PplWare Mobile

GNU/Linux – Distribuições para iniciados


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. w74ever says:

    Se a Microsoft, há 20 anos, tivesse construído o Windows com código aberto, o Linux não existiria, e milhões de programadores iriam melhorar o Windows em vez de competir com ele

    • Alucard says:

      Se… e se a minha avozinha tivesse rodinha era um camião! =)
      Nem vou perder tempo a comentar a tua ignorância e verborreia que sentiste necessidade de vir para aqui despejar. Só te digo uma coisa, percebe-se que não conheces realmente o Linux. E gravar um liveCD, dar erro e mandar vir como se fosses entendido, não é conhecer coisa nenhuma.
      Parabéns ao pplware pelo tópico que irá ser certamente muito útil a qualquer pessoa com vontade de experimentar o Linux.

    • ps1max says:

      Mas isso aconteceu… só que não foi com o Bill Gates foi com o Linus Trovalds ele sim um guru de programação viu que um sistema deveria ser para todos e não para a carteira de alguns. Agora pensa na asneira que disseste e pensa para ti.

      • João Dias says:

        Na verdade, a ideia inicial do Software Livre partiu do “barbudo” Richard Stallman.

      • Pedro Antunes says:

        O Linus criou o linux para competir com o Unix proprietário, não com o Windows.

        • Pedro Antunes says:

          Embora o competir não seja muito bem a palavra correcta.
          Ele criou o kernel do linux como um projecto particular inspirado no Minix (uma variante de Unix) com o objectivo de criar um Minix melhor que o Minix.
          Colocou esse kernel online e foi imediatamente adoptado por diversos programadores que ajudaram a que se tornasse o Linux que hoje conhecemos.

          • Hugo Costa says:

            A competição é boa! Basta recordar que durante anos a fio, a Microsoft não desenvolveu o Internet Explorer, porque a competição era praticamente inexistente…

    • Gabriel says:

      O linux não compete com o windows, tu não sabes o que é Linux

  2. w74ever says:

    gnu/linux=muito feio,bugado,lento,apps muito fracas,MUITO difícil de usar, instável!
    não tem vírus porque é muito pouco conhecido e as pessoas não vão perder tempo com uma coisa que não presta no pc !

  3. Tony Silva says:

    Sabyon para iniciados?

  4. jbol says:

    bhodi linux em falta… 🙁

  5. Nash the Slash says:

    Quem diz isto, “muito feio,bugado,lento,apps muito fracas,MUITO difícil de usar, instável!” do Linux não sabe o que é Linux, eu próprio tive receio de mudar para o Linux, mas há cerca de dois anos atrevi-me a tal, comecei com o Ubuntu, pouco depois mudei para o Mint, actualmente uso Fedora, é a distro que uso há mais tempo, nunca mais quis nada com a Microsoft, tudo o que fazia com software Microsoft faço com Linux, aconselho vivamente.

  6. ponces says:

    @w74ever como uma pequena criança, em tempos, disse ao Toy: “cala-te só um bocadinho”!

    Correcção: Sabayon – “Baseado no Gentoo, segue a mesma filosofia…”

    Muito bom post para os iniciados em Linux 🙂

    Cumps

  7. serva says:

    @w74ever ,

    Boa noite , concordo contigo no teu primeiro post , agora o segundo foi um desperdício de tempo .

    Bom post , o Sabayon está na minha mira para o testar um pouco mais ,nunca levei esta distribuição muito a serio até que a corri num live cd e ficou-me o bicho de experimentar .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  8. Gostei muito do artigo! Existe muitas diferenças entre as distribuições? No modo de usar?

    • Navyseal says:

      Em termos de aplicativos não há diferenças arranjas o que procuras para todas. O que mudam são as personalizações (aplicativos desenvolvidos pelo criador, interface etc), gestor de janelas e o ambiente gráfico. Umas poderão ser mais necessitadas de recursos e outras mais leves. 🙂

  9. Filipe Sousa says:

    Só não percebo uma coisa no meio destas distribuições todas, qual o objectivo de fazer mil e uma distribuição de linux… baseada em ubuntu? É para quem as faz se sentir realizado? É que com tanta distribuição baseada em ubuntu, os utilizadores só vão ficando mais confusos e vão se dispersando cada vez mais.

