navegar pelo Emulation Station e não para definir os controladores dos emuladores. Para isso use a opção “Input configuration” e selecione “Retroarch”.

      • Miranda says:

        Boa tarde,

        Obrigado, mas ainda assim não estou a conseguir, não consigo encontrar o ficheiro,
        posso estar a dizer uma parvoíce mas depois de home>>pi não tenho .emulationstation. Tenho Retropie e Retropie Setup mas lá não se encontra esse ficheiro.

        Percebo mesmo mto pouco disto, estarei a procurar no local errado?

  41. MR Soares says:

    Boas.
    Selecionei para o boot inicial o XBMC. Como faço para alterar para aceder novamente ao Interface gráfica inicial ou para mudar para o XFCE??

  42. Mike says:

    boas,

    quero desde já agradecer a todas as pessoas envolvidas neste projecto pelo excelente trabalho desenvolvido.
    Já aqui pedi ajuda algumas vezes e sempre obtive resposta (obtigado pelo suporte), agora tenho mais 2 perguntas e prometo que não chateio mais… 🙂

    1) Estou a usar o mame4all pi para os jogos mame. Há alguma maneira de fazer save/load state e assignar essa função a algum botão do joystick? Já tenho esta função a funcionar nos outros emuladores atraves do retroarch.cfg.

    2) é possivel esconder os menus do emulationstation “advanced” e “system”?

    • Luiz Victor says:

      Boa noite, Mike.
      Quanto aos saves do MAME, eu realmente não consegui fazer. Tentei descobrir como, mas não tive resultados. Sei que o mame4all possui uma pasta chamada sta, onde os states deveriam ser salvos, mas nunca consegui salvar ou carregar nada neste emulador. Isso é algo que quero dar uma olhada melhor para ver se conseguimos fazer.
      Para esconder os menus, você tem 2 opções. A primeira seria editar o arquivo es_systems e remover as linhas referentes aos menus que você não quer que apareçam. A segunda seria mover as pastas que contem os arquivos do menu para outro local. Por exemplo, criar uma pasta chamada outros em /home/pi/.emulationstation e mover a pasta /home/pi/.emulationstation/advanced para dentro dela, ficando /home/pi/.emulationstation/outros/advanced (o mesmo vale para os emuladores, caso não queira que o emulador de Quake 3 apareça, crie uma pasta chamada outros em /home/pi/RetroPie/roms e arraste a pasta Q3A para dentro dela, ficando /home/pi/RetroPie/roms/outros/Q3A). Você também poderia simplesmente alterar o nome da pasta em questão que o resultado seria o mesmo, só tome cuidado para não bagunçar muito de modo a não conseguir voltar facilmente ao original, caso queira fazer isso no futuro.

    • Pedro Silva says:

      Boa tarde, preciso de ajuda, tenho a versão 2.0 instalada. Descarreguei um rom set 037b5 para o mame e coloquei as roms na pasta retropie\roms\mame. a lista de roms aparace no emulador mame na emulestation, mas quando escolho uma rom qualquer (já tentei todas!) aparece umas linhas de comando muito rápido na tv e depois volta novamente ao ambiente da emulastation e não consigo carregar nenhuma rom, por favor agradeço alguma luz aqui…Obrigado antecipadamente.

      Pedro Silva

      • Luiz Victor says:

        Boa noite, Pedro. Verifica se os nomes dos arquivos das roms (.zip) estão iguais à esta lista: https://code.google.com/p/pifba/source/browse/FBAcapex_src/gamelist.txt?spec=svn018b31d990231eccae5c57690cb5a4d55b6fa0e2&r=018b31d990231eccae5c57690cb5a4d55b6fa0e2
        Se não estiver, renomeie de acordo com ela. Pode ser isso.
        Por exemplo, a rom do jogo “The King of Fighters ’94” deve se chamar “kof94.zip”. Caso isso não funcione, altere o emulador padrão do MAME (pifba) para o MAME4ALL. Para isso edite o arquivo /home/pi/es_systems.cfg na parte do emulador mame, colocando um # na frente da linha (COMMAND=/home/pi/RetroPie/supplementary/runcommand/runcommand.sh 1 “/home/pi/RetroPie/emulators/pifba/fba2x %ROM%”) e coloque logo abaixo a frase (COMMAND=/home/pi/RetroPie/emulators/mame4all-pi/mame %BASENAME%), tudo sem os parênteses.

