Quantcast
PplWare Mobile

Chegou o PiPlware 2.0 beta – A distro para o teu Raspberry PI

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Marco says:

    Obrigado pessoal por esta distro maravilhosa 😉

  2. Diogo Canais says:

    Não é disponível conseguirem fazer de maneira a selecionar a opção que queremos remotamente? (ssh, comando de tv, …)
    nao tenho nenhum teclado usb 🙁

  3. Muito satisfeito em relação ao suporte que a Pplware tem dado ao Raspberry PI.
    Gostaria de saber se gostariam de participar na nossa 4º Semana da Informática que organizamos no Instituto Politécnico de Setúbal e dar a conhecer mais sobre Raspberry PI.
    Estariam interessados?
    Continuem o excelente trabalho 😉

  4. Redin says:

    Sendo elaborado por portugueses, não podiam criar toda a consola de menus em Português?
    Adorava adquirir um mas com muita pena minha, terei de comprar também um recetor A/V para usufruir deste modelo.

    • Rascas says:

      Redin isso foi discutido, mas chegamos a conclusão que seria melhor pôr-mos em inglês para poder ser usado por pessoas que não percebam o Inglês.
      Tb é um bocado complicado pôr em inglês pq o Emulation Station não suporta alguns caracteres como ~,/,ç e acentos. Talvez seja possível por a dar aquando da compilação mas tenho de verficar isso depois.

      • Rascas says:

        Ups enganei-me, roftl. para pessoas que não percebem português.

      • David S. says:

        Que desculpa sem nexo… Onde está o código fonte dessa distro?
        Falando um pouco do Raspberry PI ele é tão limitado em hardware e mesmo seu CPU é muito fraquinho nem com OC se safa, mas para quem gosta de brincar é uma boa escolha.

        Abraços.

        • Rascas says:

          Desculpa? Não é desculpa é a verdade. Queres o código fonte de quê em especifico? Do Emulation Station ? https://github.com/Aloshi/EmulationStation
          Todo o software incluído é de código aberto. Se instalares a distribuição podes ver isso, se souberes.

          É fraquinho mas para media center e correr os emuladores que traz serve perfeitamente. E para programar em algumas linguagens tb.
          De certeza que não estás a par dos projectos que já foram feitos com o Raspberry se não não fazias esse comentário…

  5. Jorge says:

    Parabéns Pplware 🙂
    Parabéns por esta distro fantástica e pelo 9º aniversário, continuem assim, grande equipa… 😀

  6. Muito satisfeito em relação ao suporte que a Pplware tem dado ao Raspberry PI.
    Gostaria de saber se gostariam de participar na nossa 4º Semana da Informática que organizamos no Instituto Politécnico de Setúbal e dar a conhecer mais sobre Raspberry PI.
    Estariam interessados?
    Continuem o excelente trabalho e parabéns 😉

  7. Pedro Pinto says:

    Mais 10 minutos e temos os servidores sincronizados para começarem a sacar esta versão.

  8. Marina says:

    Muito obrigada pelo novo sistema, será muito útil para mim.
    =D

  9. John Kain says:

    Na próxima release podem adicionar ao XBMC o SopCast e o Acestream? Se não for pedir muito podiam também fazer um tutorial de como instalar estas duas funcionalidades no XBMC para o Raspberry Pi (Raspbmc) e Mac OS, por exemplo. Obrigado

    • Rascas says:

      Nós depois iremos fazer uma espécie de votação, para os utilizadores escolherem quais os addons que mais gostavam de ver incluídos no Pipplware versão final 2.0. O/os mais votados serão incluídos.

  10. Albsousa says:

    Parabéns PPLWARE por este 9.º aniversário.

    Tenho a versão 1.3 instalada, posso fazer update para a versão b2.0 ou tenho que formatar o sd e instalar de raiz?

    Obrigado,
    Albsousa

    • Rascas says:

      Para uma migração completa terás que formatar o cartão.
      Mas há maneira de manteres todas as tuas definições do xbmc, xfce e emuladores/roms etc.
      Para isso terás só de usar o “Backup Settings” no Menu Inicial do Pipplware 1.3 e copiar o backup para um disco externo ou por rede para o teu computador por exemplo.
      Depois, qnd tiveres o Pipplware 2.0 beta instalado e a correr, terás de copiar o backup de volta para o cartão e executar um comando no terminal. Eu já ponho aqui qual o comando a executar.

  11. Tiago says:

    Bom dia, tenho um raspberry e tenho o piplware num carta e o openelec noutro cartão, e ligo a uma televisão recente por hdmi, mas quero ligar por scart a uma televisão antiga, tenho os cabos mas quando ligo à televisão e ligo o raspberry não me passa a imagem…sei que por defeito as definições estão a forçar o raspberry a ligar por hdmi, podem me indicar uma maneira para eu mudar isso?(instalei o openelec pelo noobs)
    Obrigado e continuem com o excelente trabalho…

  12. andre says:

    a minha grande questão é se com este so ja da para fazer bufering ?

  13. Rascas says:

    Buffering como assim? Se te estás a referir ao XBMC sim dá, todos dão…

    • andre says:

      refiro me a ver videos online, as outras versões não davam!