    Disponibilizarem distribuições de linux baseadas em outras já existentes penso que não tem jeito nenhum.
    Se ubuntu é a mais utilizada o que deviam fazer é reunirem-se à volta do ubuntu e disponibilizar a informação necessária para cativar mais utilizadores, o haver tanta distribuição penso que só põe os possíveis clientes mais confusos e afasta-os cada vez mais.

    • Navyseal says:

      A ideia do GNU/Linux e software livre foi sempre fomentar a liberdade de pegar em algo já criado, personaliza-lo e divulga-lo. Se não houvesse Mint, se calhar os utilizadores do Ubuntu voltariam para o Windows.

      Acredito que à primeira vista possa parecer confuso, mas a ideia central é experimentar até encontrares a tal que gostes e esteja de acordo com as tuas necessidades. 🙂

  10. KnoKer says:

    Boas,
    peço que n me “batam” pelo que vou dizer…

    Uso windows desde que tive o meu primeiro pc. Já me aventurei a instalar ubuntu e xubuntu no portátil e andar com ele uns tempos…

    Mas mt sinceramente n sei se é má configuração ou raio, nunca consegui ter tanta fluidez como com windows.

    Pessoalmente n me importo de trabalhar com linux, mas como programador nunca senti a necessidade de abandonar o windows e mudar para linux…

    E nas horas vagas gosto de jogar um bocadito no pc, sei que em alguns casos é possível com o wine, talala, talala, mas mt sinceramente, dá mt menos trabalho instalar um windows7 do que andar a perder horas para configurar 1 jogo…

    Outra coisa que também convém ver com olhos de gente, o linux é open source, mas quantos de vcs a titulo individual é que pagam as licenças
    quer do windows, quer do office?

    • Alexsandro says:

      Bem acho que ninguem te vai “bater” por dizeres que para ti o windows serve melhor que linux…Isso é uma questão de gosto ou necessidade.

      Agora a ultima questão que colocas-te é muito pertinente e o linux vem ajudar aqueles que realmente querem deixar de utilizar software “crackado”…e mesmo aqueles que ainda preferem utilizar windows podem optar por utilizar software que seja free, hoje em dia há muita oferta e cada vez com melhor qualidade.

      No exemplo do office existe o open office, que para quem não utilizar este tipo de ferramentas para fins profissionais dá e sobra.

    • @lmx says:

      Boas…
      Licenças windows??M$ Ofice?Não pago claro, não uso não quero pagar!

      cmps

  11. JP says:

    Boas pessoal,alguém pode-me indicar uma distribuição que seja poupada no consumo de bateria ?

    • Navyseal says:

      Procura uma que seja baseada em: Enlightenment, Fluxbox, LXDE, IceWM, Openbox ou XFCE, gastam menos recursos. Tens vários exemplos dados acima que poderás experimentar, é só dares um tempo a cada distro e experimentares. 🙂

      • JP says:

        Já usei crunchbang mas era um bocado ´puxado´para os ainda parcos conhecimentos que tenho
        sobre linux.Obrigado pela ajuda.

        • Navyseal says:

          Posso indicar-te algumas, mas terás que ter alguma paciência para ires experimentando:

          Aurora OS
          Joli OS
          Lubuntu
          Peppermint OS
          Puppy Linux

          Alguma destas de certeza te agradará!

        • Gabriel says:

          Por acaso #! é uma das minhas distros favoritas e é extremamente leve, mas muito hardcore se nao tiveres uns bons conhecimentos de base. Entrentanto no netbook cheguei a usar easypeasy, fazia melhor uso da bateria, entretanto tens outras distros mais leves, como o xubuntu ou o lubuntu que vem já preparadas com tudo o necessário e a vantagem de trazer um DE mais leve.

    • Navyseal says:

      Depois avisa qual foi a eleita. 🙂

  12. Pedro says:

    Boas, não custa ajudar…
    http://goo.gl/soKjb

  13. David Oliveira says:

    Gosto de ver que estão a surgir cada vez mais noticias sobre linux no site do pplware! um bem haja por isso e muito mais!