        • Pedro Silva says:

          Fiz os seguintes procedimentos: fui buscar um pack de roms e coloquei na directoria roms, e os jogos começaram a arrancar, mas com fraca resolução, então optei por trocar o Pifba pelo MAME4ALL e a diferença da resolução é gigante, contudo perdi o uso do joystick usb, já voltei a configurar e nada… Dá-me a impressão que o MAME4ALL usa outra configuração de joystick que não consigo aceder/criar/encontrar. É muito mau pois ou escolho entre má resolução ou joystick… Por favor dêem aqui uma ajudinha ao nabo.

          Obrigado,
          Pedro

          • Pedro Silva says:

            Em vez de “um pack de roms” queria dizer “um pack de BIOS”, pois as roms já lá estavam só que não funcionavam. Alguma ajuda para o gamepad?

          • Rascas says:

            Julgo que a diferença de resolução que fala deve estar relacionada com as bios que usa, visto que no meu caso, a resolução é igual e com boa qualidade tanto no pifba como no mame4all. No entanto não uso rom sets.

            Usamos o pifba em vez do mame4all por ter melhor performance, pode-se usar bios alteradas (tipo unibios), é mais fácil de configurar os comandos (no mame4all não consegui configurar 2 players) e corre jogos posteriores ao ano 2000.

            No mame4all para configurares o joystick carrega em TAB durante um jogo. Mais info: http://mamedev.org/devwiki/index.php?title=FAQ:Controls

  43. Sandro says:

    Ola minha gente, acabei de receber o pack do raspberry e estou encantado com isto. Mas tenho um problema, tenho um disco em rede partilhado em que tem filmes e series, consigo aceder lhe e ver os filmes, só que as séries nada, dá som mas imagem não, será preciso instalar alguns codecs no sistema? informo que tenho as series em ficheiros rmvb…

    Obrigado.

  44. Rui Freitas says:

    Boa tarde,

    Recebi esta semana o Raspberry pi ja com a versão 2.0 e devo dizer que é fantastico. Excelente trabalho ;).

    Contúdo estou a ter problemas com o plugin do youtube no XBMC, não consigo fazer login, ou seja executar o plugin. Está constantemente a dar “erro de plugin”. Mais alguém está com este problema?

    Abraço

  45. Cesário says:

    Boa tarde o librtmp já foi actualizado nesta versao devido ao TV portuguesa?

  46. Rogério says:

    Estou com dificuldades de executar algumas roms de Snes e N64, simplesmente não rodam. Existem alguma incompatibilidade com algumas roms? Alguém já teve esse mesmo problema?

    • Luiz Victor says:

      Boa tarde, Rogério.
      Para as roms de snes, não deve haver nenhuma incompatibilidade. Verifique se elas estão no formato .smc ou .sfc (são os mais comuns). Se estiverem em .zip descompacte-as e use o arquivo que está dentro (dentro do arquivo .zip deve ter o arquivo .smc ou .sfc). Os formatos que funcionam para o SNES são: .smc .sfc .fig .swc .SMC .SFC .FIG .SWC .
      Para o N64, nem todas as roms funcionam por 2 motivos. O primeiro é o emulador em si, o MUPEN64, neste link você encontra a lista de compatibilidade: https://code.google.com/p/mupen64plus/wiki/GameCompatibility
      O segundo motivo é o próprio Raspberry Pi, uma vez que os jogos de N64 são relativamente mais pesados, alguns podem ficar lentos ou mesmo travados. Além disso os jogos tem que estar nos seguintes formatos: .z64 .Z64 .n64 .N64 . Dois dos jogos que funcionam bem no meu Rpi é o Mario Kart 64 (as vezes fica lento, mas em geral funciona bem) e o Super Mario 64 (mesma coisa wue o Mario Kart). Por enquanto ainda não consegui fazer o N64 salvar states, ou ser encerrado pelo joypad (apenas pelo teclado com a tecla “esc”), mas assim que tiver mais tempo, vou tentar.

  47. Filipe Pinheiro says:

    Quando eu ligo um comando xbox 360 com fios para jogar no retropie ele reconhece ou tenho de instalar os drivers?

  48. Tiago Oliveira says:

    Boa tarde,

    Quando tento ligar-me por VPN ao rpi após longa tentativa não liga e fico sem internet, isto porque estou por wireless no raspberry. Alguém sabe a solução?

  49. Ruan Rocha says:

    Eu arranco no PetroPie pelo XBMC? Depois posso retornar ao XBMC pelo Retropie? Obrigado 😀

    • Rascas says:

      O Pippware quando arranca vai directamente para o Emulation Station que é o programa que contem os menus (ver em cima no artigo). Este programa faz parte do Retropie.