      • Rascas says:

        As outras versões tb davam, tanto é que eu e outras pessoas víamos videos online! O que podia acontecer era que, em vídeos de maiores dimensões, a cache por defeito que é de 10MB, podia não ser o suficiente. A cache por defeito é igual em todas as versões do XBMC de origem, a não ser que seja alterado. Mas isto é facilmente alterado no ficheiro advancedsettings.xml.
        Nesta versão alterei este valor para 30MB. Quem quiser pode aumentar ou diminuir este valor.

        • Márcio Sousa says:

          peço desculpa por poder estar a ser chato mas eu não encontrei esse ficheiro preciso cria-lo? Caso afirmativo qual a estrutura e o diretorio onde coloca-lo??
          Nota: usei o comando “#find / advacedsettings.xml” e retornou “find: ‘advacedsettings.xml’: No such file or directory”

        • Rascas says:

          sudo find / -name advancedsettings.xml
          /home/pi/.xbmc/userdata/advancedsettings.xml

          Atenção ao alterarem o valor da cache, pois se puserem um valor muito alto o XBMC pode ficar lento e até crashar.

          Mais info sobre a cache aqui:
          http://wiki.xbmc.org/index.php?title=HOW-TO:Modify_the_video_cache

          • Márcio Sousa says:

            Mais uma vez obrigado pela pronta resposta, einda estou muito verde no mundo linux… falta de conhecimento ao usar o comando “find” ;-P

  14. Tiago Oliveira says:

    Antes de mais obrigado pelo vosso trabalho que me esta a ajudar imenso.

    Algo que gostaria de ver na versão final e que facilita alguns comandos é adicionar excepções de firewall no iptable automaticamente e que arranque sempre no boot. Se for possível claro.

    Caso não seja possivel poderiam indicar os comandos para eu adicionar as expecoes da firewall para os programas acederem automaticamente como o vpn.

    Já agora precisava de saber tambem como posso arrancar os programas no boot do raspberry pois voces tem o tightvncserver instalado mas nunca arranca no boot. Utilizo esse pois a ligacao do windows ao ambiente de trabalho remoto é muito lento para mim pelo menos.

  15. Rascas says:

    Regras para o iptables serão incluidas futuramente, vamos ver se ainda vai a tempo da versão final.

    Para arrancares programas no boot terás de criar um init script, colocá-lo em /etc/init.d/nomedoscript e executar para activar:
    sudo update-rc.d nomedoscript defaults
    Depois podes usar o “Enable – Disable services” para activar/desactivar.

    Em vez disto podes utilizar tb o ficheiro /etc/rc.local

    Quanto ao serviço para o vnc, estive quase a incluir, mas acabei por não o fazer pq o tightvncserver por defeito arranca uma sessão gráfica, que no Pipplware é o XFCE e isto iria comsumir bastante memória RAM e pôr o boot bastante mais lento. Talvez dê para desactivar a sessão e por o daemon apenas “á escuta” mas terei de ver melhor isso.

    Aviso já que o vnc não é mais rápido que o rdp isto pelos testes que fiz. Se iniciares uma sessão no XFCE, depois podes usar um cliente VNC para te conectares, basta apenas aponta-lo para a porta 3389. Isto sem configurações extra.

    Foram estas as razões para não incluir um serviço para o vnc, mas vou ver melhor isso e se conseguir por o daemon apenas á escuta sem iniciar sessão gráfica, depois incluirei isso. É complicado fazer todas estas coisas, mais uma ajudinha vinha a calhar 😛

    Entretanto se quiseres criar um serviço podes ver aqui como o fazer: http://askubuntu.com/questions/120973/how-do-i-start-vnc-server-on-boot

    • Tiago Oliveira says:

      Teria todo o gosto em ajudar pois sei que vos esta a dar muito trabalho ajudar a malta. Mas os meus conhecimentos em linux aso mesmo básicos e o que aprendi foi mesmo para saber usar o raspi.

      Infelizmente também não tenho muito tempo para investigar pois trabalho todos os dias até tarde.

      Só tenho a agradecer o vosso trabalho e espero que tudo isto vos abra boas oportunidades para ganhar muito dinheiro xD

  16. Paulo says:

    Oi, não consigo abrir videos no xbmc numa pasta de rede simplesmente abro o video e não acontece nada, alguem sabe como resolver? os videos num pen trabalham, a source do video é uma partilha de samba num OS linux.

  17. Rascas says:

    Depende da tua configuração samba do linux.
    No ficheiro smb.conf do teu sistema linux, security deve estar como user (security = user). security = share já não é mais suportado e pode dar problemas. Terás de configurar o resto do smb.conf de acordo com isto.

  18. ZeNinguem says:

    Tenho um RBPi B com um cartão de 8GB Class 10 e instalei o Pipplware 1. Instalei também o Gnash. Tudo funciona, mas o problema é que ao reproduzir videos, do youtube p ex, anda sempre aos soluços. Não consigo ver um vídeo de forma fluida. Isso acontece com mais alguém?
    Como o Pidora é a mesma coisa.

    • Márcio Sousa says:

      Boas, na versão 1 não testei mas tenho a v 2.0 com um overclock de 800 mhz e não tenho problema nenhum com os videos do youtube a versão que tens já fizeste os updates??

