PplWare Mobile

Chegou o novo Ubuntu 18.10 (Cosmic Cuttlefish)! Será que surpreende?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Lucas says:

    Como sempre esse maldito Gnome usando 1 gb de ram…. alguém faça algo contra ele

  2. Daniel says:

    E ainda dá pra usar o desktop, criar ícones? Pq a cada nova atualização os devs do GNOME tiram mais funções que adicionam, não sei como tem gente q usa isso. mds

    • drom says:

      Dá para continuar a usar o desktop. O Ubuntu nesta versão usou uma versão mais antiga do gestor de ficheiros justamente por isso.

    • William says:

      Depende da versão do Gnome-Shell e do Nautilus.

      A partir da versão 3.28, o Gnome removeu a possibilidade de utilizar a área de trabalho (desktop)
      Então para que possas usar, tens de baixar uma extensão (acredito que se chama: Gnome Folders) para fazer a área de trabalho ser usável novamente, a extensão ainda está em beta por isso não espere muito.

      Algumas distros, se não em engano a Solus, estão mantendo o Nautilus na versão 3.26 para evitar a perda total da área de trabalho. A interface Budgie foi criada do zero, mas compartilha de algumas libs e aplicações do Gnome, por isso também foi afetada, exceto no Solus em que mantiveram a versão antiga até achar uma outra alternativa de peso ao Nautilus.

  3. Luis says:

    Olha lá, o infeliz do evolution-adressbook-factor, evolution-alarm-notify, evolution-calendar-factory e evolution-source-registry comendo RAM…

    • William says:

      Se você não usa o evolution, basta ir no terminal e digitar:

      sudo apt purge evolution evolution-data-server e pronto.

      Dependendo da distro, pode ser que a remoção desses pacotes removam o Gnome Clocks e Gnome Calendar, além é claro do Evolution. Por isso é melhor ficar de olho, se ainda assim não tiver como removê-los, terás que remover a pasta onde estão localizados o Evolution e evolution-data-server como root e matar os processos.
      Depois reinicie que o problema estará resolvido.

      • Silvio says:

        Não da para remover o Evolution, se fizer isso vai dar problema.
        Tu pode desativar o evolution com esses comandos:
        sudo mv /usr/lib/evolution-data-server /usr/lib/evolution-data-server-disabled
        sudo mv /usr/lib/evolution /usr/lib/evolution-disabled

  4. Troll says:

    Só os sem cérebro que usam o Windows

  5. Rogério says:

    Finalmente um título de posto não sensacionalista já estava preparado para ler “é hora de abandonar o “. Parabéns e continue assim.

  6. Marco Pinho says:

    Qual recomendam para ressuscitar o velhinho Asus EeePc 1000H com 2gb Ram?

  7. Jorge says:

    Versoes novas de linux e android é um novo por mês. Deveriam criar era duas ou 3 versoes e focarem-se nelas. É android arroz, cebola, manteiga, nabos, coentros, etc…é linux ana, maria, joana, manuel, flacido, etc…uma versao como escolha de ambiente grafico e ta feito.

  8. Linux says:

    Fui usar esse tal de Windows e o mesmo nem sequer atualizou meus programas instalados, tive que atualizar um por um… Que tristeza! No Linux tudo é atualizado…

    • Marco says:

      se instalares desde o repositório, agora se instalres na unha, quero ver ele atualizar as aplicações.

      • Pedro Ribeiro says:

        Portanto, na pior das hipóteses, fica IGUAL ao Windows. É mesmo mau. Livra!

      • Linux says:

        No Linux temos os repositórios, o terminal, os snaps, os flatpaks, as lojas. Quem é o doente que vai instalar na unha? Só quem usa Gentoo e Slackware e gosta de sofrer. Usuários normais não fazem isso e isso são 90% dos usuários de Linux no desktop, logo o Linux atualiza sozinho, inclusive os seus drivers, seus programas instalados, seu kernel e também recebe atualizações de segurança que não és obrigado a reiniciar o computador ou demorar mais de 5 minutos pra atualizar. Vergonha!