      Neste programa é possível lançar as várias interfaces graficas como o XBMC, XFCE etc, executar configurações e outras funções com backup do sistema e importar / exportar roms. Quando lanças o XBMC através do Emulation Station e depois sais, ele volta novamente ao Emulation Station.

  50. jose says:

    boas recebi a encomenda e estava tudo ok
    liguei tudo a parte do xbmc esta a funcionar mas a parte do XFCE E DO OPNBOX arranca mas depois fica no ecrâ o logotipo do pippware 2.0 e nao passa de la e outra coisa reparei que a imagem esta muito escura quando a pretos(roupas por exemplo) nessa zona quase nao da para ver nada ja fui as configuracoes da tv para por mais claro mas fica um bocado claro de mais

    • Rascas says:

      O Openbox á primeira vista, parece que empanca ao arrancar porque apenas é apresentada a imagem com o logo do pipplware. Para acederes ao menu com os programas carregue no botão direito do rato. Em cima tem uma imagem que amostra este menu.

      O XFCE tem uma interface um pouco parecida com o OSX da Apple, com uma barra em cima onde são apresentados os programas em execução e onde se pode aceder ao menu de programas no canto superior esquerdo.

      Em ambos as interfaces gráficas é possivel alterar o wallpaper, por qq imagem á sua escolha. No XFCE, va a “Applications menu” -> “Settings” -> “Desktop”. No Openbox vá ao menu e procure por um programa chamado “Nitrogen”

  51. Manuel says:

    Boas,

    Sabem me dizer se a librtmp é actualizada automaticamente e se sim o porque das mensagens de aviso.

    Obrigado desde já.

  52. BillManu says:

    Boa tarde.
    Recebi o Pi há 5 dias e tenho estado a testá-lo e, no essenc ial posso dizer que está muito bom.
    No entanto, o XBMC não lê alguns formatos de video; (VOB, IFO, ISO, RMVB, WMV), passando unicamente o audio. Será que este problema terá solução?

    Obrigado desde já

    • Rascas says:

      Boa tarde

      VOB, IFO, e ISO podem ser reproduzidos no XBMC usando o dvdplayer (em vez do default omxplayer). Para isso basta selecionar o ficheiro pretendido, carregar na tecla “C” do teclado (ou o botão direito do rato, escolher “Play with…” e selecionar “DVDPlayer”.

      RMVB e WMV não funcionam devido ás licenças.

      Cumprimentos

      • BillManu says:

        Boa noite

        Obrigado pela pronta resposta, mas infelizmente os files DVD (VOB, IFO e ISO)continuam a dar só audio. Já tinha testado a solução apresentada, e continua tudo na mesma.

        Quanto ao problema das licenças para RMVB e WMV, só se for para o PI, pois em ANDROID ou WINDOWS continuam a passar sem qualquer tipo de problemas.

        NOTA: Acabei de verificar que também não reproduz video (apenas audio) dos seguintes formatos: MPEG, MPG e ASF. Formatos estes que continuam a ser lidos em ANDROID e WINDOWS.

        Cumprimentos e obrigado

        • Rascas says:

          Primeiro convém saber a diferença entre contentor de video e codec.

          Ficheiros VOB são contentores multimédia e podem usar codecs propriétários ou não. Se o ficheiro VOB conter video codificado em h264 por exemplo, funcionará no PI. Se tiver video mpeg-2 não funcionará porque é um formato propriétario e é necessário comprar a respectiva licença.

          http://www.raspberrypi.com/license-keys/.

          Ficheiros mpeg e mpg tb não funcionarão por causa da respectiva licença como explicado em cima.

          IFO são apenas ficheiros com informação. ISO mais uma vez depende do codec de video que a imagem contém.

          Ficheiros RMVB (real media), WMV e ASF (Microsoft) não funcionarão e julgo que não é possível comprar as respectivas licenças.

          Teoricamente o Pi é capaz de reproduzir estes codecs mas isto está bloqueado no firmware. Android e Windows isto não se aplica.

          Resumindo o que o PI pode ou não pode reproduzir, não depende do contentor (vob, mkv …) mas sim do codec de video usado. E tudo isto devido a questões legais.

          Existem programas que dá para ver qual o codec usado num ficheiro de video como por exemplo o mediainfo.

        • Rascas says:

          Correção: Com a licença VC-1, tb deverá ser possível reproduzir ficheiros wmv e asf.

          Conclusão: com as duas licenças apenas os videos rmvb não devem funcionar.

  53. BillManu says:

    Bom dia.