    • Ricardo says:

      Tanto com a versão do xbmc contida no pipplware 1.3 como esta última (2.0) não consigo ver os vídeos no youtube (só da apenas som).
      Mas se meter a distro do openelec funciona que é uma maravilha…
      Ainda sou um pouco noob nisto.. mas não será algum codec que falta? Se alguém tiver alguma pista do que seja.. era excelente, obg 🙂

      • Márcio Sousa says:

        Não sei se ja reparas-te mas fica aqui a dica do Rascas caso te tenha passado ao lado ” Nos menus iniciais, vai a “Raspberry Pi Configuration” e faz “Enable Camera” e depois reinicia o Raspberry. Pronto. Experimenta a ver se já funciona. “

  19. moedinha says:

    @ Rascas : “Depois, qnd tiveres o Pipplware 2.0 beta instalado e a correr, terás de copiar o backup de volta para o cartão e executar um comando no terminal. Eu já ponho aqui qual o comando a executar.”

    Dá para colocar o comando ?

    Obg pela distro, funciona mto bem.

    • Rascas says:

      tar xpzvf /home/pi/HOME_BACKUP.tar.gz –exclude=”/home/pi/.emulationstation” –exclude=”/home/pi/RetroPie” –exclude=”/home/pi/.config/xfce4″ -C /

      É tudo só um comando. Faz copy/paste para um terminal.
      Se quiseres restaurar as definições do XFCE, remove do comando a parte:
      –exclude=”/home/pi/.config/xfce4″

      Se quiseres restaurar tb as definições de emuladores, caso tenhas feito, remove tb do comando a parte:
      –exclude=”/home/pi/RetroPie”

  20. Rascas says:

    O sistema de comentários une os traços. A ver se assim fica bem:
    tar xpzvf /home/pi/HOME_BACKUP.tar.gz -–exclude='/home/pi/.emulationstation' -–exclude='/home/pi/RetroPie' -–exclude='/home/pi/.config/xfce4' -C /

    Caso não dê, antes dos “excludes” são duplos traços.

  21. Manuel Silva says:

    Há alguma forma de confirmar que versão do pplware tnh instalada ?

    Obg

    • Márcio Sousa says:

      Desconheço o comando que te vai dar a versão como pretendes “pipplware v1.X ou v2.0” …. mas como podes ver neste artigo o emulatation menu por omissão de arranque que se vê nas imagens pertence à v2.0 caso contrário estás com a versão 1.x

      • Rascas says:

        Para veres se tens a versão 1 ou 2 é isso que o Márcio disse.

        Para veres se tens a versão 1.3 podes fazer num terminal: cat /etc/apt/sources.list.d/pipplware.list

        Se te aparecer uma linha tens a versão 1.3, se não aparecer nada tens uma versão anterior.

  22. Márcio Sousa says:

    Antes de mais parabens pela exelente Distro,tenho uma questão a colocar eu quero colocar o canal panda aqui para o miudo de casa através do addon TV-portuguesa mas apenas me reproduz o som do canal e nada de imagem, já na versão xbmc 12.2 que ainda está instalada aqui no pc de casa consigo ver o canal através do mesmo servidor de stream com imagem alguma sugestão do que possa ser?? Desde já obrigado por alguma ajuda que possam dar.

    • Rascas says:

      Márcio, qnd um stream só dá som e não dá imagem, na maior parte dos casos é porque o stream usa um codec proprietário.
      Alguns codecs proprietários, é possível comprar a licença (cerca de 5 euros por 3 licenças), um ou outro mais exótico, tipo real media, não há hipotese.

      Podes ver qual o codec video do stream vendo o log do xbmc:
      /home/pi/.xbmc/temp/xbmc.log

    • Rascas says:

      Márcio Sousa, obrigado pelo relato, de facto existe um problema que pode estar relacionado.

      Nos menus iniciais, vai a “Raspberry Pi Configuration” e faz “Enable Camera” e depois reinicia o Raspberry. Pronto. Experimenta a ver se já funciona.

      Recomendo a toda a gente que leia este comentário a fazer o mesmo. Na versão final isto será corrigido.

      • Márcio Sousa says:

        Testei agora mesmo e sim agora funciona maravilha, obrigado 🙂

        • Mário says:

          Boas, tenho o mesmo problema, mas não percebi a explicação. Instalei a versão 2.0 beta. Onde está a opção “raspberry pi configuration”?
          Outra questão, quando visualizo um filme que tenho na rede não me aparecem as legendas em portugues. A legenda está na mesma pasta do filme, e já configurei o add-on de legendas. O que poderei estar a fazer mal para não aparecerem as legendas.
          Obrigado

  23. Ricardo says:

    Tanto com a versão do xbmc contida no pipplware 1.3 como esta última (2.0) não consigo ver os vídeos no youtube (só da apenas som).
    Mas se meter a distro do openelec funciona que é uma maravilha…
    Ainda sou um pouco noob nisto.. mas não será algum codec que falta? Se alguém tiver alguma pista do que seja.. era excelente, obg 🙂

    • Márcio Sousa says:

      Comigo tbm se passa algo parecido isto porque em alguns videos consigo visualizar imagem, a mim parece-me ainda mais estranho. Com alguns canais do addon “TV Portuguesa” tbm me acontece uns da imagem outros só som quando no xbmc que tenho no pc cá de casa consigo ter imagem, certo que são plataformas diferentes mas a versão do addon é a mesma assim como o ficheiro “librm”, alguma pista?? Obrigado.