    E a nivel empresarial o que recomendam de linux? estava interessado em arranjar um sistema operativo com papel de “terminal estupido” lá para uns postos de trabalho… o que acham do puppy linux para isso? andei a tentar vasculhar um pouco mas o forum murga linux esteve em baixo este fim de semana :\
    cumps.

    • Navyseal says:

      Depende do tamanho da empresa em número de utilizadores, aplicativos que pretendes usar, se queres ou não suporte oficial, do hardware etc. Há empresas pequenas que usam Ubuntu e virtualizam o Windows para as aplicações sem equivalência, é um bom exemplo do que poderás ter em mente.

    • PeterOak says:

      Onde trabalho tinhamos Ubuntu, mas encravava regularmente. Agora temos Debian através da rede, os terminais são pc’s normais mas sem HDD. Nunca mais tivemos problemas.

    • reis says:

      Tenta centos ,falam que é uma distro boa para empresas estável ,assim como debian.

  14. running_wild says:

    Há mais de 4 anos que entrei para o mundo do Linux, e o windows nunca mais voltou a entrar aqui.
    Comecei com o Ubuntu no inicio tem uma curva de aprendizagem maior e era preciso passar horas só para por o modem usb a trabalhar.Mas agora é muito mais simples muito mais fácil de fazer o que seja, só depende da pratica.
    Também quando comecei com o windows não era pera doce as horas perdidas com win3.11 e 95 e seus sucessores, mas com o tempo a coisa vai, só depende mesmo da pratica de trabalhar com um SO.

    Agora estou a testar a fundo o Mint, deve mudar de vez visto que não estou a gostar de ver o caminho que o ubuntu está a tomar.

  15. MRodrigues says:

    Boas

    Eu utilizo o ubuntu e gosto do unit. Mas para quem não gosta ou tem poucos recursos nos PS’s pode utilizar o Modo sessão clássica que pode ser escolhida antes de fazer o login.

  16. Alexsandro says:

    Gostei das dicas…muitos dos SO’s que voces mencionaram nao tinha conhecimento deles.

    Quando estiver com algum tempo ainda vou testar alguns numa maquina virtual…

    A única coisa que me deixa um pouco com o pé atrás em relação as essas distros menos conhecidas é a nível de continuidade e, suporte ou actualização.

  17. É says:

    Bom trabalho . Tenho alguns virtualizados ( W7,XP pro,Backtrack,Ubuntu,Android,ReactOS,FreeBSD,Fedora )para experimentar e é como um vicio de descoberta e aprendizagem embora cada vez tenha menos tempo livre para acho que não vou deixar de dar uma espreitada nesses.
    Obrigado
    Saúde !

  18. linux_user says:

    Penso que a selecção apresentada está 100% correcta, se considerarmos as principais distribuições Linux.

    Para o utilizador Linux português que pretende uma distribuição fácil de converter para a nossa língua, a frase acima pode não ser totalmente verdadeira.

    Aproveito para fazer um apelo: defendam a vossa (nossa) língua. O AriOs tem um look apelativo? Certo, mas eu gosto muito mais do visual apelativo do AriOs.

    Continuação do bom trabalho da ppl do pplware.

  19. Rui says:

    Half-offtopic

    Sugiro testarem um SBS acente em Ubuntu, o Zentyal, julgo que iremos ouvir falar mt deste nome, ira competir com os SBS da M$ no mercado PME.

    Tenho testado esta solução e tenho gostado muito, aconselho a testarem!

    Cumps,

  20. MrT says:

    Tenho umas duvidas.
    Os Linux mais novos, como o ubuntu e mint, conseguem tirar partido do turbo boost dos cpu’s, por exemplo de um i5-480m?

    Conseguem também suportar duas graficas diferentes, como o windows (isto quando temos um portatil com duas graficas, tipo uma intel hd3000 e outra ati hd6550m ou nvidea GT450m)?