    Muito obrigado, nada como perguntar a quem sabe… Já tinha andado pelos foruns internacionais, mas sem resultados.

    Agora já começo a entender melhor os contornos desta questão.

    Cuimprimentos

  54. José says:

    Boa tarde. Desde já parabens pela versão 🙂
    Tenho uma duvida não consigo entrar no Menu System ele vai logo para a Interface gráfica inicial.
    Como posso fazer ?

  55. José says:

    sabem como consigo aceder aqui Menu System?

  56. Antonio Cardoso says:

    Sou novo nisto.
    Adquiri um Raspberry Pi com Openelec e o addon A minha casa digital.
    Criei um SD novo com o pipplware 2 e achei-o mais rápido que o openelec.

    Como faço para manter estável o Simple client pvr no pipplware 2, como tenho no openelec?
    No pipplware mal o configuro e activo dá-me logo mensagem de ligação perdida.

    Falta-me activar algum serviço?

    • Rascas says:

      A forma recomendada para instalar o IPTV Simple Client PVR é instalando o pacote correspondente. Abra um terminal e execute:
      sudo apt-get install xbmc-pvr-iptvsimple

      Remova primeiro a anterior instalação do addon e utilize este método por favor.

  57. VelhotePT says:

    Li num livro que em firmware’s atualizados o Pi tem alocação de memória dinâmica:

    O procedimento é:

    ———————————Alterar a alocação de memória dinâmica——————————

    #As instruções de alocação de memória dinâmica só funcionam se for colocado em /boot/cmdline.txt no final do texto o comando:
    cat /proc/cmdline
    coherent_pool=6M smsc95xx. turbo_mode=N

    #Alterar a config.txt assim:
    sudo nano /boot/config.txt
    #gpu_mem_512=316
    gpu_mem_512=416
    #low-water mark
    cma_lwm=16
    #high-water mark
    cma_hwm=32
    cma_offline_start=16

  58. VelhotePT says:

    Já instalei a versão PiPplware 2.0 e correu tudo bem.
    Fiquei admirado com XBMC 13.1, já só usa 13% da CPU em repouso.
    Na versão anterior (12.0) estava sempre encostado aos 100%.
    A navegação pelos menus também está mais rápida.
    Parabéns pelo trabalho.

  59. Sousa says:

    Boas,
    Através desta distribuição é possível montar um servidor de mail normalmente como no Raspbian?
    Já traz o Wine incluído ou é possível executar pequenos programas Windows no mesmo de alguma forma?
    Agradecido, Rúben.

    • Rascas says:

      Sim é possível montar um servidor mail e outros tipos de servidores tb.

      O Pipplware é baseado e 100% compativel com o Raspbian. Pode usar qq tutorial feito para o Raspbian no Pipplware que é igual.

      O Wine não funciona no Raspberry porque o wine é feito para correr aplicações windows x86 e o RPi usa um processador arm.
      Da mesma forma que voçe não pode executar aplicações windows para PC num smartphone/tablet com windows devido ás maquinas usarem arquitecturas diferentes.

      • Rúben sousa says:

        Sim, realmente tem sentido no que diz respeito ao Wine. Sendo assim, estou tramado, queria correr o programita do BTNext nele e não posso :C

        No que diz respeito ao servidor mail, obrigado, era apenas isso que queria confirmar. Só tenho mais uma questão, eu como ainda não testei esta versão, não sei como é o sistema de boot, nem como o mesmo é feito, há algum tipo de configuração a fazer para montar o servidor? Suponho que arracando pelo xbmc não dê :s Como faço?

        • Rascas says:

          Para configurar terá que seguir o respectivo tutorial. Deverá ter que usar o terminal, pode faze-lo com um teclado ligado directamente ao RPi ou via ssh.

          Depois de configurado o servidor, a interface gráfica que esteja a usar é irrelevante, visto que o(s) serviço(s) correrá(o) em background.

  60. VelhotePT says:

    Fix para o ecrã preto ao sair do XBMC

    sudo nano /usr/bin/xbmc

    adicionar no fim

    tvservice -o && tvservice -p
    fbset -depth 8 && fbset -depth 16
    xrefresh -display :0

  61. Rúben sousa says:

    O meu Pi com o Pipplware não tem acesso à Internet por cabo :c Alguém sabe porquê?