    • Ricardo says:

      *do youtube

    • Rascas says:

      Ricardo, qnd um stream só dá som e não dá imagem, na maior parte dos casos é porque o stream usa um codec proprietário.
      Alguns codecs proprietários, é possível comprar a licença (cerca de 5 euros por 3 licenças), um ou outro mais exótico, tipo real media, não há hipotese.

      Podes ver qual o codec video do stream vendo o log do xbmc:
      /home/pi/.xbmc/temp/xbmc.log

      Para verificar, podes por aqui um link de um video que aconteça isso por favor?

      • Ricardo says:

        Obrigado pela resposta desde ja 🙂

        Por ex, com o video: https://www.youtube.com/watch?v=f7FZBH8dTBk dá som+video, mas se tentar este: https://www.youtube.com/watch?v=nAGjZpxCqRs, só da som..
        Coincidência ou não, com alguns videos que testei, os com formato máximo de 720p davam, e os 480p não..

        Testei com filmes mkv’s e mp4’s e parecem dar todos bem. Ah e tou a usar a v2.0 e fiz update. (e como ja disse anteriormente, se usar a distro openelec todos os videos funcionam bem)

        O log do ultimo video penso que é este:
        22:19:15 T:2900644880 NOTICE: Opening video stream: 0 source: 256
        22:19:15 T:2975208464 ERROR: COMXCoreComponent::DecoderEventHandler OMX.broadcom.video_decode – OMX_Err$
        22:19:15 T:2900644880 ERROR: COMXCoreComponent::AllocInputBuffers component(OMX.broadcom.video_decode) $
        22:19:15 T:2900644880 ERROR: COMXVideo::Open AllocOMXInputBuffers error (080001018)
        22:19:15 T:2900644880 ERROR: OMXPlayerVideo : Error open video output
        22:19:15 T:2900644880 WARNING: OpenVideoStream – Unsupported stream 0. Stream disabled.
        22:19:15 T:2900644880 NOTICE: Opening audio stream: 1 source: 256
        22:19:15 T:2900644880 NOTICE: Creating audio thread
        22:19:15 T:2746217488 NOTICE: Thread OMXPlayerAudio start, auto delete: false

        • Rascas says:

          Ricardo, obrigado pela comunicação do problema, e pelo relatório detalhado, foi extremamente util.
          Realmente existe um problema. Mas é fácil resolver:

          Nos menus iniciais, vai a “Raspberry Pi Configuration” e faz “Enable Camera” e depois reinicia o Raspberry. Pronto. Já deve ficar resolvido 😉

          Recomendo a toda a gente que leia este comentário a fazer o mesmo. Na versão final isto será corrigido.

  24. ruben says:

    a mim da me que o file esta corupto 🙁 depois de descompactar lo

  25. ruben says:

    file corrupto depois de descompactar nao me parece do download

  26. Rascas says:

    Está já disponível nos repositórios o XBMC Gotham beta 4.

    Para actualizarem, basta executarem o “Update System” no menu “Advanced” ou o tradicional sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade

    • C.Neves says:

      Justifica a actualização para uma versão beta ? (XBMC Gotham beta 4)

      • Rascas says:

        O Pipplware 2.0 beta traz incluído o XBMC Gotham beta 3.

        Se fizeres o update não vais notar diferenças a nivel de interface nem mais funcionalidades, pois agora já está numa fase só de correcções de bugs.

        Portanto sim, justifica-se a actualização.

    • JohnPal says:

      Viva rascas

      para fazer o update do gothan beta 4 no update system, no modo avançado aparece visivel em que menu? Estou farto de correr os menus de configuraçoes e não vejo lá isso.

      Quando tinho o openelec tiva isso bem visivel mas agora não estou a encontrar lo na configs do xbmc.

      cumpts

  27. Mike says:

    boas,

    preciso da vossa ajuda para confgurar um comando ps3.
    ja instalei a versao 2 do pipplware e corri o setup dos controladores necessarios para o comando. consigo usa-lo nos menus e por exemplo no jogo doom. o problema é no mame onde não é recohecido. já tentei correr o input configuration mas na opção gngeo e ao tentar salvar, da erro de script. ja tentei por bluetooth e cabo sem sucesso. que poderei fazer?

    outro problema que tenho é que no mame nao tenho som, apenas tive uma vez mas nao sei porque.

    obrigado por qualquer ajuda que possam dar.

    • Rascas says:

      No input configuration (que é onde se define os controladores nos emuladores), das 3 opções que tem, selecciona apenas o retroarch, os outros 2 não são utilizados por defeito.
      Experimenta a ver se já funciona.

      O facto de teres tido som e agora não, penso que saiba pq acontece, mas o melhor é esperares um pouco que o Luiz Victor é que é o entendido nos emuladores e ele já te responde.

      • Mike says:

        obrigado pela resposta. infelizmente ja tinha feito a configuração para o retroarch com sucesso mas o problem persiste.