  21. Flamarro says:

    excelente seleção, optima para mostrar a amigos para verem o que há e o que é o linux.
    Eu proprio tenho em boot o mint, ubuntu e pinguy junto com o win7 que já só uso para jogar e executar algum tipo de alteração em ficheiros office para o trabalho que o proprio libre, por alguma questão de incompatibilidade não o possa usar( muita rara para o que preciso ).
    Sempre segui o Ubuntu e para iniciantes algo baseado em nesta é a minha opinião, não vendo o porquê de tanta embirração com o unity, é uma opção do ubuntu, pois todos os que se queixam estão a fugir na grande maioria para alguma baseada, o que não deixa de ser um ubuntu mais refinado, por isso que haja sempre Ubuntu… Tudo o que pretendo encontrar de programas ou existe em repositorio ou alguem ja compilou em DEB e é só como no windows, next, next…
    Tenho que experimentar arch, pois já não é a primeira vez que falam tão bem dela, mas é isto mesmo que se pretende, experimentar e ficar com algo que nos agrade o que é uma maravilha, andamos sempre a mexer… e a aprender…

    • reis says:

      Eu depois de ubuntu,debian testing,sabayon,mint,mandriva ,opensuse,pclinuxos,fedora,tentei arch e ate agora sem problemas finalmente descobri a minha distro.

  22. Fernando says:

    Pode-se incluir nesta lista o ultimate edition que é baseado no ubuntu e já vem com uma infinidade de programas e temas instalados. E possui também uma versão game, também com muitos jogos instalados. Tão fácil de instalar quanto o ubuntu, e possui também Live-CD.
    No site: http://ultimateedition.info/

  23. Bruno says:

    bom post sobre o linux 🙂
    bem eu vo dizer 1 coisa.. nao utilizo linux pk sempre utilizei windows e sinceramente o unico linux k utilizei foi o ubuntu mas como foi durante pouco tempo nao tive a oportunidade de ter uma grande experiencia com ele… mas com a pouca utilidade k lhe dei ate gostei da experiencia 😉
    agora e claro k mesmo axim gosto + do windows pk e + facil de trabalhar e tb existe + programas compativeis com o mesmo do k o linux por enkanto claro… com a evoluçao da tecnologia nunca se sabe… mas se por acaso o linux ficar melhor k o windows eu sou capaz de ir pra o linux

  24. Filipe Santos says:

    Tenho uma máquina um bocado antiga com as seguintes caracteristicas:

    Intel Celeron 1.3GH
    40GB HD
    750MB de memória RAM
    ATI Radeon 9550 256MB

    Queria saber com qual destas distribuições o meu pc ficava rapido, ele neste momento tem o Windows xp HE, e queria mudar para linux e ja experimentei algumas distribuições de linux, mas ficava um bocado lento.
    Se alguem me pudesse ajudar.. sff

  25. serva says:

    Boa tarde ,

    Suportam , mas ainda estão muito comilões de energia , sei que o Kernel 3.1 , lançado no dia 23.11 está muito mais optimizado o consumo, e inclusivamente já tem suporte para placas gráficas com 3D , eu ainda estou no Kernel 3.0.0.13 , e posso-te dizer que da versão 3.0.0.12 para a 13 houve uma optimização energética e de recursos em geral que ronda os 40% , mesmo assim para teres uma ideia , ainda é necessário reduzir cerca de 50% deste consumo para que os portáteis possam ter uma autonomia de 4 Horas .

    No meu caso com um Duo core , antes da actualização do Kernel não conseguia ir além das 2 Horas , agora com esta actualização chego facilmente as 3 horas , e pelo que tenho lido o novo Kernel (3.1) faz maravilhas existem mesmo testemunhos de maior autonomia que os mesmos portáteis com Windows .

    Este sempre foi o calcanhar de Aquiles do Linux o consumo energético e daí a pouca penetração deste SO em portáteis , eu este fim de semana vou compilar o Kernel 3.1 no meu portátil e depois posso postar a minha experiência .

    Atenção que eu estou a usar KDE que é uma interface que te consome 800/900 MB de ram , existem distribuições mais apropriadas para portáteis que são bem mais poupadinhos .