  62. Bruno Mourato says:

    Estou a tentar testar com o QEMU em windows com este bat: qemu-system-arm -kernel kernel-qemu -cpu arm1176 -m 256 -M versatilepb -no-reboot -serial stdio -append “root=/dev/sda2 panic=1” -hda pipplware_v2_beta.img
    mas dá sempre erro root account is locked starting shell
    Alguém me consegue ajudar ou já testou correr isto no QEMU?
    Obrigado.

    • Rascas says:

      Julgo que tem de especificar o utilizador no comando, já fiz isso há algum tempo, não me recordo mto bem. Há varios tutoriais na net de como carregar o Raspbian no QEMU, o procedimento para o Pipplware é o mesmo.

  63. Márcio Soares says:

    Boas, ultimamente o Rpi perde as configs wifi. Quando digo perde, quer dizer que deixa de reconhecer qualquer pen wifi que lhe coloco. No XFCE não aparece a interface de rede. Só econfigurando tudo com formatão do cartão e reescrita da imagem, básicamente começar de novo.
    Isso é extremamente deagradável, já alguem passou pelo mesmo.

    OFFTOPIC: Já coloquei esta duvida pela APP Android mas não apareceu aqui, tambem já comentei noutros tópicos pela APP e os comentários não aparecem.

  64. Sousa says:

    A versao beta em wi-fi e emuladores esta melhor que a final.
    Do resto a final no sistemas esta bem melhor

  65. Sousa says:

    Vai abaixo a ligaçao de wi-fi constatemente na versao beta nao ia e no emuladores ficou mais lento acho eu nao tenho a certeza mas os controles guarda e fica tudo otimo so a questao de dar mais lento mesmo com o overclock a 1 ghz como recomenda Aloshi

    • Rascas says:

      Os emuladores na versão beta e final são exactamente os mesmos, não houve qq alteração.

      A unica alteração maior que ouve foi o kernel e o firmware do sistema que foram actualizados para uma versão mais recente e que pode ter impacto no wi-fi. Qual é a sua pen wifi?

    • Rascas says:

      O overclock pode tornar o Raspberry Pi mais lento se a alimentação não for suficiente para todos os dispositivos ligados. Hubs USB tb podem dar problemas.

  66. José says:

    Como faso para expandir o cartão de memoria?
    Já meti a opção “Expande ..” no rasp mas não expande.

    Abraço

  67. Ricardo says:

    hello,

    Tenho o pipplware 2.0 final correctamente instalado. Apareceu recentemente uma mensagem para actualizar o ficheiro librtmp (ja conhecido por outras actualizacoes anteriores). A questao que se coloca é a seguinte: A mensagem refere uma nova versao de 22 de Maio, que ja estava instalada por defeito e depois de actualizada para a ultima versao de librtmp, o erro permanece.
    Alguem pode me elucidar?
    Obrigado

  68. weellington says:

    Boa noite! gostaria de saber como faço para adicionar som na saída hdmi? preciso de ajuda, agradeço de coração.

  69. Bruno Graça says:

    Auto-update do libmtp é possível?

  70. Luís Marques says:

    Boa tarde,

    Alguém me sabe dizer se os addons que uso na versão frodo funcionam também na versão Gotham?

    Obrigado

  71. Luís Marques says:

    Boa tarde,

    Sabem-me dizer se os addons que uso na versão frodo tb funcionam na nova versão Gotham?

  72. José says:

    Boas pessoal.
    em certas zonas do vídeo ela aparece desbotada e pixilizada.
    Alguém sabe como resolver?
    É um mkv de um bluray tem aqui o vídeo
    https://mega.co.nz/#!BhxCybjS!CQGU8QMNZcHniV_cQB4JU3bOOftGmQI-t-R4nThsJw8

    Cumprimentos

  73. Guilherme P says:

    Boas. É preciso alguma configuração especial para ter o crontab a funcionar? Eu criei um cronjob (crontab -e) na conta pi e configurei tudo mas ele nao corre… obrigado

  74. Mário Silva says:

    Olá.

    Pretendo colocar o raspberry PI com IP fixo.
    Configurar o router + emulador dyndns.
    depois instalar no raspberry PI o certificado digital da multicert e inserir o cartão da assinatura digital qualificada num leitor de cartões banal.

    É possível?
    Obrigado

  75. Daniel Rodrigues says:

    Ola´amiguinhos…já tinha perguntado acima, mas enganei-me onde postar o comentário…alguém sabe onde possa adquirir um Raspberry, com uma configuração já personalizada? Precisava de algo tipo Input-> USB, Ethernet/wireless Output->Hdmi, coaxial audio para 5.1…

    Eu sou novo nestas andanças e queria criar um mediacenter, que fosse ajustavel, no futuro. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.