        • Luiz Victor says:

          Boa tarde, Mike.
          Desculpe a demora. O emulador do mame não faz parte do retroarch, por isso, a configuração padrão não funciona. O arquivo de configuração para este emulador fica em /home/pi/RetroPie/emulators/mame4all-pi/mame.cfg, no final dele adicione os botões do seu controle (use os códigos gerados no retroarch.cfg para saber o número de cada botão). Segue um exemplo do que adicionar:
          J_START=9
          J_SELECT=8
          J_A=0
          AXIS_LR=0
          AXIS_UD=1
          Deve funcionar. Não tenho esse controlador para testar. Quanto ao áudio, neste mesmo arquivo, na linha “force_stereo=” troque o “no” por “yes” e veja se funciona.
          Outra opção é usar o emulador pifba, para isso coloque as roms na pasta /home/pi/RetroPie/roms/fba . Caso necessite configurar algo, edite o arquivo /home/pi/RetroPie/emulators/pifba/fba2x.cfg

          Isto deve resolver. Por favor, me avise se conseguiu.

          • Mike says:

            boas,

            obrigado pela resposta. vou tentar o sugerido hoje ao final da tarde.

          • Mike says:

            boas,
            só consegui agora tentar o que foi sugerido mas sem sucesso.
            editei o mame.cfg mas continua a não reconhecer o comando. tentei com o fba mas não corre a rom que tenho.
            acerca do audio troquei “force_stereo=” “no” por “yes”, mas não resultou.
            O que notei é que se entrar no xbmc e depois sair para o menu principal ja tenho audio no mame!!

          • Luiz Victor says:

            Boa noite, Mike.
            Para o pifba você vai precisar das BIOS, existem várias e vai depender do jogo que você está querendo usar. É bem provável que a pmame31.zip ou a mame031s.zip funcionem. Enfim, faça uma busca que você deve encontrar várias. Coloque-as (arquivos .zip) na pasta fba junto com as roms. Eu prefiro usar o pifba ao mame4all, e é bem capaz do som funcionar bem. Achei estranho o som aparecer quando você usa o xbmc. Poderia me dizer qual jogo você está usando? Assim eu posso testar aqui.

          • Mike says:

            estou a tentar usar o jogo dino.zip cadilacs and dinossaurs

          • Mike says:

            só para dar aqui um update a este assunto…desisti de ter o comando da ps3 a funcionar com o mame. simplesmente não consigo. comprei um comando usb normal e está tudo ok.
            acerca do audio consegui resolver editando o config.txt

          • Luiz Victor says:

            Mike, me desculpe a demora. Quanto ao jogo, o tenho aqui e ele funciona muito bem. Uso para ele o pifba, e as bios de cps1 e cps2, se não me engano os nomes dos arquivos de bios são cpzn1.zip e cpzn2.zip, você está usando qual emulador? Poderia me dizer quais mudanças você fez no config.txt? Está tudo funcionando bem agora? Quando ao controle do PS3, realmente não tenho como ajudar, pois não tenho como fazer os testes.

          • Mike says:

            boas,

            acerca da alteração que fiz no config.txt foi que retire o comentario de hdmi_drive=2 e agora tenho audio sem qualquer problema.
            acerca do emulador estou a usar o mame4all e tenho agora uma pergunta.
            eu estou a colocar as rom e as bios na mesma pasta, mas como posso fazer para que no menu do emulador as bios fiquem escondidas da lista de jogos?
            obrigado novamente pela vossa ajuda

  28. EuSei says:

    Onde posso dar as minhas sugestões?
    Gostava que adicionassem o Silverlight que no Linux é feito com o PipeLight ou MoonLight, para puder ver Meo Go, Netflix e outros. Também gostava que de ver no Start Menu uma opção para ir directo para a pagina do Meo Go, e também gostava que o start menu tivesse cores mais atractivas como também a fonte.
    Obrigado!

  29. Rascas says:

    Obrigado pelas sugestões.
    Relativamente ao Meo Go e Netflix infelizmente isso não é possível no Pi.

    Ambos os serviços não são suportados em Linux de forma oficial, mas é possível utiliza-los de forma não oficial com o PipeLight. O MoonLight está fora de questão por causa do DRM. O Pipelight funciona em linux, mas apenas em processadores x86, porque necessita do wine para carregar uma libraria do windows.

    São estas as razões para o Meo Go e Netflix não funcionarem no Pi.

    Quanto ao menu inicial, a fonte já vai ser alterada na versão final, as cores não devem sofrer grande alteração, talvez numa versão futura (penso que as cores são uma questão de gostos)

  30. amos says:

    Boas

    Parabéns à equipa do Pplware pelo vosso excelente trabalho.
    Estou com um problema pois não consigo entrar no “Openbox”. Quando clico em Openbox o raspberry pi fica bloqueado com o texto “PiPplware 2.0”. Será um bug ou foi alguma coisa errada que eu fiz na instalação?
    obrigado
    abc

  31. Rascas says:

    Não, é mesmo assim. É uma interface mesmo básica (para consumir o menos recursos possíveis) Tens de carregar no botão direito do rato para aparecer o menu. Uso o ALT + TAB para alternar entre aplicações.

  32. Luis says:

    Bom dia,

    tenho uma questão relativamente a aceder ao Menu. Tenho estado a usar a versão 2.0 há já uns dias e algures no processo tornei o XBMC como default para arranque porque é a funcionalidade que mais uso. Só que agora queria voltar a poder aceder ao menu original nomeadamente para poder explorar o Emulation Station.