      • ademirt says:

        Marco, atualiza a sua data .. estamos em 2018

    • Bruno says:

      Boas,
      Sempre podes user uma aplicação para esse feito em Windows:

      https://patchmypc.com/home-updater-download

    • Eu mesmo says:

      Usa o “Linux” e cala-te. Deixa-te de mimimi. Também à repositórios em Windows BTW (se estiveres interessado). Se não gostas vai andado, para quê tanto mimimi?

    • Eu mesmo says:

      Pega num PC qualquer e instala uma distro Linux sem espinhas! A pois, se não existirem drivers vem chorar. E depois pega num noob, e diz-lhe que Linux é fantastico e nem precisa de reiniciar para atualizar, e eles responde-te “como é que se atualiza?”. O que é o Kernel? Terminal, que bicho do demónio (letras estranhas, parecem os anos 90).
      O Linux não é acessível como é o Windows ou o MacOS. Por muito que vocês queiram. O kernel é ok, mas precisas de fazer muito trabalho de camuflagem para um utilizador final. Vê por exemplo o Android. Oh wait, o android também precisa de reiniciar para fazer updates! OMG, que escânda-lo.
      Portanto deixa-te de tretas, e gostas do “Linux” (que isso não é nada em si), bom para ti. Agora para de ser chato e deixa os outros em paz. Cada um usa o que quer.

      • Pedro Ribeiro says:

        Não só tens muito mais probabilidades de ter todos os drivers necessários out of the box, nem sequer tens o stress de ter que avaliar se são 32 ou 64 bits (quando há um, há o outro)

  9. gui says:

    Infelizmente outra decepção.

  10. Filipe says:

    Confesso que não aprendi muito a ler este post. E para ser franco, em nenhum dos posts anteriores de novas versões do Ubuntu.
    Isto porque no campo das novidades, são apenas apresentados os programas pré-definidos e não as alterações no SO em relação ao anterior.
    Sinto que se apresentassem o Windos 10 desta maneira apenas diriam “novos icones, novo browser, melhor gestão de recursos”…
    Já usei Ubuntu e não fiquei fã. Descobri o Linux Mint e uso-o regularmente no meu portátil que comprei à 9 anos.
    Com base neste artigo não consigo perceber se devo dar uma nova tentativa ao Ubuntu. A única coisa que me deixou curioso foi a integração com o VeraCrypt (que uso para guardar dados pessoais), mas este tópico não foi aprofundado….
    Também não vou falar dos posts relativos à sua instalação, que são úteis mas idênticos em todas as versões, mas gostaria de perguntar sobre o post de configuração de um servidor LTSP baseado no ubuntu prometido (em 2016!) e nunca apresentado (muito útil para reciclar cpu antigos!).
    Dito isto, continuem o bom trabalho, pplware 😉

  11. Tiago Santos says:

    Manjaro Linux + Deepin <3

  12. Danilo says:

    O meu nao entrou mais depois de atualozar erro na placa de video gtx760 o drv proprietário esta dando erro tive quwbdesinstalar ele para voltar a usar o sistema mais com dv xorg

  13. Nelson Faria says:

    Boas! Alguém com experiência de pôr a funcionar o Lubuntu numa máquina bem antiga (não sei specs agora, mas tem no máximo 500Mb de Ram e tem o XP instalado…)? Mais vale optar por um Mint XFCE 19? É um computador que vai servir basicamente para browser de internet (email, facebook, etc…) e um ou outro documento simples no Word ou LibreOffice…

  14. Gabriel says:

    Melhorem a compatibilidade com drivers, torne o linux mais fácil para usuários comuns. No dia em que um linux não precisar de linha de comando para funcionar, fará sucesso. Até lá, esse monte de programas ambutidos nã valem de nada.

  15. Samuel says:

    A única coisa boa no ubuntu é que serve de base para outros linux 🙂

  16. Clodoaldo Santos says:

    Tive impressão que 1810 está mais leve e fluído que 1804-LTS

  17. José Lucas Pereira da silva says:

    Amo o Ubuntu, ainda mais nesta versão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.