    Aceita os meus sinceros cumprimentos

    Serva

  26. duarte says:

    Olá,
    Excelente post de divulgação, principalmente para principiante.
    Cá por mim, principiante, prefiro o LUBUNTU, mais um “derivado” do Ubuntu.
    É leve, simples, amigável, e beneficia do amplo suporte da comunidade Ubuntu.
    Este (ubuntu) já não é para quem ae quer iniciar, vindo do Win.
    Recomendo para principiantes que querem migrar do Win para Linux.

  27. Valente says:

    Information Technology MUST be human. What does it means? It means that the resources it produces must be available for everyone for free. #opensource

    (Visto em posts de Gnufabio do XDA, Revolver ROM do Eee Pad Transformer)

  28. MrT says:

    Boas, testei agora o mint numa vm. E está fantástico!
    a meu ver esta melhor que o ubuntu.
    Para mim os 3 (ou 2) melhores Lunix’s são o Ubuntu, Xubuntu, e Linux Mint.
    Para mim a unica coisa que falata ao mint é o Software Center, mas isso instala-se. Para quem ache o mesmo que eu, e não saiba, é só abrir uma consola e fazer;

    sudo apt-get -f install
    e depois
    sudo apt-get install software-center

    Eu pelo menos acho que é util pois simpifica a instalação e desistalação de certas coisas, como o Chromium (ou Chrome).

    De resto estas 3 distros, a meu ver estão boas, o Ubuntu peca por causa do Unity, o Xubuntu é o ubuntu mas mais leve e com um look muito fixe. O Mint está completo, e é mais leve que o ubuntu, consome tantos recursos quanto o xubuntu.

    Li ai alguem a falar do lubuntu; já experimentei, mas não sei por quê a instalação parceu-me demorada, e de resto parecia ter alguns erros, apesar de ser rapido parcia que de volta meia bloqueava.

    • MrT says:

      Só mais uma coisa, o nas tres distros que enunciei falta uma coisa, que é o wine, pelo menos eu acho que por vezes é util.
      Mas mais uma vez, indo á consola ou tendo o software center, dá sempre para instalar 😉

  29. NT says:

    Boas,

    Ubuntu? Acho que já foi mais fácil, está tão diferente de tudo o resto… E estão com “dificuldades” em manter os seus utilizadores estando eles a migrarem para outros sistemas.

    De qualquer forma recomendo a todos os “newbies” que façam um “test drive” ao Mint (que usa os mesmo repositórios que o ubuntu e mais alguns), acho que neste momento é a mais user friedly de todas. O Pinguy OS também mas ainda não tem o gnome 3 vamos a ver de como é que esse pessoal o irá implementar.

    Para completar a lista acho que falta o opensuse que também é user friendly. 🙂

    De qualquer forma Ubuntu fan boys, o ubuntu está a fazer uma “remodelação” enorme o que o faz ser um sistema “feio” neste momento. Não quer dizer que não seja apenas as “dores de crescimento” que se estão a sentir agora, mas acho que o unity, para já, está mau e não nos deixa hipóteses fáceis de alterar (por exemplo ao instalar o gnome 3 é perdida praticamente toda a integração com os serviços da Canonical).

    E finalmente uso o Fedora que tem que levar umas “afinações” para ficar como eu gosto, o fusion faz parte disso mas continuo a preferir o Fedora.

    P.S. Os sistema linux quase não têm jogos (decentes) e o wine não é solução para 80% dos casos… Tirando isso o pessoal que diz que Windows é o “melhor” porque tem mais gente a usar, posso dizer que esse mesmo pessoal deve gostar IMENSO de pagar impostos, olhem só o número de pessoas que os paga, nem sei porquê se queixam quando eles aumentam… Muita gente ainda desconhece o sistema linux por isso não o usa.

  30. Nascosta says:

    Boa tarde, gostaria de saber qual a distribuição de Linux aconselham para um portátil com uma placa gráfica Sis671.

    Os melhores Cumprimentos
    Nascosta

  31. Nuno Nunes says:

    Eu já usei distribuições mais complicadas que estas que aparecem neste topico a minha primeira distribuição foi o linux mandrake 7 que agora ser chama mnadriva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.