    Podem por favor dizer-me como consigo isso (sem retirar o XBMC de default no arranque)?

    Obrigado.

    • Rascas says:

      Luis, para usares o Emulation Station tens de ter um teclado ou um gamepad ligado ao Raspberry, é uma limitação do programa para já. Para lançares o ES, fazes “Sair” no XBMC. Vais para a linha de comandos (terminal) e escreves:
      emulationstation

    • Luiz Victor says:

      Boa noite, Luis.
      Para entrar no Emulation Station sem alterar o boot, você deve ir ao botão de desligar do XBMC e escolher a opção Exit.
      O XBMC fecha e aparece o terminal. Coloque o login “pi” e a senha “raspberry”. No terminal escreva “emulationstation” (tudo sem as aspas) e aperte “enter”.

  33. Márcio Soares says:

    Será possível numa futura actualização do pipplware incluírem mais drivers de PEN’s Wifi?
    Gosto imenso desta Realease mas só posso usar com cabo de rede pois das minhas 3 PEN’s Wifi não funciona nenhuma. Neste momento tenho OPENELEC e funcionam as 3.

    • Rascas says:

      Márcio Soares, já estamos a trabalhar para dar suporte a mais pens wireless na versão final do Pipplware 2.0.

      Podes dizer quais são os modelos completos das pens wifi que não funcionam por favor?

      • amos says:

        Boas
        A minha dongle wifi “TP-LINK Nano USB Adapter Model nº TL-WN725N 150Mbps Wireless N” também não funciona.

        Foi-me dito pelo vendedor que era compatível com o Raspberry Pi, mas não consigo po-la a trabalhar.

        Se alguém tem a solução por favor coloque aqui.
        Obrigado

        • Rascas says:

          A TL-WN725N irá funcionar out-of-the box na versão final do Pipplware 2.0.

          Para o pores a funcionar actualmente abre um terminal e executa:

          wget -O /home/pi/8188eu-20140117.tar.gz https://dl.dropboxusercontent.com/u/80256631/8188eu-20140117.tar.gz
          tar -zxvf /home/pi/8188eu-20140117.tar.gz
          sudo install -p -m 644 /home/pi/8188eu.ko /lib/modules/$(uname -r)/kernel/drivers/net/wireless
          sudo insmod /lib/modules/$(uname -r)/kernel/drivers/net/wireless/8188eu.ko
          sudo depmod -a

          Podes fazer copy/paste do codigo acima para o terminal. Depois já te poderas ligar a tua rede wireless.

  34. Luis says:

    Bom dia,

    tendo instalado o PiPlware 2.0 beta como é que faço para atualizar a versão do XBMC para o “XBMC 13 Gotham final” que entretanto ficou disponivel?

    Abraço,
    Luis

    • Rascas says:

      Para já a versão final do XBMC 13 Gotham ainda não está disponível nos repositórios. Estamos a testar e qnd acharmos que estiver pronto, colocaremos á disposição. Demorará 2 ou 3 dias.

      Para já está disponível a Release Candidate, que funciona bem. Para actualizar agora ou depois basta ir a “Update System”

  35. Paulo says:

    Rascas, eu também tenho uma Pen Wifi que não consigo que funcione, é uma Belkin Adaptador Surf Wireless USB N150 Nano, o chip julgo que é o Realtek 8188CUS. Será que me poderias ajudar?
    E já agora, tens previsão de quando sairá a versão final do PiPlware 2.0?
    E já agora os meus parabéns pela Distro muito bem conseguida!

    • Rascas says:

      Precisava de mais detalhes acerca dessa pen wifi. Dongles com o chip 8188CUS supostamente funcionam “out-of-the-box”

      No raspberry, com a pen ligada, abre um terminal e executa:
      lsusb

      Posta aqui o resultado relativamente a essa pen sff.

      Experimenta tb ligar essa dongle a um hub usb, em vez de estar ligada directamente a uma porta do Raspberry. Algumas pens wifi só funcionam assim.

      • Paulo says:

        Obrigado Rascas, aí vai:
        Bus 001 Device 004: ID 050d:1102 Belkin Components F7D1102 N150/Surf Micro Wireless Adapter v1000 [Realtek RTL8188CUS]

        Quanto a testar com um hub usb não tenho nenhum de momento, mas vou ver se consigo arranjar um para testar.

        • Rascas says:

          Essa pen é suportada! Se fores ao WiFi Config no XFCE não te consegues ligar a tua rede? E usando o WiFi Manager no menu inicial?

          Se fizeres num terminal: ifconfig
          Não te aparece a interface wlan0 ?

          • Paulo says:

            Rascas, efetivamente aparece o wlan0, mas configurando a WiFi por exemplo através do Wifi Config no XFCE (acontece o mesmo com o WiFi Manager), nunca chega a atribuir IP, parece que entra em loop…
            Já tentei também com IP estático e nada…
            Lendo alguns forúms na net, alguns diziam ter resolvido a situação compilando o seu próprio driver com o src da web da Realtek. Também já tentei isso mas no final do processo de compilação dava erro e não gerava o driver…
            Estou a pensar seriamente em devolver este adaptador (isto se ainda me permitirem), se não conseguir que funcione. Algum que recomendes que funcione sem necessidade de hub usb?
            Obrigado mais uma vez.

          • Rascas says:

            Experimenta isto:

            sudo SKIP_BACKUP=1 rpi-update d9a32ac33e3d19797ab8370d1f340cabf4167e28

            Vai actualizar o kernel e firmware para a versão que vai sair no Pipplware 2.0 final.

            Experimenta a ver se já funciona. Podes por aqui o link para o tal forum que mencionaste?

  36. Paulo says:

    Nada Rascas, continua igual…
    Não sei se ajuda, mas passo a informação do syslog que aparece ao tentar atribuir um IP por DHCP:
    usbcore: registered new interface driver rtl8192cu
    kernel: [ 28.007974] rtw_tkip_decrypt(wlan0) no_gkey_bc_cnt:4, no_gkey_mc_cnt:0
    kernel: [ 51.835593] rtw_tkip_decrypt(wlan0) no_gkey_bc_cnt:1, no_gkey_mc_cnt:0
    kernel: [ 90.630335] rtw_tkip_decrypt(wlan0) no_gkey_bc_cnt:1, no_gkey_mc_cnt:0
    kernel: [ 92.636484] rtw_tkip_decrypt(wlan0) no_gkey_bc_cnt:7, no_gkey_mc_cnt:0
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: WPA: 4-Way Handshake failed – pre-shared key may be incorrect
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: CTRL-EVENT-DISCONNECTED bssid=00:1a:2b:b1:71:6f reason=0
    ifplugd(wlan0)[1710]: Link beat lost.
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: Trying to associate with 00:1a:2b:b1:71:6f (SSID=’WLAN_0960′ freq=2412 MHz)
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: Association request to the driver failed
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: Associated with 00:1a:2b:b1:71:6f
    ifplugd(wlan0)[1710]: Link beat detected.
    kernel: [ 94.642152] rtw_tkip_decrypt(wlan0) no_gkey_bc_cnt:11, no_gkey_mc_cnt:0
    kernel: [ 97.648949] rtw_tkip_decrypt(wlan0) no_gkey_bc_cnt:6, no_gkey_mc_cnt:0
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: Authentication with 00:1a:2b:b1:71:6f timed out.
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: CTRL-EVENT-DISCONNECTED bssid=00:00:00:00:00:00 reason=0
    kernel: [ 98.907646] rtw_wx_set_mlme
    kernel: [ 98.907673] rtw_wx_set_mlme, cmd=1, reason=3
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: Trying to associate with 00:1a:2b:b1:71:6f (SSID=’WLAN_0960′ freq=2412 MHz)
    ifplugd(wlan0)[1710]: Link beat lost.
    wpa_supplicant[1722]: wlan0: Association request to the driver failed

    E sim, já verifiquei que a senha é correta…
    Any ideas?
    Obrigado pelo esforço.

    • Rascas says:

      Então é assim. Essa pen devia de funcionar normalmente no Raspberry sem configuração adicional. Isto desde mais ou menos desde o fim de 2012, que foi quando foi incluído suporte a essa pen no kernel. Pelas procuras que fiz, só encontrei duas ou três pessoas com problemas e todos os casos parecem ser devido a problemas de alimentação/energia. Há alguns posts, como o que postaste, que mostram como compilar o driver e tal mas isso não é necessário.

      Acho então que “só” poderá ser 3 coisas. Um setup do Pi em que a pen não consegue retirar energia suficiente, má configuração da rede (no router ou no pi) ou pen defeituosa.

      Relativamente á primeira: Que carregador usas com o Raspberry (modelo e amperagem). Tens mais dispositivos ligados ao Pi ? Podes arrancar o Pi sem nada ligado, executar: tail -f /var/log/messages , inserir a pen e postar o resultado?

      Relativamente á segunda/terceira: a pen funciona no windows com a mesma configuração de rede? Se sim, experiementa alterar a password para uma simples e experimentar de novo no Raspberry. Outra coisa que podes experimentar a ver se funciona é configurares a rede manualmente. Tens aqui como fazer isso: http://www.fars-robotics.net/

      Relativamente a te aconselhar uma pen, eu aconselharia qq uma desta lista visto que foram testadas: http://elinux.org/RPi_USB_Wi-Fi_Adapters

      Boa sorte.

      • Paulo says:

        Muito obrigado Rascas pelo suporte!
        Vou experimentar as opções que indicas e em último caso trocar então o adaptador WiFi.
        Obrigado mas uma vez e parabéns pela Distro excelente (estou ansioso pelas novidades da v2.0 final, com a inclusão da versão final do XBMC 13.0 Gotham)!

  37. Carlos Carvalho says:

    Vivas,

    Eu recebi o pack promovido pelo pplware com a distribuição 2.0 Beta instalada. Liguei o RPI e ele fez algumas configuracões. Tive que o desligar porque não tinha teclado USB e ainda não sabia que poderia navegar com um comando USB. Mas quando o liguei 2ª vez ele fica à espera de um input qualquer(penso que seja de um keyboard) e depois dá um kernel panic. Que posso fazer para restaurar a estado normal de utilização?

    Obrigado

  38. Paulo says:

    Boas Carlos,

    O melhor penso eu será fazer uma instalação desde o início:
    1º faz o download da imagem do PiPplware 2.0 beta que se encontra na página atual;
    2º segue as instruções desta outra página: https://pplware.sapo.pt/linux/raspberry-pi/pipplware-como-ter-este-sistema-no-seu-raspberry-pi/

    Espero ter ajudado.

  39. Pedro Durão says:

    Onde se encontra a versão 2.0?

    Aqui na pagina diz “1.0”, é essa?

  40. Pedro Durão says:

    Ja fiz download e segui as instruções, mas o pi não arranca, ou se arranca não passa imagem para a televisão…. Com as outras versões xbian, raspbmc funciona lindamente, mas tenho muita curiosidade em testar esta versão….

    A luz verde pisca bastante

  41. David says:

    Bom dia. Já instalei esta versão e acho fantástica para quem, como eu, não percebe nada disto, os meus parabéns aos criadores. Mas queria pedir a vossa ajuda, quero instalar uma placa de som externa (neste caso uma creative x-fi) de modo a ter som digital mas não sei como..o pi não reconhece, no xbmc as unicas opções que tenho para seleccionar no audio são o hdmi e analógico, ou seja não está a reconhecer a placa. agradecia se me pudessem ajudar. Abraço

  42. Ivo Pereira says:

    Olá.Comprei um pi na Inmotion e instalei-lhe a vossa distro.Correu tudo lindamente.Aconteceu que sou um zero no que toca a linux e não estou a conseguir usar a minha placa wifi usb. Não reconhece. Será que me podem ajudar? Como lhe posso carregar os drivers? A minha placa USB é uma Air Live. “The X.USB is using Atheros AR9170 chipset.”

    • Rascas says:

      Por favor abre um terminal e executa:
      sudo apt-get install firmware-linux-free

      Reinicia o sistema, e verifica se funciona. Depois diz se funcionou ou não, para poder suporte futuramente.

  43. Manuel Fernandes says:

    Para quando o suporte ao sopcast? Ou será que tem e comigo não funciona.

    Obrigado

    • Rascas says:

      Manuel Fernandes, para visualizar conteudos do sopcast aconselho usar addons para o XBMC.

      Pelos browsers não é possível visto que a Adobe não dá suporte ao flash em linux arm.

      Tb que é possível usar o omxplayer para visualizar conteúdos do sopcast. Para isso execute no terminal algo como isto (substituía o endereço pelo pretendido):

      omxplayer -o hdmi http://192.168.2.100:80/tv.ts

  44. Ruben says:

    Dá para adicionar mais alguma linux na distro? e se der como?
    Vi no site que o kali linux tem suporte para raspberry pi (arm) …
    http://www.offensive-security.com/kali-llnux-vmware-arm-image-download/

  45. Ruben says:

    Alguem ja ouvi falar do Udoo ?
    Muito bom quad e com arduino, android e linux tudo numa so board …

  46. Suez says:

    Prezados. Como faço para conectar um teclado bluetooth de forma mais simples possível no Pipplware? Muito obrigado.

    • Rascas says:

      A maior parte dos teclados wireless funcionam sem qq configuração adicional, é só ligar o dispositivo que o sistema detecta automaticamente.

      Qual é o seu teclado?

  47. Any says:

    Novidades do PiPpware 2.0 beta
    não é PiP”L”ware

  48. Pedro Anselmo says:

    Caros!
    Esta distribuição está muito boa! Excelente trabalho.
    Para mim só falta um promenor, que é a possibilidade de fazer o boot por usb.
    Já há distribuições que permitem fazer o inicio de boot de SDCard, mas que a meio do processo muda para arrancar o xbmc da pen, o que acelera significativamente o processo e a experiência de utilização.
    Infelizmente não tenho experiência suficiente com o linux para o fazer eu mesmo, mas espero que os especialistas que conhecem este projecto possam disponibilizar algo do género!
    Parabéns e continuem o excelente trabalho!

  49. Gonçalo says:

    Olá a todos.
    Estou com problemas em correr jogos no retropie, coloquei os jogos nas respectivas pastas do raspberry, e os mesmos aparecem listado no respectivo emulador.
    No entanto quando tento entrar no jogo ele parece fazer uma mini instalação mas depois fica o ecrã fica todo preto, e o raspberry só “volta a vida” se carregar na tecla “ESC”, voltando novamente para a lista de jogos.
    Alguém me consegue dar uma ajuda acerca deste tema?
    Obrigado desde já.
    Cumps a todos.

  50. Helder Silva says:

    Será que é possível arranjar alguma solução para o Silverlight no Raspberry? Conseguir ver o multiscreen sport tv através do Rasp, era algo fantástico!
    Obrigado

  51. Pedro Anselmo says:

    Atenção! Esta versão não funciona na nova Raspberry Pi B+!

    Será que alguém poderia disponibilizar uma nova imagem a partir desta com os drivers actualizados?

    O que é preciso fazer:
    1 – instalar a imagem
    2 – sudo apt-get update
    3 – sudo apt-get upgrade
    4 – fazer backup ou imagem com o resultado

    Seria uma grande ajuda!
    Obrigado!

  52. carlos says:

    Obrigado pelo vosso trabalho, está muito bom.
    Tenho o Raspberry Pi ligado à televisão para ver uns filmes, mas ainda estou a usar o cabo de rede e o rato e teclado usb, alguma sugestão de modelos ou carateristicas para colocar tudo isto wireless ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.